• Premium Outlet
  • Salve Maria
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Promotor flagra 'bala' com dinheiro para compra de voto em Campo Grande

Uma pessoa estava entregando "balas" a diversos eleitores próximo a escola

07/10/2012 14:53h

O promotor de Justiça Alexandre Magno de Lacerda, presidente da Associação Sul-Mato-Grossense dos Membros do Ministério Público, fez um flagrante de tentativa de compra de voto na manhã deste domingo (7), próximo a Escola Estadual José Maria Hugo Rodrigues, no bairro Mata do Jacinto, em Campo Grande. O colégio é o maior local de votação do estado, com 6.493 eleitores cadastrados.

Segundo Lacerda, uma pessoa estava entregando "balas" a diversos eleitores próximo a escola. Dentro havia dinheiro e o número de um candidato. A Polícia Militar foi acionada e fez a prisão em flagrante do suspeito, que dentro de uma bolsa tinha ainda diversas "balas" e dinheiro, caracterizando a compra de votos.

De acordo com o promotor, nestas eleições os candidatos mal intencionados usaram diversos subterfúgios para tentar comprar o voto dos eleitores, o que motivou os ministérios públicos Estadual e Federal a lançar a campanha "Voto não tem preço, voto tem consequência".

"Receber dinheiro para colocar um adesivo no carro, uma placa na casa. Ser contratado para trabalhar no dia da eleição, receber material de construção de um candidato, tudo isso é crime, é compra de voto", alerta, completando que pelo delito podem ser responsabilizados tanto o eleitor quanto o candidato.

Fonte: G1

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas