• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

PM sobrevoará região metropolitana de Teresina para garantir segurança

Esse tipo de fiscalização, segundo o Coronel Jaime Oliveira, é mais efetivo que o terrestre

07/10/2012 10:41h

A Polícia Militar do Piauí, no intuito de garantir e reforçar a segurança durante o dia de hoje (07), vai realizar sobrevoos de helicóptero em todas as zonas eleitorais de Teresina, tanto urbanas quanto rurais, fiscalizando o andamento das eleições.

A informação é do Coronel Jaime Oliveira, comandante da Operação Eleições. Direto do Tribunal Regional Eleitora (TRE), ele informou que além de Teresina, os helicópteros vão percorrer toda a região metropolitana da capital, sobrevoando cidades como Pau D'Arco, Demerval Lobão, União, José de Freitas e Nazária.

Estarão também na rota das aeronaves as cidades de Campo Maior e Beneditinos, estas principalmente pelo receio dos juízes eleitorais, que estão apreensivos com o acirramento político e requisitaram reforço na fiscalização. Também será sobrevoado o município de Simões, por conta de denúncias de compra de voto e porte ilegal de armas.

"O objetivo do sobrevoo da PM é chegar próximo dos locais de votação para inibir ações como boca de urna e comrpa de voto. Esse tipo de fiscalização tem mais efeito que aquele realizado por terra, nessas situações", informou o coronel.

Ele comentou ainda que em todas as 5 zonas eleitorais da capital há oficiais da PM acompanhando os juizes e promotores eleitorais.

Foto: Assis Fernandes/O Dia.

Ocorrências

Segundo o coronel Jaime Oliveira, de uma forma geral, as eleições estão tranquilas em todos os municípios.

No município de São João da Canabrava, houve uma ocorrência. Durante discussão por motivos políticos, na manhã de hoje, um homem disparou contra o outro, que ficou ferido, mas foi socorrido e não corre risco de morte.

O coronel e comandante geral da PM informou que houve duas prisões, nos municípios de União e Miguel Alves, por porte ilegal de arma.

Ele também destacou que o pleito está acontecendo de forma normal, com a presença de 6 mil homens garantindo a segurança, sendo 4 mil no interior e 2 mil na capital, além dos oficiais da força nacional, presentes em 86 cidades piauienses, autorizados pelo TSE. Segundo ele, o clima de calma se dá pela união das esferas Civil, Militar e Federal, além da atuação do MP e dos juízes eleitorais nos municípios.

Por: Mayara Bastos (direto do TRE), Josiel Martins e Maria Romero

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas