• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Patrus diz que condenação de petistas no mensalão não interfere na eleição

"Não é o PT que está em julgamento", afirmou o candidato

05/10/2012 17:08h

O petista Patrus Ananias disse, na madrugada desta sexta-feira, que sua candidatura à prefeitura de Belo Horizonte não sofrerá abalos com os recentes votos de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) pela condenação de integrantes do PT no julgamento do mensalão.

"Não é o PT que está em julgamento", afirmou, após o debate da TV Globo. "A questão envolve pessoas, eventualmente. Vamos esperar o julgamento, não podemos prejulgar. Pessoas podem cometer equívocos, erros. Mas esses erros de pessoas não se confundem com o partido, que hoje é uma instituição nacional. Os serviços que o PT prestou e está prestando estão muito além desse processo", afirmou Patrus.

"Agora, o que população de BH está fazendo é o julgamento dos candidatos, e, neste sentido, tenho um currículo que traduz bem a tradição do PT e de milhares de militantes do partido. Sou um dos fundadores do PT, fui prefeito, ministro do governo Lula, estou no partido há mais de 30 anos, e não há um processo, um questionamento", ressaltou.

A dois dias do primeiro turno, Patrus busca evitar a reeleição do prefeito Marcio Lacerda (PSB) no próximo domingo. Depois de levar a presidente Dilma Rousseff ao palanque em BH na quarta-feira (3), o petista agora concentrará a ação de campanha em bairros onde o partido avalia a necessidade de melhorar o desempenho, atingindo principalmente os indecisos.

Já Lacerda faz nesta sexta uma caminhada pelas ruas de BH com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), seu principal aliado na campanha, como forma de neutralizar os efeitos do comício que Dilma fez na última quarta. Após o debate da TV Globo, Lacerda disse que acredita na vitória no próximo domingo.

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas