• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Esporte

31 de dezembro de 2019

Queniano vence São Silvestre com ultrapassagem no final

Queniano vence São Silvestre com ultrapassagem no final

Os dois cruzaram a faixa com os corpos quase colados um ao outro

O queniano Kibiwott Kandie foi o campeão da São Silvestre de 2019. Ele ultrapassou, nos últimos segundos, o ugandense Jacob Kiplimo, que vinha dominando a prova.

Os dois cruzaram a faixa com os corpos quase colados um ao outro, definindo os dois primeiros lugares da corrida aos 42 minutos e 59 segundos.

O terceiro lugar ficou para Titus Ekiru, também queniano, que neste ano venceu a Maratona de Milão e a Meia de Lisboa. Ele chegou 55 segundos após o primeiro colocado.

A queniana Brigid Kosgei confirmou o favoritismo e foi a primeira do pelotão de elite feminino a cruzar a linha de chegada da corrida de São Silvestre, na Avenida Paulista. Recordista da Maratona de Chicago, a atleta fez na manhã de hoje (31) a sua estreia na 95ª edição da corrida que ocorre anualmente nas ruas da cidade de São Paulo, completando o trajeto de 15 quilômetros em 48 minutos e 54 segundos.

O segundo lugar da prova também foi ocupado por uma queniana, Sheila Shelangat.

A terceira posição no pódio feminino ficou comTisadk Nigus, da Etiópia.

Foto: Amanda Perobelli

Multidão de amadores

Além dos competidores profissionais, uma multidão de anônimos percorreu o trajeto sob o sol forte e céu limpo desta manhã. O número de inscritos chegou a 35 mil, incluindo pessoas de diversas partes do país, como anunciavam as faixas levadas por muitos corredores com nomes de cidades como Rio das Ostras (RJ), Itajai (SC) e Assis Chateubriand (PR).

Carregando balões com os numerais do ano de 2020, o grupo de amigos de Jesus Rodrigues, veio de Rubiataba, em Goiás.

Segundo o professor, de 39 anos, a intenção é “iniciar o ano com o pé direito, correndo”. Pela primeira vez na São Silvestre, ele disse que já participou de outras provas regionais. “Eu sempre corro na minha cidade e participo das competições no meu estado.”

No mesmo grupo de oito pessoas do professor, está a bancária Beatriz Arriel, que comemora a recuperação de um problema no joelho. “Eu tive uma pequena lesão e o próprio médico que me tratou disse que queria me ver na São Silvestre. Hoje eu estou aqui, livre da lesão”.

Com 75 anos e um banjo debaixo do braço, Dempsez Lima Filho participou hoje pela 22ª vez da prova. “É a felicidade de vir aqui e encontrar os meus netos que cuidam de mim na corrida”, definiu sobre o sentimento de participar da prova.

30 de dezembro de 2019

Flamengo encerra 2019 com títulos Carioca, Brasileiro e Continental

Flamengo encerra 2019 com títulos Carioca, Brasileiro e Continental

A única frustração ficou por conta do vice-campeonato no Mundial de Clubes da Fifa

O ano de 2019 ficará marcado na memória dos torcedores do Flamengo como um dos grandes momentos da história do clube. Isto porque, além da conquista de três importantes títulos (Carioca, Brasileiro e Libertadores), a equipe da Gávea apresentou um futebol moderno e envolvente que encantou até adversários. A única frustração ficou por conta do vice-campeonato no Mundial de Clubes da Fifa.

Campeão Carioca

Ainda sob o comando do técnico Abel Braga, o Flamengo iniciou o ano com a conquista do seu 35º título do Campeonato Carioca. Na partida final, diante do Vasco, os gols da vitória foram marcados pelo volante Willian Arão e pelo atacante Vitinho.

Brasileiro de recordes

Mas a competição na qual o time da Gávea brilhou com maior intensidade foi no Campeonato Brasileiro. Além de garantir mais um título para sua sala de troféus, quebrou inúmeros recordes na competição.

Equipe do Flamengo recebe troféu do Campeonato Brasileiro (Foto: Reuters/Sergio Moraes/Direitos Reservados

Em uma edição do Brasileiro disputado por 20 clubes no formato de pontos corridos, o Flamengo é, entre outras coisas, o maior pontuador (90), a equipe com o maior número de vitórias (28) e a que tem o melhor ataque (86 gols).

No aspecto individual quem mais brilhou foi o atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, que se tornou o artilheiro da edição 2019 da competição com 25 gols.

Gabriel Barbosa foi uma das principais peças do rubro-negro em 2019 (Foto: Pilar Olivares)

A conquista deste título e a implantação de um estilo de jogo que encantou a torcida pode ser creditada ao técnico português Jorge Jesus, que chegou ao time após a saída de Abel Braga e o intervalo da competição para a realização da Copa América.

Estudioso e promotor de um futebol moderno, Jorge Jesus mudou completamente a forma de o time da Gávea jogar no decorrer da temporada. De equipe que vacilava em momentos decisivos, ele fez o Flamengo se tornar um time dominante, que impõe sua proposta de jogo e dá poucas chances ao adversário.

Bicampeão Continental

Contudo, a maior glória veio na Copa Libertadores da América, no dia 23 de novembro. Após 38 anos, o Flamengo voltou a levantar a taça Libertadores da América ao derrotar o River Plate, da Argentina, por 2 a 1 de virada. Na partida realizada no Estádio Monumental de Lima (Peru), Gabigol fez história ao marcar os dois gols do rubro-negro.

Jogadores do Flamengo comemoram conquista da Taça Libertadores (Foto: Reuters/ Guadalupe Pardo)

Na única final continental que tinha alcançado até então, no ano de 1981, o Flamengo teve como adversário o Cobreloa (Chile). Naquela ocasião o título ficou com os rubro-negros, que derrotaram os chilenos, também em um dia 23 de novembro, por 2 a 0, ambos do camisa 10 Zico.

Vice no Mundial

A única frustração da equipe carioca no ano ficou por conta do Mundial de Clubes. Desde a conquista do título da Liga dos Campeões pelo Liverpool, a torcida do Flamengo passou a sonhar com a reedição da decisão do Mundial de 1981. E esse sonho pareceu mais perto de se realizar após a conquista da Libertadores.

No Mundial, realizado em Doha (Catar), o Flamengo estreou nas semifinais, fase na qual superou o Al Hilal, da Arábia Saudita, por 3 a 1.

Holandês Van Dijk e brasileiro Gabigol disputam bola na final do Mundial de Clubes (Foto: Reuters/ Corinna Kern)

Com isso, surgia a possibilidade de repetir o que aconteceu em dezembro de 1981, quando a taça ficou com um Flamengo que, comandado pelo craque Zico, venceu por 3 a 0 no estádio Nacional de Tóquio.

Mas em dezembro de 2019, o time inglês levou a melhor jogando no estádio Khalifa International. Venceu por 1 a 0 na prorrogação, graças ao gol do atacante brasileiro Firmino, após empate sem gols nos 90 minutos iniciais.

2020 promissor

Diante do que aconteceu em 2019, o torcedor do Flamengo pode esperar um 2020 promissor, com a busca de mais títulos e, quem sabe, recordes.

Parnahyba e Picos definem jogos amistosos visando o Piauiense 2020

Parnahyba e Picos definem jogos amistosos visando o Piauiense 2020

Os anúncios foram por meio das redes sociais. Equipes seguem em preparação visando à próxima temporada.

Parnahyba e Picos divulgaram em seus perfis oficiais no Instagram jogos amistosos preparatórios visando à próxima temperada. O Zangão fará no dia 04 de janeiro, às 20h, no estádio Helvídio Nunes, em Picos, o primeiro amistoso contra o Crato – time cearense. A partida vai marcar o encerramento da primeira fase da pré-temporada do clube. Já o Tubarão, duela contra as equipes do Moto Clube e Liberal. O clube azulino ainda não divulgou as datas e local da partida.

De acordo com a publicação, para assistir à partida do Zagão, o torcedor terá que pagar R$ 20 no setor de arquibancadas e R$ 10 no geral. Os pontos de vendas dos ingressos serão divulgados pela diretoria em breve. A SEP disputa em 2020 apenas o Campeonato Piauiense. A equipe, rebaixada em 2017, voltou à elite do estadual depois de vencer a Segundona neste ano. A estreia no estadual acontece no dia 17 de janeiro contra o River-PI, na Cidade do Mel.

O torcedor azulino vai ter que aguardar mais alguns dias para saber a data em que a equipe entrará em campo contra os times do Moto Clube e Liberal. A diretoria adiantou que o Liberal será o primeiro adversário em 2020. O time amador Liberal Esporte Clube é o atual campeão da Copa Parnaíba de Futebol.

O segundo adversário será o Moto Clube, de São Luís do Maranhão. O Tubarão disputa apenas o estadual em 2020 e estrei na competição dia 19 de janeiro, diante do Flamengo-PI, no estádio Lindolfo Monteiro, no Centro.

O Campeonato Piauiense 2020 terá 08 equipes e com rebaixamento para 02 colocados. Segundo o regulamento, as finais começam dia 08 de abril (jogo de ida) e 15 de abril (jogo de volta). River-PI, Altos, 4 de Julho, Parnahyba, Piauí, Picos, Flamengo-PI e Timon brigam pelo título do estadual.

Recordista mundial da maratona, queniana participa da São Silvestre

Recordista mundial da maratona, queniana participa da São Silvestre

O trajeto de 15 km e o calor típico de um 31 de dezembro paulistano não devem ser grandes desafios para ela, que treina a 3.000 metros de altitude no Quênia.

A Corrida Internacional de São Silvestre nesta terça-feira (31) contará com uma presença ilustre na sua 95ª edição. O pelotão de elite terá entre seus nomes a recordista mundial da maratona, a queniana Brigid Kosgei, 25, que em outubro deste ano quebrou a marca até então sustentada por Paula Radcliffe desde 2003. Ela concluiu os 42,195 km em 2h14min04seg.
O trajeto de 15 km e o calor típico de um 31 de dezembro paulistano não devem ser grandes desafios para ela, que treina a 3.000 metros de altitude no Quênia. A recordista, que prefere provas mais frias, corre a distância da São Silvestre em treinos todos os dias no fim de tarde (que podem inclusive chegar a 20 km). Pela manhã, ela percorre normalmente 20 km, o que dá um volume semanal de cerca de 200 km.
Isso quando está treinando para provas. Após a marca histórica conquistada em Chicago, em que ela baixou em 1min21seg o recorde da britânica Radcliffe e em 4min16seg seu até então melhor tempo, ela disse ter diminuído o ritmo.
"Relaxei um pouco, depois de Chicago", afirmou a queniana. "Voltei aos poucos depois de descansar."
Seu próximo alvo é a Olimpíada de Tóquio, onde quer representar o seu país. Isso após uma temporada em que esteve sob os holofotes -tanto que estima já ter passado por 54 testes de doping este ano. Kosgei disse, porém, que se não for escolhida fará alguma maratona.
Para se classificar para a maratona olímpica, os atletas precisam alcançar o índice estabelecido pela associação de atletismo -2h11min30seg para os homens e 2h29min30seg para as mulheres. No Quênia, os mais de cem corredores qualificados passam ainda por diversas provas para que a federação do país selecione os três representantes. Os critérios para a escolha final, no entanto, não são claros.
Até outubro deste ano, mesmo os jornalistas do Quênia conheciam pouco sobre a história de Kosgei -algo que não é de se estranhar em um país onde a corrida está para os quenianos assim como o futebol está para os brasileiros. A vitória em Chicago e a marca que obteve alterou esse cenário.
A mudança, porém, não mexeu com a personalidade da recordista. Tímida, demonstra um desconforto em frente às câmeras. Com cerca de 1,60m de altura, não é de dar longas respostas, sempre com o tom de voz comedido.
Seu lugar de conforto é no asfalto. Kosgei começou no esporte como muitos de seus compatriotas. Morando a 10 km da escola no condado de Elgeyo-Marakwet, a 418 km da capital Nairóbi, muitas vezes ela precisava correr para não perder o horário da primeira aula. No caminho, via atletas em seus treinos e almejava se tornar um deles.
Adolescente, competia em distâncias medianas e, ainda que nunca tivesse sido selecionada para representar o Quênia nas competições internacionais, o seu talento chamava a atenção, segundo o seu treinador da época, Robert Ngisirei.
"Era possível dizer que ela era uma atleta muito talentosa mesmo durante os treinos, extremamente disciplinada e competitiva, não gostava de ser ofuscada no treinamento", disse Ngisirei à BBC.
Sua carreira estava sendo construída até que Kosgei teve de abandonar os estudos aos 17 anos. Sua mãe, que precisava cuidar de sete filhos sozinha, não tinha como pagar a mensalidade da escola.
"Eu não podia ficar triste", disse durante entrevista coletiva no fim de novembro, dias antes da premiação Atletas do Ano, conferida pela World Athletics. "Na época, eu só aceitei o que havia acontecido e foquei outras coisas."
Em 2012, passou a se dedicar exclusivamente à corrida, treinando com namorado Mathew Kosgei, que viria a ser seu marido. Isso até o ano seguinte, quando engravidou de gêmeos.
A queniana fez uma pausa do asfalto e esperou os filhos terem quase dois anos para se dedicar novamente à corrida. Retornou em 2015, quando registrou sua primeira marca em competições oficiais, já em uma maratona.
No Porto, ela concluiu os 42,195 km da prova em 2h47min59seg, um tempo longe dos mais fortes da época entre as mulheres, mas o suficiente para que ela terminasse em primeiro lugar.
No ano seguinte, ela teve uma temporada vitoriosa. Das quatro provas que participou, chegou em segundo lugar apenas na Maratona de Lisboa. Nenhuma das competições, no entanto, faziam parte do circuito conhecido, e Kosgei não chamou muito a atenção.
Com uma carreira composta por maratonas, meia maratonas e provas ocasionais de 5 km, 10 km, 15 km e 20 km, em nenhum ano a queniana teve um desempenho tão glorioso quanto em 2019. Foram sete competições, e em todas ela ficou no ponto mais alto do pódio.
Para isso, a dedicação ao esporte foi quase exclusiva. Os filhos ficaram sob os cuidados do marido, um suporte importante.
"Meu marido me disse para não me preocupar, ele cuidaria das crianças, e que eu deveria focar minha carreira e rapidamente elas se acostumaram a me ver apenas nos fins de semana, quando eu voltava para casa", disse Kosgei à BBC.

Ela afirmou ainda que, apesar da idade, eles entendem que ela está fazendo um bom trabalho enquanto se prepara no centro de treinamento a 6 km de sua casa.

Mas nenhum dos dois, no entanto, deseja seguir os passos da mãe.

"Eles dizem para mim: 'Eu não quero correr'", disse a atleta, com um sorriso no rosto, em entrevista no fim de novembro.

28 de dezembro de 2019

Fla libera Rhodolfo e vê lacuna preenchida com Gustavo Henrique

Fla libera Rhodolfo e vê lacuna preenchida com Gustavo Henrique

Jogador que amargou a reserva em grande parte do vitorioso 2019, o zagueiro Rhodolfo está fora dos planos e seguirá a carreira longe da Gávea.

Entre idas e vindas, o Flamengo vai aparando as arestas de seu elenco para a temporada de 2020 no mercado da bola. Jogador que amargou a reserva em grande parte do vitorioso 2019, o zagueiro Rhodolfo está fora dos planos e seguirá a carreira longe da Gávea.
O contrato do defensor termina em 31 de dezembro e ele já foi avisado com alguma antecedência que o vínculo não seria renovado. Fora dos planos do Fla, ele busca um novo destino.
A contratação de Gustavo Henrique já foi pensada imaginando a dispensa de Rhodolfo, que só teve chances de jogar com o técnico Jorge Jesus quando Rodrigo Caio ou Pablo Marí ficaram fora por suspensões ou lesões.
A vinda do ex-santista, que já realizou os exames médicos complementares, já é tratada como certa no clube. Como o contrato do jogador com o Santos vai até dia 31 de janeiro de 2020, a tentativa é de conseguir antecipar a liberação.
Gustavo foi uma contratação muito festejada pela comissão técnica e os dirigentes, que já namoravam há tempos com o atleta. Há o entendimento de que ele qualificará demais a competição no setor defensivo, que também conta com as pratas da casa Matheus Dantas e Thuler como alternativas.
Rhodolfo chegou a Rubro-Negro cercado de muita expectativa, mas teve de conviver com inúmeras lesões durante sua passagem pelo Rio de Janeiro. Ao custo de cerca de R$ 5,3 milhões (do câmbio da época), ele desembarcou no meio de 2017. Já no papel de coadjuvante, o atleta participou das conquistas do Carioca, do Brasileiro e da Libertadores.
Movimentações tímidas
Após viver seu mágico ano, o Flamengo atua com serenidade. O atacante Pedro Rocha foi o primeiro nome confirmado e há a intenção de que até quatro peças sejam trazidas para o primeiro trimestre. As posições consideradas mais carentes são a lateral direita (Rodinei foi para o Internacional) e o ataque. O clube estuda possibilidades de um volante também.

São Paulo acredita que seleção pode valorizar Antony

São Paulo acredita que seleção pode valorizar Antony

O jogador mais cotado para ser negociado e contribuir com o caixa tricolor é Antony.

O São Paulo sabe que precisa trabalhar no mercado da bola para buscar cerca de R$ 80 milhões e reduzir o seu déficit anual, que está na casa dos R$ 180 milhões. O jogador mais cotado para ser negociado e contribuir com o caixa tricolor é Antony. No entanto, segundo apurou o UOL Esporte, o departamento de futebol não está disposto a fechar uma transferência agora, com os valores que foram sinalizados. Os dirigentes acreditam que o atleta poderá se valorizar ainda mais com a sua participação na seleção olímpica, no início de 2020.
Até o momento, o RB Leipzig se mostrou disposto a desembolsar 18 milhões de euros (R$ 81,54 milhões) para contratá-lo. Já o Borussia Dortmund enviou representantes para acompanhar a partida entre o Tricolor paulista e o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o atacante, de 19 anos, foi o autor do gol da vitória dos donos da casa por 1 a 0.
Além de levar em conta a parte esportiva, os integrantes do departamento de futebol acreditam que o jogador, que foi titular da seleção de André Jardine em outras oportunidades, poderá ficar ainda mais valorizado após defender o país no torneio internacional. Ou seja, uma transferência agora, com tais valores, não seria considerada satisfatória.
Ainda dentro deste plano de valorização do jogador, o São Paulo sempre deu preferência para negociá-lo na janela de transferência do meio de ano, considerada mais nobre para o mercado europeu. Uma possibilidade estudada pelo clube seria a de acertar a saída do garoto e ele só deixar o clube na metade de 2020.
Para tentar reduzir o déficit, o clube pode também negociar outros atletas que não são tão utilizados. Hudson e Jucilei, por exemplo, têm contratos longos e não são considerados titulares absolutos. Nas últimas semanas, o clube também recebeu sondagens por Helinho e Walce, do Red Bull Bragantino. Vale destacar que o zagueiro Walce e Igor Gomes também estão convocados para defender a seleção no Pré-Olímpico de 2020.
O trio deverá se apresentar em 3 de janeiro e a preparação seguirá até o dia 15. No dia 16, a seleção embarca para a Colômbia. Como o torneio internacional será disputado até 9 de fevereiro, caso a seleção participe de toda a competição, os jogadores vão desfalcar o Tricolor paulista nas primeiras cinco rodadas do Campeonato Paulista.

27 de dezembro de 2019

Flamengo-PI apresenta elenco visando o Piauiense 2020

Flamengo-PI apresenta elenco visando o Piauiense 2020

Segundo a diretoria do Flamengo, até a próxima segunda-feira (23) pelos menos 22 jogadores farão parte do elenco. Parte deles chegam de viagem neste final de semana. O grupo deve ser fechado com 26 jogadores.

O Flamengo-PI deu o “start” na pré-temporada visando o Campeonato Piauiense 2020. O elenco rubro-negro, composto por 12 jogadores até o momento, foi oficialmente apresentado à imprensa na tarde desta sexta-feira (27), no Clube das Classes Produtoras, situado no KM 9 da BR-343. A equipe estreia no estadual no dia 19 de janeiro diante do Parnahyba, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina.

Jogadores fazem oração no Clube das Classes Produtoras. Foto: Elias Fontenele.

“Estamos começando os trabalhos dentro de uma perspectiva positiva e objetivo é chegar à final. Começamos um pouco tarde, poucos atletas se apresentando e sabemos que se deixássemos passar para depois do dia 10 de janeiro seria ainda mais difícil. Agora, vamos tentar nos adequar ao tempo perdido para desenvolver o melhor trabalho possível”, disse o técnico da equipe, Paulo Moroni.

Técnico do Flamengo-PI, Paulo Moroni, fala em adaptação dos atletas. Foto: Elias Fontenele.

Segundo a diretoria do Flamengo, até a próxima segunda-feira (30) pelos menos 22 jogadores farão parte do elenco. Parte deles chegam de viagem neste final de semana. O grupo deve ser fechado com 26 jogadores.

Moroni falou ainda como pretende compensar o tempo perdido e adaptar os jogadores as condições climáticas do Estado.

“Para dar uma compensada no tempo perdido, pensamos em fazer três períodos de treino. Apesar de o Estado ser bastante quente, podemos adaptar um dos trabalhos à academia. Isso para ver se em uma semana a gente consegue recuperar o tempo que perdemos na semana passada. E de restante tentar adaptar os jogadores ao clima do Piauí, a suas regularidades dentro de campo”, disse.

Goleiro Robson diz que a meta do clube é brigar por títulos. Foto: Elias Fontenele.

O goleiro Robson, conhecido do torcedor e que também já foi campeão vestindo a camisa do rubro-negro piauiense, disse que a meta do clube é brigar por títulos.

“Estou feliz. Espero fazer um bom trabalho junto com os meus companheiros e, claro, brigar por títulos. Essa é a nossa meta aqui. Em 2020, espero que o elenco seja fortalecido para que a gente possa levar esse sonho pra frente”, disse.

A expectativa é que o elenco faça dois amistosos. Foto: Elias Fontenele.

A diretoria do Flamengo-PI informou ainda que a equipe deverá fazer dois jogos amistosos durante esse período de preparação para o estadual. Os confrontos ainda serão definidos pela comissão.

No próximo ano, a Raposa só tem pela frente a disputa do Campeonato Piauiense. A estreia no estadual acontece diante do Parnahyba, no dia 19 de janeiro, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. 

Luxa promete Palmeiras ofensivo e celebra pré-temporada nos EUA

Luxa promete Palmeiras ofensivo e celebra pré-temporada nos EUA

O time paulista vai se reapresentar no próximo dia 6 de janeiro e, depois, viajará para os Estados Unidos para a disputa da Florida Cup, torneio de pré-temporada.

Vanderlei Luxemburgo  prometeu montar um Palmeiras  ofensivo para 2020. O comandante tem trabalhado internamente no clube alviverde em busca de reforços e, mesmo antes de saber com quem contará para a próxima temporada, já promete uma equipe proativa.

O time paulista vai se reapresentar no próximo dia 6 de janeiro e, depois, viajará para os Estados Unidos para a disputa da Florida Cup, torneio de pré-temporada.

"Montar a equipe vai ser de acordo com o elenco que a gente vai ter, vendo as características dos jogadores. Vamos planejar em cima disso. Claro que vou montar direcionado para o meu pensamento, que é de uma equipe mais ofensiva, jogando no campo do adversário, mais proativa. No momento, o pessoal vem falando de reativa e proativa, então é uma equipe mais proativa e buscando o jogo sempre", disse Luxa em entrevista à organização da Florida Cup.

"Estar aqui pela quinta vez é legal. É um sinal de que estou vivo. Ninguém vai cinco vezes em uma empresa trabalhar, é difícil. É sinal de que o pessoal gosta do meu trabalho e marcou bastante minhas passagens sempre pelo clube. Espero que desta vez faça um bom trabalho. Não sei se dá para repetir, pois a gente vai ficando velho, mas tomara que fique bastante tempo desta vez no Palmeiras", completou.

Luxemburgo comemorou o fato de poder viajar com seu grupo para conhecer melhores os atletas. Ele ainda não teve contato com o elenco palestrino desde o seu anúncio. "É importante, pois você faz uma troca. As pré-temporadas hoje são inteligentes. Você não tem que ter custo e tem que ter receita. E a Florida Cup é um atrativo para se começar a exposição da marca, patrocinadores, uma série de coisas importantes. Acho que iniciar a pré-temporada tendo o início aqui no Brasil e um segundo momento fora do país, em uma competição que pode estar todo mundo olhando, é muito bom", explicou.

"A pré-temporada, quando você inicia, tem como um dos fatores importantes você estar com todos juntos, não só jogadores, mas comissão técnica também, o conhecimento de cada um. Quando se troca um técnico, para passar todo o conhecimento, ter o relacionamento, é importante estar junto o tempo todo", emendou.

O Palmeiras jogará no dia 15 de janeiro contra o Atlético Nacional, da Colômbia, e, três dias depois, vai encarar o New York FC, dos Estados Unidos.

Falta de estrutura pode fazer nadador trocar Brasil por Holanda

Falta de estrutura pode fazer nadador trocar Brasil por Holanda

Quando Stephan Steverink, 15, olhou para o cronômetro e viu que havia completado os 400m medley em 2min04s97 no Campeonato Brasileiro Juvenil, comemorou ter melhorado não apenas seu recorde brasileiro de categoria.

Quando Stephan Steverink,  15, olhou para o cronômetro e viu que havia completado os 400m medley em 2min04s97 no Campeonato Brasileiro Juvenil, comemorou ter melhorado não apenas seu recorde brasileiro de categoria, mas também ter feito a melhor marca da história de um holandês nesta prova.

Nascido e criado no Brasil, o garoto paulistano é a grande joia da natação brasileira e, pelo menos até 2022, defenderá o verde-amarelo. Depois disso, porém, há o sério risco de a Holanda ganhar de bandeja um potencial multimedalhista olímpico por oferecer algo que hoje ele não tem em São Paulo: uma piscina de 50 metros para treinar.

Stephan é filho de uma médica pernambucana e de um empresário holandês, ambos radicados em São Paulo. Na natação desde os 3 anos, se acostumou a colecionar títulos e recordes brasileiros nas categorias de base. Há dois anos, passou a escrever seu nome também também na tradicional natação holandesa, por uma saudável pressão do pai, que o incentiva a competir também em seu país natal.

"Na primeira vez foi bem difícil, eu não sabia falar holandês. Eu percebia que os outros nadadores ficavam me olhando, meio que perguntando 'o que ele está fazendo aqui?'. Logo na primeira prova eu bati um recorde do Pieter van den Hoogenband e eles ficaram meio que sem entender", lembra o nadador, que hoje sabe dizer em holandês "bom dia", "obrigado", e uma série de palavrões.

Van den Hoogenband, dono de três medalhas de ouro olímpicas, ainda era, até 2017, o recordista holandês sub-13 nos 200m livre em piscina curta. Quando Stephan começou a competir na Holanda, porém, esse e muitos outros recordes nacionais de categoria foram destroçados. No sub-15, o paulistano é recordista holandês em piscina longa em três provas (200m peito, 200m e 400m medley). Nos 800m livre, seu tempo no Campeonato Brasileiro Juvenil disputado no início do mês é 21 segundos melhor que o recorde de Van den Hoogenband, que já dura 26 anos.

Não à toa, o brasileiro é, em suas palavras, "mimado" pelos dirigentes holandeses. "Sempre que eu estou lá, eles me perguntam se está tudo certo por aqui, se eu tenho tudo que eu preciso, o que eles podem fazer por mim."

Por ter documentos holandeses, Stephan pode se inscrever normalmente para competir nos torneios nacionais da Holanda e o faz duas vezes por ano, nos campeonatos de base. Mas, internacionalmente, ele só pode defender um país, que, por enquanto, é o Brasil. Vai continuar sendo assim até pelo menos os 18 anos, até que ele complete o ensino médio, apesar da vontade diferente do pai.

"Lá na Holanda existe um instituto de esportes que obriga sua escola a te colocar em uma rotina que te ajude na natação. Eles valorizam um pouco mais o atleta. Mas sempre quis terminar o ensino médio aqui, prefiro. O que talvez aconteça é eu fazer a universidade na Holanda, porque é tudo muito perto e acaba que é melhor", explica.

Se a questão educacional está por enquanto resolvida, até porque o garoto estuda em um dos melhores colégios de São Paulo, a falta de infraestrutura é uma preocupação presente o tempo todo. A maior promessa da natação brasileira não tem uma piscina de 50 metros para treinar na maior cidade do país.

Quando entrou na equipe de Eric Sona, seu atual treinado, Stephan treinava diariamente no Centro Olímpico, núcleo de alto-rendimento da Prefeitura de São Paulo, no Ibirapuera. Na época, eles faziam parte da ONG Novos Cielos, comandada pela família de Cesar Cielo. Quando o projeto acabou na capital paulista, Sona passou a dar treinos no Clube Esperia, na zona Norte, e depois seguiu para a AABB (Associação Atlética Banco do Brasil), na zona sul.

Convites para defender grandes clubes como o Pinheiros não param de chegar, mas Stephan não abre mão de continuar sendo treinado por Sona, que o transformou no grande nadador que já é. "Muita gente que vai para o Pinheiros pelo dinheiro não melhora. É isso que eu tenho muito medo de acontecer: eu mudar de técnico, não me adaptar ao técnico e piorar."

Sem defender uma grande equipe, Stephan não consegue autorização para utilizar as duas piscinas de ótima qualidade que costumam receber atletas de ponta em São Paulo: do Centro Paraolímpico (administrado pelo Comitê Paraolímpico) e do Centro Olímpico. Outras opções públicas seriam o Pacaembu, que costuma ter raias lotadas (inviáveis para treinamentos de alto-rendimento), e o Ibirapuera (oficialmente fechada).

As chances de Stephan chegar à seleção brasileira já nos Jogos Olímpicos de Tóquio são praticamente inexistentes, mas o garoto vai participar da seletiva brasileira em abril do ano que vem, quando já terá 16 anos. A ideia é pegar experiência e melhorar suas marcas que são consideradas fantásticas para sua idade. Não será surpresa, inclusive, se subir ao pódio do Troféu Brasil.

Nos 1.500m, por exemplo, seu tempo de 15min26s77 no Brasileiro de Verão, disputado em dezembro, representou uma melhora de 34 segundos na sua então melhor marca. Para a Olimpíada, o índice é 15min00s99. Nos 800m, ele precisa melhorar de 8min07s para 7min54s31.

Sua prova preferida, porém, é aquela tida como a mais dolorida da natação, os 400m medley. Seu ídolo, nenhuma surpresa, é Michael Phelps. "Todo mundo se inspira nele, mas eu também me inspiro muito no Brandonn Pierry, na prova que ele faz, e no Thiago Pereira, pelo jeito que entrou para ganhar do Phelps na Olimpíada", cita.

A contabilidade de recordes mundiais de categorias abaixo do júnior é ruim, mas algumas comparações permitem colocar em perspectiva a qualidade de Stephan, que fez 4min21s35 no Brasileiro de dezembro, a dois meses de completar 16 anos. Nos Estados Unidos, em 2017, também com 15, Carson Foster fez 4min21s10. No ano seguinte, aos 16, melhorou para 4min14s92, batendo um histórico recorde nacional de Michael Phelps.

Se seguir pelo mesmo caminho, o brasileiro pode fechar 2020 nadando abaixo do índice olímpico para Tóquio, que é 4min15s84. Por enquanto, o tempo de Stephan nos 400m medley aos 15 anos já é melhor que o recorde brasileiro sub-16 de Lucas Salatta (4min21s60 em 2003) e fica a só quatro segundos dos 4min17s48 de b recorde nacional sub-17. Já o recorde brasileiro adulto foi estabelecido por Thiago ao ganhar a prata olímpica em 2012: 4min08s86.

Na base do "um passo de cada vez", Stephan quer ser convocado o máximo de vezes possíveis para defender a seleção brasileira daqui até 2024 e diz que seu sonho, por enquanto, é estar um uma final olímpica. "É uma ambição, um objetivo de vida, o que eu mais quero, pegar uma final olímpica. É um sonho realista. Eu penso, sim, que posso ganhar uma medalha, mas agora, para esse momento, a principal meta é pegar índice para Olimpíada de Paris."

Liverpool amplia diferença na liderança do Inglês no Boxing Day

Liverpool amplia diferença na liderança do Inglês no Boxing Day

Nesta quinta-feira (26), no Boxing Day, a tradicional rodada da liga inglesa disputada no dia seguinte ao Natal, a equipe do técnico Jürgen Klopp goleou o segundo colocado Leicester por 4 a 0 e foi a 52 pontos, ampliando para 13 a diferença.

Campeão mundial há menos de uma semana, o Liverpool aproveitou o retorno à Premier League para aumentar sua vantagem na ponta da tabela.

Nesta quinta-feira (26), no Boxing Day, a tradicional rodada da liga inglesa disputada no dia seguinte ao Natal, a equipe do técnico Jürgen Klopp goleou o segundo colocado Leicester por 4 a 0 e foi a 52 pontos, ampliando para 13 a diferença na liderança.

Herói da conquista sobre o Flamengo no Qatar, Roberto Firmino marcou dois na goleada. Milner e Alexander-Arnold fecharam o placar.

Por ter disputado o Mundial de Clubes, o Liverpool tem um jogo a menos que seus concorrentes. O duelo contra o West Ham ainda não tem data confirmada.

Mais cedo neste sábado, o Manchester United goleou o Newcastle por 4 a 1 dentro de casa, de virada. Com dois gols de Martial, um de Rashford e um de Greenwood (Matthew Longstaff descontou), o time de Ole Gunnar Solskjaer foi a 28 pontos, ficando a um do Tottenham, quinto colocado.

Para não ser ultrapassado pelo United, o time de José Mourinho precisou virar seu confronto com o Brighton, em Londres. Adam Webster fez o primeiro gol do jogo, para os visitantes. O artilheiro Harry Kane e Dele Alli deram a vitória ao time londrino, por 2 a 1.

Quem não deu um bom presente de Natal para seu torcedor foi o Chelsea. Mesmo jogando no Stamford Bridge, a equipe de Frank Lampard foi derrotada pelo Southampton e, apesar de não perder a quarta posição, viu o Tottenham se aproximar -a diferença entre os rivais londrinos diminuiu para três pontos.

Nesta sexta-feira (27), o Manchester City, campeão da última temporada, poderá assumir a vice-liderança da liga. Para isso, o time de Pep Guardiola, atualmente com 38 pontos, precisa vencer o Wolverhampton, fora de casa.

Ainda no Boxing Day, o Arsenal visitou o Bournemouth e ficou no empate por 1 a 1 na estreia de seu novo técnico, Mikel Arteta. O resultado deixa a equipe estacionada na 11ª posição, com 24 pontos e bastante distante da zona de classificação para a Champions League.

26 de dezembro de 2019

Flamengo caminha por Gabigol, mas vê acerto difícil até final do ano

Flamengo caminha por Gabigol, mas vê acerto difícil até final do ano

Nos últimos dias, a cúpula rubro-negra e os representantes do artilheiro caminharam um pouco mais em direção à permanência, mas dificilmente o novo acordo será selado antes do final de 2019.

 O desejo do Flamengo  em ficar com Gabigol já é público e notório, e as partes avançam para a compra de 80% dos direitos e um contrato mais longo do jogador com o time rubro-negro. Nos últimos dias, a cúpula rubro-negra e os representantes do artilheiro caminharam um pouco mais em direção à permanência, mas dificilmente o novo acordo será selado antes do final de 2019.

O atacante tem contrato até o dia 31 de dezembro deste ano e questões referentes a valores adiam o anúncio do "fico" do goleador, que já tem em mãos a proposta detalhada.

Como há uma natural desmobilização por conta de festas de fim de ano, a expectativa é que o entendimento fique para janeiro, quando Gabigol já não terá vínculo com o campeão do Brasileiro e da Libertadores.

Ainda há a esperança por parte do estafe do jogador de que propostas de grandes clubes europeus pintem, mas o Flamengo surge cada vez mais como a provável casa do atleta no ano que vem, já que o plano é comprar 80% dos direitos que pertencem aos italianos da Internazionale.


Flamengo caminha por Gabigol, mas vê acerto difícil até final do ano. Reprodução

O Flamengo enxerga o negócio como cada vez mais próximo e mantém uma postura serena. Quando percebeu que o atacante estava ganhando tempo por propostas do Velho Continente, Marcos Braz, vice de futebol, veio a público e pediu que houvesse uma definição por parte do estafe.

A situação hoje caminha no sentido de um final feliz. Os rubro-negros aguardam o "sim" para efetuar a transação. Com a Inter já está acordado que o pagamento será feito de forma parcelada, e que a operação deve girar na casa dos 16 milhões de euros (cerca de R$ 72 milhões).

Sem proposta, Santos considera dar nova chance para Cueva

Sem proposta, Santos considera dar nova chance para Cueva

A partir de 2020, o clube tem que pagar a primeira de três parcelas que somam R$ 26 milhões pela compra do peruano, como acertado com o Krasnodar-RUS.

Indicado pelo técnico Jorge Sampaoli, Cueva foi contratado em fevereiro como solução para o meio-campo do Santos.  Desde então, ele jogou só 17 partidas, não fez gol nem deu assistência e chamou mais atenção pela parte extracampo do que pelo rendimento com a camisa 8. A partir de 2020, o clube tem que pagar a primeira de três parcelas que somam R$ 26 milhões pela compra do peruano, como acertado com o Krasnodar-RUS.

Daí nasce o principal dilema que o clube enfrenta hoje no mercado da bola: compor um negócio com algum dos vários interessados para que o prejuízo financeiro não seja tão grande ou então mantê-lo no elenco em 2020 em uma espécie de segunda chance na esperança de que ele vingue sob o comando do novo treinador Jesualdo Ferreira, mirando ganho técnico e futuro ganho financeiro? O Santos está dividido.

Não faltam interessados em Cueva. Apesar do ano ruim pelo Santos, o meia de 28 anos é valorizado no mercado latino-americano. Clubes do México já demonstraram interesse, assim como o Rosario Central (ARG) e o Emelec (EQU). O grande problema é que nenhum deles assumirá a dívida do Santos. Em outras palavras, nenhuma oferta apresentada até agora é de compra.

O Santos ainda não descartou o empréstimo, que ajudaria a diminuir a folha salarial mensal em R$ 500 mil e daria alívio neste momento de crise financeira. Mas aí aparece outra dificuldade: todos os clubes que manifestaram interesse até o momento esperam que o clube alvinegro pague uma parte do salário, que é alto. Essa alternativa não agrada à diretoria, que já considera a utilização de Cueva em 2020.


Sem proposta ideal, Santos considera dar nova chance para Cueva. Reprodução

O presidente santista, José Carlos Peres, diz admirar o futebol do meia e conta a pessoas próximas que acha possível que ele embale e repita o desempenho do início da passagem pelo São Paulo, por exemplo. Ainda mais porque o time terá novo técnico. É notório que Cueva e Sampaoli não tinham bom relacionamento.

Em entrevista à rádio Ovación na última semana, o peruano disse que não jogava por decisão pessoal do argentino e que "suportou coisas" ao longo do ano. É de seu interesse mudar a primeira impressão deixada na Vila Belmiro.

Mas Cueva terá trabalho. Evandro, contratado em junho justamente porque Cueva deu errado, jogou 18 partidas, uma a mais que o peruano, e contribuiu com um gol e cinco assistências. Ele terminou o ano como titular, e o camisa 8 precisa, além de mostrar condição de jogar, superar problemas extracampo, como atrasos em treinos e apresentações que geraram dois afastamentos e uma suspensão provocada por envolvimento em briga em casa noturna da cidade.

Valéria: contrato internacional, expectativa por seleção brasileira

Valéria: contrato internacional, expectativa por seleção brasileira

A atleta fechou com o Madri, da Espanha, seu primeiro contrato internacional.

O ano de 2019 foi um divisor de águas na história do futebol feminino do Brasil e porque não dizer, mundial. A Copa da visibilidade, com números incríveis de audiência e uma das coisas que mais chamou atenção foi que todas as mulheres que estiveram em campo por inúmeros motivos se mostraram como retrato de resistência: de gênero, racial, salarial. Após a eliminação diante da França, a rainha Marta chorou e deixou um recado, e ‘de pronto’ podemos dizer que foi atendida.

 A Seleção Brasileira mudou o comando e pela primeira vez uma ‘gringa’ assumiu – a sueca Pia Sundaghe e junto a ela veio toda uma comissão empenhada em fazer o futebol feminino seguir crescendo e não morrer no ‘boom’ da Copa. E como o Piauí se encaixa nessa história? O estado tem nomes fortes dentro da modalidade, mas atualmente a chance real de chegar à seleção é com Valéria Cantuário.

Valéria viveu no ano de 2019 momentos de expectativa a cada convocação, após a Copa, e toda essa confiança é porque ao longo do ano vestindo a camisa do São Paulo ela foi um dos destaques do Tricolor, conquistando acesso até o Brasileiro Série A1 de 2020, foi vice-campeã Paulista, competição que lhe rendeu o troféu de melhor atacante do Paulistão e teve oportunidade de dividir espaço no ataque com nada mais, nada menos do que a craque Cristiane, uma das referencias atuais do futebol feminino no Brasil ao lado da própria Marta.

Antes de chegar ao São Paulo, Valéria chamou atenção do clube paulista por conta da atuação no Vitória, da Bahia, e lá foi artilheira da temporada 2018 com sobra. Ainda na temporada 2018, a atacante também atuou no Audax (SP), mas foi no ano de 2017, vestindo a camisa do Tiradentes, no Piauí, que a estrela de Valéria começou a brilhar nacionalmente. Na época, o Tigrão disputava o Campeonato Brasileiro Série A2 (ano que foi criado) e Val foi a artilheira da competição com 10 gols marcados em 10 jogos, mesmo sendo eliminadas antes de conseguir o acesso de divisão. “Sempre que venho aqui eu preciso reencontrar minhas amigas de Tigrão e agradecer a cada um que faz parte do Tiradentes. Sou eternamente grata”, lembra.


Valéria: contrato internacional, expectativa por seleção brasileira e representatividade. Arquivo O Dia

Após a boa temporada com a camisa do Tricolor Paulista, a piauiense parte na temporada 2020 para desafios maiores. Valéria fechou contrato com o Madri, da Espanha, seu primeiro contrato internacional. “Acredito que o momento chegou, agora estou preparada e espero me sair bem por lá e chamar atenção da Pia (técnica seleção)”, acrescentou.

Vestir a camisa da seleção principal é o grande objetivo da piauiense de 21 anos, que nos últimos anos defendeu a Seleção Sub20 e tem títulos e gols marcados com a camisa amarelinha, mas acima de tudo a jogadora quer fazer parte desse novo momento e projeto que vive a seleção brasileira. “Dá para notar diferenças: no São Paulo tenho colegas convocadas e sempre são sobre essas mudanças para melhor”, cita Valéria.

Valéria Cantuário se apresenta ao time espanhol no dia 1ª de janeiro de 2020.

25 de dezembro de 2019

São Paulo anuncia contratação do goleiro Tiago Volpi

São Paulo anuncia contratação do goleiro Tiago Volpi

O valor pago pelo time do Morumbi pelo jogador foi 5 milhões de dólares (cerca de R$ 21 milhões), conforme estava previsto no acordo de empréstimo.

São Paulo anunciou, nesta terça-feira (24), a contratação do goleiro Tiago Volpi, 29, em definitivo. Ele estava emprestado do Querétaro, do México, desde o início desta temporada e seu contrato com o clube paulista se encerraria no fim deste ano.

O valor pago pelo time do Morumbi pelo jogador foi 5 milhões de dólares (cerca de R$ 21 milhões), conforme estava previsto no acordo de empréstimo. O clube mexicano, apesar das tentativas dos brasileiros, não aceitou nada menos do que isso.

Internamente, o São Paulo já havia decidido pela contratação do goleiro desde antes do final do Campeonato Brasileiro. Contudo, enfrentando difícil situação financeira, a diretoria buscava viabilizar o negócio de forma a prejudicar menos os cofres do clube.


Tiago Volpi - Foto: Reprodução/Instagram

Volpi é visto como peça fundamental do elenco são-paulino em uma posição que vive instabilidade desde a aposentadoria de Rogério Ceni, em 2015. A situação ficou ainda mais urgente após o clube decidir rescindir com o goleiro reserva, Jean, após este ter sido acusado de agredir sua esposa durante as férias da família nos Estados Unidos.

Na última reunião do Conselho Deliberativo, foi apresentado um déficit de R$ 180 milhões, e é previsto que este montante seja balanceado com venda de atletas –contudo, nenhuma saída foi anunciada até agora, neste final de 2019.

Ao contrário, no último dia 20, o time anunciou a contratação em definitivo do lateral-direito Igor Vinícius, 22. Ele estava emprestado pelo Ituano e a equipe do Morumbi pagou R$ 2 milhões por 50% de seus direitos econômicos até o final de 2022.

24 de dezembro de 2019

CBF anuncia dia e local da Supercopa do Brasil

CBF anuncia dia e local da Supercopa do Brasil

A partida entre Flamengo e Athletico-PR , atuais campeões do Brasileiro e da Copa do Brasil, respectivamente, será realizada no dia 16 de fevereiro, às 11h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília,

 A Supercopa do Brasil, novidade no calendário do futebol brasileiro para 2020, que irá opor a cada ano os campeões da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro, ganhou data e local nesta segunda-feira (23).

A partida entre Flamengo  e Athletico-PR , atuais campeões do Brasileiro e da Copa do Brasil, respectivamente, será realizada no dia 16 de fevereiro, às 11h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, conforme definição da CBF.

O jogo ainda distribuirá uma premiação total de R$ 7 milhões, sendo R$ 5 milhões para o campeão e R$ 2 milhões para o vice.

Inicialmente marcada para 19 de janeiro, a Supercopa teve a data alterada em razão da participação do Flamengo no Mundial de Clubes. No último sábado (21), o clube carioca perdeu a final contra o Liverpool (ING) e terminou com o vice do torneio.

Fluminense fecha ano com salários em dia e projeta 2020 mais calmo

Fluminense fecha ano com salários em dia e projeta 2020 mais calmo

Desde que assumiu, em junho, o mandatário Mario Bittencourt,deixou claro que sua prioridade zero era acertar a questão salarial.

O que pareceu impossível em alguns momentos para o Fluminense  foi alcançado no fim de 2019. Com o início do pagamento da primeira parcela do 13º de 2019, o clube tricolor fecha o ano com os salários em dia.

Principal promessa de Mario Bittencourt, presidente da equipe, para o curto prazo, o acerto de débitos com funcionários e atletas foi cumprido, e a diretoria projeta um 2020 mais calmo nas finanças.

Desde que assumiu, em junho, o mandatário deixou claro que sua prioridade zero era acertar a questão salarial. Em seis meses, a diretoria arcou com nove folhas da CLT, além de todo o 13º de 2018, 50% do referente a 2019 e os direitos de imagem, que apenas alguns atletas recebem.

"Na semana passada, quitamos todos os salários do ano. Chegamos em junho e acertamos de abril até novembro, além do 13


evendo apenas a imagem de novembro. Acredito que na semana que vem vamos conseguir pagar também a primeira parcela do 13º deste ano", afirmou Bittencourt, na coletiva de apresentação do novo técnico, Odair Hellmann.

Para 2020, o Flu também deu passos importantes. Primeiro, conseguiu acordo para o pagamento de antigos débitos fiscais e para o abatimento do PROFUT. Em paralelo, o clube tenta acordos também com a Justiça do Trabalho para aumentar o Ato Trabalhista e com outros credores. O montante de dívidas ainda é alto e deve crescer, já que as execuções, em grande parte, ocorrem no curto prazo.

Um outro acordo tentado pelo clube é para a liberação de verbas do contrato com a Globo pelas cotas de televisão. Ainda não há previsão, mas o Fluminense tenta "fazer caixa", dentro do possível, para pagar os bloqueios que se incidem no dinheiro da TV e receber um valor mais alto, mesma estratégia que utilizou com a PGFN (Procuradoria Geral da Fazenda Nacional).

Para isso, pode utilizar parcelas que ainda têm direito pela venda de Pedro e também de bônus de 1 milhão de euros (R$ 4,52 milhões na cotação atual) referentes à negociação de João Pedro com o Watford (ING). O clube terá mais um motivo para torcer para que a cria de Xerém dê certo na Premier League e atinja as metas estipuladas no contrato.

A previsão de receitas também conta com o aumento do programa de sócio-torcedor, que já cresceu em 2019 e terá novos planos em 2020. O Fluminense tenta, da mesma forma, conseguir um patrocínio master para sua camisa. Ainda assim, o clube tricolor sabe que seguirá com problemas no próximo ano, mas espera ter menos dificuldades para arcar com seus compromissos e evoluir na parte esportiva.

Fundação Cafu anuncia encerramento de suas atividades

Fundação Cafu anuncia encerramento de suas atividades

Financeiramente, Cafu enfrentava uma série de dificuldades, conforme revelou reportagem do jornal Folha de S.Paulo, mas não só relacionados diretamente à Fundação.

Em meio a uma forte crise financeira, a Fundação Cafu  anunciou o encerramento definitivo de suas atividades.

"Já há alguns anos nossa Instituição vinha enfrentando alguns problemas, mas os anos de 2018 e 2019 foram muito difíceis, duros. Tanto para a Fundação, como para seu idealizador, Cafu, que está enfrentando uma das maiores perdas de sua vida", diz o texto, em referência à morte de seu filho mais velho, Danilo, em setembro deste ano.

O jovem de 29 anos sofreu um infarto durante um jogo de futebol entre amigos, na casa do pai. Foi levado ao hospital, mas não resistiu. Meses depois, o capitão da seleção brasileira no penta concedeu uma entrevista à revista Veja dizendo que nunca mais havia entrado no campo onde havia ocorrido a convulsão ou no quarto do filho.

Financeiramente, Cafu enfrentava uma série de dificuldades, conforme revelou reportagem do jornal Folha de S.Paulo, mas não só relacionados diretamente à Fundação. A instituição é cobrada pela Dívida Ativa da União em R$ 857 mil.

Sua outra empresa, a Capi-Penta International Player, está inscrita em R$ 598 mil e é cobrada por empréstimos que vão de R$ 1,1 milhão a R$ 6 milhões. 15 imóveis, no seu nome e de sua esposa Regina, já foram penhorados para cobrir essas dívidas.

O ex-jogador também já perdeu, no Tribunal de Justiça, outros cinco imóveis e tem, na Dívida Ativa, R$ 235 mil.

Na ocasião da reportagem, em julho deste ano, Cafu reconheceu o momento difícil pelo qual passava a Fundação.

"Está fechada por um planejamento, é óbvio que estamos com problemas financeiros [na Fundação]", afirmou ele na ocasião. "A Fundação custa R$ 150 mil por mês, e eu que tenho que mantê-la. Se você pesquisar nos últimos anos, as empresas deixaram de investir no terceiro setor. Estou batalhando para deixar nossa fundação em pé, mas isso requer alguns sacrifícios."

Sem jogar, Cafu seguia envolvido com o futebol. Ele foi um dos membros do Comitê Organizador Local da Copa América. Em junho, foi anunciado pelo Comitê Organizador da Copa de 2022, no Qatar, como o embaixador no Brasil.

Contudo, suas aparições públicas se tornaram uma raridade após a morte de seu filho.

Coutinho e Marcelo são os que mais perderam valor de mercado em 2019

Coutinho e Marcelo são os que mais perderam valor de mercado em 2019

O site Transfermarkt, especializado em transações de futebol, divulgou uma lista com os dez jogadores que mais perderam valor de mercado em 2019.

O site Transfermarkt, especializado em transações de futebol, divulgou uma lista com os dez jogadores que mais perderam valor de mercado em 2019. O ranking é encabeçado por Philippe Coutinho , 27, meia do Bayern de Munique (ALE).

De acordo com o site, o brasileiro, que atuou pelo Barcelona (ESP) até a metade deste ano, perdeu metade de seu valor de mercado. Agora, ele é avaliado em 70 milhões de euros (cerca de R$ 317 milhões).


Coutinho e Marcelo são os que mais perderam valor de mercado em 2019. Reprodução

O segundo colocado na lista é outro brasileiro: o lateral-esquerdo Marcelo,  31. O atleta do Real Madrid (ESP) foi desvalorizado em 50 milhões de euros (cerca de R$ 227 milhões) e agora vale 20 milhões de euros (cerca de R$ 90,6 milhões).

O top 3 ainda tem Rakitic, do Barcelona. O meia croata perdeu 40 milhões de euros (cerca de R$ 181 milhões) em seu valor de mercado. Ele é avaliado em 25 milhões de euros (cerca de R$ 114 milhões).

A lista dos dez mais desvalorizados também tem Busquets (Barcelona), Asensio (Real Madrid), Bale (Real Madrid), Cavani (PSG), Lemar (Atlético de Madri), Umtiti (Barcelona) e Fekir (Betis).

23 de dezembro de 2019

Mulher vence homem em Mundial de Dardos pela primeira vez

Mulher vence homem em Mundial de Dardos pela primeira vez

A atleta inglesa foi convidada a participar US Darts Masters 2020, nos Estados Unidos

Depois de se tornar a primeira mulher a vencer um homem no Mundial de Dardos, a inglesa Fallon Sherrock, 25, voltou a ganhar de um oponente masculino e avançou à terceira rodada da competição. Com uma vitória por 3 a 1, ele eliminou o número 11 do ranking internacional, o austríaco Mensur Suljovic, de 47 anos. "Eu não sei como vou dormir hoje à noite", disse Sherrock, emocionada após a vitória no último sábado (21).

Antes de superar Suljovic, ela havia batido o compatriota Ted Evetts, 22. "Acabei de provar que nós [mulheres] podemos vencer qualquer um. Eu venci dois dos melhores jogadores do mundo. Se isso não mostra que as mulheres podem jogar dardos, não sei o que faz", comentou.

Fallon Sherrock (Foto: Instagram/PDC)

Três outras mulheres já disputaram partidas no Mundial de Dardos, Gayl King, Anastasia Dobromylova e Lisa Ashton. Todas elas perderam na primeira rodada. Questionada se um dia uma mulher poderia se tornar campeã do mundo, Sherrock disse. "Por que não? Eu venci dois jogos, vou apenas participar de cada jogo, mas não há nada que não possa fazer. Eu vou tentar", declarou a inglesa, que vai enfrentar Cris Dobey, também da Inglaterra.

O presidente da PDC (Corporação Internacional de Dados, sigla em inglês), Barry Hearn, exaltou a atuação de Sherrock. "A primeira mulher a fazer alguma coisa é sempre uma novidade, porque é um momento de inovação para o esporte. É um momento de mudança de jogo", comentou.

Fallon Sherrock (Foto: Instagram/PDC)

Depois de seus feitos históricos, Fallon Sherrock foi convidada a participar US Darts Masters 2020, nos Estados Unidos, entre 5 e 6 de junho. 

O jogador de dardo número 1 do mundo, Michael van Gerwen, está inscrito para a competição. "É clara para outras mulheres; se você for bom o suficiente, as oportunidades existem ou serão criadas", disse o prisidente da PDC.

Rüdiger, do Chelsea, é vítima de racismo em clássico com Tottenham

Rüdiger, do Chelsea, é vítima de racismo em clássico com Tottenham

As câmeras da transmissão mostraram ele indicando que viu e ouviu torcedores imitando macacos.

O jogo já estava 2 a 0 para o Chelsea sobre o Tottenham, na casa do rival, quando, aos 31 minutos do segundo tempo, precisou ser paralisado por atos de racismo nas arquibancadas. O alvo neste domingo (22) foi o zagueiro Rüdiger, 26.

As câmeras da transmissão mostraram ele indicando que viu e ouviu torcedores imitando macacos. Na entrevista após a partida, o técnico Frank Lampard confirmou que seu jogador o informou sobre as manifestações racistas, e que ele repassou a informação ao juiz.

O árbitro seguiu o protocolo da Fifa, paralisou o jogo e os alto-falantes do estádio foram acionados, emitindo três alertas sonoros aos torcedores.

"Comportamento racista dos torcedores interferem na partida", disse o aviso. "Por favor, lembrem que não há espaço para racismo no futebol."

"Eu avisei o juiz imediatamente [após o Rüdiger me falar] e deixei ele fazer o trabalho dele. Estamos preocupados e atentos a este comportamento e precisamos parar isso. Agora eu espero que tudo se resolva e que isso seja erradicado o quanto antes. É um problema não só no futebol, mas na vida", disse o técnico Lampard.

O Tottenham disse que está investigando o caso e que tomará a atitude "mais forte possível".

O capitão do Chelsea, Cesar Azpilicueta, afirmou após a partida que reportaria o caso. "Temos reuniões com a Premier League após todos os jogos", disse à rede de televisão Sky.

O incidente aconteceu pouco após Rüdiger se envolver em um lance com o atacante Son, do Tottenham, que acabou expulso de jogo após o VAR (árbitro de vídeo) entender que ele agiu violentamente contra o zagueiro do Chelsea.

Os gols da vitória da equipe visitante foram marcados pelo brasileiro Willian, os dois no primeiro tempo.

Com a vitória, o Chelsea chegou a 32 pontos, ficando na quarta posição da Premier League. Já o atual vice-campeão da Champions League, o Tottenham, seguiu com 26 pontos, na sétima colocação.

Santos acerta com técnico português Jesualdo Ferreira

Santos acerta com técnico português Jesualdo Ferreira

O contrato ainda não foi assinado, mas o clube alvinegro já ouviu o aceite do técnico.

Santos  acertou neste domingo (22) com o português Jesualdo Ferreira, 73, como treinador da equipe para a próxima temporada. O contrato ainda não foi assinado, mas o clube alvinegro já ouviu o aceite do técnico.

Ele chegará ao Brasil nos próximos dias para oficializar o acordo por um ano, até o fim da gestão do atual presidente santista, José Carlos Peres.

Com Jesualdo, chegam também dois auxiliares, um português e um brasileiro, ainda não definidos. O Santos já tem o ex-jogador Serginho Chulapa na função de auxiliar fixo do clube.

Jesualdo está sem trabalhar no futebol desde abril, quando dirigiu o Al-Sadd, do Qatar, time hoje comandado pelo ex-jogador espanhol Xavi e que disputou o Mundial de Clubes.

Com quatro décadas de carreira, o treinador tem como maior feito o tricampeonato português pelo Porto, entre 2007 e 2009. Ele também conquistou duas Taças de Portugal e acumula títulos no futebol do Egito e do Qatar.

O Santos trabalhava com o nome de Jesualdo como prioridade após ter ficado sem Jorge Sampaoli, que não chegou a um acordo para a renovação de contrato. Sob o comando do argentino, o time alvinegro foi o vice-campeão brasileiro em 2019.

Com interferência, Medina colocou em risco vaga em Tóquio-2020

Com interferência, Medina colocou em risco vaga em Tóquio-2020

O artigo 171.11 do regulamento da WSL estabelece que interferências "intencionais, antidesportivas e graves" podem ser punidas com a perda do melhor resultado do ano.

A interferência intencional provocada por Gabriel Medina  sobre Caio Ibelli poderia ter lhe custado a vaga nos Jogos de Tóquio-2020.

O artigo 171.11 do regulamento da WSL estabelece que interferências "intencionais, antidesportivas e graves" podem ser punidas com a perda do melhor resultado do ano ou até mesmo de todos os pontos da temporada. Nos dois casos, Medina seria ultrapassado por Filipe Toledo no ranking e, consequentemente, na corrida pela vaga olímpica.

O Escritório de Competição e o Diretor Disciplinar da WSL, ao analisar a interferência, entenderam que a ação de Medina, apesar de intencional, não foi "antidesportiva" e "grave".

"A manobra foi considerada um artifício legal e não representou um risco à segurança de nenhum competidor", afirmou à Folha Pat O'Connell, comissário da WSL.

A interpretação, porém, não é unânime e dividiu o mundo do surfe. Enquanto alguns trataram a interferência como golpe de mestre, muitos ainda a consideram antidesportiva.

"Eu apenas joguei o jogo, sabia que não era minha prioridade. Sabia que se eu cometesse a interferência só valeria minha melhor onda. Faltavam apenas 20 segundos. Ele [Caio Ibelli] precisava de algo na casa dos 5, mas eu não sei, estava muito difícil lá. Às vezes se tem algo em jogo, você precisa jogar. Eu sabia na minha cabeça o que eu estava fazendo", disse Gabriel Medina.

A explicação não convenceu a todos, especialmente Ibelli, que falou em "jogo sujo" e relatou indignação ao ver, de dentro do mar, o pai e técnico de Medina, Charles, orientando o filho: "Pode rabear, pode rabear". A imagem foi flagrada e Medina respondeu dando sinal de positivo, com o polegar da mão esquerda. Rabear é, na gíria do surfe, entrar na frente de outro surfista em uma onda, configurando interferência.

"Na minha onda seguinte, que seria a minha melhor, ele me rabeou. Isso mostra o tipo de competidor que ele é. Ele joga duro, ele joga sujo se precisar e faz de tudo para vencer. É assim que deve ser a mente de um campeão", comentou Ibelli, que ouviu pedido de desculpas de Medina.

Segundo o empresário de Caio Ibelli, Luiz Pinga, o atleta não pretende entrar com representação na WSL contra o compatriota.

O maior beneficiado com a punição de Medina na corrida pela vaga olímpica seria Filipe Toledo. A assessoria de imprensa do surfista disse que ele não se pronunciaria sobre o caso por ser parte interessada no resultado.

Onze vezes campeão mundial, o americano Kelly Slater, que em 2017 sofreu uma interferência de Medina em situação similar à de Ibelli, fez um post em seu Instagram sugerindo que o brasileiro entrasse com representação na WSL.

Nos bastidores da liga já se fala na possibilidade de um ajuste na regra para evitar a repetição de casos desse tipo, em que um surfista acaba sendo premiado por impedir que outro surfe.

22 de dezembro de 2019

Cruzeiro consultou outros jogadores para evitar novas ações

Cruzeiro consultou outros jogadores para evitar novas ações

Por causa de salários, direitos de imagem e FGTS atrasados, o clube foi cobrado na Justiça do Trabalho pelo zagueiro Fabrício Bruno e pelo meia Thiago Neves.

O Cruzeiro ganhou mais uma dor de cabeça para se preocupar no cenário caótico que se encontra. Por causa de salários, direitos de imagem e FGTS atrasados, o clube foi cobrado na Justiça do Trabalho pelo zagueiro Fabrício Bruno e pelo meia Thiago Neves. Correndo o risco de perdê-los de graça, a diretoria foi atrás de outros jogadores para indagar se eles possuem a intenção de seguir os companheiros.

A ação que Thiago Neves moveu contra o Cruzeiro pede que o clube celeste pague R$ 16 milhões ao jogador. Fabrício Bruno cobra em torno de R$ 4 milhões. Após ser notificada, a diretoria do Cruzeiro procurou fazer contato com agentes e representantes de outros atletas, desde os mais jovens, como Cacá e Éderson, a medalhões, como Fred e Rodriguinho, mas escutou deles que não havia essa intenção de cobrar o clube judicialmente.

Já era notório que o Cruzeiro estava com dois meses de salários atrasados, algo que não se estende somente aos jogadores, mas também funcionários. Mas Thiago Neves e Fabrício Bruno também cobraram direitos de imagem, que não são pagos desde o mês de maio. Recentemente, o zagueiro despertou o interesse do Celtic, da Escócia, mas o Cruzeiro acabou descartando a venda, o que desagradou seu empresário.


Foto: Cruzeiro Esporte Clube

A preocupação do Cruzeiro tem fundamento. Além da urgência natural para ficar em dia com seus funcionários, o clube pode perder ativos importantes se não conseguir levantar fundos e honrar com seus compromissos. Como os meses de outubro e novembro não foram pagos, além do 13º, a lei permite que jogadores consigam rescisão unilateral se não houver pagamento igual ou superior a três meses de salários.

Procurado pelo UOL, o advogado Louis Dolabela falou sobre o caso: "São entendidos como salário, para efeitos da rescisão indireta do contrato de trabalho , o abono de férias, o décimo terceiro salário, as gratificações, os prêmios e demais verbas inclusas no contrato de trabalho, bem como a mora contumaz será considerada também pelo não recolhimento do FGTS e das contribuições previdenciárias. Ou seja, não basta o clube evitar que se completem 3 meses de salários não pagos para evitar a rescisão, eis que parece não recolher o FGTS por período superior a 3 meses", concluiu.

Jesus quer ajudar o Flamengo a construir hegemonia no Brasil

Jesus quer ajudar o Flamengo a construir hegemonia no Brasil

Português, o treinador rubro-negro deve ser condecorado com a Ordem do Infante Dom Henrique, por iniciativa do presidente luso.

Durante a entrevista coletiva após a final do Mundial de Clubes, o técnico do Flamengo, Jorge Jesus, foi avisado por um jornalista que seria condecorado com a Ordem do Infante Dom Henrique por iniciativa do presidente português Marcelo Rebelo de Sousa.

A honraria foi criada, segundo o governo lusitano, para ser oferecida a quem prestou serviços relevantes a Portugal mesmo que no exterior.


Leia também: Liverpool vence o Flamengo na prorrogação e é campeão mundial 


É consequência da febre a respeito do treinador e do Flamengo que tomou Portugal. Os jogos do clube passaram a ser transmitidos no país. O treinador disse saber que crianças usam camisas do clube carioca nas ruas portuguesas.

A questão para ele é o que vem pela frente nos próximos meses. Seu contrato com o Flamengo termina em maio e a diretoria acredita que ele vai permanecer. Porque o próprio Jesus acredita que seu elenco tem potencial para ser hegemônico no futebol em 2020.

"Dá para dizer que o Flamengo está no caminho certo. Temos todas as condições de manter a hegemonia do futebol brasileiro", resumiu.


Jorge Jesus quer ajudar o Flamengo a construir hegemonia no Brasil - Foto: Alexandre Vidal/Clube de Regatas Flamengo

A equipe termina o ano com os títulos carioca, brasileiro e da Libertadores. Entre as competições domésticas, a única que escapou foi a Copa do Brasil, em que foi eliminada nas quartas de final.

Ele descartou qualquer desgaste físico de sua equipe em relação ao Liverpool, especialmente na prorrogação. Isso apesar de o Flamengo ter feito 74 jogos oficiais na temporada, contra 55 do Liverpool.

"Essa é a realidade do nosso calendário e não há o que fazer. Mas dentro de campo eu vi a equipe superando qualquer dificuldade e a sensação que fica para nós, jogadores, é ter feito tudo o que era possível", opinou Diego, que mais uma vez entrou durante o segundo tempo mas, ao contrário da final da Libertadores e da semifinal do Mundial, não conseguiu fazer a diferença.

Este foi um discurso padrão do grupo flamenguista. A questão física não fez diferença. Eles preferiram ressaltar o futebol mostrado pela equipe contra o campeão europeu e agora Mundial.

"Não faltou nada. Jogamos bem, criamos chances e poderíamos ter vencido. Não vamos ter qualquer arrependimento do que fizemos em campo. O time deles é muito bom. Mas o nosso também é", disse Bruno Henrique antes de ir embora carregando o troféu de segundo melhor jogador do Mundial.

21 de dezembro de 2019

Início de mercado do Palmeiras abre espaço para recuo de Felipe Melo

Início de mercado do Palmeiras abre espaço para recuo de Felipe Melo

Jogador tem contrato até dezembro de 2021 com o time paulista

Antes mesmo de ser treinador do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo chegou a sugerir que Felipe Melo poderia ser mais bem aproveitado se virasse zagueiro. Nesta sexta-feira (20), em sua entrevista de apresentação, o treinador não quis confirmar essa possibilidade, mas os primeiros movimentos do clube no mercado da bola abrem espaço para que isso aconteça.

Felipe Melo (Foto: Reprodução Instagram)

O time paulista viu dois de seus zagueiros saírem. Edu Dracena decidiu se aposentar e virou assessor técnico do clube, ocupando o lugar que era de Zé Roberto. Já Antônio Carlos foi negociado com o Orlando City. Com isso, o elenco atual tem apenas três zagueiros: Gustavo Gómez, Vitor Hugo e Luan.

No ano que vem, Pedrão se juntará ao time, mas ele deve demorar a conseguir um espaço entre os titulares. Depois do empréstimo ao América-MG, o atleta precisará impressionar a comissão para receber mais chances.

Além do número reduzido de zagueiros, já há indicações que o clube terá várias opções para o meio-campo. Bruno Henrique, Ramires, Jean e Matheus Fernandes são atletas que podem fazer a função de primeiro ou de segundo volante.

Felipe Melo (Foto: Reprodução Instagram)

O Palmeiras ainda tem mais opções para o setor porque mandou que Patrick de Paula e Gabriel Menino também fossem promovidos. Os dois são muito elogiados pela versatilidade que apresentam no meio-campo, tanto na hora de defender quanto na hora de atacar.

Aos 36 anos, Felipe Melo tem contrato até dezembro de 2021 e demonstra em determinados momentos do jogo uma dificuldade para se recuperar quando seu primeiro combate não é certeiro. Na visão de Luxemburgo, ele poderia ter menos ações se for recuado uma linha para trás no campo.

São Paulo conta com a venda de jogadores para reduzir déficit

São Paulo conta com a venda de jogadores para reduzir déficit

clube deseja arrecadar ao menos R$ 80 milhões com negociações de atletas

O São Paulo surpreendeu a todos quando anunciou durante a reunião do Conselho Deliberativo da última quinta-feira (19) uma previsão de déficit de R$ 180 milhões, caso um jogador não seja negociado no mercado da bola até o término deste ano. Apesar de o número alto ter chamado a atenção, os integrantes do departamento financeiro e da atual gestão demonstraram certa tranquilidade. Isso porque há confiança interna de que até o dia 31 de dezembro o clube deva arrecadar ao menos R$ 80 milhões com negociações de atletas.

Desta maneira, com a redução do déficit, o clube ainda poderia se manter dentro do Profut -para tanto é necessário registrar até cerca de R$ 20,5 milhões no vermelho ou convencer a fiscalização do programa de que débitos não relativos a esse ano, como dívidas referentes a acordos judiciais, não devem entrar na conta .

Neste momento, Antony é o jogador mais valorizado do elenco. Por isso, é o mais cotado para assinar com outro time - mesmo que permaneça no Morumbi por mais seis meses e só efetive a sua saída na outra janela de transferência.

Antony é uma dos jovens talentos da equipe paulista (Foto: Reprodução Instagram)

O jovem despertou o interesse de clubes da Europa e pode acertar a sua transferência nesta janela. O RB Leipzig, por exemplo, está disposto a pagar cerca de 18 milhões de euros (R$ 81,54 milhões). Já o Borussia Dortmund enviou representantes para acompanhar a partida entre o Tricolor paulista e o Vasco, quando o atleta fez um gol.

No entanto, integrantes do departamento de futebol não acreditam que tal valor seja condizente ao atacante e, por isso, preferia negociar outros atletas. Tal assunto pode até gerar uma queda de braço entre financeiro e o futebol nos próximos dias.

Outros jogadores que também estão bem cotados no mercado da bola para 2020 são Liziero, que chegou a despertar o interesse do Barcelona, Igor Gomes e Luan, enquanto Walce e Helinho também foram sondados pelo Red Bull Bragantino, sendo que o time do interior sinalizou com a possibilidade de oferecer 5 milhões de euros (cerca de R$ 22,6 milhões pela cotação de ontem) pelo zagueiro.

Lizieiro, Igor Gomes e Luan são outros jogadores que podem ser negociados pelo São Paulo (Foto: Reprodução Instagram)

No ano passado, o São Paulo conseguiu fechar a venda de Rodrigo Caio para o Flamengo no dia 29 de dezembro para encerrar a temporada sem ficar com as contas no vermelho.

Em agosto, o São Paulo já havia apresentado relatório com déficit acumulado de R$ 77 milhões. Nestes últimos meses, foram inseridas também as dívidas referentes ao caso Ricardinho (R$ 30 milhões) e à CET (R$ 25,7 milhões).

Contas da diretoria

A lei que criou o Profut, programa responsável por permitir clubes refinanciarem suas dívidas com a União, determina que a partir de 2019 as agremiações apresentem déficits de no máximo 5% em relação à receita bruta obtida no ano anterior. Isso significa que o São Paulo não pode ficar no vermelho em mais de cerca de R$ 20,5 milhões ao fim desse ano. Se isso acontecer, o clube perde o direito aos parcelamentos obtidos.

Otimista em relação a faturar ao menos R$ 80 milhões com a venda de jogadores até o próximo dia 31, a diretoria acredita que o déficit em 2019 pode cair para R$ 100 milhões. Nas contas da diretoria, desse total, cerca de R$ 80 milhões precisam ser pagos em parcelas nos próximos anos por conta de acordos judiciais, alguns feitos também por outros clubes. O São Paulo entende que esse valor não pode entrar no déficit estipulado na lei por não ser operacional.

Se esses R$ 80 milhões forem descontados, sobraria um déficit operacional de R$ 20 milhões, número que não fere as regras do Profut no caso tricolor. Isso se a meta estipulada com arrecadação com a venda de direitos de atletas for alcançada.

Caso tudo isso aconteça, o São Paulo pretende procurar os responsáveis pela fiscalização do Profut para explicar suas contas. A ideia é apresentar o entendimento de que os valores referentes a acordos judiciais não podem entrar no cálculo por não fazerem parte do resultado operacional do exercício e por serem dívidas antigas, referentes a outros anos. Além disso, não serão pagas totalmente em 2019, apesar de serem lançadas no balanço deste ano. Os cálculos feitos pela direção são-paulina só reforçam a importância de negociar jogadores antes de dezembro terminar.

Após 38 anos, Flamengo e Liverpool voltam a disputar o mundo

Após 38 anos, Flamengo e Liverpool voltam a disputar o mundo

Equipe brasileira busca bicampeonato mundial diante de ingleses

Neste sábado (20), a partir das 14h30 (horário de Brasília), o estádio Khalifa International, em Doha (Catar), será palco do histórico reencontro entre Flamengo e Liverpool (Inglaterra).  O jogo vale o título do Mundial de Clubes da Fifa.

(Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Se em dezembro de 1981 a taça ficou com um Flamengo que, comandado pelo craque Zico, venceu por 3 a 0 no estádio Nacional de Tóquio, em dezembro de 2019 prevalece a incerteza sobre quem ficará com a glória final.

Ápice de um ano inesquecível

O time da Gávea tem em 2019 um ano para entrar na história. Com as conquistas dos títulos do Campeonato Carioca, de um Brasileiro cheio de recordes batidos e da Copa Libertadores, a vitória no Mundial pode ser visto como o ponto mais alto desta vitoriosa caminhada.

Para alcançar este último objetivo, o torcedor deposita suas esperanças em dois elementos. O primeiro deles é o técnico português Jorge Jesus.

(Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Estudioso e promotor de um estilo de jogo moderno, o treinador mudou completamente a forma de o time da Gávea jogar no decorrer da temporada. De equipe que vacilava em momentos decisivos, ele fez o Flamengo se tornar um time dominante, que impõe sua proposta de jogo e dá poucas chances ao adversário.

O segundo elemento é um elenco repleto de jogadores de bom nível técnico. Elenco este que começa com uma dupla de zaga segura, passa por laterais experientes e técnicos, e chega a um trio de ataque fatal, formado pelo uruguaio Arrascaeta e pelos brasileiros Gabriel Barbosa e Bruno Henrique.

Em busca de um título inédito

Já o Liverpool chega ao jogo decisivo com a intenção de buscar um inédito título mundial. Apesar de ter conquistado a Liga dos Campeões da Europa em 6 oportunidades, o time da terra dos Beatles já participou de 3 disputas pelo título mundial, e desistiu em 2 oportunidades.

(Foto: Reprodução Instagram)

Além da derrota para o Flamengo em 1981, o Liverpool perdeu para o Independiente em 1984 e para o São Paulo em 2005.

Agora, em 2019, participa de sua quarta final. E para tentar a conquista confia demais em seu técnico, o alemão Jürgen Klopp, eleito pela Fifa como o melhor do mundo.

20 de dezembro de 2019

Luís Carlos fala em 2019 incrível e projeta: “ser melhor em 2020”

Luís Carlos fala em 2019 incrível e projeta: “ser melhor em 2020”

Entre as grandes conquistas, estão o Mundial e Copa do Mundo de Paracanoagem. O canoísta está garantido nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, em 2020.

O piauiense Luís Carlos Cardoso, atleta da paracanoagem, está vivendo uma das melhores fases da carreira e definiu o seu ano de 2019. Em entrevista ao Portal O Dia.com o atleta fala de ano “incrível”, principalmente pelas conquistas das principais competições internacionais da modalidade.

Em agosto, o canoísta conquistou o título do Campeonato Mundial de Paracanoagem, disputado em Szeged, na Hungria, e com isso garantiu vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio em 2020.  

Luís Carlos durante a Copa do Mundo. Foto: Reprodução UOL.

No início do ano, Luís desbancou o italiano Esteban Gabriel Farias, atual campeão olímpico da prova, e ficou com o título da Copa do Mundo de Paracanoagem – classe KL1 200m - disputado em Pozan, na Polônia.

Além disso, em julho, o piauiense disputou o Pan-Americano e Sul-Americano de paracanoagem, em São Paulo, e subiu ao pódio sete vezes, com direito a 100% de aproveitamento, foram sete medalhas de ouro.

“Para mim, esse ano de 2019 de foi incrível. Principalmente por eu ter conquistado os principais campeonatos: Mundial e a Copa do Mundo. E estou fechando o ano com chave de ouro recebendo esse prêmio de melhor atleta da paracanoagem em 2019”, conta.

Na última quinta-feira (18), o Luís recebeu o troféu de melhor atleta de 2019 da paracanoagem brasileira. A cerimônia aconteceu em São Paulo e foi promovida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (CPB). “Eu fico feliz por todos esses resultados, porque Isso mostra que o trabalho que eu estou construindo com meu técnico está dando certo. Que em 2020 eu tenha melhores resultados do que 2019”, conta.

Agora, os olhos do canoísta natural de Picos se voltam para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, no Japão, em 2020. A principal competição do universo acontece entre os dias 25 de agosto a 6 de setembro. Ao todo, serão 22 modalidades esportivas.

Italo vence final contra Medina e é campeão mundial de surfe

Italo vence final contra Medina e é campeão mundial de surfe

Foi a primeira vez na história que dois brasileiros disputaram a final em Pipeline valendo o título mundial.

O Brasil tem um novo campeão mundial de surfe: Italo Ferreira. O surfista de Baía Formosa (RN) venceu a final do Pipe Masters, no Havaí, a última etapa do ano, contra Gabriel Medina, e conquistou o título do Circuito Mundial de Surfe de 2019. Foi a primeira vez na história que dois brasileiros disputaram a final em Pipeline valendo o título mundial.
Só os dois continuavam na disputa pelo título durante o último dia do Pipe Masters. Antes da final, a vantagem era de Italo. Líder do ranking, ele seria campeão mundial se fosse eliminado na mesma fase que Medina. Já o bicampeão garantia o tri se acabasse o Pipe Masters uma fase à frente de seu compatriota. Como os dois chegaram à decisão, o vencedor da etapa levava o título mundial.
A final começou emocionante logo nos primeiros segundos. Os dois remaram na mesma onda, mas Italo dropou antes e conseguiu belo tubo: nota 7,83. O potiguar colocou mais outra boa nota em seu somatório e abriu vantagem. Medina reagiu na sequência com um 7,77 e se manteve na briga.

Ítalo Ferreira. Imagem: WSL / Cestari

A bateria ficou mais parada até o paulista arrancar um 5,17, que foi insuficiente para virar a final. Italo ampliou sua vantagem ao pegar bom tubo e completar com um aéreo, o que deixou o paulista precisando de um 7,80 para assumir a ponta. Medina tentou em ondas menores, mas não conseguiu a nota e viu a vitória ficar com o potiguar: 15,56 a 12,94.
"Eu não podia imaginar. Era o sonho da minha vida toda. Minha avó e meu tio morreram este ano. Eu não consigo acreditar. Obrigado. Eu só acreditei em mim, sei que Gabriel (Medina) é duro, parabéns a ele. Esse é o meu momento, não posso acreditar", disse Italo após a vitória.
Além de Pipeline, o potiguar venceu outras duas etapas no circuito em 2019. Italo sagrou-se campeão em Gold Coast, na Austrália, logo na primeira disputa do ano, e também levou a melhor em Portugal, na penúltima etapa de 2019, quando recuperou a liderança do ranking, que pertencia a Medina até então.
Italo agora se torna o primeiro nordestino e o terceiro brasileiro campeão mundial de surfe. Antes dele, o próprio Gabriel Medina (2014 e 2018) e Adriano de Souza, o Mineirinho, (2015) já haviam alcançado o feito.
Além de Italo e Medina, o americano Kolohe Andino também começou o último dia do Pipe Masters com chances de título, mas precisava ser campeão em Pipe e torcer para Italo e Medina serem eliminados nas oitavas. Como os dois brasileiros avançaram às quartas, Kolohe acabou fora da disputa.
KELLLY SLATER
O veterano Kelly Slater acabou eliminado nas semifinais do Pipe Masters ao perder para Italo. Mesmo assim, o americano conquistou o título da Tríplice Coroa Havaiana (dado ao surfista com o melhor desempenho nos três principais campeonatos disputados no Havaí) por ter chegado na semi em Pipe, mas não obteve seu maior objetivo da temporada: a vaga olímpica.
Os Estados Unidos têm direito a duas vagas pelo Circuito Mundial. Antes do Pipe Masters, Kolohe Andino já havia assegurado a primeira vaga. A segunda, então, ficou entre Kelly e o havaiano John John Florence.
John John, que chegou a liderar o ranking no início da temporada, voltou de cirurgia no joelho e disputou Pipe para tentar carimbar seu lugar nos Jogos Olímpicos de Tóquio.
O bicampeão mundial foi eliminado nas quartas de final por Gabriel Medina, mas o resultado foi suficiente para garantir a John John a segunda vaga dos EUA na Olimpíada. Kelly precisava vencer o Pipe Masters para roubar o lugar de seu compatriota.
O Brasil também já tem seus dois representantes definidos em Tóquio 2020. Italo e Medina garantiram as duas vagas que o país tem direito pelo Circuito Mundial.

Jesus diz que só troca Flamengo por cinco clubes no mundo

Jesus diz que só troca Flamengo por cinco clubes no mundo

Há cinco clubes em que poderia trabalhar em 2020, mas o português não disse quais são.

Se o título mundial pode abrir possibilidades para jogadores, Jorge Jesus vê o torneio da mesma forma. Uma vitória na final contra o Liverpool (ING), neste sábado (21), em Doha, tem a chance de lhe abrir portas, admite. Há cinco clubes em que poderia trabalhar em 2020, mas o português não disse quais são.
Entre os times em que o português foi cogitado nas últimas semanas está o Real Madrid (ESP), caso o francês Zinedine Zidane seja demitido. Jesus tem contrato com o Flamengo até maio do próximo ano.
"Se não for esses [cinco times], não adianta me chamar porque eu não vou. Eu já treino uma das maiores equipes do mundo", afirmou.
Contratado no início de junho, em seis meses ele comandou o Flamengo nas conquistas do Brasileiro e da Libertadores, este último um torneio que o clube não conquistava desde 1981.
A prioridade do presidente Rodolfo Landim, declarada antes do embarque da delegação para Doha, era garantir a permanência de Jesus por um prazo mais longo. Nos passeios pelo centro da cidade durante o Mundial, acompanhado pela família, ele tem sido questionado sobre as situações do treinador e de Gabriel, que está emprestado pela Internazionale (ITA) até 31 de dezembro.
A sinalização dada pelo técnico é de que, se nenhuma dessas cinco equipes convidá-lo, ele ficaria no Flamengo para um projeto que, segundo o próprio, pode transformar o rubro-negro carioca em uma das maiores equipes do futebol mundial.
"É importante ganhar hoje para que daqui a dois ou três anos a gente possa dizer que o Flamengo é um dos maiores clubes do mundo. Esse é meu maior objetivo", completou.
Jesus pode ser o primeiro treinador português campeão mundial. Nos dois anos em que o Porto venceu, em 1987 e 2004, os elencos eram comandados, respectivamente, pelo croata Tomislav Ivic e pelo espanhol Victor Fernandez.
Questionado sobre a declaração dada por Jurgen Klopp horas antes, de que o Liverpool é mais cobrado pelas conquistas domésticas do que pela mundial, o flamenguista concordou com o colega, que chama de "inventor", por ter criado um sistema 4-3-3 diferente dos demais. E disse que o posicionamento deveria servir de exemplo para os brasileiros.
"Se eu [fosse treinador do Liverpool e] pudesse escolher entre ganhar o campeonato nacional ou o campeonato mundial, escolheria o nacional. Eles não vencem há 29, 30 anos. Então, para eles, é mais importante. E isso serve para o Brasileiro. Vocês dão mais valor a uma tacinha qualquer que dá dinheiro do que ao Campeonato Brasileiro. O mais importante é ser campeão do seu país. O Campeonato Brasileiro é muito bonito. Não há nenhum campeonato com tanta paixão quanto o Brasileiro. Só não é divulgado", concluiu.

Atlético-MG faz proposta a Sampaoli e aguarda resposta nesta sexta

Atlético-MG faz proposta a Sampaoli e aguarda resposta nesta sexta

A intenção é assinar um contrato com o técnico até o final da gestão de Sérgio Sette Câmara, em dezembro de 2020.

O Atlético-MG saiu otimista da reunião que realizou com Jorge Sampaoli nesta quinta-feira (19). O ex-técnico do Santos esteve em Belo Horizonte e deixou a capital mineira com uma proposta em mãos do time alvinegro, que agora aguarda uma resposta até o início da tarde desta sexta (20) para saber se poderá contar com o treinador ou se terá que partir para um plano B no mercado da bola.


Leia também: Sampaoli cobra mais de R$ 1,5 milhão do Santos na Justiça 



Foto: Ivan Storti/Santos FC

O diretor de futebol atleticano, Rui Costa, é quem está conduzindo a negociação por parte do clube. A intenção é assinar um contrato com o técnico até o final da gestão de Sérgio Sette Câmara, em dezembro de 2020.

Para fechar com Sampaoli, um dos lados terá que ceder pelo menos um pouco. O técnico quer 4,5 milhões de euros (R$ 20,34 milhões na cotação atual) por temporada para ele e seus auxiliares e espera ao menos quatro reforços de peso. Por outro lado, a diretoria do Atlético prevê R$ 20 milhões para contratações no decorrer da temporada de 2020.

Flamengo repete 1981 e joga de branco a final do Mundial de Clubes

Flamengo repete 1981 e joga de branco a final do Mundial de Clubes

A coincidência traz boas lembranças para os rubro-negros, que viram Zico e companhia vencerem o time inglês vestindo essa versão da camisa há 38 anos.

As coincidências em torno da final do Mundial de Clubes de 2019 seguem a todo vapor. Não bastasse o Flamengo ter pela frente o Liverpool, mesmo rival de 1981, a equipe rubro-negra jogará de branco, assim como ocorreu em Tóquio.


Leia também: Liverpool vence, avança e pega Flamengo na final 


Como o Fla é o "time B", os ingleses serão os mandantes da partida deste sábado (21), 14h30 (de Brasília), no Estádio Khalifa, em Doha. Assim, jogarão com seu uniforme vermelho, o número 1, cabendo ao Fla o reserva. Uma reunião entre clubes e representantes da Fifa irá ratificar essa questão.


Foto: Reprodução/Twitter

A coincidência traz boas lembranças para os rubro-negros, que viram Zico e companhia vencerem o time inglês vestindo essa versão da camisa há 38 anos.

A equipe de Jorge Jesus faz nesta sexta (20) o seu último treino antes da finalíssima no Qatar. Na parte da tarde, o português e o meia Everton Ribeiro concederão entrevista coletiva.

Italo vence final contra Medina e é campeão mundial de surfe

Italo vence final contra Medina e é campeão mundial de surfe

Foi a primeira vez na história que dois brasileiros disputaram a final em Pipeline valendo o título mundial.

O Brasil tem um novo campeão mundial de surfe: Italo Ferreira. O surfista de Baía Formosa (RN) venceu a final do Pipe Masters, no Havaí, a última etapa do ano, contra Gabriel Medina, e conquistou o título do Circuito Mundial de Surfe de 2019. Foi a primeira vez na história que dois brasileiros disputaram a final em Pipeline valendo o título mundial.

Só os dois continuavam na disputa pelo título durante o último dia do Pipe Masters. Antes da final, a vantagem era de Italo. Líder do ranking, ele seria campeão mundial se fosse eliminado na mesma fase que Medina. Já o bicampeão garantia o tri se acabasse o Pipe Masters uma fase à frente de seu compatriota. Como os dois chegaram à decisão, o vencedor da etapa levava o título mundial.

A final começou emocionante logo nos primeiros segundos. Os dois remaram na mesma onda, mas Italo dropou antes e conseguiu belo tubo: nota 7,83. O potiguar colocou mais outra boa nota em seu somatório e abriu vantagem. Medina reagiu na sequência com um 7,77 e se manteve na briga.

A bateria ficou mais parada até o paulista arrancar um 5,17, que foi insuficiente para virar a final. Italo ampliou sua vantagem ao pegar bom tubo e completar com um aéreo, o que deixou o paulista precisando de um 7,80 para assumir a ponta. Medina tentou em ondas menores, mas não conseguiu a nota e viu a vitória ficar com o potiguar: 15,56 a 12,94.


Medina, que ainda briga pelo tri, foi coroado em 2014 e em 2018 - Foto: Reprodução

"Eu não podia imaginar. Era o sonho da minha vida toda. Minha avó e meu tio morreram este ano. Eu não consigo acreditar. Obrigado. Eu só acreditei em mim, sei que Gabriel (Medina) é duro, parabéns a ele. Esse é o meu momento, não posso acreditar", disse Italo após a vitória.

Além de Pipeline, o potiguar venceu outras duas etapas no circuito em 2019. Italo sagrou-se campeão em Gold Coast, na Austrália, logo na primeira disputa do ano, e também levou a melhor em Portugal, na penúltima etapa de 2019, quando recuperou a liderança do ranking, que pertencia a Medina até então.

Italo agora se torna o primeiro nordestino e o terceiro brasileiro campeão mundial de surfe. Antes dele, o próprio Gabriel Medina (2014 e 2018) e Adriano de Souza, o Mineirinho, (2015) já haviam alcançado o feito.

Além de Italo e Medina, o americano Kolohe Andino também começou o último dia do Pipe Masters com chances de título, mas precisava ser campeão em Pipe e torcer para Italo e Medina serem eliminados nas oitavas. Como os dois brasileiros avançaram às quartas, Kolohe acabou fora da disputa.

Kelly Slater

O veterano Kelly Slater acabou eliminado nas semifinais do Pipe Masters ao perder para Italo. Mesmo assim, o americano conquistou o título da Tríplice Coroa Havaiana (dado ao surfista com o melhor desempenho nos três principais campeonatos disputados no Havaí) por ter chegado na semi em Pipe, mas não obteve seu maior objetivo da temporada: a vaga olímpica.

Os Estados Unidos têm direito a duas vagas pelo Circuito Mundial. Antes do Pipe Masters, Kolohe Andino já havia assegurado a primeira vaga. A segunda, então, ficou entre Kelly e o havaiano John John Florence.

John John, que chegou a liderar o ranking no início da temporada, voltou de cirurgia no joelho e disputou Pipe para tentar carimbar seu lugar nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O bicampeão mundial foi eliminado nas quartas de final por Gabriel Medina, mas o resultado foi suficiente para garantir a John John a segunda vaga dos EUA na Olimpíada. Kelly precisava vencer o Pipe Masters para roubar o lugar de seu compatriota.

O Brasil também já tem seus dois representantes definidos em Tóquio 2020. Italo e Medina garantiram as duas vagas que o país tem direito pelo Circuito Mundial.

19 de dezembro de 2019

São Paulo decide rescindir com Jean, suspeito de agredir esposa

São Paulo decide rescindir com Jean, suspeito de agredir esposa

Em nota oficial, disse já ter decidido o futuro do jogador junto à instituição.

São Paulo  definiu que vai rescindir seu contrato com o goleiro Jean, que está preso nos Estados Unidos por suspeita de ter agredido a esposa. A decisão foi tomada em uma reunião da diretoria nesta quarta-feira (18), mesmo dia do ocorrido.

Em nota oficial, disse já ter decidido o futuro do jogador junto à instituição. No entanto, o clube ressaltou que, por ora, não poderá tornar efetiva qualquer medida devido a razões trabalhistas. O vínculo com o atleta de 24 anos tinha término previsto para dezembro de 2022.

"O São Paulo comunica que tomou uma decisão sobre o futuro do atleta Jean Paulo Fernandes Filho após averiguar detalhes do episódio ocorrido na data de hoje. Por questões legais que impedem qualquer iniciativa durante o período de férias, vigente neste momento, o clube tomará as medidas cabíveis tão logo esta etapa se encerre", diz o texto.

Na prática, a diretoria espera apenas o término do período de férias para comunicar o atleta sobre a rescisão contratual. A ideia é demitir o goleiro por justa causa, o que provavelmente envolverá uma disputa jurídica com o jogador, que pode contestar a justificativa. De qualquer maneira, a decisão tomada é pelo fim do vínculo, pelos motivos explicitados na nota: "O São Paulo não tolera e não admite episódios como os noticiados hoje, de violência contra a mulher".

A reunião contou com os integrantes da diretoria do clube e do departamento de futebol, e tratou, além da questão do goleiro, sobre a situação do zagueiro Arboleda, que teve divulgada por um amigo uma foto em que veste uma camisa do Palmeiras enquanto passa férias no Equador.

Sobre a situação do beque equatoriano, no entanto, a diretoria preferiu não ir além de um breve pronunciamento, já que há uma questão mais grave: "O São Paulo lamenta, mas pede que não seja assunto para hoje".

A informação sobre a prisão de Jean foi dada inicialmente pelo site Globoesporte.com e confirmada pela reportagem.

A denúncia foi feita pela mulher em vídeos postados em seu Instagram. Ela disse ter sigo agredida pelo goleiro durante as férias do casal em Orlando, na Flórida (EUA). Jean está preso no condado de Orange, suspeito de violência doméstica, e já conta com um advogado que o acompanha no país.

Procurada, a assessoria de imprensa do jogador diz que aguarda mais informações sobre o caso e ainda não sabe se ele vai se pronunciar.

Milena postou três vídeos durante a madrugada desta quarta, afirmando estar trancada no banheiro do hotel, com a cara machucada e afirmando que ele havia acabado de agredi-la.

Também mostrou mensagens que teria recebido do atleta pela rede social, na qual Jean diz que a mulher acabou com sua carreira e por isso "suas filhas vão passar fome". "Pressão psicológica pós-agressão", declarou Milena.

Segundo o Globoesporte, no boletim da ocorrência, o xerife do caso diz que a esposa relata ter recebido oito socos na cabeça. Tentando se defender, ela teria atirado uma chapinha de cabelo no goleiro, cortando sua perna.

Jean deve ser chamado para comparecer a uma audiência perante um juiz, em que serão lidas as acusações às quais ele responde e apresentado o valor de fiança para que responda em liberdade. Isso deverá ocorrer nesta quinta (19)

Segundo Larissa Salvador, advogada do escritório Marcelo Leal que trabalha na Flórida, a pré-sentença (status do jogador no site oficial da polícia) significa que não houve decisão sobre o caso e que ele está em investigação.

De acordo com ela, nem sequer o registro de queixa pela esposa é necessário para que o atleta tenha sido preso, mas simplesmente a suspeita de que tenha havido agressão.

"O fato de ele ter sido preso não significa que automaticamente vá haver um caso contra ele. Nesses casos de violência doméstica, a não ser que a esposa faça a queixa oficial, o caso não vai para a frente", afirma Larissa Salvador.

"Eventualmente, a Justiça americana pode mandar o processo para o Brasil, já que aqui é o país de residência dele. No caso, seria a Justiça Federal do estado em que ele reside [São Paulo] que seria a competente para julgamento da causa", diz o advogado criminalista Daniel Bialski.

O casal tem duas filhas e passava férias em Orlando, nos Estados Unidos.

No São Paulo desde 2018, Jean nunca chegou a se firmar na posição de titular e fez 19 jogos -apenas um neste ano. No período, o goleiro já teve problemas internos no clube.

Desentendeu-se com o goleiro Sidão, então titular, pelas redes sociais, em março do ano passado. O fato ocorreu pouco depois de Jean falhar durante a partida contra o São Caetano, pelo Campeonato Paulista.

No dia seguinte, Sidão postou um vídeo no seu Instagram com defesas suas pela equipe (então, ele estava lesionado e afirmou que era uma comemoração por sua recuperação). No treino, o reserva foi tirar satisfação pessoalmente com o companheiro, e o caso gerou grande mal-estar no elenco.

Um ano depois, Jean foi afastado dos treinos e multado após deixar uma reunião comandada pelo então técnico interino Vagner Mancini. Ele disse ter sido perseguido pelo treinador e cobrado por tomar banho após partida contra o Palmeiras, derrota por 2 a 0.

São Paulo inaugura estátua de 4 metros de Ayrton Senna

São Paulo inaugura estátua de 4 metros de Ayrton Senna

A obra, concebida pelo artista plástico Humberto de Oliveira e idealizada pela associação Eu Amo o Brasil.

Uma estátua em homenagem ao piloto Ayrton Senna foi inaugurada nesta quarta-feira (18) no Parque Ecológico do Tietê, na altura do quilômetro 18 da Rodovia Ayrton Senna, na zona leste da cidade de São Paulo.

A obra, concebida pelo artista plástico Humberto de Oliveira e idealizada pela associação Eu Amo o Brasil, traz o piloto em um gesto pouco usual na carreira dele, com uma das mãos levantadas, e com o macacão sem os patrocínios ou marcas da F-1.

De acordo com Oliveira, a estátua pesa cerca de 350 kg, tem 4 metros de altura e 1,2 metros de largura. A estrutura interna é feita de metal e as pernas são de gesso e estopa. A visitação à obra é gratuita.

"Carrego a ideia do tributo há mais de dois anos, porque o Senna sempre mostrou seu amor à pátria brasileira para o mundo e foi uma referência para nós", explicou Nascimento.


São Paulo inaugura estátua de 4 metros de Ayrton Senna. Reprodução

O governador de São Paulo, João Doria, e a irmã do piloto, Viviane Senna, estiveram presentes no evento de lançamento da homenagem. "O mais importante é a lembrança deste grande herói brasileiro, do seu heroísmo, do seu patriotismo", disse Doria.

Tricampeão mundial de F-1 (1988, 1990 e 1991), Senna correu na principal categoria do automobilismo mundial de 1984 a 1994, ano em que ele morreu durante a disputa do GP de San Marino, em Ímola, na Itália, após um acidente em que seu carro se chocou com um muro de concreto sem proteção de pneus.