• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Esporte

28 de fevereiro de 2020

Timon-PI desiste de Luís Miguel e anuncia Marcus Amoroso como treinador

Timon-PI desiste de Luís Miguel e anuncia Marcus Amoroso como treinador

A Revelação vem poucas horas após o anuncia da saída do português Luís Miguel.

Depois de duas goleadas consecutivas à frente do Timon-PI, no Campeonato Piauiense, a era Luís Miguel chegou ao fim. O anúncio foi confirmado pelo presidente do clube, Leal Filho, nesta sexta-feira (28). Poucas horas após o anúncio, a diretoria revelou ao PortalODia.com a contratação do treinador Marcus Amoroso para a função.

“Luís Miguel não estava se sentindo bem com alguns jogadores e ele mesmo disse isso. Então entramos em um consenso, ele saiu do clube, mas tendo o espaço para voltar em outras oportunidades. Então para o cargo quem assume é Marcus Amoroso, que tem bastante experiência no mercado”, disse Leal Filho.

Marcus Amoroso já vestiu a camisa do Queimados (RJ), em 2016, trabalhou nas categorias de base no Bangu e, recentemente, esteve à frente do Altético Carioca para a sequência da Série C do Brasileiro. Agora tem em mãos a dura missão de tirar o Timon da zona de rebaixamento.

Novo técnico do Timon para o Campeonato Piauiense (Foto: Reprodução)

Com 4 pontos em sete jogos disputados, a Águia Soberana é o lanterna estadual. Há cerca de duas semanas, a equipe foi goleada por 5 a 1 diante do River-PI, no estádio Lindolfo Monteiro. Na última quarta-feira (26), fora de casa, o 4 de Julho fez 5 a 0 na Arena Ytacoatiara. A Águia possui cinco derrotas, um empate e uma vitória.

O treinador chega a Teresina na madrugada deste sábado (29) e se apresenta na segunda-feira. A estreia de Marcus Amoroso no comando do Timon-PI deve acontecer na próxima quinta-feira (05), quando a equipe enfrenta o Altos-PI, no estádio Lindolfo Monteiro, às 20h, em Teresina, pela 8ª rodada do estadual.

Clubes vetam venda de mando de campo no Campeonato Brasileiro

Clubes vetam venda de mando de campo no Campeonato Brasileiro

As equipes estão proibidas de transferir seus jogos para fora de seu estado de origem, exceto em casos excepcionais, a serem analisados pela CBF.

Representantes dos 20 clubes que vão disputar a Série A do Brasileiro neste ano se reuniram nesta quinta (27) na sede da CBF e definiram em conjunto com a entidade a tabela básica da competição, além das mudanças que serão implementadas no regulamento, entre elas, o veto à venda de mando de campo.

Desta forma, as equipes estão proibidas de transferir seus jogos para fora de seu estado de origem, exceto em casos excepcionais, a serem analisados pela CBF. 

A regra foi aprovada pela maioria dos times. O Flamengo, atual campeão, foi um dos que se posicionaram contra o veto. O presidente do clube carioca, Rodolfo Landim, criticou a decisão. "Sou a favor de que os clubes tenham livre arbítrio e façam o que quiserem com o mando de campo deles", argumentou.


Flamengo e Santos travaram duelo pela liderança do Brasileirão no Maracanã - Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Houve, também, uma redução no limite de jogadores que podem ser inscritos na competição. Cada clube, agora, poderá inscrever até 40 atletas, 5 a menos do que na temporada passada. Em contrapartida, o número de substituições no elenco aumentou de 5 para 8 -as inscrições vão até 14 de agosto e o período de trocas termina no dia 11 de setembro.

Durante o conselho técnico, a CBF colocou em pauta a discussão sobre estabelecer um limite para troca de técnicos ao longo da competição. Não houve maioria para a aprovação deste item. 

Com apenas dois meses da atual temporada, cinco times da Série A já demitiram treinadores: Cristóvão Borges (Atlético-GO), Rafael Dudamel (Atlético-MG), Argel Fucks (Ceará), Alberto Valentim (Botafogo) e Guto Ferreira (Sport).

A primeira rodada da competição deve ocorrer entre os dias 2, 3 e 4 de maio. Datas e locais exatos ainda serão definidos pela CBF.

*

Veja os jogos da primeira rodada:

Flamengo x Atlético-MG

Botafogo x Bahia

Palmeiras x Vasco da Gama

Santos x Red Bull Bragantino

Corinthians x Atlético-GO

Grêmio x Fluminense

Sport x Ceará

Coritiba x Internacional

Fortaleza x Athletico

Goiás x São Paulo

Sarah Menezes é inspiração no judô para jovens da periferia de Teresina

Sarah Menezes é inspiração no judô para jovens da periferia de Teresina

O Projeto Judô Nova Geração AJQ funciona de segunda a sexta-feira na Zona Sul de Teresina, no bairro Promorar

A medalha de ouro no judô feminino nas Olímpiadas de Londres em 2012 foi um feito que está eternizado até hoje na lembrança de muitos jovens atletas. Com a vitória, a piauiense Sarah Menezes entrou para a história como a primeira mulher brasileira a ganhar uma medalha de ouro na modalidade. Desde então, o esporte passou a ser reconhecido no Brasil inteiro e reforçou a esperança de milhares de jovens que praticam o judô, tanto em grandes centros esportivos quanto em periferias espalhadas pelo país. 

Projeto Judô Nova Geração AQJ. Foto: Jailson Soares. 

A judoca piauiense serve de inspiração para meninos e meninas em Teresina que vivem a mesma situação da campeã mundial antes do ápice da carreira. Três desses jovens fazem parte do Projeto Judô Nova Geração AJQ, que funciona de segunda a sexta-feira em uma região periférica da Zona Sul de Teresina, mais precisamente no bairro Promorar. 

O projeto social começou em 2015 e reúne mais de 120 crianças carentes da região. Sem incentivo privado ou público, o Judô Nova Geração AJQ se mantém por doações dos pais dos próprios alunos. A judoca Katia Mayara, responsável pela iniciativa, é quem dedica o tempo e amor para formar os atletas. 

Kátia Mayara, responsável pelo projeto. Foto: Jailson Soares. 

“O objeto principal é formar cidadãos, formar crianças que estudem, que sejam pessoas de bem. O atleta é formado consequentemente. Aqui atendemos crianças de 03 aos 25 anos e sobrevivemos de doações dos pais, rifas, bingos, vendemos lances e participamos de eventos para arrecadar fundos para poder arcar com os custos básicos do projeto e viagens dos atletas. O projeto foi criado inicialmente pelo meu falecido esposo, que também era faixa preta em judô. Quando ele faleceu vítima de um câncer, eu dei continuidade ao projeto”, conta.

Maria Eduarda. Foto: Jailson Soares.

Maria Eduarda, de 13 anos, pratica judô há mais de quatro anos e participa do projeto desde o início. A jovem atleta leva a história de Sarah Menezes como motivação para não desistir do sonho de ser uma atleta olímpica. “A Sarah Menezes é uma inspiração pra mim. Ela saiu de uma vila como a gente e conquistou o mundo. Meu foco é nunca parar no esporte, treinar bastante, chegar numa olimpíada e, claro, orgulhar a nossa professora Kátia, que tanto faz por nós”, conta. 

Antônio José. Foto: Jailson Soares. 

José Antônio, de 13 anos, é tricampeão piauiense da categoria e também sonha alto no esporte. Para ele, muita dedicação o fará um vencedor na modalidade. 

“É uma alegria muito grande fazer parte desse projeto. A professora Kátia dedica tudo que pode por nós. Eu vou treinar bastante para chegar nas olimpíadas. Mas antes disso, quero ser campeão regional mais uma vez, depois campeão brasileiro, depois do Pam, e quando estiver na categoria necessário vou treinar mais ainda para chegar as olimpíadas”, disse. 

Geisiara Vidal. Foto: Jailson Soares. 

A pequena Geisiara Vidal, de 11 anos, é promessa no esporte e está preste de participar da sua primeira competição. Ela sabe que para manter o sonho vivo terá que se esforçar ao máximo ao esporte que ama. A Sarah também é sua grande inspiração.

 “Sempre que vejo alguma luta da Sarah, fico inspirada em praticar o judô. Eu sei que tenho que me esforçar bastante para ir bem na competição. Vou participar da minha primeira competição e estou me sentindo confiante”, conta.

Foto: Jailson Soares. 

Seletiva Regional

No próximo sábado (29), os atletas do Nova Geração vão participar da Seletiva Regional para o campeonato Brasileiro, que acontece no CT Sarah Menezes. Essa será mais uma oportunidade de mostrarem a força que têm no esporte. 

“Estamos nos preparando para essa competição que será muito importante para eles. Mesmo com as dificuldades, vamos fortes. Em nosso projeto não temos nenhuma criança que tenha patrocinador fixo. Mas acredito que o sonho deles é maior que as dificuldades e, se depender disso, eles vão muito longe. Minha maior alegria é saber que eles estão sendo crianças e adolescentes diferenciados, que pode ter uma realidade diferente da que a gente convive nas mediações aqui do Promorar”, finalizou.

Felipão recebe convite e inicia conversas para treinar Colo-Colo

Felipão recebe convite e inicia conversas para treinar Colo-Colo

O time chileno procura um técnico desde a demissão de Mario Salas nesta semana.

Sem clube desde que deixou o Palmeiras em setembro de 2019, o técnico Luiz Felipe Scolari negocia com o Colo-Colo, tradicional time do Chile e que disputa a Copa Libertadores deste ano.


Leia também: Palmeiras demite Felipão por desempenho pós-Copa América 


A informação, primeiramente publicada pelo jornal chileno La Tercera, foi confirmada pela assessoria de Felipão em contato com a reportagem. Após um convite, as partes iniciaram as conversas.


Foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

Segundo o La Tercera, além de Felipão, o Colo-Colo considera Gustavo Alfaro, ex-técnico do Boca Juniors, para assumir o cargo.

O time chileno procura um técnico desde a demissão de Mario Salas nesta semana. A expectativa do Colo-Colo é por uma definição rápida, já que a estreia na Libertadores está marcada para a próxima quarta-feira (4), contra o Jorge Wilstermann (BOL).

Os chilenos estão no grupo C, que ainda tem as presenças do Athletico-PR e do Peñarol (URU).

Albertão é interditado e Rivengo é transferido para o Lindolfo Monteiro

Albertão é interditado e Rivengo é transferido para o Lindolfo Monteiro

Decisão do STJD se apoia em denúncia da Procuradoria de Justiça Desportiva sobre a precariedade do estádio e a confusão no jogo do Galo com o América-RN.

O clássico entre River e Flamengo, marcado para acontecer Às 17 horas deste sábado (29) no Estádio Albertão será transferido para o Estádio Lindolfo Monteiro. Isto porque o Albertão foi interditado por decisão liminar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol (STJD). A interdição se deu após a confusão entre torcedores do River e do América-RN pela Copa do Nordeste no último dia 09 de fevereiro. Vale lembrar que o tricolor piauiense possui o mando de campo do Albertão nas partidas do campeonato.


Leia também: River X América: torcidas organizadas entram em confronto 


A denúncia foi feita pela Procuradoria Geral de Justiça Desportiva (PGJD). Na peça encaminhada ao STJD, o órgão destaca o confronto entre torcedores riverinos e do América-RN, argumentando que a confusão expôs a situação precária em que se encontra o Estádio Albertão. A Procuradoria pediu, por fim, a interdição do estádio “para evitar a incolumidade física dos torcedores e profissionais envolvidos nos eventos”.


Estádio Albertão foi interditado mediante decisão liminar do STJD - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Na sua decisão, o ministro Paulo César Salomão Filho, presidente do STJD, entendeu que os requisitos apresentados pela Procuradoria são pertinentes e concluiu que os fatos demonstrados pelas provas juntadas ao processo são gravíssimos e suficientes para indicar a precariedade do Albertão para a realização de eventos desportivos, sobretudo depois da confusão entre as organizadas do Galo Carijó e do América-RN.

“As cenas narradas pela Equipe de Arbitragem e veiculadas pela imprensa são absolutamente lamentáveis, e não deixam dúvidas acerca da necessidade de se adotar providência eficiente para que se evite a ultimação de uma tragédia”, afirma o presidente. A interdição do Albertão durará até que sejam apresentados novamente os laudos técnicos do estádio com a adoção de medidas eficientes para evitar a recorrência do tumulto como se deu no último jogo.

Por meio de nota, a Fundação de Futebol do Piauí (FFP) informou que já acionou seu setor jurídico para que adote uma possível liminar para o jogo entre River e Ceará, válido pela Copa do Nordeste e marcado para o próximo dia 03 de março.

27 de fevereiro de 2020

Tóquio 2020 tem força-tarefa contra coronavírus

Tóquio 2020 tem força-tarefa contra coronavírus

A doença que se espalhou a partir da China já é sinônimo de apreensão para a maior competição esportiva do mundo, fazendo com que o comitê organizador de Tóquio-2020 já estabelecesse uma força-tarefa contra as possíveis consequências.

 Enquanto se prepara para sediar os Jogos Olímpicos de 2020, o Japão lida com uma questão preocupante: a Covid-19, causada pelo novo coronavírus. A doença que se espalhou a partir da China já é sinônimo de apreensão para a maior competição esportiva do mundo, fazendo com que o comitê organizador de Tóquio-2020 já estabelecesse uma força-tarefa contra as possíveis consequências.
"Medidas contra doenças infecciosas constituem uma parte importante dos nossos planos para sediar os Jogos de maneira segura e protegida. Para a questão do coronavírus, o governo do Japão estabeleceu um comitê liderado pelo primeiro-ministro (Shinzō Abe) e pretende prestar total atenção aos impactos do vírus também na Olimpíada. Além disso, Tóquio-2020 determinou uma nova força-tarefa com a liderança do CEO, Toshiro Muto. Temos uma estrutura para atualizações periódicas entre a organização e o COI", declarou o comitê organizador de Tóquio-2020 em contato com a reportagem.

Foto: Reprodução Internet.

Recentemente, o integrante mais antigo do COI (Comitê Olímpico Internacional), Dick Pound, declarou que os organizadores da Olimpíada de 2020 têm cerca de três meses para decidir o futuro dos Jogos, em razão do coronavírus. O canadense ainda destacou que, em caso de pandemia, o evento terá que ser cancelado.
Apesar da fala de Pound, o COI descartou a possibilidade de adiamento ou cancelamento dos Jogos até agora. À reportagem, a entidade declarou que está monitorando a situação do coronavírus ao lado do comitê organizador de Tóquio-2020, além de manter contato frequente com a OMS (Organização Mundial da Saúde) e médicos especialistas.
Adiar, cancelar ou mudar a sede da Olimpíada não está nos planos dos organizadores de Tóquio-2020. "Não pensamos nisto. Não ouvimos falar sobre isto. Perguntamos e nos responderam que não existe tal projeto. A princípio, a ideia é celebrar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos da maneira como estão previstos. Tomaremos decisões estudando cada evento individualmente", declarou Toshiro Muto, diretor-executivo do comitê organizador dos Jogos.
Até a tarde desta quarta-feira (26), o Japão tinha quase 170 casos do vírus semelhante à gripe, tirando os 691 relatados em um navio de cruzeiro em quarentena no litoral de Tóquio neste mês.
A OMS destaca que não tem o poder de cancelar um evento como a Olimpíada, mas está ao lado das entidades responsáveis pela organização da competição para orientar da melhor maneira e avaliar todas as consequências que a covid-19 possam ser acarretadas na Olimpíada.
"É importante lembrar que nunca há risco zero em qualquer reunião em massa. Os organizadores do evento precisam implementar uma estratégia de gerenciamento de riscos de forma adequada, para que as ameaças possam ser administradas com base na configuração da Olimpíada, no tipo de participantes, na localização e na duração", declarou Christian Lindmeier, porta-voz da OMS, à reportagem.
"As autoridades nacionais devem tomar decisões proporcionais e baseadas em evidências sobre esses tipos de problemas, de acordo com o risco avaliado na realização do evento em seu país. Da mesma forma, as empresas e outras organizações têm a liberdade de tomar suas próprias decisões segundo suas circunstâncias específicas", acrescentou Lindmeier.
O COB (Comitê Olímpico do Brasil) segue se preparando para a Olimpíada e monitorando as informações que chegam do COI e do comitê organizador de Tóquio-2020. Além disso, a entidade enviou um documento às confederações brasileiras com orientações aos atletas e às comissões técnicas sobre transmissão, sintomas e tratamento do vírus. No momento, o COB não trabalha com a possibilidade de adiamento da competição.
Os Jogos Olímpicos estão previstos para ser disputados entre os dias 24 de julho e 9 de agosto, o que, segundo especialistas, irá proporcionar um aliado importante para realização do evento: a estação do ano. Na época da competição, será verão no Japão, com condições climáticas que ajudam a diminuir a propagação do vírus.
De acordo com a professora Ester Cerdeira Sabino, do Instituto de Medicina Tropical da USP, as pessoas estariam mais suscetíveis a serem contaminadas por doenças como a covid-19 no inverno. "Essas epidemias respiratórias são mais comuns no inverno. A infecção acontece mais fora do verão. Pode ser que quando chegue o verão, o surto tenha diminuído. Apesar disso, é importante lembrar, de qualquer forma, que grandes eventos aumentam o risco de transmissão, até porque virão pessoas de todo os lugares do mundo, inclusive de países que estarão em estação mais fria na época da Olimpíada", disse à reportagem.
A médica ainda afirmou que tanto o COI quanto o Comitê Organizador de Tóquio-2020 têm uma escolha difícil pela frente. Segundo a especialista, é complicado prever como estará a situação da epidemia de coronavírus em meados de julho, no Japão. "É bem difícil a decisão do comitê organizador. Até 24 de julho já vai estar calor por lá e é muito complicado prever como (a situação) vai evoluir. Mas a chance de transmitir a doença em qualquer evento grande, em que você tem muitas pessoas juntas no mesmo lugar, é enorme. Portanto, se o coronavírus ainda estiver em atividade na época da Olimpíada, a probabilidade de todos que estiverem no evento pegarem é grande", destacou.

Campeão mundial pelo Grêmio, Valdir Espinosa morre aos 72 anos

Campeão mundial pelo Grêmio, Valdir Espinosa morre aos 72 anos

A morte foi comunicada pelo Hospital Quali Ipanema, onde o ex-treinador e dirigente esportivo estava internado.

Valdir Espinosa faleceu nesta quinta-feira (27) pela manhã aos 72 anos. Ele passou por duas cirurgias na semana passada (nos dias 17 e 20 de fevereiro) e morreu após complicações. A morte foi comunicada pelo Hospital Quali Ipanema, onde o ex-treinador e dirigente esportivo estava internado. Segundo a nota, Valdir "faleceu no início da manhã de hoje (quinta-feira) por volta das 6 horas da manhã por colapso cardiovascular resultante de pós-operatório complicado e infecção generalizada". O velória será nesta quinta-feira, das 15 às 22 horas, no Salão Nobre de General Severiano.

Foto: Agência Brasil

Desde o fim do ano passado, Valdir era gerente de futebol do Botafogo, clube que, quando técnico, ajudou a tirar de uma fila de 21 anos sem títulos com a conquista do Campeonato Carioca de 1989.

"Muito querido no clube por torcedores e por quem conviveu com ele no dia a dia, Espinosa vai fazer muita falta. Sua liderança, exemplo e ensinamentos seguirão no Botafogo como legado dessa figura tão representativa na história do clube", diz a nota de pesar divulgada pelo Alvinegro carioca.

As maiores conquistas da carreira de Valdir, porém, vieram no Grêmio. Em 1983, liderou o Tricolor aos títulos da Libertadores e Mundial, tendo como protagonista Renato Gaúcho, com quem voltaria a trabalhar no próprio clube em 2016, como coordenador técnico - Renato era o treinador. Juntos, conquistaram a Copa do Brasil daquele ano.

O Grêmio também manifestou pesar pela morte de Valdir, "um dos maiores técnicos de sua história" em nota oficial: "Sob o comando de Espinosa o Grêmio abriu as portas do continente e do mundo ao Rio Grande do Sul, conquistando a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes em 1983. O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense se solidariza com toda a família Espinosa, amigos e torcida nesse momento de dor".

Valdir Atahualpa Ramirez Espinosa nasceu em 17 de outubro de 1947 em Porto Alegre. Iniciou a carreira como atleta, que durou oito temporadas, justamente no Grêmio, passando também por CSA, Esportivo e Vitória. Como técnico, além do Tricolor Gaúcho e do Botafogo, trabalhou também em Portuguesa, Athletico-PR, Vasco, Fluminense e Santa Cruz, entre outros, além de times de Japão, Paraguai e Estados Unidos.

No ano passado, ele participou do quadro "Os Setentões", do programa No Mundo da Bola, da TV Brasil, e contou detalhes da carreira ao jornalista Sérgio du Bocage.

26 de fevereiro de 2020

Fortaleza promete segurança para jogo da Sul-Americana

Fortaleza promete segurança para jogo da Sul-Americana

O Independiente desembarcou no Ceará na terça (25), dia em que a greve de policiais militares no estado completou oito dias

O Fortaleza emitiu um comunicado em que promete a segurança necessária ao Independiente (ING) e seus torcedores durante a estadia na capital cearense, onde, na noite desta quinta-feira (27), o time de Rogério Ceni e os argentinos voltarão a se enfrentar pela primeira fase da Copa Sul-Americana, às 21h30 (de Brasília).

O Independiente desembarcou no Ceará na terça (25), dia em que a greve de policiais militares no estado completou oito dias. No período, o governo cearense registrou a ocorrência de 170 assassinatos, entre outros graves problemas de segurança.

"Já estão na cidade membros da Força Nacional de Segurança Pública, assim como o Exército brasileiro, que garantem a ordem e integridade de todos que estão em Fortaleza", diz trecho da nota publicada pelo Fortaleza no dia da chegada dos argentinos.

"O clube local e as autoridades de segurança garantem, absolutamente, a normal ocorrência da partida entre Fortaleza x Independiente e o bem estar dos torcedores que estarão na Arena Castelão na próxima quinta-feira", acrescenta.

No duelo de ida, na Argentina, o Independiente levou a melhor ao bater o Fortaleza por 1 a 0. O time tricolor agora precisa de uma vitória por 2 a 0 para avançar direto à segunda fase -se vencer por 1 a 0, o duelo vai para os pênaltis.

O Fortaleza estará desclassificado com qualquer outra vitória por um gol de diferença, uma vez que há gol qualificado. Empates também beneficiarão os argentinos.

Flamengo tenta conquistar sua 1ª taça internacional no Maracanã

Flamengo tenta conquistar sua 1ª taça internacional no Maracanã

Em todos os seus 124 anos de história, o clube rubro-negro jamais levantou um título internacional no estádio, marca que será derrubada em caso de vitória simples sobre os equatorianos.

O Flamengo vai encarar nesta quarta-feira (26) o Independiente del Valle (EQU), às 21h30, no Maracanã, pela inédita conquista da Recopa Sul-Americana e também pela quebra de um tabu histórico.

Em todos os seus 124 anos de história, o clube rubro-negro jamais levantou um título internacional no estádio, marca que será derrubada em caso de vitória simples sobre os equatorianos. Após empate em 2 a 2 na ida, não haverá gol qualificado na volta -nova igualdade levará à prorrogação, seguida por pênaltis.

Bicampeão da Libertadores, o Flamengo deu a volta olímpica fora do país em ambas as ocasiões. Em 1981, Zico e companhia levantaram o troféu em Montevidéu, no Uruguai, no jogo de desempate em final contra o Cobreloa (CHI). Já ano passado, o título foi conquistado na primeira final em jogo único da competição -m Lima, no Peru, o Fla virou sobre o River Plate (ARG) e celebrou.

Em 2017, os rubro-negros tiveram sua última chance de comemorar com seu torcedor, mas o empate por 1 a 1 com o Independiente (ARG) deu o caneco da Sul-Americana para os argentinos. Curiosamente, o "Rojo" também havia impedido anos atrás os festejos no Maracanã, pois a vitória por 1 a 0, com gol de Romário, não foi suficiente para garantir o título da Supercopa de 1995.

Para que a missão tenha agora um final feliz, o técnico Jorge Jesus poupou grande parte do time titular no último sábado (22), na final da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, contra o Boavista. O treinador aguarda alguns jogadores serem liberados pelo departamento médico para saber quem estará à disposição para a final.

"Normalmente não mudamos tantos jogadores, mas o jogo que tivemos no Equador foi completamente diferente, é um desgaste enorme. Achei que, neste jogo (contra o Boavista), teria que mexer mais do que habitualmente faço no time. Arrascaeta, Rafinha, Bruno Henrique... Principalmente estes três, não sabemos antes se estarão recuperados até quarta. Dos três, não sei. Tenho alguma dúvida. Talvez o Rafinha, mas estou habituado que o departamento médico do Flamengo faça milagres", disse o treinador após a conquista da Taça Guanabara.

Fora de seus domínios, no entanto, o Flamengo soma também os títulos da Mercosul de 99, após empate por 2 a 2 contra o Palmeiras, e o da Copa Ouro de 96, quando bateu o São Paulo em Manaus. Em 93, o clube amargou o vice-campeonato Supercopa depois de derrota nos pênaltis para o mesmo time do Morumbi, e para o San Lorenzo (ARG), algoz na Mercosul de 2001.

Mais recentemente, o Flamengo teve a derrota para o Liverpool (ING) na final do Mundial de Clubes de Doha, no Qatar. Os "Reds" também foram os rivais na decisão intercontinental de 81, mas dessa vez a alegria foi vermelha e preta em Tóquio, no Japão.

*

As decisões internacionais do Flamengo (títulos com asterisco)

81 - Libertadores: Flamengo x Cobreloa - Montevidéu (URU)

81 - Mundial: Flamengo x Liverpool - Tóquio, Japão

93 - Supercopa: São Paulo x Flamengo - São Paulo

95 - Supercopa: Flamengo x Independiente (ARG) - Rio de Janeiro

96 - Copa Ouro: Flamengo x São Paulo - Manaus

99 - Mercosul: Palmeiras x Flamengo - São Paulo

2001 - Mercosul: San Lorenzo x Flamengo - Buenos Aires

2017 - Copa Sul-Americana: Flamengo x Independiente (ARG) - Rio de Janeiro

2019 - Libertadores: Flamengo x River Plate (ARG) - Lima (PER)

2019 - Mundial: Flamengo x Liverpool (ING) - Doha (QAT)

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Horário: 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira (26)

Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)

VAR: Mauro Vigliano (ARG)

Fluminense estreia na Copa do Brasil contra o Motoclub

Fluminense estreia na Copa do Brasil contra o Motoclub

Na última terça-feira, a equipe apenas empatou com o Únion La Calera e não conseguiu avançar para a segunda fase.

 Fluminense visita o Motoclub nesta quarta-feira (26) às 21h30 pela Copa do Brasil e busca um resultado positivo após a eliminação precoce na Copa Sul-Americana. Na última terça-feira, a equipe apenas empatou com o Únion La Calera e não conseguiu avançar para a segunda fase.

"A Copa do Brasil já era de muita importância pelo grande campeonato que é. Essa eliminação precoce na Sul-Americana deixa todo mundo triste e um pouco decepcionado, mas nosso papel é virar a chave" disse o zagueiro Nino em coletiva. O jogador ainda não atuou pelo time tricolor na temporada, mas deve estrear nesta quarta. "Vamos com foco total na Copa do Brasil. Já é uma final para nós e está todo mundo concentrado para fazer um grande resultado lá".

Para buscar a vitória, o treinador Odair Hellmann deve fazer algumas mudanças na equipe carioca. O meia Marcos Paulo, o atacante Caio Paulista e o zagueiro Luccas Claro devem ser substituídos por Wellington Silva, Fernando Pacheco e Nino.

O Motoclub, que é líder do Campeonato maranhense com 10 de 12 pontos disputados, deve estrear na Copa do Brasil com a mesma formação das últimas partidas.

MOTOCLUB

Saulo; Denílson, Ramon, Wallace e Wesley; Amaral, Nailson, Edrean e Ancelmo, Silvio Tapajós e George Hamilton. T.: Dejair Ferreira

FLUMINENSE

​Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Egídio; Henrique, Yuri e Nenê; Wellington Silva, Fernando Pacheco e Evanílson. T.: Odair Hellmann

Estádio: Castelão, em São Luís (MA)

Horário: 21h30 desta quarta-feira (26)

Juiz: Felipe Fernandes de Lima (MG)

25 de fevereiro de 2020

É tudo ou nada! River recebe o América-RN pela Copa do Brasil

É tudo ou nada! River recebe o América-RN pela Copa do Brasil

Confronto válido pela segunda fase da Copa do Brasil acontece nesta quarta-feira (26), às 20h30, no estádio Albertão. O vencedor fatura R$ 1,5 milhão de cota.

É o jogo do milhão! O River-PI encara o América-RN nesta quarta-feira (26), a partir das 20h30, no estádio Albertão, em Teresina. A partida será válida pela segunda fase da Copa do Brasil. O time que avançar para terceira fase da competição garante R$ 1,5 milhão de cota da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Diferente da primeira fase, onde a equipe visitante tinha vantagem de jogar pelo empate, a segunda fase da Copa do Brasil promete surpresa. Em caso de qualquer empate, a disputa segue para cobranças de penalidades.

Foto: Jorge Machado

O jogo desta quarta-feira marca o reencontro das equipes depois do confronto pela Copa do Nordeste, que terminou em uma briga generalizada entre torcidas organizadas. Na ocasião, o time potiguar venceu os tricolores de virada por 3 a 2 no Gigante da Redenção.

O River-PI chega com boa parte do elenco titular para o confronto. Após poupar parte dos jogadores para o duelo contra o Imperatriz, no último sábado (22), pelo Nordestão, a equipe deve contar com o Erico Jr, Luccas Brasil, Romário, Bismarck, Emerson, Carlos Henrique, dentre outros... O goleiro Flávio Henrique deve assumir a posição, pois Mondragon ainda segue em recuperação. 

Segurança para a partida

A partida será com torcida única por recomendação do Ministério Público do Piauí (MP-PI). Mesmo assim, o policiamento foi reforçado para garantir a segurança dos torcedores, jogadores, árbitros e imprensa. 40 homens devem fazer a segurança no local durante a quarta-feira de cinzas, segundo o coordenador especial de operações adjuntas da PM-PI, Coronel Oseas Canuto.

Campanhas na Copa do Brasil

O River passou para segunda fase após vencer o Bahia por 1 a 0, no dia 5 de fevereiro, em Teresina. O meia Jean Natal marcou aos 42 minutos do segundo tempo deixando em delírio os torcedores piauienses.

Foto: Victor Sousa.

Já o América-RN empatou em 0 a 0 com o São Luiz (MA), no Rio Grande do Sul, e por estar melhor ranqueado na CBF avançou para a próxima fase.

América-RN em terras piauienses

Foto: Canindé Pereira/América FC

Sem folia para o carnaval, a delegação potiguar desembargou em Teresina na madrugada da segunda-feira (24). A equipe realizou o primeiro treinamento na parte da tarde e finalizou a preparação na tarde desta terça-feira (25).

Ingressos e Arbitragem

Os ingressos para o River e América-RN estarão disponíveis na bilheteria do Albertão a partir desta quarta-feira (26). Os valores variam de acordo com os setores: as cadeiras saem pelo preço de R$ 50,00 - as arquibancadas por R$ 30,00 - e cabines por R$ 20,00.

A arbitragem escalada para o confronto vem de Brasília (Distrito Federal). Quem apita é Christiano Gayo Nascimento. Os assistentes são Lucas Torquato Guerra e Klebe Alves Ribeiro. O quarto árbitro é Jardiel da Rocha Soares. 


Liverpool leva susto, mas vence e chega a 44º jogo invicto no Inglês

Liverpool leva susto, mas vence e chega a 44º jogo invicto no Inglês

A partida, no estádio de Anfield, foi válida pela 27 ª rodada do Campeonato Inglês.

Mesmo não jogando bem, o Liverpool contou com falha do goleiro Fabiansk e venceu o West Ham por 3 a 2 na tarde desta segunda-feira (24). A partida, no estádio de Anfield, foi válida pela 27 ª rodada do Campeonato Inglês.

Os dois times estão separados por 55 pontos na tabela de classificação. Enquanto Liverpool disparou na liderança, com 22 pontos a mais sobre o segundo colocado Manchester City, o West Ham, com 24 pontos, está na zona do rebaixamento.

Apesar dessa diferença, o West Ham deu trabalho ao time de Jürgen Klopp, que não perdia há 43 jogos no Campeonato Inglês. O Liverpool abriu o placar logo aos oito minutos em uma cabeçada do volante Wijnaldum. O West Ham empatou três minutos depois, quando Diop se antecipou a Joe Gomez e mandou de cabeça no canto esquerdo do goleiro Alisson

No final do primeiro tempo, Van Dijk cabeceou forte e a bola bateu no travessão.

O West Ham virou aos oito minutos da etapa final. Rice cruzou, da direita, e Fornals, livre de marcação, mandou de primeira no canto direito de Fabianski.

Quando todos se perguntavam se o Liverpool estava perto de perder sua invencibilidade, o goleiro Fabianski facilitou a vida para o time de Jürgen Klopp. Salah chutou em cima de Fabianski, que foi encaixar a bola e deixou a passar por entre suas pernas.  O Liverpool chegou ao terceiro gol e sem grandes esforços. Aos 35, Mané, sozinho na pequena área, recebeu cruzamento de Alexander-Arnold e só escorou para o gol.

Com a vitória, o Liverpool, cada vez mais perto do título, completa 44 partidas de invencibilidade no Campeonato Inglês - 39 vitórias e 5 empates. Somente nesta edição, das 27 realizadas, são 26 vitórias e somente um empate.

O time de Klopp volta a jogar no sábado (29) contra Watford, às 14h30. E o West Ham, ao meio-dia, recebe o Southampton.

24 de fevereiro de 2020

Gol na final mostra como dupla Gabigol e Pedro pode funcionar

Gol na final mostra como dupla Gabigol e Pedro pode funcionar

O gol que fez com que o Flamengo conquistasse a Taça Guanabara, na virada sobre o Boavista por 2 a 1.

A final da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, serviu para o técnico Jorge Jesus fazer alguns testes na equipe do Flamengo. Dentre as escolhas do treinador para esta partida, em que poupou jogadores visando o segundo jogo da Recopa Sul-Americana, teve uma experiência inédita: pela primeira vez utilizou Gabigol e Pedro como titulares no setor ofensivo -atuaram ao lado de Vitinho e Michael.

A dupla já havia atuado junto em oportunidades anteriores nesta temporada, mas, em todas, Pedro havia saído do banco de reservas. E a então disputa pela vaga de centroavante tem dado indícios de que pode se tornar uma boa parceria. O gol que fez com que o Flamengo conquistasse a Taça Guanabara, na virada sobre o Boavista por 2 a 1 no sábado (22), foi de Gabigol, após passe de Pedro.

Entre elogios e análises sobre a dinâmica de atuação, Jorge Jesus deu indícios de que os dois podem estar lado a lado na equipe titular novamente, mas apontou que o ex-tricolor ainda precisa se adaptar a alguns pontos da equipe rubro-negra. Com a lesão de Bruno Henrique, Pedro surge como opção para a vaga.

"O Bruno Henrique e o Gabriel se conhecem desde o Santos. O Pedro ainda está chegando, conhecendo o Gabi. Mas são jogadores com características diferentes. Bruno Henrique se completa muito melhor com o Gabi. O Pedro também é importante, tem umas características que perto da grande área são muito importantes para o Flamengo. De pouco em pouco vai dando passos à frente da sua forma, vamos mudar sua forma de jogar", disse o comandante.

"(O time) tem um estilo de jogo que não podemos mudar tanto. Há algumas coisas. Pedro foi habituado a jogar de costas para o gol, mas vamos habituar ele ao nosso estilo, queremos ele mais de frente para o gol do que de costas, para dar mais dinâmica", completou o português.

Até aqui, Pedro fez três gols e deu duas assistências com a camisa rubro-negra. Já Gabigol, tem cinco gols e duas assistências. Recentemente, inclusive, o camisa 9 brincou com o fato de chamarem Pedro de "sombra" dele.

Desde a chegada à Gávea, no meio do ano passado, mesmo tendo Gabigol no elenco, Jesus pedia um "avançado". À época, o Flamengo chegou a fazer proposta por Pedro, que atuava pelo Fluminense, mas os valores foram recusados pelo rival.

A ideia de que Gabigol poderia atuar ao lado de Pedro foi demonstrada também durante a janela de transferências, quando o acerto com o atacante, que estava na Fiorentina (ITA), não influenciava nas conversas pela permanência de Gabriel Barbosa.

Pedro, que foi titular pela primeira vez contra o Boavista, ressaltou que, aos poucos, o elenco vem ganhando entrosamento. "Fui feliz no passe para o Gabriel. É o começo, estamos começando a nos entrosar, mas estamos indo muito bem nos jogos. É gratificante esse início que estamos tendo, toda a equipe do Flamengo indo bem. Claro, está só no começo, vamos nos entrosando mais nos treinamentos, mas já está dando para ver a cara do Flamengo."

Volta de Neymar ao Barcelona passa por pedido de perdão, diz Messi

Volta de Neymar ao Barcelona passa por pedido de perdão, diz Messi

Quem assegura isso é Lionel Messi, o maior astro da história da equipe espanhola e amigo de "Ney".

Neymar queria, no ano passado, sair do Paris Saint-Germain e voltar ao Barcelona. Não conseguiu, o clube francês não permitiu. Mas o jogador não deixou de querer, muito pelo contrário. Não vê a hora.

Quem assegura isso é Lionel Messi, o maior astro da história da equipe espanhola e amigo de "Ney". "Ele está com muita vontade de voltar", afirmou o camisa 10 em entrevista ao jornal catalão Mundo Deportivo.

Porém, sabedor de que a torcida guarda enorme mágoa do brasileiro que deu as costas ao time azul e grená em 2017 para se tornar figura central no PSG, Messi afirma que Neymar deve desculpas.

"Esse seria o primeiro passo para tentar o regresso", declarou o argentino, colega de Neymar na conquista da Liga do Campeões da Europa em 2015.

Questão: teria Neymar, aos 28 anos, humildade suficiente para pedir perdão ao clube e à torcida por tê-los abandonado há três anos? Messi, que reconheceu ter ficado incomodado à época com o ato de Neymar, não duvida. "Ele sempre se mostrou arrependido."

No entanto, é válido ressaltar que, nas negociações frustradas de meses atrás para deixar a França e retornar à Espanha, em nenhum momento Neymar indicou, ao menos não abertamente, que se desculparia.

Até o meio do ano, é certo que Neymar ficará no PSG, que pagou ao Barcelona por ele o maior valor despendido até hoje por um futebolista: € 222 milhões (R$ 1,05 bilhão pelo câmbio atual).

Em junho, encerrada a temporada, será preciso saber se a direção do clube terá mudado de ideia e estará aberta a negociar o craque, cujo contrato só se encerra na metade de 2022. Craque que, até agora, não cumpriu o esperado.


Volta de Neymar ao Barcelona passa por pedido de perdão, diz Messi. Reprodução

Os franceses tinham a esperança de que ele comandasse a equipe ao inédito título da Champions League, o principal interclubes do velho continente. Mas, tanto em 2018 como em 2019, Neymar se contundiu antes de jogos decisivos, e o PSG acabou eliminado, respectivamente por Real Madrid e Manchester United.

Neste ano, o brasileiro ainda tem chance de, caso não se machuque novamente, manter a equipe viva na Champions.

Apesar de ter sido derrotada no jogo de ida por 2 a 1 pelo Borussia Dortmund, com gol de Neymar -a revelação Haaland brilhou e fez dois no duelo na Alemanha-, há ainda o confronto de volta das oitavas de final. Será no dia 11 de março, uma quarta-feira, no estádio Parque dos Príncipes, em Paris.

Se o PSG cair, o noticiário sobre o (ainda) melhor jogador brasileiro da atualidade será cada vez menos referente ao que ele faz em campo e primordialmente relacionado aos bastidores.

Dessa vez, é provável que haja um entendimento, pois está mais do que claro de que o casamento de Neymar com o PSG não deu certo e que a vontade dele, conforme escancarou Messi, de reatar o antigo relacionamento continua intensa. Supondo que tudo se acerte entre os clubes, restará o pedido de desculpas do brasileiro.

23 de fevereiro de 2020

Paralimpíadas 2020: coronavírus cancela evento da bocha adaptada

Paralimpíadas 2020: coronavírus cancela evento da bocha adaptada

O coronavírus já infectou mais de 75 mil pessoas na China e mais de 1.000 em mais 25 países

O Centro de Treinamento (CT) Paralímpico de São Paulo recebe até amanhã (23) a 2ª fase de treinamento da Seleção Brasileira de Bocha Adaptada. Entre os convocados, estão oito membros da comissão técnica, 12 atletas e seis assistentes esportivos. A previsão inicial era que todos eles seguissem na segunda-feira (24) para Tóquio, para o evento-teste. Mas a crise do Covid-19 (novo coronavírus) mudou tudo.

A BISFed (entidade internacional da modalidade) informou que a Federação Japonesa (JPSA - Japan Para Sport Association) decidiu cancelá-lo. "Viemos para cá com tudo pronto para a ida a Tóquio. Bem tensos por causa da situação da saúda na China e no Oriente. O cancelamento só nos foi passado aqui mesmo no CT em São Paulo. Mas acabou sendo bom. Ninguém sabe a real dimensão que essa epidemia pode atingir. Pelo lado esportivo, a nossa ida a Tóquio ia ser muito proveitosa para o preparo da equipe quanto ao fuso horário, tempo de viagem e clima", comentou Bianca Bargas, staff da atleta Natali de Faria (classe BC2).

"A gente já esperava alguma ação. Mas não tão perto da viagem. Quando a gente acaba uma missão, que foi a primeira etapa de treinos em janeiro, já começamos a trabalhar na próxima. Até a nossa convocação para essa etapa foi visando ao evento-teste ", afirmou Moisés Fabrício, coordenador da modalidade. "Do evento-teste só participariam os campeões continentais. Assim, nós iríamos com uma equipe mais "enxuta", com oito atletas, três calheiros e três assistentes técnicos", disse o dirigente.

Foto: Reprodução

Piso

Wagner Lima, comandante da equipe da classe BC 3 (atletas com paralisia cerebral ou não cerebral, ou de origem degenerativa), reconhece que o cuidado com a saúde dos integrantes das seleções é importante, mas mostra uma preocupação também com o lado técnico das disputas. "Não vai mudar muito o nosso cronograma de preparação. Mas seria interessante irmos até lá, principalmente para conhecermos mais o piso. Em São Paulo, treinamos no piso utilizado na "Rio 2016". Tudo indica que o modelo será o mesmo lá em Tóquio. Mas, lá em Lima, nos Jogos Parapan-americanos, o piso foi mais rápido e tivemos um pouco de dificuldade de adaptação. Demorou um pouco até chegarmos aos 100%", lembrou.

Próximas competições e vagas 

Antes dos Jogos Paralímpicos (previstos para o período de 29 de agosto a 5 de setembro), a seleção tem dois eventos que ainda contarão para o ranking internacional e para a definição dos participantes dos Jogos de Tóquio. De 23 a 30 de abril, será o BISFed 2020 Laval World Open, no Canadá. Entre 13 e 20 de julho, haverá o BISFed 2020 Póvoa World Open, em Portugal.

Ainda dependendo da confirmação oficial, a chegada da deleção brasileira para a aclimatação na cidade de Hamamatsu (Japão) está prevista para ocorrer entre os dias 4 e 5 de agosto. Até o momento, o Brasil já tem confirmadas nove vagas para os jogos. A classificação é para o país e não nominal. Os atletas que representarão o Brasil em Tóquio ainda serão definidos e convocados.

Surto do novo coronavírus

O coronavírus já infectou mais de 75 mil pessoas na China e mais de 1.000 em mais 25 países, incluindo o Japão. Na quinta-feira (20), duas pessoas de 80 anos, contaminadas em um navio de cruzeiro em quarentena, morreram.

Flamengo leva susto, mas vira e conquista a Taça Guanabara

Flamengo leva susto, mas vira e conquista a Taça Guanabara

Se o Flamengo vencer a Taça Rio, segundo turno do Carioca, só será campeão se tiver o maior número de pontos no somatório

O Flamengo é o campeão da Taça Guanabara! Em final contra o Boavista, o time rubro-negro confirmou o favoritismo após susto, e, de virada, venceu por 2 a 1, conquistando o primeiro turno do Campeonato Carioca. Assim, garantiu vaga na decisão do Estadual. Jean abriu o placar para o time de Saquarema, mas Diego e Gabigol fizeram a alegria dos torcedores da equipe da Gávea.
Vale ressaltar que, se o Flamengo vencer a Taça Rio, segundo turno do Carioca, só será campeão se tiver o maior número de pontos no somatório das duas partes da competição.
Pelo Estadual, os times voltam a campo no próximo fim de semana. O Fla recebe a Cabofriense, no Maracanã, no sábado, enquanto o Boavista enfrenta o Botafogo, no Nilton Santos, domingo.
O Flamengo começou a partida com os jogadores "desconectados". A equipe rubro-negra, quase toda reserva, mostrava não estar entrosada e errava bastante. Já o Boavista, conseguiu imprimir um bom ritmo e criou chances. Em meio a essa "blitz" inicial, Jean abriu o placar para o time de Saquarema, em cobrança de falta.

Foto: AltaPhoto/Folhapress

Após a parada técnica, porém, o Flamengo pareceu se encontrar e teve mais presença no campo ofensivo. Pedro, que cabeceou para fora, e Michael, que obrigou Klever a fazer grande defesa, chegaram perto de balançar a rede.
A pressão deu certo e, nos minutos finais da etapa inicial, o time rubro-Negro chegou ao empate, com Diego, que arriscou de fora da área e contou com um desvio para a bola chegar ao barbante.
A volta do intervalo mostrou um panorama diferente. O Flamengo começou melhor, "empurrou" o Boavista para o campo de defesa e passou a ditar o ritmo do duelo, criando chances de virar o marcador. O Boavista, por sua vez, apostava nas saídas em velocidade, aguardando o erro do adversário.
Jorge Jesus, então, colocou em campo Arão, Everton Ribeiro e Gerson, titulares do time, para buscar um novo cenário em busca da virada.
No fim da partida, foi de Gabriel o gol da virada do Fla no Maracanã, dando mais uma taça para a coleção rubro-negra. Antes, havia criado chances pelas pontas, pelo meio e também as desperdiçado, com finalizações tortas. Mas na hora da decisão, a torcida sabe pôde contar com seu ídolo.

Com time reserva, River sofre terceira derrota no Nordestão

Com time reserva, River sofre terceira derrota no Nordestão

O próximo confronto do River na Copa do Nordeste é contra o Ceará, no dia 3 de março, no estádio Albertão, em Teresina

O River perdeu a terceira partida na Copa do Nordeste na tarde desse sábado (22), no estádio Frei Epifânio, em Imperatriz-MA. O Galo entrou em campo com o time reserva e foi derrotado pelo placar de 1 a 0 pelo clube da casa.

O técnico Marcelo Vilar resolveu poupar o elenco titular para o confronto da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (26) contra o América-RN, e mandou a campo o time B. A experiência logo mostrou que não teria um desfecho agradável.

Logo aos 10 min do primeiro tempo, Matheus João aproveitou cruzamento na área para mandar bola para a rede tricolor. Imperatriz 1 a 0. O River buscou se encontrar em campo, mas estava difícil naquele primeiro tempo. Na volta do intervalo, o time piauiense retornou mais agressivo. Conseguiu colocar bola no travessão e criar dentro da área adversária. Mas o placar não foi alterado. Final: Imperatriz 1 a 0 River.

Foto: Victor Costa/River

O resultado deixou o Galo em situação complicada na competição regional. Em cinco jogos, o River soma apenas quatro pontos e ocupa a sétima posição. O líder do grupo é o Bahia, que contabiliza oito pontos e é seguido por Fortaleza-CE e Botafogo-PB que possuem a mesma pontuação.

O próximo confronto do River na Copa do Nordeste é contra o Ceará, no dia 3 de março, no estádio Albertão, em Teresina. Para manter as esperança de classificação, somente a vitória interessa ao time de Marcelo Vilar. 

22 de fevereiro de 2020

River-PI e Imperatriz (MA) se enfrentam pelo Nordestão

River-PI e Imperatriz (MA) se enfrentam pelo Nordestão

Essa será mais uma oportunidade para o Galo Carijó afastar o momento turbulento que vive.

O River-PI enfrenta o Imperatriz (MA) neste sábado (21), às 16h, no estádio Frei Epifânio, no Maranhão. O jogo será válido pela quinta rodada da Copa Nordeste. 

Em sexto no Grupo A, o tricolor piauiense precisa vencer para quebrar a sequência de tropeços na competição e voltar a brigar na parte de cima da tabela. Essa será mais uma oportunidade para o Galo Carijó afastar o momento turbulento que vive. 

Foto: Jailson Soares. 

Para a partida, o River deve contar o lateral-direito João Ananias, reforço já regularizado junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O meia Bismarck, que está a cinco partidas sem atuar, também deve estar à disposição do técnico Marcelo Vilar. 

Campanha no Nordestão

 Depois de empatar em 1 a 1 contra o Náutico e vencer o CSA por 3 a 1, o River-PI vem de dois tropeços seguidos: para o América-RN e Confiança. A equipe possui apenas 25% de aproveitamento em quatro jogos disputados. 

O adversário da tarde, o Imperatriz, está na quinta posição do Grupo B.Na mesma situação riverina no que diz respeito a resultados, a equipe do Maranhão venceu contra o CRB (AL), empatou com o Esport Refice e perdeu para o Bahia e Fortaleza. Regulamento Segundo o regulamento, na primeira fase serão 16 clubes, de nove estados nordestinos, divididos em dois grupos de oito. Os integrantes do grupo A encaram os do Grupo B, em turno único. Os quatro melhores colocados de cada lado avançam às quartas de final.

Outras competições pesam o tricolor 

O River-PI está com o calendário  recheado em 2020.  Além da Copa do Nordeste,  a equipe disputa a Copa  do Brasil e Campeonato  Piauiense.  No estadual, o Galo acumula  três derrotas, um empate  e apenas uma vitória.  Atualmente, o ocupa sexta  posição, uma da zona do rebaixamento.  Na Copa do Brasil, o tricolor  piauiense bateu o Bahia  por 1 a 0 e eliminou o adversário  na primeira fase. Agora, a  equipe de Marcelo Vilar encara  o América-RN, na próxima  quarta-feira (26), às 20h30,  no estádio Albertão. O time  que avançar para próxima fase  garante aos cofres uma quantia  de R$ 1,5 milhão.


21 de fevereiro de 2020

Ralf diz que foi tratado como 'qualquer um' pelo Corinthians

Ralf diz que foi tratado como 'qualquer um' pelo Corinthians

Com diversos títulos conquistados, como a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes, o jogador reclamou de ser tratado como "qualquer um" ao ser comunicado da dispensa pelo telefone.

Um mês depois de ser dispensado pelo Corinthians, o volante Ralf disse, em entrevista para o site Globoesporte.com, que ficou chateado com a forma com a qual deixou o clube.

Com diversos títulos conquistados, como a Copa Libertadores e o Mundial de Clubes, o jogador reclamou de ser tratado como "qualquer um" ao ser comunicado da dispensa pelo telefone.

"Desliguei e fiquei pensando. Chateado e pensando. Não me preparei, não me prepararam. Se me avisam antes, um mês antes...O treinador já estava há dois meses acertado com o clube e sabia com quem poderia contar. Podia me falar: 'Você não está nos planos'. Beleza. Mas assim? 'Amanhã você não vai se reapresentar'", disse.

"Não me deram oportunidade de nada, ele não me conhece. Mas respeito o treinador, a opinião dele. Não quer contar com o Ralf? Beleza. Mas eu tenho uma história no clube, não é assim. A gente entende a filosofia de trabalho, mas não era para me tratar como se eu fosse qualquer um", completou.

A diretoria do Corinthians alega que avisou em novembro um dos agentes de Ralf de que ele não estava nos planos do técnico Tiago Nunes. Ralf, porém, disse que foi pego de surpresa.

"Ele foi comunicado (um dos agentes), mas a mim diretamente não foi passado isso, me pegou de surpresa. O que falaram era que o treinador tinha a filosofia dele e que o Ralf não estava nos planos. Mas não foi falado para mim diretamente. Uma coisa é falar para o meu agente, mas o profissional sou eu", disse.

Ralf ainda disse que "gratidão não foi do jeito que esperava". Ainda sem clube, ele afirma que poderia jogar em clubes rivais do Corinthians como São Paulo, Palmeiras e Santos.

"Todo mundo sabe da minha gratidão pelo clube. O Corinthians é minha vida, mas hoje eu sou um profissional, estou aberto ao que aparecer, independentemente de ser rival ou não e do rótulo que tenho no Corinthians, só penso na minha carreira. Tenho tido consultas, estou aberto a tudo o que vier e não teria problema algum", afirmou.

Dudu marca e dá a vitória ao Palmeiras em 300º jogo pelo clube

Dudu marca e dá a vitória ao Palmeiras em 300º jogo pelo clube

O gol da vitória palmeirense foi justamente marcado pelo camisa 7, que recebeu de Willian após boa jogada do companheiro e bateu na saída do goleiro para abrir o placar.

No jogo de número 300 de Dudu pelo Palmeiras, a equipe alviverde venceu na noite desta quinta-feira (20) o Guarani, por 1 a 0, no Allianz Parque, em confronto válido pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

O gol da vitória palmeirense foi justamente marcado pelo camisa 7, que recebeu de Willian após boa jogada do companheiro e bateu na saída do goleiro para abrir o placar. Ele, que chegou ao 70º gol pelo clube e usou o número 300 nesta quinta, ainda desperdiçou um pênalti -Jefferson Paulino defendeu depois de se adiantar.

Com o triunfo, o Palmeiras reassume a liderança do grupo B, com 16 pontos. O time, porém, seca o Santo André, que tem 15 e só entra em campo no próximo domingo (23).

Quem ainda pode se beneficiar da vitória alviverde é o rival Corinthians. Isso porque o clube do Parque São Jorge, que tem oito pontos, poderá assumir a ponta do grupo D, que, no momento, pertence ao Guarani, com nove. Os corintianos enfrentam o Água Santa neste sábado (22).

Na próxima rodada do Paulista, o Palmeiras visitará o Santos, no dia 29 deste mês, no Pacaembu. No único clássico disputado até aqui pelos comandados de Vanderlei Luxemburgo em 2020, a equipe ficou no empate sem gols com o São Paulo.

PALMEIRAS

Weverton; Gabriel Menino, Felipe Melo, Gustavo Gómez e Viña (Victor Luis); Zé Rafael, Bruno Henrique e Raphael Veiga (Luan); Dudu, Willian e Luiz Adriano (Gabriel Veron). T.: Vanderlei Luxemburgo

GUARANI

Jefferson; Pablo, Romércio, Bruno Silva e Thallyson; Deivid, Lucas Abreu (Juninho), Igor Henrique (Marcelo) e Lucas Crispim; Giovanny e Alemão (Mateusinho). T.: Thiago Carpini

Estádio: Allianz Parque

Público e renda: 19.086 presentes; R$ 1.011.248,14

Árbitro: Vinícius Furlan (SP)

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

Cartões amarelos: Deivid, Giovanny e Igor Henrique (GUA)

Gol: Dudu, aos 26min do 1º tempo

Timon-PI segue preparação para enfrentar o 4 de Julho

Timon-PI segue preparação para enfrentar o 4 de Julho

A Águia Soberana segue em ritmo intenso de preparação para o duelo contra o 4 de Julho, marcado para a próxima quarta-feira (26), às 19h, na Arena Ytacoatiara, em Piripiri.

Voltar os trabalhos com a vitória sobre o Piauí na lembrança, na última partida pelo Piauiense, ficou mais fácil para os timonenses. A Águia Soberana segue em ritmo intenso de preparação para o duelo contra o 4 de Julho, marcado para a próxima quarta-feira (26), às 19h, na Arena Ytacoatiara, em Piripiri. A partida será válida pela 4ª rodada do estadual.

Os comandados do treinador português Luís Miguel, vão aproveitar o feriado de Carnaval pra finalizar a parte técnica e tática da equipe. Um novo resultado positivo pode ser o fôlego necessário do Timon para sequência da competição.

“Por termos chegados até aqui, a nossa missão é tirar a equipe do rebaixamento. A gente tinha que ter quase 100% de aproveitamento para poder conseguir chegar entre os dois primeiros. Vamos continuar trabalhando esses dias para continuar somando pontos para Timon se manter na primeira divisão”, conta Luís Miguel. 

Para isso, a equipe vem afinando o elenco. No início desta semana, a Águia anunciou a contratação de quatro novos reforços: o volante Sandro Bacabal, o zagueiro Cloves Neto, o zagueiro Rodrigo e o atacante JardsonFelipe. No entanto, duas dispensas foram confirmadas: o goleiro Lucas Reis e lateral Vitinho. O treinador Luís Miguel não descartou novas dispensas no elenco.

“O futebol é dinâmico, tanto pode chegar como pode sair. Isso faz parte. Não vamos fechar a porta para contratações. Nem a saída. Se os jogadores não tiverem o desempenho que nós queremos. Estamos analisando, mas é importante que se diga que jogador 100% parado não vai nos ajudar”, explicou Luís.

Quem pretende surpreender no jogo fora de casa, é jovem Gleysinho. O meia foi destaque na vitória do Soberano contra o Piauí, marcou um gol, e disse que o objetivo é somar pontos para colocar o Timon no topo da tabela.

“Nessa partida vamos mais forte em decorrência da nossa vitória. Estamos trabalhando forte no meio da semana para buscar mais uma vitória e assim colocar o Timon no topo da tabela. Então precisamos do resultado positivo, já que não nos encontramos numa situação tão confortável na tabela”, conta.

Atualmente, o Timon-PI ocupa a sétima posição do Campeonato Piauiense. Em seis jogos disputados, a Águia possui quatro derrotas, um empate e uma vitória.

O jogo contra o Gavião de Piripiri acontece na próxima quarta-feira (26), às 19h, no Arena Ytacoatiara.

20 de fevereiro de 2020

Mascote do Atlético-MG se desculpa após atitude machista com jogadora

Mascote do Atlético-MG se desculpa após atitude machista com jogadora

O funcionário que interpreta o "Galo Doido" havia girado a atleta no centro do e esfregado as mãos antes de levá-las à boca

A mascote do Atlético-MG foi a um treino do time feminino para se desculpar com a atleta Vitória Calhau, alvo de atitude considerada machista no último domingo (16). O clube divulgou nesta quinta-feira (20), por meio de suas redes sociais, um vídeo do encontro.

Quatro dias antes, o funcionário que interpreta o "Galo Doido" havia girado a atleta no centro do gramado e, em seguida, esfregado as mãos antes de levá-las à boca durante as apresentações de Diego Tardelli como novo reforço do clube e do elenco feminino, pouco antes da bola rolar entre Atlético e Caldense.

O registro divulgado pelo Atlético do pedido de desculpas mostra a mascote entregando uma carta a cada uma das jogadores presentes na Vila Olímpica, uma das sedes sociais do clube. O documento foi lido em voz alta pela própria Vitória Calhau, que pareceu emocionada.

"Comecei a escrever esta carta para vocês, atletas do Galo, mas percebi que é uma carta que precisa ser dirigida para toda a sociedade. Sempre representei a alegria e jamais tive a intenção de constranger alguém, mas os tempos mudaram. E ainda bem que mudaram", diz a carta.

"Peço desculpas, de coração, falo sobre reconhecer um erro, se arrepender e mudar. Não é da boca para fora, é porque realmente aprendi. Sei que aprendi de uma forma difícil, mas acredito que posso evoluir. E essa é uma grande oportunidade para que todos nós possamos melhorar e entender que o respeito está acima de tudo", acrescenta o documento.

Vitória disse desculpar a mascote sobre episódio, mas fez um alerta para que casos parecidos não voltem a ocorrer. "Eu aceito o pedido de desculpas. Só que, tanto aqui quanto em outros clubes, isso não pode acontecer, porque vivemos em um mundo muito machista", disse a jogadora.

Junto com a gravação, o clube divulgou que o intérprete do "Galo Doido", que não aparece sem a roupa da mascote no vídeo, pediu desculpas diretamente à atleta após a gravação do encontro. "O funcionário em questão foi advertido pelo clube e devidamente orientado", comunicou o Atlético.

Jesualdo cobrou elenco do Santos após atuação ruim, diz Jobson

Jesualdo cobrou elenco do Santos após atuação ruim, diz Jobson

O treinador português ficou muito insatisfeito com o desempenho, classificou o empate como pior jogo do Santos no ano

O volante Jobson revelou nesta quinta-feira (20) que o elenco santista se reuniu com a comissão técnica de Jesualdo Ferreira dois dias antes, na reapresentação após o empate por 0 a 0 com a Ferroviária, para ter uma conversa franca sobre a atuação na rodada.

O treinador português ficou muito insatisfeito com o desempenho, classificou o empate como pior jogo do Santos no ano e declarou que a equipe regrediu em relação ao que vinha apresentando na temporada -havia feito cinco jogos, com três vitórias, um empate e uma derrota.

"Ele chamou todo mundo na academia. Conversamos e tentamos acertar o que estava acontecendo de errado. Foi um jogo que achamos estranho. Conversa, às vezes, é melhor que treinamento. Conseguimos resolver e esperamos ter um desempenho melhor no próximo jogo", afirmou Jobson em entrevista coletiva.

Volante Jobson, do Santos, durante coletiva de imprensa (Foto: Guilherme Dionizio/Folhapress)

Apesar de assumir a conversa, o camisa 8 santista, a exemplo de Jesualdo, também disse não saber explicar o desempenho abaixo da média do Santos. "Muitas coisas aconteceram. Quatro jogadores passaram mal antes do jogo; Raniel se sentiu mal e saiu antes. Foi um dia diferente. Ele falou que a gente precisa olhar para aquele jogo e ver o que fizemos de errado para corrigir e fazer diferente no próximo", afirmou.

O Santos voltará a campo neste sábado (22), às 16h30, em confronto com o Ituano no estádio Novelli Júnior, em Itu, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

River-PI embarca para duelo contra o Imperatriz pelo Nordestão

River-PI embarca para duelo contra o Imperatriz pelo Nordestão

O duelo contra o Imperatriz (MA) acontece neste sábado (22), a partir das 16h, no estádio Frei Epifânio.

O River-PI embarcou nesta quinta-feira (20) rumo a cidade de Imperatriz, no Maranhão, para o quarto compromisso na Copa do Nordeste. Na bagagem, o Galo leva o peso de duas derrotas seguidas na competição. O duelo contra o Imperatriz (MA) acontece neste sábado (22), a partir das 16h, no estádio Frei Epifânio.

Embarque do River-PI, nesta quinta-feira (20). Foto: Victor Sousa River A.C.

Essa será mais uma oportunidade para o tricolor piauiense afastar de vez a má fase. Após empatar com o Náutico em 1 a 1 e vencer o CSA (AL) por 3 a 1 no Nordestão, o River-PI vem de dois tropeços seguidos para o América-RN (3 a 2) e Confiança (2 a 0), respectivamente.

Elenco do River-PI se prepara para encarar o Imperatriz (MA). Foto: Victor Sousa River A.C.

Outras competições

No Campeonato Piauiense, a equipe tricolor não tem o que comemorar. Em cinco jogos disputados, o Galo Carijó acumula três derrotas, um empate e apenas uma vitória. Atualmente, o time ocupa a 5ª posição na tabela, duas da zona de rebaixamento.

O River também disputa a Copa do Brasil. Após eliminar o Bahia por 1 a 0 na primeira fase da competição, a equipe agora se prepara para encarar o América-RN, na próxima quarta-feira (26), às 20h30, no estádio Albertão. O time que avançar para próxima fase recebe uma BOLADA de R$ 1,5 milhão.

Ex-capitã pede sequência de Pia na seleção:

Ex-capitã pede sequência de Pia na seleção: "Melhor do mundo"

Aline Pellegrino enaltece importância da técnica após Tóquio 2020.

O trabalho de Pia Sundhage na seleção feminina de futebol está apenas no início, mas um dos maiores nomes da história da modalidade no Brasil defende que a técnica sueca tenha, ao menos, a garantia de mais um ciclo de trabalho, independente do resultado nos Jogos de Tóquio (Japão). Ex-zagueira e capitã da seleção, pela qual atuou entre 2004 e 2013, Aline Pellegrino acredita que o papel da treinadora será fundamental, principalmente na transição entre a geração das craques Marta, Cristiane e Formiga e a seguinte.

"Se olharmos para a primeira Copa do Mundo, em 1991, e a primeira Olimpíada [com futebol feminino], em 1996, nunca tivemos um técnico por quatro anos inteiros. Que bom que ela começou antes [de um ciclo completo]. Acho que tem de ser cobrança zero [por resultados em Tóquio]", declarou Aline à Agência Brasil durante evento na unidade Interlagos do Sesc, em São Paulo.

"O que imagino da Pia? É na hora que uma Marta, Formiga e Cristiane estiverem saindo. Acho que, se não tivesse uma Pia, elas estariam mais perdidas. Hoje, elas têm uma comandante, sabem onde seguir. Na hora da transição, já se terá um caminho trilhado", afirmou.


Ex-capitã pede sequência de Pia na seleção feminina: "Melhor do mundo" - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Os números de Pia são positivos. Em oito jogos, são seis vitórias e dois empates no tempo normal (a seleção perdeu duas disputas na disputa de pênaltis, para Chile e China). Foram 24 gols marcados e dois sofridos, com 42 atletas diferentes convocadas e 38 testadas no período. Nessa sequência, destaque para as goleadas sobre México (6 a 0) e Argentina (5 a 0), ambas em São Paulo, e vitórias sobre seleções à frente no ranking mundial como Inglaterra (2 a 1) e Canadá (4 a 0). Para o Torneio amistoso da França, entre 2 e 11 de março, a sueca chamou nesta terça-feira (18) duas caras novas: a goleira Natascha, do Paris (França), e a lateral Jucinara, do Corinthians.

A técnica assumiu o time brasileiro em julho no lugar de Vadão, que deixou a seleção após a eliminação nas oitavas de final da última Copa. Pia chegou credenciada pelo bicampeonato olímpico no comando dos Estados Unidos (2008 e 2012) e pelo prêmio de melhor treinadora de futebol feminino pela Fifa em 2012. Na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, conquistou a medalha de prata com a Suécia, batendo a equipe de Marta e companhia nas semifinais.

"É a melhor técnica do mundo", afirmou Aline. "Espero que Pia esteja sendo feliz aqui no Brasil, com as jogadoras e o que está sendo oferecido, para que ela deseje seguir por muito tempo. Ela esteve acompanhando os jogos do Campeonato Brasileiro, do Paulista e de outros estaduais. É a característica dela. Gosta de estar perto dos clubes, das organizações. Estamos no caminho e temos que aproveitar essa experiência dela", completou.

Diretora de futebol feminino da Federação Paulista (FPF) desde 2016, Aline atuou profissionalmente entre 1997 (quando tinha apenas 15 anos) e 2013. Pela seleção, fez parte da geração medalhista de prata nãos Jogos de Atenas (2004), foi vice-campeã mundial em 2007, na China, e foi superada nas quartas de final da Copa de 2011, na Alemanha, pelos Estados Unidos (à época comandados exatamente por Pia). Após a carreira como jogadora, foi técnica do Vitória das Tabocas (PE) e supervisora do time formado na parceria Corinthians/Audax, precursora da atual equipe feminina do timão, antes de assumir o cargo na FPF.

F-1: com Hamilton em primeiro, Mercedes domina início de testes

F-1: com Hamilton em primeiro, Mercedes domina início de testes

O companheiro de equipe do britânico, Valtteri Bottas, que pilotou pela manhã, foi o segundo. Os dois ficaram separados por pouco mais de três décimos.

A Mercedes começou na frente os testes coletivos de pré-temporada da Fórmula 1, no circuito da Catalunha, na Espanha, nesta quarta-feira (19). Atual campeão do mundial de pilotos, Lewis Hamilton andou apenas no período da tarde e foi o mais rápido do dia.

O companheiro de equipe do britânico, Valtteri Bottas, que pilotou pela manhã, foi o segundo. Os dois ficaram separados por pouco mais de três décimos, em um dia em que todas as equipes conseguiram somar bastante quilometragem mesmo com carros completamente novos.

Já a Ferrari testou com Charles Leclerc, depois que Sebastian Vettel, inicialmente escalado, pediu para descansar por causa de um resfriado. O monegasco deu 132 voltas, mas foi apenas o 11º colocado entre os 15 pilotos que marcaram tempo. A equipe italiana confirmou que ele e Vettel irão à pista nesta quinta (20).

O terceiro lugar ficou com Sergio Perez, da Racing Point, depois de rumores de que o carro não estaria pronto para o primeiro dia de testes. O mexicano foi mais rápido que Max Verstappen, quarto colocado. O holandês foi, aliás, o personagem do dia, depois de rodar por duas oportunidades e de ser o piloto que mais trabalhou -foram 168 voltas, o equivalente a quase três GPs da Espanha, ao longo das 7h de atividade.


Com Hamilton em primeiro, Mercedes domina início de testes da F-1 - Foto: Reprodução/Instagram

Daniil Kvyat, com a Alpha Tauri, foi o quinto colocado. A equipe é a mesma Toro Rosso do ano passado, mas foi rebatizada neste ano como forma de promover a marca de roupas da Red Bull, dona do time.

Pela McLaren, Carlos Sainz fez o sexto melhor tempo, enquanto Daniel Ricciardo, da Renault, foi o sétimo. Todos os sete primeiros colocados ficaram separados por menos de nove décimos.

Esteban Ocon, que volta ao grid neste ano como companheiro de Ricciardo, fez o oitavo melhor tempo, e foi seguido por Lance Stroll, da Racing Point.

O dia foi bastante positivo para a Williams, principalmente em comparação com o ano passado, quando o time só começou a testar a partir do terceiro dia de atividades. Desta vez, a equipe somou 136 voltas, com George Russell andando pela manhã -e fazendo um tempo meio segundo mais rápido que o da classificação do GP da Espanha de 2019- e o único estreante da temporada, Nicholas Latifi, terminando em 12º.

A 15ª e última colocação ficou com Antonio Giovinazzi, com desempenho bem aquém dos demais: sua Alfa Romeo deu apenas 66 voltas e ele foi 1s630 mais lento que o antepenúltimo colocado, Kevin Magnussen, da Haas.

Os testes de pré-temporada continuam nesta quinta e sexta-feira (21) e terão mais três dias na semana que vem. A temporada da F-1 começa dia 15 de março, no GP da Austrália.

19 de fevereiro de 2020

Picos Pro Race promove direitos iguais para homens e mulheres

Picos Pro Race promove direitos iguais para homens e mulheres

Considerada a maior prova de Mountaim Bike do Norte Nordeste, a Picos Pro Race (PPR) acontece entre os dias 3 e 5 de julho.

Igualdade e respeito! São com essas palavras que uma das provas mais duras de Mountaim Bike do Norte e Nordeste, a Picos Pro Race (PPR), estabelece direitos iguais para homens e mulheres. A competição que acontece entre os dias 3 e 5 de julho, tem categorias femininas segmentadas por idade, assim como acontece entre os ciclistas do sexo masculino. A premiação também é igualitária.

O crescimento dos adeptos à prova cresce todos os anos não somente pela dureza do percurso e espetáculo de paisagens vivenciados pelos competidores no sertão piauiense, mas também pelo aspecto inclusivo da prova. Respeito é a palavra de ordem segundo o organizador da prova, Daniel Freitas.

“O respeito é fundamental no esporte e, no ciclismo, não faríamos diferente. A Picos Pro Race acredita nisso e é por isso que sempre somos colocados como uma prova inclusiva, em todos os aspectos. Cada organismo, cada idade tem suas particularidades e, por isso, na Picos Pro Race, temos a separação das categorias por idade”, ressaltou.

Picos Pro Race (PPR) estabelece direitos iguais para homens e mulheres. Foto: Ascom

Sabrina Fraga, atleta que participa pela terceira vez da Picos Pro Race na categoria Master, considera importante a valorização dos atletas independente do sexo.  

“Picos Pro Race é uma prova que tem respeito pelos atletas, ou seja, aqui não se define homens ou mulheres, todos possuem os mesmos valores, prova essa onde as premiações e divisões de categorias são respeitadas. Por isso já estou no meu terceiro ano de PPR, pois acredito no comprometimento e apoio dados dos organizadores aos atletas”, comentou.

A ciclista Karine Frota sagrou-se campeã em 2019 na categoria elite feminina. Para ela, o respeito da prova começa pelo planejamento.

“A Picos Pro Race nunca fez distinção se era elite masculina ou feminina o que demonstra respeito total a nós atletas. Não só falando em premiação, mas o respeito lá vem desde o início do planejamento da prova”, conta.

A atleta confirmou ainda sua presença em 2020: “É uma prova com um percurso sempre bem pensado, marcação impecável, hidratação eficiente, o carinho e respeito de todos os staff's da prova, e até mesmo a população que parece vestir a camisa do evento. Essa é uma prova daquelas que faz você se sentir "ATLETA" mesmo que você vá apenas para se desafiar e ganhar de você mesmo. Essas sensações são o que nos move, nós amantes da bicicletinha. E, se Deus quiser, a Picos Pro Race tem lugar cativo no meu calendário, pois tudo é feito pensado em nós e para nós atletas”, finalizou. 

Neste ano, as atletas do sexo feminino poderão se inscrever nas mais diversas categorias oficiais. Entre elas, a categoria elite feminina, que envolve atletas com idade entre 23 e 29 anos e/ou critérios técnicos, a Master A, que envolve mulheres entre 30 e 39 anos, a categoria Master B, que envolve a participação de mulheres com idade entre 40 e 49 anos além da categoria Master C que oportuniza a participação de mulheres com idade acima de 50 anos.

A PPR proporciona também as categorias turismo, iniciante e para atletas com deficiência. Segundo a organização, as inscrições para todas as categorias podem ser feitas no www.picosprorace.com.br.

Copa do Brasil: CBF define data e local do jogo entre River-PI x América-RN

Copa do Brasil: CBF define data e local do jogo entre River-PI x América-RN

O jogo será realizado no estádio Albertão, às 20h30, na próxima quarta-feira (26). A partida vale R$ 1,5 milhão aos cofres do time venceder; ENTENDA

Está batido o martelo! A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu que o duelo entre River-PI e América-RN, válido pela segunda fase da Copa do Brasil, será disputado no estádio Albertão, às 20h30, na próxima quarta-feira (26). O jogo único promete ser gordo aos cofres da equipe que avançar para próxima fase. Isso porque a equipe que vencer fatura R$ 1,5 milhão de cota.

Diferente da primeira fase, onde a equipe visitante tinha vantagem de jogar pelo empate, a segunda fase da Copa do Brasil promete surpresa. Em caso de qualquer empate, a disputa segue para cobranças de penalidades.

Foto: Jorge Machado.

No início deste mês, o América-RN bateu o River por 3 a 2, no Albertão, jogo pela Copa do Nordeste que terminou com uma briga generalizada entre torcidas organizadas de ambas as equipes. Na ocasião, um torcedor do River foi espancado e três torcedores do América foram detidos e levados à Central de Flagrantes.  

A partida será um novo encontro entre os times, que preocupa à diretoria tricolor. Para o duelo, deve ser reforçado o efetivo de policiais dentro e fora do estádio além da fiscalização de objetos portados pelos torcedores.

Albertão será o palco do duelo entre River-PI x América-RN. Foto: Assis Fernandes. 

O River-PI segue com calendário recheado em 2020. Atualmente, o tricolor piauiense disputa três competições ao mesmo tempo: Campeonato Piauiense, Copa do Brasil e Copa do Nordeste.

Antes de pensar no duelo contra o Mecão, a equipe entra em campo nesta quarta-feira (19), pelo Piauiense, diante do 4 de Julho, às 20h, no Gigante da Redenção. No sábado (22), é vez de encarra o Imperatriz (MA), às 16h, no estádio Frei Epifânio. 

Neymar volta e marca, mas não evita derrota do PSG na Champions

Neymar volta e marca, mas não evita derrota do PSG na Champions

Os gols do triunfo alemão foram marcados pelo artilheiro norueguês Erling Haaland, que chegou a dez nesta edição da competição

No retorno de Neymar a um jogo de mata-mata da Champions League, o Paris Saint-Germain (FRA) perdeu para o Borussia Dortmund (ALE) por 2 a 1 nesta terça-feira (18), na Alemanha, no jogo de ida das oitavas de final do torneio.

Os gols do triunfo alemão foram marcados pelo artilheiro norueguês Erling Haaland, 19, que chegou a dez nesta edição da competição -os outros oito foram marcados com a camisa do RB Salzburg, da Áustria, clube que defendia antes de se transferir ao Borussia.

Desde que estreou pelo time alemão, em 18 de janeiro, Haaland já anotou 11 gols em 7 partidas, contando o Campeonato Alemão, a Copa da Alemanha e a Champions.

Ele abriu o placar aos 24 minutos do segundo tempo. O atacante aproveitou chute de Guerreiro, que desviou em seu corpo, para girar e colocar o Borussia em vantagem.

Aos 30 da etapa final, Neymar deixou tudo igual em Dortmund. O camisa 10 recebeu de Mbappé, que fez boa jogada individual pela direita, e só empurrou para o gol. Foi o segundo do atacante na competição. Antes, marcou na partida contra o Galatasaray (TUR), ainda na fase de grupos.


Foto: Reprodução/Instagram

A última partida do atacante brasileiro em um duelo eliminatório na Champions League havia sido em 2018, quando disputou o primeiro jogo das oitavas de final contra o Real Madrid (ESP). No duelo de volta, já sem o atacante, o PSG foi derrotado em Paris e caiu no torneio.

Neymar também não entrava em campo desde o dia 1º de fevereiro, em razão de dores nas costelas após a goleada de 5 a 0 sobre o Montpellier (FRA), pelo Campeonato Francês.

Dois minutos após o camisa 10 brasileiro marcar, Haaland apareceu de novo e, com um chute forte de fora da área, anotou seu segundo gol, o da vitória aos alemães por 2 a 1.

O PSG tenta evitar sua terceira eliminação consecutiva nas oitavas de final da Champions.

Depois de cair para o Real Madrid na edição 2017/2018 da competição, o clube francês voltou a se despedir do torneio europeu nesse mesmo estágio na temporada 2018/2019. Na ocasião, chegou a vencer o Manchester United (ING) por 2 a 0 no confronto de ida, mas a derrota por 3 a 1 em Paris derrubou a equipe da competição.

Nos duelos diante do United, o PSG não pôde contar com Neymar que, na época lesionado, assistiu à eliminação da arquibancada do Parque dos Príncipes. Revoltado com a arbitragem, o brasileiro reclamou nas redes sociais e foi punido pela Uefa em dois jogos, cumpridos na fase de grupos da edição vigente.

No outro jogo desta terça, o atual campeão Liverpool (ING) foi derrotado pelo Atlético de Madrid (ESP), na Espanha, por 1 a 0. O gol espanhol foi marcado por Saúl Ñíguez, aos 4 minutos de jogo.

O time comandado pelo argentino Diego Simeone conseguiu um feito raro: vencer este Liverpool. A última vez que o clube inglês havia perdido uma partida foi em dezembro do ano passado, quando foi goleado por 5 a 0 pelo Aston Villa, pela Copa da Liga Inglesa, com uma equipe repleta de juvenis pelo fato de que o elenco principal estava no Qatar, para a disputa do Mundial de Clubes.

A goleada sofrida na Copa da Liga havia sido também a última vez que o Liverpool ficou sem marcar um gol sequer.

O Atlético também evitou que o Liverpool conseguisse acertar o gol de Oblak. Desde que Jürgen Klopp assumiu o comando do clube, em 2015, só o Napoli (ITA) foi capaz de não permitir que o time inglês acertasse seu gol -estatística que leva em conta todas as competições disputadas pelo Liverpool desde então.

Esquecida por Vadão, 'sucessora de Marta' busca recomeço

Esquecida por Vadão, 'sucessora de Marta' busca recomeço

Aos 27 anos, a candidata a sucessora da camisa da seleção feminina está com a presença incerta para os ciclos olímpicos.

A jogadora de futebol Thaisinha, 27, chegou à Olimpíada de Londres, em 2012, carregando uma comparação pesada. Aos 19 anos, após receber elogios públicos de Marta, a jovem atacante passou a ser apontada por muitos como principal candidata a sucessora da camisa 10 na seleção, então com 26 anos e que dava como incerta sua presença para os ciclos olímpicos seguintes.

"As comparações nunca me atrapalharam. Perdi o meu pai muito nova, e isso me fez amadurecer precocemente. Sempre soube separar e discernir quem ela é e quem sou eu", diz a jogadora à reportagem.

Apesar da maturidade, o roteiro não saiu conforme o planejado. A seleção caiu nas quartas de final nos Jogos, após ser derrotada por 2 a 0 pelo Japão, e a atacante passou a ser convocada com cada vez menos frequência.

Ficou fora das Copas de 2015 e 2019 e da Olimpíada do Rio, em 2016, quando o time comandado por Vadão.


Foto: Reprodução/Instagram

Após sete temporadas no Incheon Hyundai Steel Red Angels, da Coreia do Sul, a atacante está de volta ao Santos para sair de um esquecimento que jamais entendeu.

"O Vadão falou à Bia [Zaneratto, ex-companheira de clube na Coreia] que não me conhecia. Mas como ele vê a Bia e não me conhece? Confesso que me decepcionei muito com a seleção. Não falo que fui injustiçada, mas ficar fora do Mundial [de 2019] mexeu muito comigo. Seleção hoje é uma consequência, não o meu objetivo maior", afirma.

Na Coreia do Sul, ela conquistou sete títulos nacionais e colecionou prêmios individuais. O retorno ao Brasil foi uma escolha para ficar mais próxima da sua família.

"O lado financeiro ainda está muito distante. Eu vivia somente com o que recebia de premiações por gols, assistências e vitórias, mas queria voltar. Precisava estar perto da minha mãe", conta.

Incentivada pelo pai, Thaisinha largou o balé e começou a jogar futebol aos seis anos. A chance de seguir a carreira de jogadora apareceu quando ela foi aprovada em teste pela técnica Magali Fernandes, no Juventus.


Foto: Reprodução/Instagram

"Ela me ensinou tudo, me mostrou coisas que só conhecia de ver na TV. Até ali, jogar era só brincadeira", relembra.

Ao chegar ao Santos, passou a dividir o vestiário com jogadoras como Marta e Cristiane. Conquistou a Libertadores de 2009 e 2010, além da Copa do Brasil e do Paulista.

Thaisinha também viveu o período mais difícil da equipe, quando, em janeiro de 2012, o projeto de futebol feminino foi encerrado -foi retomado três anos depois.

O anúncio foi marcado pelo choro da zagueira Erika ao lado do então presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. O dirigente argumentou que o projeto de manutenção de Neymar, com alto custo para o clube, inviabilizou a continuidade do time.

"Saí daqui com o Santos acabando. Foi um baque, vimos o principal clube da época encerrando suas atividades. Hoje encontro outro cenário, com estádios cheios e mudanças visíveis. O futebol feminino mudou", afirma.

Em ano olímpico, ela ainda tenta fazer com que a técnica sueca da seleção brasileira, Pia Sundhage, desperte de volta a sua relação adormecida com a equipe nacional.

Na primeira convocação do ano, nesta terça (18), Pia chamou 23 jogadoras para torneio amistoso na França, de 2 a 11 de março. Do Santos, foram chamadas a atacante Cristiane e a zagueira Tayla.

18 de fevereiro de 2020

Seleção feminina: Pia Sundhage convoca para Torneio da França

Seleção feminina: Pia Sundhage convoca para Torneio da França

No Torneio Internacional da França o Brasil enfrentará as seleções da França, da Holanda e do Canadá entre os dias 2 e 11 de março

A técnica da seleção feminina de futebol, a sueca Pia Sundhage, anunciou nesta terça (18) a relação de convocadas para a disputa do Torneio Internacional da França, competição que servirá de preparação para os Jogos Olímpicos de 2020, que acontecem em Tóquio (Japão).

No Torneio Internacional da França o Brasil enfrentará as seleções da França, da Holanda e do Canadá entre os dias 2 e 11 de março nas cidades de Calais e Valenciennes.

Novidades

Nesta convocação, a técnica sueca chamou duas jogadoras pela primeira vez, a goleira Natasha e a lateral-esquerda Jucinara.

Também chamou a atenção o aumento do número de jogadoras que atuam no Brasil na atual convocação. Segundo Pia, isso se deu pela melhora do futebol feminino no Brasil: “O fato de a CBF ter uma liga competitiva é excelente. Sonho com jogadoras lá de fora virem jogar aqui. Isso não é impossível, mas podemos chegar nesse nível com bons técnicos, boas jogadoras e transmissão dos jogos”.

Foto: Divulgação / CBF 

Relação de convocadas:

Goleiras: Aline - UD Granadilla Tenerife (Espanha), Bárbara - Avaí/Kindermann (Brasil) e Natascha - Paris FC (França).

Defensoras: Bruna Benites - Internacional (Brasil), Daiane - Tacón (Espanha), Erika - Corinthians (Brasil), Jucinara - Levante UD (Espanha), Letícia Santos - F.F.C Frankfurt (Alemanha), Rafaelle -Changchun Dazhong (China), Tayla - Santos (Brasil) e Tamires - Corinthians (Brasil).

Meio-campistas: Aline Milene - Ferroviária (Brasil), Andressa Alves - Roma (Itália), Andressinha - Corinthians (Brasil), Debinha - North Carolina Courage (EUA), Duda - São Paulo (Brasil), Formiga - Paris St Germain (França), Luana - Paris St Germain (França) e Thaisa - Tacón (Espanha).

Atacantes: Bia Zaneratto - Palmeiras (Brasil), Cristiane - Santos (Brasil), Geyse - Madrid CFF (Espanha), Ludmila - Atlético de Madrid (Espanha) e Marta - Orlando Pride (Estados Unidos).

Capotamento na Nascar deixa piloto em estado grave

Capotamento na Nascar deixa piloto em estado grave

O americano Ryan Newman, 42, liderava a corrida até a última volta, quando acabou tocado pelo segundo colocado, Ryan Blaney, 26, perdeu o controle de seu carro, bateu no muro e capotou várias vezes.

Um acidente impressionante marcou a prova de abertura da temporada 2020 da Nascar, nos Estados Unidos, na noite desta segunda-feira (17).
O americano Ryan Newman, 42, liderava a corrida até a última volta, quando acabou tocado pelo segundo colocado, Ryan Blaney, 26, perdeu o controle de seu carro, bateu no muro e capotou várias vezes. Em seguida, foi acertado em cheio pelo veículo pilotado por Corey Lajoie, 28.
Newman teve de ser levado imediatamente para o hospital Halifax Medical Center. "Ryan está em estado grave, mas os médicos indicaram que os ferimentos não são fatais", diz trecho do comunicado divulgado pela organização da categoria.
O piloto da equipe Ford é um dos mais experientes do grid, com quase 20 anos de carreira na Nascar. Ele estreou na categoria em 2000, como representante da Penske. Em seu histórico, acumula 18 vitórias, a mais importante delas nas 500 Milhas de Daytona, em 2008.
"Toda a família Ford está enviando pensamentos positivos para sua recuperação, mas nossos primeiros pensamentos permanecem com sua família e sua equipe", afirmou o diretor global da Ford, Mark Rushbrook.
Apesar do acidente, a corrida foi concluída com a vitória de Denny Hamlin, com Blaney chegando em segundo. O piloto da Pesnke disse que não teve intenção de bater em Newman: "Espero que ele esteja bem. Isso é muito ruim e não é algo que você quer fazer. Definitivamente, não foi intencional".

17 de fevereiro de 2020

Flamengo ganha direito de resposta na Globo à crítica de Faustão

Flamengo ganha direito de resposta na Globo à crítica de Faustão

Em uma fala, o apresentador criticou a conduta do clube com as famílias vítimas do incêndio no Ninho do Urubu.

Neste domingo (16), o Flamengo teve seu direito de resposta atendido e veiculado no programa do Faustão, por uma fala do apresentador que criticava a conduta do clube com as famílias vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, em 2019.

"Ao contrário do que foi afirmado pelo referido apresentador, o Flamengo, desde o primeiro momento após a tragédia, vem buscando amenizar a dor e prestar todo o auxílio possível para os familiares das vítimas", diz um trecho do direito de resposta, que diz que o clube arcou com custos de psicólogos e viagens para os familiares.

Segundo o Flamengo, o clube já fechou acordo de indenização com 20 das 26 famílias vítimas da tragédia. Dentre as 10 que tiveram garotos mortos no incêndio, há 4 acertos. Um deles, o de Rykelmo, é contestado na Justiça pela mãe, que reclama do valor e diz que apenas o pai concordou com os termos.

A nota flamenguista também ressalta que as seis famílias restantes recebem, mensalmente, R$ 10 mil de assistência. A pensão, no entanto, respeita uma decisão da Justiça.


Flamengo ganha direito de resposta na Globo à crítica de Faustão - Tomaz Silva/Agência Brasil)

O acordo entre clube e famílias é sigiloso. Conforme revelou a Folha de S.Paulo, no contrato há uma multa de R$ 500 mil para aqueles que revelarem detalhes do acerto.

Segundo o direito de resposta do Flamengo, os valores firmados são "muito superiores aos aplicados pelos tribunais brasileiros para indenizações, de forma que demandas judiciais dificilmente concederão às famílias valores mais vantajosos".

O texto também reitera que qualquer acordo depende não só do clube, mas também dos familiares e de seus advogados.

Antes do direito de resposta ser transmitido neste domingo, Faustão ressaltou que "quando se faz uma crítica, há o risco de que a pessoa criticada, ou as pessoas, possam não aceitar e querer o direito de resposto".

Uma semana antes, no domingo (9), ele havia criticado a diretoria, taxando seu comportamento com as famílias das vítimas de indecente e inadmissível.

"O problema é principalmente caráter, ter a sensibilidade, um tanto de humanismo. Como é que esses dirigentes conseguem chegar em casa e olhar os filhos e olhar os netos, sem nenhum respeito a quem perdeu as crianças? É revoltante em todos os aspectos", reclamou Faustão, no programa do dia 9.

À época, o clube também criticou a postura do apresentador, em uma nota em seu site que reiterava os mesmos pontos do descrito no direito de resposta exibido pela Rede Globo, mas que também alegava que a critica era uma "tentativa de indução negativa da opinião pública".

"Tamanha agressividade tem como pano de fundo interesses comerciais não atendidos", dizia o texto, publicado na segunda (10), um dia depois do pronunciamento de Faustão.

A tragédia completou um ano no último dia 8 de fevereiro.

Atlético-MG repudia ato de mascote com zagueira e afasta funcionário

Atlético-MG repudia ato de mascote com zagueira e afasta funcionário

o responsável por vestir a roupa do "Galo Doido" pegou a zagueira Vitória Calhau, 19, pela mão e a girou para exibir seu corpo aos torcedores.

O Atlético-MG emitiu uma nota nesta segunda-feira (17) para repudiar a ação do funcionário que atuou como mascote do clube durante a apresentação do time feminino à torcida, no domingo (16), no estádio Mineirão. Na ocasião, o responsável por vestir a roupa do "Galo Doido" pegou a zagueira Vitória Calhau, 19, pela mão e a girou para exibir seu corpo aos torcedores.

No texto divulgado nesta manhã, a diretoria atleticana afirma que "lamenta e repudia o comportamento do funcionário, que foi sumariamente afastado", mas não cita o nome do profissional.

O fato ocorreu durante o intervalo da partida entre Atlético-MG e Caldense, pelo Campeonato Mineiro, quando o atacante Diego Tardelli, 34, também foi apresentado à torcida.


Foto: Divulgação

Pelo Twitter, Lorraynne Macedo, namorada da jogadora, criticou a atitude do mascote. "A reação dele [mascote] esfregando as mãos e passando a mão na boca me dá nojo. Já me incomodaria sendo uma pessoa que não conheço mas me incomoda mais ainda sendo minha namorada. São atletas profissionais, estão ali pela profissão, para serem reconhecidas como jogadoras, não pelo corpo ou beleza!"

Veja a íntegra da nota do Atlético:

"Sobre o episódio ocorrido na tarde de ontem, envolvendo a atleta Vitória Calhau, o Atlético lamenta e repudia o comportamento do funcionário, que foi sumariamente afastado. Pedimos desculpas à atleta, às demais jogadoras e às torcedoras e torcedores pelo lamentável ato."

Atletas ainda aprendem a lidar com ofensas nas redes

Atletas ainda aprendem a lidar com ofensas nas redes

Com suspeitas de que comentários negativos tenham influência no desempenho dos jogadores, o clube contratou equipe de especialistas.

O técnico do Manchester United (ING), Ole Gunnar Solskjaer, pediu para o meia-atacante Jesse Lingard, 27, se afastar das redes sociais por alguns meses.

Com suspeitas de que comentários negativos tenham influência no desempenho dos jogadores, o clube contratou equipe de especialistas para aconselhá-los sobre como lidar com xingamentos e críticas na internet.

Ben Hunt, 29, jogador de rúgbi na liga australiana, procurou psicólogo e confessou dificuldade para se manter mentalmente bem depois de ler ofensas no Twitter.

Kevin Durant, 31, hoje no Brooklyn Nets, da NBA, tinha contas falsas e as usava para se defender de ofensas. Ele depois explicou ter outros perfis, além do oficial, para se comunicar com amigos e familiares mas teria se esquecido de voltar ao original para responder às críticas.

O comissário da liga americana de basquete, Adam Silver, confessou surpresa ao perceber que vários jogadores pareciam infelizes e isolados.

Essa é uma percepção que engatinha no Brasil, especialmente no futebol, o esporte mais popular do país. Dos 4 principais times paulistas, nenhum tem psicólogo no dia a dia do elenco profissional ou faz trabalho para que os atletas saibam lidar com mensagens nas redes sociais.

O São Paulo tem uma profissional na função, mas que, segundo o clube, não participa ativamente no cotidiano.

O Palmeiras possui psicóloga para todas as categorias de base. Ela também faz o papel de assistente social. Novidade no estado, o Red Bull Bragantino tem psicólogo, assistente social e pedagoga para a base. No profissional, há um coach.

"O futebol não tem capacidade para parar e discutir esse assunto. As pessoas acham que têm de trazer comediante, gente que anda sobre cacos de vidro, em carvão na brasa... Enquanto houver esse pensamento no futebol, não vai mudar", critica o psicólogo e neurocientista Murilo Calafange.

Os clubes brasileiros não têm o que Jim Taylor, doutor em psicologia esportiva e professor da Universidade de San Francisco, nos EUA, chama de "programa de treinamento de imagem". O esportista adquire a consciência de se preservar nas redes sociais e mantém o foco na atividade esportiva.

"O atleta precisa se afastar das redes sociais antes de competições ou jogos importantes. Em um Brasileiro [de futebol] em pontos corridos, claro que ele vai querer dar atenção à família e aos amigos. Isso muitas vezes acontece a partir do mesmo aparelho [celular] em que lida com as mensagens das redes sociais",  diz Eduardo Cillio, psicólogo do esporte com trabalhos em 10 times da Série A e na seleção brasileira de futsal.

"Há times que limitam o  uso do telefone nas refeições e nos quartos. Prefiro que tenham consciência de que precisa reservar esse tempo e aprendam a se controlar", completa.

Cillio instruiu a dupla Ágatha e Duda, do vôlei de praia, a deixar suas redes sociais nas mãos de uma empresa 20 dias antes do embarque para a Olimpíada de Tóquio. Ele ainda tenta convencer as jogadoras da seleção feminina de rúgbi a fazer o mesmo.

"É fundamental que, em uma competição assim, elas não tenham preocupação com mensagens de outras pessoas ou críticas. Mesmo que não tenha reclamações, o volume de mensagens atrapalha. Toma tempo, exige atenção em um momento em que deveripensar só na competição", opina.

Nas duas últimas Olimpíadas, atletas brasileiros tiveram problemas com as redes sociais. Após sua primeira prova na Rio-2016, a nadadora Joanna Maranhão escreveu mensagem de agradecimento aos torcedores. Usuários  fizeram comentários ofensivos  contra ela, que respondeu.

Quatro anos antes, em Londres, a judoca Rafaela Silva perdeu nas eliminatórias por causa de um golpe irregular e recebeu xingamentos racistas.

Novas modalidades, como os esports, dependem muito da interação dos jogadores com seus seguidores ou fãs. Ao contrário dos clubes de futebol, os times mais importantes de games do país contam com psicólogos.

"As redes sociais se transformaram no maior meio de comunicação e relação do atleta. Torna-se a sua forma de se relacionar com os outros. É um aspecto da sua personalidade. E o atleta é influenciador. A vida é dele é compartilhada. O que fala, como se comporta, aquilo que responde, como responde...", afirma Alessandra Dutra, psicóloga do RED Canids, organização de esports, e do COB  (Comitê Olímpico do Brasil).

"É preciso que o atleta entenda o que é a sua imagem. É hipocrisia falar 'não entre nas redes'. É um preconceito. É preciso ter uma relação consciente", completa.

Não há estatísticas sobre qual é o esporte mais visado pelos detratores das redes, conhecidos como "haters", mas pela popularidade o futebol ganha mais repercussão.

O Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo tem o programa Educatleta, que fala aos jogadores como e quando se posicionar nas redes sociais.

"Os clubes não fazem questão que seus contratados participem. Eles não percebem que é algo que pode afetar também a imagem das equipes", afirma Rinaldo Martorelli, presidente da entidade.

O meia Andreas D'Alessandro percebeu e foi à Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos em Porto Alegre  em 2018. Tinha relatório de ofensas direcionadas a ele e seus familiares. Onze pessoas foram indiciadas por difamação.

Enquanto estava de férias no Equador em dezembro, o zagueiro do São Paulo Arboleda tirou foto com a camisa do Palmeiras. Criticado por torcedores na internet, ele logo postou pedido de desculpas.

Ao se apresentar no time tricolor, em janeiro, ouviu conselhos de funcionários do São Paulo e do técnico Fernando Diniz, formado em psicologia.

Gasly não se assusta com acidentes e 2019 e segue acelerando

Gasly não se assusta com acidentes e 2019 e segue acelerando

De volta para a AlphaTauri, onde terminou o ano passado, Pierre garante que não vai mudar a postura nos testes pelo que aconteceu em 2019.

Pierre Gasly teve uma temporada 2019 de altos e baixos. Por mais que tenha terminado muito bem e com pódio no Brasil, o francês não teve boa passagem pela Red Bull e tudo começou desde a pré-temporada, com dois acidentes em Barcelona. De volta para a AlphaTauri, onde terminou o ano passado, Pierre garante que não vai mudar a postura nos testes pelo que aconteceu em 2019, mas garante que isso não quer dizer falta de preocupação com o equipamento.

Para Gasly, acidentes fazem parte da carreira de qualquer piloto e os dois na pré-temporada do ano passado foram normais. Ainda, o francês lembrou que pouco se envolveu em confusões no campeonato de 2019, ou seja, foi melhor ter batido antes do que durante a disputa.

"Sei que ainda terei muitos outros acidentes na carreira. Tive vários no kart e isso nunca me impediu de seguir rápido. Pior que eu nem bati muito ano passado e os testes meio que são feitos para isso também. Melhor bater em teste que na corrida, então, não, não mudarei minha pilotagem nos testes", disse à revista britânica 'Autosport'.

O piloto da AlphaTauri explicou que sabe bem que a maior meta das equipes na pré-temporada é fazer quilometragem.

"É claro que preciso ser cuidadoso, ninguém quer bater, todo mundo quer ter um teste limpo, mas você guia um carro muito rápido, o risco está presente, essas coisas acontecem. Sei que o objetivo do teste é dar o maior número de voltas possível, farei o que der para conseguir isso", completou.

Fazendo metade da temporada na Red Bull e a outra metade na Toro Rosso, Pierre foi sétimo em 2019 com 95 pontos e o pódio justamente na fase em que havia sofrido um rebaixamento para o time de Faenza.

16 de fevereiro de 2020

Flamengo vence o Athletico-PR e conquista a primeira taça do ano

Flamengo vence o Athletico-PR e conquista a primeira taça do ano

Equipe carioca receberá R$ 5 milhões em premiação do torneio

O Flamengo venceu o Athletico-PR por 3 a 0, neste domingo (16), pela Supercopa do Brasil, e conquistou a primeira taça do ano na elite do futebol brasileiro.

(Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

O título foi acompanhado de perto por autoridades políticas. Estiveram na tribuna de honra do estádio Mané Guarrincha, em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão, os ministros Sergio Moro (Justiça), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura), além do deputado Helio Lopes (PSL-RJ).

(Foto: Reprodução da internet)

A Supercopa do Brasil voltou ao calendário do futebol brasileiro depois de quase 30 anos e colocou frente a frente, em jogo único, a equipe carioca, campeã do Brasileiro, e a paranaense, vencedora da Copa do Brasil do ano passado.

Gabigol foi o destaque da partida. O atacante deu a assistência para Bruno Henrique abrir o placar de cabeça logo aos 15 minutos e ampliou ainda no primeiro tempo, após falha da zaga adversária. O uruguaio Arrascaeta marcou o terceiro gol do Flamengo no segundo tempo.

Sob sol e forte calor em Brasília, a equipe carioca dominou o jogo, marcando sob pressão e deixando pouco espaço para a equipe adversária. O Athletico-PR, menos entrosada, apostou nos contra-ataques e pouco incomodou a defesa rival.

O time paranaense perdeu peças que foram importantes na temporada passada. De 2019 para cá, deixaram a equipe o zagueiro Léo Pereira, o volante Bruno Guimarães e os atacantes Marcelo Cirino e Marco Ruben, que foram titulares no ano passado. Além disso, a partida deste domingo foi apenas a segunda do time titular neste ano.

O Athletico-PR também trocou de treinador. Em 2020 a equipe é comandada por Dorival Júnior e não por Tiago Nunes, que dirigiu a equipe na temporada passada e hoje está no Corinthians. 

O Flamengo, por sua vez, manteve a base do time campeão brasileiro e da Libertadores de 2019. A única saída, entre os titulares, foi a do zagueiro Pablo Marí. Na quarta-feira (12) a equipe também avançou à final da Taça Guanabara ao vencer o Fluminense por 3 a 2.

Com a conquista deste domingo, o Flamengo receberá R$ 5 milhões em premiação. O Athletico-PR, por sua vez, ficará com R$ 2 milhões.

Esta é a terceira edição da Supercopa do Brasil. Na primeira delas, em 1990, o Grêmio foi campeão ao vencer o Vasco. No ano seguinte, o Corinthians levou a taça ao bater o Flamengo.

Fla é denunciado pelo TJD por gritos homofóbicos em clássico com Flu

Fla é denunciado pelo TJD por gritos homofóbicos em clássico com Flu

o Flamengo será julgado por praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência.

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) anunciou que protocolou denúncia contra o Flamengo pelos supostos gritos homofóbicos no clássico com o Fluminense, na última quarta-feira, em jogo válido pela semifinal da Taça Guanabara, no Maracanã.

A denúncia foi protocolada na última sexta-feira e ainda não foi apontada a Comissão Disciplinar para a qual será designada, o que deve acontecer na segunda-feira.

A denúncia foi realizada pelo procurador Luís César, e o Flamengo foi enquadrado nos artigos 243-G e 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

Segundo o artigo, o Flamengo será julgado por "Praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".

Durante a partida, os rubro-negros responderam gritos da torcida tricolor em alusão ao incêndio no Ninho do Urubu com homofobia. Além do cântico de "time de veado", que costuma ocorrer nos jogos contra o Fluminense, os torcedores do Fla também cantaram paródias de canções tricolores com versos preconceituosos. Além disso, a FlaTV também fez comentários homofóbicos em relação ao time e aos torcedores do Flu em vídeo, o que foi repudiado pelo Rubro-Negro em nota oficial.


Foto: Staff Images/Flamengo/Fotos Públicas

A polêmica aumentou porque o Tricolor foi advertido pelo TJD pelos gritos de "time assassino" no clássico Fla-Flu da fase de grupos. Ainda que tenha feito uma nota de repúdio e que o presidente Mario Bittencourt pedisse expressamente para que os cânticos não se repetissem, o Tribunal resolveu punir o clube de maneira branda. A intenção do relator do caso, Rodrigo Octávio, entretanto, era enquadrar o Fluminense em um artigo que impedisse a presença dos tricolores das arquibancadas por um jogo, o que foi vetado pelos auditores Rafael Lira, Leonardo Rangel e Julião Vasconcelos de Mello.

Revoltado com a postura do órgão, Mario, que é advogado e trabalha na área esportiva, fez críticas contundentes a André Valentim, procurador-geral do TJD. Em sua conta oficial no Instagram, o mandatário tricolor afirmou que o magistrado é torcedor do Flamengo e por isso "não ouviu" os gritos homofóbicos na arquibancada do Maracanã.

"No primeiro Fla x Flu do Estadual, nossa torcida entoou cânticos caluniosos na arquibancada e prontamente o Fluminense se manifestou de forma contrária repreendendo a atitude. Mesmo assim, com o caráter educativo de nossa medida, o Procurador do TJD-RJ apresentou denúncia objetivando nos punir. Na ocasião, o competente Presidente do TJD, Dr. Marcelo Jucá, fez uma postagem dizendo que não via motivos para denunciar o Fluminense, mas, mesmo assim, o procurador [que age de forma independente dos auditores e do presidente - importante ficar claro] fez a denúncia contra nosso clube", publicou Mario, contextualizando para adicionar:

"Naquele mesmo jogo a torcida do Flamengo praticou atos homofóbicos, mas segundo informações, André Valentim não "ouviu" os gritos da torcida do seu clube de coração. No jogo de ontem [quarta] a torcida do Flamengo e alguns funcionários do clube entoaram novamente cânticos homofóbicos e pelo que se percebe, nosso procurador foi ao jogo novamente com os ouvidos tapados. Aliás, a jornalista Gabriela Moreira confirmou hoje que o procurador está reticente em denunciar o clube para qual torce. Fechou os ouvidos e não leu as notícias que relatam a conduta da torcida e dos funcionários do Flamengo. O próprio Flamengo se manifestou repudiando a atitude da equipe da Fla TV. Louvável a atitude da diretoria rubro-negra em anunciar medidas contra seus funcionários e esperemos que o faça em relação à torcida, mas vejam que o caso é exatamente o mesmo que o nosso, do primeiro jogo. Apenas mais grave, já que as ofensas vieram também de funcionários. E aí, Valentim? Vai prevaricar?", questionou o dirigente, que colou o artigo 239 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e encerrou sua publicação afirmando aguardar o posicionamento do "ilustre procurador rubro-negro".

Raí questiona federação e diz que

Raí questiona federação e diz que "SP está sendo roubado em casa"

O São Paulo não pode mais ser cobaia de árbitro inexperiente", disparou o diretor de Futebol do clube.

O diretor de Futebol do São Paulo, Raí, reclamou de forma contundente contra a arbitragem no clássico diante do Corinthians, neste sábado (15), no Morumbi. Ao mostrar a insatisfação do clube com um suposto erro do juiz Douglas Marques das Flores ao avaliar um pênalti em Igor Gomes, ele declarou que o "São Paulo está sendo roubado em casa".

"É desagradável repetidamente reclamar da arbitragem e agora temos de questionar a política da federação. O São Paulo não pode mais ser cobaia de árbitro inexperiente, e enquanto isso os árbitros mais experientes estão apitando jogos no interior", sentenciou Raí.

"Estamos sendo roubados dentro de casa, em clássico e contra time pequeno. Vamos questionar e vamos até as últimas consequências até que seja resolvido", complementou o diretor.


Raí questiona federação e diz que "SP está sendo roubado em casa" - Foto: São PauloFC.net

A revolta da diretoria do São Paulo ficou evidente logo depois do apito final. Raí e Lugano foram em direção da arbitragem na entrada do túnel que leva aos vestiários e reclamaram bastante, mas acabaram contidos pela Polícia Militar.

A reclamação de Raí não começou agora. Há dez dias, ele viu o São Paulo ser prejudicado por erros de arbitragem no empate por 1 a 1 com o Novorizontino, no Morumbi. Na ocasião, dois gols deixaram de ser validados por impedimento e um pênalti em Vitor Bueno não foi marcado.

"Se não há má vontade da federação, é um erro técnico que tem que ser questionado. A Federação tem de assumir os erros e trazer soluções", complementou o dirigente.

Com o empate sem gols, o São Paulo segue fora da zona de classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista. A equipe tricolor soma nove pontos e tem o mesmo número de Inter de Limeira e Mirassol, mas tem menor número de vitórias e saldo de gols.

São Paulo e Corinthians empatam em 0 a 0 no Morumbi

São Paulo e Corinthians empatam em 0 a 0 no Morumbi

Os donos da casa chegaram aos nove pontos e à terceira colocação do grupo C, enquanto os corintianos ficaram com oito pontos.

São Paulo e Corinthians ficam no 0 a 0 no Morumbi em jogo disputado neste sábado (15) e não conseguem melhorar suas classificações no Campeonato Paulista nesta 6ª rodada.

Os donos da casa chegaram aos nove pontos e à terceira colocação do grupo C (atrás de Inter de Limeira e Mirassol), enquanto os corintianos ficaram com oito pontos, um a menos que o Guarani, líder do grupo D, logo à sua frente.


Leia também: São Paulo faz acordo para pagar R$ 30 milhões para Ricardinho até 2023 


O jogo começou travado, com muitas faltas e poucos lances de perigo. Aos quatro minutos, o juiz chegou a retardar uma cobrança de lateral e chamou Cássio e Hernanes -capitães dos times- para alertá-los sobre gritos homofóbicos da torcida. Após conversar com a delegada da partida, o jogo foi reiniciado.

Quando a partida esquentou, o time da casa levou mais perigo. A primeira finalização veio aos 15 minutos, em cobrança de falta de Daniel Alves defendida por Cássio.

O goleiro visitante voltaria a aparecer na etapa inicial. Aos 24 minutos, Vitor Bueno recebeu na esquerda, cortou para o meio, e finalizou bem, mas o corintiano conseguiu espalmar em um belo lance. A sobra ficou com Pablo, que finalizou novamente, mas ele estava impedido.


Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O alvinegro só ameaçou o rival no final do primeiro tempo. Pela direita, Vagner Love driblou Arboleda e bateu para o meio da área. Ninguém chegou para completar para o gol vazio.

Poucos minutos depois, Tiago Volpi, que até então pouco trabalhara, salvou os donos da casa. Boselli recebeu cruzamento de Fagner vindo da direita, limpou o goleiro e, cara a cara com dois defensores, apenas empurrou a bola para o gol. O goleiro, porém, conseguiu se recuperar e impediu a abertura do placar.

No segundo tempo, a dinâmica se manteve, com o São Paulo tendo mais chances, porém sem conseguir marcar. Para tentar mudar a partida, os técnicos mandaram a campo dois atletas que estrearam na competição. Pedrinho, do Corinthians, e Igor Gomes, do São Paulo, que disputavam o pré-olímpico pela Seleção Brasileira, substituíram Vagner Love e Hernanes, respectivamente.

Outro nome esperado para a partida era o são-paulino Anthony, que também estava servindo à seleção sub-23. O atacante, porém, foi vendido no meio da semana para o Ajax, da Holanda. Como ainda precisa fazer exames para consolidar a transferência, o jogador foi poupado.

Em lance de perigo, Pato recebeu de Vitor Bueno e ficou sozinho na grande área. Cara a cara com Cássio, ele bateu de primeira, mas o goleiro conseguiu resvalar na bola e evitar o gol. O juiz, porém, marcou tiro de meta.

Quase no fim da partida os goleiros precisaram trabalhar. Tiago Volpi saltou para evitar o gol de Luan em cobrança de falta colocada, em seu ângulo esquerdo pelo lado são-paulino. Pouco depois, Bruno Alves finaliza de fora da área e Cássio espalma para escanteio.

Também houve espaço para polêmica nos últimos minutos. Após avançar pela direita, Igor Gomes adentrou a área adversária e caiu após contato com Camacho. Os mandantes pediram pênalti, não marcado pelo juiz.

Sem Neymar e Mbappé, PSG tem sufoco e cede empate ao Amiens

Sem Neymar e Mbappé, PSG tem sufoco e cede empate ao Amiens

Partida valeu pelo Campeonato Francês. Nos três gols, os jogadores do Amiens eram marcados pelo zagueiro Tiago Silva.

Líder isolado do Campeonato Francês, o PSG precisou se esforçar para não sair derrotado contra o Amiens, fora de casa, neste domingo (15). Os adversários abriram um placar surpreendente de 3 a 0 no primeiro tempo, e o time parisiense foi buscar a virada, mas cedeu o empate nos acréscimos da partida.


Leia também: PSG ainda deve R$ 160 milhões ao Mônaco por Mbappé 


Sem Neymar e Mbappé, poupados por Tuchel, o time parisiense ainda tinha quatro desfalques. O Amiens abriu o placar logo aos 5 minutos do primeiro tempo com Sehrou Guirassy e ampliou o placar com Gaël Kakkuta (autor de um golaço) e Fousseni Diabaté.

Nos três gols, os jogadores do Amiens eram marcados pelo zagueiro Tiago Silva. O PSG diminiui a diferença nos acréscimos, com um gol de Andre Herrera após a cobrança de escanteio. Com uma atuação apagada, o zagueiro brasileiro e capitão do time foi substituído por Marquinhos no intervalo do jogo.

No segundo tempo, Tanguy Kousassim marcou dois gols também em jogadas de escanteio e levou o PSG ao empate. Mauro Icardi virou o jogo ao aproveitar um cruzamento de Bernat.

O empate deu um gás ao time parisiense, que depois de um primeiro tempo apagado e com dificuldade de finalizar contra o gol adversário, aumentou a presença na área do rival chegando à virada, o que não foi suficiente para garantir a vitória. O Amiens, que não vence a 10 jogos, conseguiu empatar nos 48 minutos do segundo tempo.

Agora, o PSG se prepara para enfrentar o Borussia Dortmund na terça-feira, fora de casa, pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

O brasileiro já havia perdido os três jogos anteriores da equipe devido a uma lesão na costela, mas Tuchel garante que ele joga contra o Borussia. "Ele estará em Dortmund, tenho certeza. Mas ele nos ajudará. Estou certo e convencido disso", disse o treinador alemão.

O PSG tem a Liga dos Campeões como principal prioridade. O objetivo é superar o passado: o time sofreu três eliminações consecutivas nas oitavas do torneio europeu.

15 de fevereiro de 2020

PSG passa City e vira clube com maior poder financeiro do mundo

PSG passa City e vira clube com maior poder financeiro do mundo

É a primeira vez que os ingleses não aprecem no topo do relatório anual da consultoria britânica Soccerex —essa é a terceira edição.

O Paris Saint-Germain ultrapassou o Machester City e se tornou o clube com o maior poder financeiro no mundo. É a primeira vez que os ingleses não aprecem no topo do relatório anual da consultoria britânica Soccerex —essa é a terceira edição.

O time de Neymar teve uma pontuação de 5,318 em um ranking que considera cinco variáveis: valor do elenco, ativos "tangíveis" —como estádio e centro de treinamento—, dinheiro em caixa, potencial de investimento e dívidas. O Manchester City ficou com 5,197 pontos.

De acordo com a consultoria, o PSG assumiu o topo do ranking após reduzir seu endividamento e aumentar suas reservas em caixa.

O terceiro lugar do ranking ficou com o Bayern de Munique (3,888 pontos), seguido por Tottenham (3,441) e Real Madrid (3,336).

O Brasil não tem nenhum representante entre os cem clubes com maior poder financeiro. Os únicos sul-americanos que entraram na lista são os argentinos River Plate (91º) e Boca Juniors (95º).

*

Os dez clubes com maior poder financeiro do mundo

Paris Saint-Germain (FRA): 5,318 pontos

Manchester City (ING): 5,197 pontos

Bayern de Munique (ALE): 3,888 pontos

Tottenham (ING): 3,441 pontos

Real Madrid (ESP): 3,336 pontos

Arsenal (ING): 3,150 pontos

Chelsea (ING): 2,893 pontos

Liverpool (ING): 2,616 pontos

Juventus (ITA): 2,195 pontos

Borussia Dortmund (ALE): 2,154 pontos

Voo do River até Sergipe sofre atraso; time pede adiamento da partida

Voo do River até Sergipe sofre atraso; time pede adiamento da partida

O jogo entre Confiança-SE e River está marcado para sábado, 15.

A equipe do River embarcou para mais um jogo pela Copa do Nordeste na manhã de sexta-feira, 14, com destino a Aracaju, Sergipe. O problema é que o voo que levaria a delegação piauiense até Recife inicialmente atrasou em duas horas, por conta do mau tempo em Teresina. Por isso, o time perdeu a conexão e seguirá viagem até Sergipe de ônibus e previsão de chegada é às 22h.

De acordo com o gerente de Futebol do River, Mazinho Patrão, o time tentou outras logísticas, mas todos os voos estavam lotados. ‘Todos os voos estão lotados e não tem mais voos para Aracaju no dia de hoje então a solução é ir de ônibus até Sergipe e a previsão de chegada é por volta das 22h. Por isso, pedimos já um adiamento do jogo de sábado para domingo junto a CBF e esperamos receber a resposta a qualquer momento’, afirmou.

Voo do River até Sergipe sofre atraso; time pede adiamento da partida. Foto: Iguita

O jogo entre Confiança-SE e River está marcado para acontecer neste sábado, 15, às 20h, no estádio Batistão, em Sergipe. O jogo é valido pela 4ª rodada da Copa do Nordeste e o River é quarto colocado do seu grupo com quatro pontos somados, um atrás do líder. Do outro, o Confiança é líder do Grupo B.

Dentro da competição o River tem um empate, uma vitória e uma derrota. O único desfalque do treinador Marcelo Vilar segue sendo o atacante Eduardo, que se recupera de uma lesão no joelho e tornozelo.

SP encaminha a venda de Antony para o Ajax por R$ 93 milhões

SP encaminha a venda de Antony para o Ajax por R$ 93 milhões

Pelo acordo, os europeus vão desembolsar 20 milhões de euros (R$ 93 milhões) no ato da compra. Caso o jogador cumpra algumas metas, mais 5 milhões de euros (R$ 23,25 milhões).

Mesmo com a janela de transferência fechada, o São Paulo encaminhou a venda de Antony, 19, para o Ajax (HOL). O clube holandês melhorou sua oferta pelo atacante, que é considerado uma das principais promessas das categorias de base.

Pelo acordo, os europeus vão desembolsar 20 milhões de euros (R$ 93 milhões) no ato da compra. Caso o jogador cumpra algumas metas, mais 5 milhões de euros (R$ 23,25 milhões) poderão ser pagos aos tricolores.

Já outros 5 milhões de euros (R$ 23,25 milhões) serão pagos referentes aos 20% dos direitos econômicos que o São Paulo ainda detém de David Neres, exigência do clube paulista na negociação de Antony.

O camisa 39 poderá ainda defender o São Paulo neste primeiro semestre, afinal a janela de transferência para a Holanda só deve abrir em junho. O clube tricolor tinha a necessidade de negociar um jogador para reforçar o seu caixa -no ano passado, fechou com um déficit de R$ 180 milhões.

O Ajax, por sua vez, já havia demonstrado interesse em Antony. Neste início de ano, a oferta do Ajax chegou a 25 milhões de euros (R$ 116,25 milhões), mas em um formato que não agradou aos tricolores.

Desse montante, 15 milhões de euros (R$ 69,75 milhões) seriam fixos pela compra de Antony. Outros 5 milhões de euros (R$ 23,25 milhões) estariam atrelados a metas e o restante seria referente ao percentual que o São Paulo ainda tem de David Neres.

Na ocasião, os dirigentes consideraram o valor fixo muito baixo e esperavam começar a negociar a partir de 20 milhões de euros, além do bônus por metas ou manutenção de direitos econômicos.

Desta vez, o gerente executivo de futebol, Alexandre Pássaro, estava na Holanda para um curso da UEFA e aproveitou a ocasião para se reunir com os dirigentes holandeses.

Antony volta jogar pelo São Paulo neste sábado (15), contra o Corinthians, pelo Campeonato Paulista. O jovem estava com a seleção olímpica neste início de temporada.

14 de fevereiro de 2020

Após jogo, técnico do Vasco, Abel Braga, provoca presidente do Altos

Após jogo, técnico do Vasco, Abel Braga, provoca presidente do Altos

O técnico do Vasco se mostrou aborrecido porque o time não fez o reconhecimento de gramado

O jogo entre Altos e Vasco terminou no empate por 1 a 1. Com o resultado, o Altos foi eliminado da Copa do Brasil, pois somente a vitória classificava o time piauiense, mas após o jogo a coletiva de Abel Braga chamou atenção, em que ele se mostrou extremamente aborrecido pelo fato do time não ter conseguido fazer o reconhecimento de gramado do estádio Albertão e respondeu as provocações feitas pelo presidente do Altos, Warton Lacerda, que antes da partida chegou a afirmar que seu time iria 'dormir no Albertão' e que a 'briga está comprada'. 


Leia também: No sufoco, Vasco empata com o Altos-PI e avança na Copa do Brasil 


Abel disse que o Warton era o "Deus da verdade" - Foto: Jailson Soares/O Dia

‘Nossa estada em Teresina foi maravilhosa pelos torcedores. Nós queríamos abrir o campo, mas tivemos que treinar fora daqui porque o Deus da verdade, presidente desse grande clube o Altos, grande clube, procurou, tentou jogar de igual para igual, mas você viu o que ele falou, né? Que manda aqui, que se quisesse dormir dormiria e o Vasco que se vire e depois dizem que Copa do Brasil é a competição mais democrática e ele deveria entender um pouco mais de democracia já que é deputado. Ele deveria entender ou pelo menos ler um pouquinho sobre o tamanho do Vasco’, frisou Abel Braga.

Na última terça-feira,11, véspera do jogo contra o Vasco o Altos mudou o local e horário de treino dele para o estádio Albertão. De acordo com o clube carioca o Vasco iria treinar ás 16h e o Altos mudou para o mesmo horário. ‘Primeiro eles não iriam sequer treinar no estádio e depois decidiram vir. Depois a gente foi comunicado que o Vasco deveria sair do hotel ás 18h30min, quem é ele para decidir que horas o Altos sair do hotel?’, acrescentou o treinador vascaíno.

Com novo desafio, Fluminense PI treina para enfrentar Bahia

Com novo desafio, Fluminense PI treina para enfrentar Bahia

O jogo entre os dois times acontece no dia 18 de março, em Teresina, ainda sem local definido

A equipe do Fluminense recentemente representou o Piauí na Copa São Paulo de Futebol Júnior e agora se prepara para disputar a Copa do Brasil Sub20. A partida de jogo único será contra o Bahia, no dia 18 de março, em Teresina. Data e horário ainda serão definidos.

“Mais um desafio importante e nós esperamos conseguir representar bem o Piauí e avançar até as oitavas de finais da competição. Aqui, os treinos estão cada vez mais fortes, preparando os meninos para o jogo único, pois isso é diferente”, disse Carlos Alberto, técnico do Fluminense.


O Fluminense espera avançar até as oitavas de finais - Foto: Jailson Soares/O Dia

A competição de base tem como adversário o Bahia, e a intenção é fazer assim como outro time do Estado, o River, que recentemente eliminou o Bahia profissional. “A gente sempre torce pelo estado crescer nacionalmente e assim como eles vamos buscar essa vaga”, diz Raí, atacante Fluminense PI.

Serão apenas 90 minutos, por isso os garotos falam em atenção redobrada e também o quanto a parte emocional pesa em jogo como esse. ‘Todos nos estamos mais preparados após a disputa da Copinha, pois foram grandes jogos, fora de casa, torcida contra, apesar de sabermos que o Bahia é mais tradicional que nos, vamos buscar fazer nosso melhor e surpreender. É entrar em campo ligado, desde o primeiro segundo’, disse o zagueiro Moises.

O jogo entre Fluminense e Bahia acontece no dia 18 de março, em Teresina. O horário e local da partida ainda será definido pela CBF.