• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Esporte

21 de outubro de 2019

Medina espera revisão de bateria após eliminação por interferência

Medina espera revisão de bateria após eliminação por interferência

O brasileiro perdeu ontem para o compatriota Caio Ibelli nas oitavas de final da etapa de Peniche.

Gabriel Medina utilizou as redes sociais para se explicar sobre sua eliminação da etapa de Peniche, em Portugal. O brasileiro perdeu ontem para o compatriota Caio Ibelli nas oitavas de final.

Segundo o brasileiro, ele e Caio surfavam a mesma onda e ele não viu a placa de prioridade. Os juízes consideraram que ele cometeu uma interferência na onda que seria de Ibelli.

"Eu e Caio pegamos a mesma onda e cada um foi para um lado. A minha onda foi mais curta e a dele foi mais longa. Tanto que enquanto eu voltava para o outside, ele ainda estava surfando a onda dele. Quando cheguei no fundo, tinha tanta certeza que a prioridade era minha que não olhei para a placa de prioridade. Para minha surpresa, quando veio a onda seguinte, acabei indo porque estava seguro que a prioridade era minha. Acabei levando a interferência", escreveu o surfista em seu perfil oficial do Instagram.


Foto: Reprodução/Instagram

Ao retornar à areia, Medina reclamou a situação com os juízes. Atual primeiro colocado na liga, o surfista espera que a bateria seja revisada.

"Quando saí da água fui falar com os juízes. Olhamos as imagens abertas, de nós dois voltando remando para o fundo, com um angulo da câmera aberto. Ficou bem claro que eu cheguei bem antes. E mesmo que eu tivesse chegado junto com ele e tivesse um empate, a prioridade seria minha pela regra. Porque na onda que surfamos juntos antes, o Caio tinha a prioridade. Tenho a esperança que a minha bateria seja reavaliada pois ocorreu um erro", completou.

A saída deixou Medina com 3,700 pontos. Filipe Toledo, Jordy e Ítalo Ferreira já garantiram 4,745.

Chape não segura vantagem contra o Goiás e jogo termina empatado

Chape não segura vantagem contra o Goiás e jogo termina empatado

O resultado não influenciou na tabela. Apesar de conquistar mais um ponto, a Chape continua na vice-lanterna.

O Goiás viajou até o Sul para enfrentar a Chapecoense na Arena Condá (SC), em jogo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019. Enquanto o Verdão do Oeste lutou para tentar melhorar seus números, o Esmeraldino tentou manter a boa sequência de seis vitórias em oito jogos para se aproximar da parte de cima da tabela do Brasileirão.

O resultado não influenciou na tabela. Apesar de conquistar mais um ponto, a Chape continua na vice-lanterna, na frente apenas do Avaí. Essa foi a quarta vitória do time catarinense. O empate manteve o Goiás em décimo lugar, com 38 pontos, ficando à frente do Vasco, que tem 37.


Leia também: Flamengo 'manda' na partida e vence Chapecoense na Arena Condá 


A 28ª rodada terá duelo da Chape contra o Fluminense, que também está lutando contra o Z-4 e o Goiás enfrentará o Athletico Paranaense, já garantido na Libertadores. Os confrontos acontecerão respectivamente sábado (26) no Maracanã (RJ), às 19h30 e domingo (27) na Arena da Baixada (PR), às 16h.

Com chuva na Arena Condá, o Goiás começou o jogo fazendo pressão e chegou a balançar a rede com Rafinha, mas não valeu. O juiz havia apitado falta de Fábio Santos antes do chute. Depois de ver o rival dominar o jogo, a Chape começou a arriscar com Roberto e Everaldo, que abriu o placar aos 22 minutos.


Foto: Márcio Cunha/ACF

Na sequência, Henrique Almeida entrou na área e foi derrubado por Geovane. Sem acionar o VAR, o juiz deu o pênalti, cobrado e marcado pelo próprio Henrique. O Verdão do Oeste se animou com a vantagem de dois gols em menos de 20 minutos e passou a pressionar o Goiás, ao criar cada vez mais chances perigosas.

Não demorou para o Goiás reagir e arriscar jogadas com Kaio e Jefferson, mas sem sucesso no primeiro tempo. A segunda etapa já começou quente para os goianos, com gol de Rafinha logo aos três minutos. A partida seguiu equilibrada, com chances de gol e faltas cometidas dos dois lados. Com o vai e vem de bola, Rafael Vaz achou uma brecha e marcou um golaço para deixar tudo igual. O jogo terminou empatado em 2 a 2.

Luxemburgo elogia goleiro, mas credita vitória à confiança do time

Luxemburgo elogia goleiro, mas credita vitória à confiança do time

O Vasco bateu o Internacional no Beira Rio e o técnico do time se mostra animado com a possibilidade de subir na tabela.

O goleiro Fernando Miguel teve grande participação no triunfo do Vasco sobre o Internacional, neste domingo (20) no Beira-Rio. Essa foi, inclusive, a primeira derrota do time gaúcho em seu estádio pelo Campeonato Brasileiro. Fez belíssimas defesas para evitar um empate colorado no segundo tempo. Apesar de elogiar a atuação do camisa 1, que vive ótima fase, o técnico Vanderlei Luxemburgo afirmou que o essencial para a vitória foi a confiança da equipe carioca, que chegou ao terceiro triunfo consecutivo.


Leia também: Vasco vence com dois gols em 10 minutos e afunda o Botafogo 


"Fernando Miguel é um goleiro de nível", declarou o técnico vascaíno, antes de declarar que não foram as defesas brilhantes que conquistaram a vitória. "O segredo é acreditar que pode ganhar", afirmou.

Com a soma de três vitórias seguidas no Brasileirão, o Cruzmaltino está no caminho certo para se reencontrar, a despeito das dificuldades financeiras que enfrenta durante a temporada. O técnico revelou que teve uma conversa franca com os jogadores, em que pediu para que confiassem no presidente do clube, Alexandre Campello: "Ele cumpriu com tudo o que tinha combinado", disse, sobre a promessa de terminar a temporada sem dívidas.


Foto: Bruno Cantini/ Clube Atlético MG

Em entrevista no Beira-Rio, Luxa soltou uma famosa frase do mundo esportivo: "O medo de perder tira a vontade de ganhar". Destacou que, se os jogadores entrassem em campo com medo, a derrota seria certa. "A nossa conquista é manter o Vasco na primeira divisão, mas quem trabalha em alto nível, tem que se acostumar a olhar para cima", declarou o técnico.

Luxemburgo, enfim, se mostra animado com a possibilidade de subir na tabela e pensar em objetivos maiores: "Estou olhando para cima. Faltam 33 pontos para serem disputados, temos que continuar buscando".

Com essa vantagem em Portugal seríamos campeões

Com essa vantagem em Portugal seríamos campeões", diz Jesus

É que o Palmeiras empatou com o Athletico-PR, e o Santos perdeu para o Atlético-MG, deixando o Rubro-negro com dez pontos a mais.

A vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense deixou o Flamengo ainda mais líder do Campeonato Brasileiro. É que o Palmeiras empatou com o Athletico-PR, e o Santos perdeu para o Atlético-MG, deixando o Rubro-negro com dez pontos a mais em relação ao Alviverde. O técnico Jorge Jesus não escondeu que a vantagem é bastante considerável.


Leia também: Palmeiras tenta se manter na briga pelo título 


Por outro lado, tratou de dizer que o título ainda não está definido. Segundo o português, se essa diferença ocorresse no campeonato do seu país o Flamengo seria campeão. Mas no Brasil ainda é preciso tomar cuidado.

"Se fosse em Portugal, com 10 pontos de diferença, diria que somos campeões. Mas lá não há muitas equipes fortes para tirar pontos. Aqui há muitos times fortes, jogadores com muito talento, é muito mais difícil e, portanto, muito mais apaixonante", disse Jorge Jesus.


Jorge Jesus - Foto: Reprodução/Instagram

Sobre a partida, o treinador aprovou a atuação da equipe. Segundo ele, os jogadores até diminuíram o ritmo após fazer o segundo gol, na etapa complementar. O objetivo era descansar para o decisivo duelo com o Grêmio pela Libertadores.

"Fizemos um bom jogo, equipe muito segura com e sem a bola. Objetivo era vencer. Nos primeiros 45 minutos o placar deveria ser diferente, mas o futebol é assim. Depois do 2 a 0 a equipe segurou o resultado, pensou um pouquinho no jogo de quarta, com as mudanças que fiz", afirmou o treinador.

"Taticamente, os jogadores acreditaram desde o início na nossa forma de pensar o jogo. Hoje tivemos uma equipe mais levezinha, com vários jogadores que não enfrentaram o Fortaleza. Entraram mais frescos. Sufocamos o Fluminense nos primeiros 30 minutos", completou Jesus.

20 de outubro de 2019

Foco no Brasileiro?

Foco no Brasileiro? "É difícil manter", diz Renato após derrota

Após derrota por 2 a 1 de ontem, o treinador disse que é difícil convencer os jogadores a focarem no Brasileiro.

Renato Gaúcho acredita que a proximidade com o jogo de volta da semifinal da Libertadores prejudicou o Grêmio contra o Fortaleza. Após derrota por 2 a 1 de ontem, o treinador disse que é difícil convencer os jogadores a focarem no Brasileiro.

"Perder nunca é bom. Agora vamos virar a página e pensar no Flamengo, temos uma decisão na quarta-feira, e só depois pensaremos no Brasileiro de novo. Eu tento conversar diariamente com os jogadores, mas às vezes é difícil convencer a manter o foco. Temos este jogo quarta, estamos preparados e esperamos conseguir a classificação", disse Portaluppi.

Nem mesmo a opção por uma equipe totalmente reserva serviu para o elenco gremista. Ainda que tenha jogado melhor em alguns momentos da partida, o time acabou tomando a virada na capital cearense.

"Começamos bem, fizemos o gol, estávamos valorizando a posse de bola. E do nada começamos a recuar. Mandei eles (jogadores) saírem, mas ficaram lá atrás, o Fortaleza cresceu e conseguiu a virada. Voltamos melhores para o segundo tempo, tivemos chances claras de gol, mas infelizmente não conseguimos empatar e veio a segunda derrota seguida", afirmou Portaluppi.

Para a classificação do Brasileiro, a queda foi importante. O Tricolor segue fora do G6 e tem posto ameaçado até o fim da rodada.

E a zona de classificação para a próxima Libertadores pode ser importante. Caso não vença esta edição do torneio, é por meio do campeonato de pontos corridos que a vaga de 2020 pode vir.

O Grêmio encara o Botafogo na próxima rodada do Brasileirão. Antes, decide a vida na Libertadores contra o Flamengo, quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Rio de Janeiro.

19 de outubro de 2019

Barcelona bate Eibar com facilidade e lidera Espanhol

Barcelona bate Eibar com facilidade e lidera Espanhol

Time catalão assumiu a liderança da competição

O Barcelona não precisou se esforçar muito para vencer o Eibar neste sábado (19), por 3 a 0, pelo Campeonato Espanhol. Mesmo fora de casa, o clube catalão não encontrou dificuldades para controlar a partida e conquistar mais três pontos e assumir a liderança da competição.

Se o adversário não impôs dificuldade, o jogo serviu para Antoine Griezmann mostrar que está cada vez mais entrosado com os companheiros de Barça. O francês fez um gol e participou ativamente dos outros dois, marcados por Lionel Messi e Luis Suárez.

Com o resultado, os catalães chegaram a 19 pontos e abriram um de vantagem para o Real Madrid, que joga hoje às 16h (de Brasília) contra o Mallorca. O Eibar é o 14º, com nove pontos.

(Foto: Reprodução Instagram)

O Barcelona não encarou muita resistência e abriu o placar logo aos 13 minutos. Griezmann recebeu lançamento longo pela esquerda, invadiu a área e bateu na saída do goleiro para marcar.

Já no segundo tempo, Suárez recebeu na área e deixou para Griezmann, que só ajeitou para Messi bater de forma indefensável. Pouco tempo depois, aos 21 da etapa final, Griezmann lançou Messi em um contra-ataque rápido, o argentino aproveitou a saída do goleiro e só rolou para Suárez completar a vitória catalã.

O Barça deveria voltar a campo no próximo sábado para o clássico contra o Real Madrid. O jogo, no entanto, foi adiado devido aos protestos na Catalunha. No mesmo dia em que deveria acontecer o Barça x Real, o Eibar terá pela frente o Valladolid.

18 de outubro de 2019

Maracanã é escolhido como sede da final da Libertadores de 2020

Maracanã é escolhido como sede da final da Libertadores de 2020

O anúncio foi feito pela Conmebol nesta quinta-feira (17), durante reunião do conselho da entidade em Assunção, no Paraguai.

O estádio do Maracanã, que completará 70 anos na próxima temporada, será a sede da final em jogo único da Copa Libertadores de 2020. O anúncio foi feito pela Conmebol nesta quinta-feira (17), durante reunião do conselho da entidade em Assunção, no Paraguai.

O Rio de Janeiro, representado pelo governador Wilson Witzel (PSC), venceu a concorrência com oito estádios, cinco deles brasileiros: Arena Corinthians (São Paulo), Morumbi (São Paulo), Beira-Rio (Porto Alegre), Arena do Grêmio (Porto Alegre) e Mineirão (Belo Horizonte).

O Estádio Nacional de Lima (Peru) e o Mario Kempes, em Córdoba (Argentina), também se candidataram.

O Estádio Nacional de Santiago, no Chile, sediará a decisão deste ano, marcada para o dia 23 de novembro.


Foto: Agência Brasil

Os brasileiros Flamengo e Grêmio disputam uma das semifinais (empataram o jogo de ida em Porto Alegre por 1 a 1), e os argentinos River Plate e Boca Juniors, a outra (o River tem vantagem de 2 a 0).

As partidas de volta serão realizadas na próxima semana.

Em fevereiro de 2018, a Conmebol anunciou que mudaria o formato da decisão do torneio, antes disputada em duas partidas, cada uma com mando de campo para um dos finalistas.

O mesmo modelo foi adotado para a Copa Sul-Americana, que também nesta quinta teve a sede da final do ano que vem anunciada. Será no estádio Mario Kempes, em Córdoba.

A decisão deste ano, entre Colón (ARG) e Independiente del Valle (EQU), no dia 9 de novembro, terá como palco a cidade de Assunção.

Atleta do Ceará acusa torcedores do Santos de 'ato de racismo'

Atleta do Ceará acusa torcedores do Santos de 'ato de racismo'

Durante a partida, vencida por 2 a 1 pelos donos da casa, Galhardo chegou a discutir com torcedores, que ficam bem perto do gramado na Vila Belmiro.

O meia Thiago Galhardo, do Ceará, reclamou do comportamento de torcedores do Santos na partida realizada na noite desta quarta-feira (17), na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro.

"Ato [de] racismo" foi a expressão usada pelo atleta para descrever os xingamentos que ele relatou ter ouvido no estádio em Santos.


Leia também: Goiás vence Ceará fora de casa na estreia de novo técnico 


"Acho que eles vêm ver o espetáculo, um espetáculo bonito, parabéns pela vitória do Santos... Mas o cara querer menosprezar o Fabinho, menosprezar a mim, fazer ato [de] racismo para ele, chamar de negão, vagabundo...", disse o jogador de 30 anos, ainda na saída do campo, em entrevista ao Esporte Interativo.

Durante a partida, vencida por 2 a 1 pelos donos da casa, Galhardo chegou a discutir com torcedores, que ficam bem perto do gramado na Vila Belmiro. De acordo com ele, houve também insultos xenofóbicos aos atletas da equipe nordestina.


Galhardo relatou insultos e episódio de racismo no jogo do Ceará contra o Santos - Foto: Reprodução/Instagram

"O futebol perde sua essência. O brasileiro tem que se controlar mais. Não pode ter isso aí: o cara beber, xingar a gente... Acho que ele tinha que estudar mais, conhecer um pouco mais o Brasil, a geografia. Falar que o Ceará joga no Norte... Ou não entendo muito ou acho que estudei de sacanagem", afirmou o mineiro de São João del-Rei.

Não houve registro sobre o assunto na súmula da partida, publicada ainda na noite de quarta. O Ceará informou que levará a questão a seu departamento jurídico. A diretoria do Santos não se manifestou até a publicação deste texto.

17 de outubro de 2019

Vasco vence com dois gols em 10 minutos e afunda o Botafogo

Vasco vence com dois gols em 10 minutos e afunda o Botafogo

Com o resultado, o time se afastou da zona de degola e chegar aos 34 pontos no Brasileirão.

O Vasco se aproveitou de uma blitz no início do jogo para vencer o Botafogo por 2 a 1 nesta quarta-feira (16), em São Januário. Bruno Gomes e Ribamar marcaram os gols em um intervalo de 10min, o que foi suficiente para garantir o triunfo - Marcelo Benevenuto descontou para o time de General Severiano.


Leia também: Vasco vence o Fortaleza por 1 a 0 e se afasta do rebaixamento 


Com o resultado, o Vasco chega aos 34 pontos e pula para 11ª posição do Campeonato Brasileiro. O triunfo foi fundamental para afastar a equipe cada vez mais da zona de rebaixamento. O time cruzmaltino volta a campo no domingo, quando visitará o Internacional, no Beira Rio.


Bruno Gomes ajoelha para comemorar seu primeiro gol como profissional (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O Botafogo, por sua vez, ampliou crise dentro de campo. Após figurar no meio de tabela grande parte da competição, o clube já ligou o sinal de alerta e está cada vez mais próximo da degola. O time alvinegro volta a campo na segunda-feira, quando receberá o CSA, no Nilton Santos.

Corinthians empata com o Goiás no final após pênalti marcado pelo VAR

Corinthians empata com o Goiás no final após pênalti marcado pelo VAR

O time da casa ainda terminou o jogo com dois a menos, já que Michael e Rafael Moura foram expulsos na segunda etapa.

O Corinthians arrancou empate contra o Goiás por 2 a 2, nesta quarta (16), no Serra Dourada, nos acréscimos da partida após o VAR marcar pênalti para o time paulista. Gustagol fez o gol salvador. O time da casa ainda terminou o jogo com dois a menos, já que Michael e Rafael Moura foram expulsos na segunda etapa.


Leia também: SP recebe o Corinthians com foco em uma vaga no G4 do Brasileiro 


Além de sete novidades na equipe titular, o time corintiano teve uma postura ofensiva no primeiro tempo, abriu o placar aos dez minutos com Janderson, mas sofreu o empate com belo gol de Michael no fim da primeira etapa.


Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

O Corinthians demonstrou "bipolaridade" ao voltar recuado e exercer o futebol bastante criticado por torcedores e grande parte da imprensa nesta temporada. Com isso, o time de Fábio Carille sofreu o gol aos 25 minutos do segundo tempo, com Leandro Barcia, de cabeça. No entanto, o empate veio no final com a "ajuda" do VAR.

Após perder para o Goiás, o Corinthians volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Cruzeiro, às 19h (de Brasília), na Arena de Itaquera, pela 27ª rodada da competição. Já o time goiano encara a Chapecoense no próximo domingo, às 19h (de Brasília), na Arena Condá, em Chapecó.

15 de outubro de 2019

FLU planeja amistosos fora do PI como preparação para Copinha

FLU planeja amistosos fora do PI como preparação para Copinha

A competição acontece em janeiro e ao lado do River o Flu será o outro representante do Estado.

A equipe do Fluminense segue em treinos intensos e cada vez mais específicos visando a disputa da Copa São Paulo de Futebol Junior 2020. A competição tradicionalmente acontece em janeiro e ao lado do River o Flu será o outro representante do estado. A missão é conseguir avançar de fase, feito que seria inédito para o estado e além disso mostrar um trabalho de continuidade voltado as categorias de base do estado.

“Desde do ano passado estamos praticamente com esse mesmo grupo e agora intensificamos, pois faltam apenas dois meses para iniciar a Copinha. Estamos adequando apenas a perca de peso de alguns atletas e o ganho de massa para outros, pois acreditamos que esse trabalho físico pode ser um diferencial na competição”, afirmo Leandro Medeiros preparador físico.


Leia mais: Santa Fé garante a segunda vaga da final da Copinha Sub 21 de Pedro II 


O Fluminense foi campeão do Campeonato Piauiense Sub19 e depois disso manteve boa parte do elenco que conquistou o titulo, buscando apenas agregar novos garotos. Ao longo desse período muito treino e como forma de manter os atletas empolgados e com ritmo a diretoria colocou no roteiro uma serie de amistosos em estados vizinhos.

“Sentamos e decidimos após o termino do piauiense que os atletas não poderiam ficar parados então eles treinam de segunda a sexta e no final de semana amistosos na capital e no interior. E nas próximas semanas iremos viajar Recife, São Luís e Fortaleza para se testar com times dessas regiões. Eu sempre falo com eles, pois eles vivem uma questão de maturação por estarem saindo do sub19 e se preparando para chegar a um elenco profissional eles tem muitos pontos de interrogação na cabeça deles” conta o técnico Carlos Alberto.


O Fluminense foi campeão do Campeonato Piauiense Sub19 e depois manteve boa parte do elenco - Foto: Jailson Soares/O Dia

Na segunda-feira (14), o elenco iniciou as atividades com treino no Gigante da Redenção e realizou jogo amistoso contra os ex-atletas do Flu. Entre os jogadores jogos como esses são fundamentais para diminuir a ansiedade por estar em campo. “Muitos de nos nunca jogou uma Copinha ou mesmo esteve fora do estado, não é meu caso, mas de alguns então esses amistosos são importantes demais até chegar à competição”, disse Paulo Fabricio meio campo.

A Copa São Paulo de Futebol Junior terá River e Fluminense como representantes do Piauí. A competição tem inicio em janeiro e um time piauiense nunca passou sequer pela fase de grupos. 

Timon joga por empate; Oeirense abre vantagem para jogo de volta

Timon joga por empate; Oeirense abre vantagem para jogo de volta

Jogos começam a traçar as primeiras definições de como será a final do Piauiense Série B.

As primeiras definições rumo a final do Campeonato Piauiense Série B aconteceram no final de semana. Em Floriano, o Cori-Sabbá chegou a estar a frente do Timon por 2 a 0, mas cedeu o empate e agora a Águia Soberana joga por um novo empate por conta do regulamento que lhe dá vantagem por ter encerrado a primeira fase na liderança. O outro confronto aconteceu entre Oeirense e Picos, na cidade de Oeiras e os donos da casa conseguiram uma vitória por 1 a 0, gol marcado por Paulinho Mossoró.


Leia também: Eduardo critica ‘cochilos’ do Timon e fala em maior foco 


O resultado do Oeirense tira a vantagem do Picos de jogar por dois empates e agora a equipe da Cidade do Mel, comandada por Adelmo Soares precisa vencer para chegar até a final e por consequência garantir o acesso até a primeira divisão em 2020. Na partida o atacante Caio Cezar deu susto na torcida após dividir uma bola de cabeça e ficar desacordado, mas através de sua assessoria o Oeirense confirmou que o atleta passou por exames e passa bem.


Foto: Jailson Soares/O Dia

O Timon fez um jogo de recuperação, depois de ver o adversário abrir 2 a 0 no placar, com Emerson, que chegou ao seu terceiro gol marcado na competição e o presidente/atacante Anderson Kamar. No segundo tempo o Timon conseguiu se recuperar na partida. “Faltou jogar com mais inteligência. Primeiro tempo fomos dominados e depois acordamos para partida”, disse o atacante e capitão Eduardo.

O jogo de volta entre Timon e Cori-Sabbá acontece somente no dia 21 de outubro, às 20h, no estádio Linfolfo Monteiro, em Teresina. A partida entre Picos e Oeirense acontece na sexta-feira (18), às 20h, no estádio Helvidio Nunes, em Picos. No Timon a baixa será o lateral direito Paulinho, expulso no jogo em Floriano. (Pâmella Maranhão)

Lesão em amistoso tira Neymar do PSG e da seleção por um mês

Lesão em amistoso tira Neymar do PSG e da seleção por um mês

É a terceira vez nos últimos meses que o jogador se lesiona com a seleção.

Neymar ficará afastado do futebol por cerca de um mês. O jogador sofreu uma lesão no bíceps femoral da perna esquerda durante o amistoso da seleção brasileira contra a Nigéria, realizado no último domingo (13). A partida terminou empatada em 1 a 1. A contusão foi confirmada após ressonância magnética nesta segunda (14).

É a terceira vez nos últimos meses que Neymar se lesiona com a seleção.


Leia também: Neymar admite privilégios na seleção: 'Normal ter tratamento diferente' 


No final de maio, ele ficou alguns dias sem treinar após sofrer um choque no joelho. Em 6 de junho, rompeu os ligamentos do tornozelo direito em amistoso contra o Qatar e foi cortado da Copa América

Se ficar fora por um mês, o brasileiro deverá perder dois jogos da Champions League (ambos contra o Club Brugge-BEL) e três do Campeonato Francês. Um deles, o clássico contra o Olympique de Marselha.


Foto: Neymar se lesionou ainda no começo do jogo contra Nigéria -  Reprodução/Instagram

Ele também pode perder dois amistosos da seleção, contra Argentina, em 15 de novembro, e Coreia do Sul, quatro dias depois.

Neymar sofreu a lesão ao dar uma arrancada aos 10 minutos do primeiro tempo contra a Nigéria. Imediatamente colocou a mão na perna, sentindo dor, e foi substituído por Philippe Coutinho. 

Nesta segunda, o atacante postou imagem em sua conta no Instagram em que iniciava o tratamento em Paris.

CR7 marca por Portugal e chega a 700 gols na carreira

CR7 marca por Portugal e chega a 700 gols na carreira

Gol histórico foi de pênalti marcado contra a Ucrânia pelas eliminatórias da Eurocopa 2020.

O atacante Cristiano Ronaldo, 34, chegou ao 700º gol de sua carreira nesta segunda-feira (14), na derrota de 2 a 1 da seleção de Portugal para a Ucrânia, em Kiev, pelas eliminatórias da Eurocopa de 2020.

O gol histórico foi marcado de pênalti, depois que o árbitro viu toque de mão dentro da área do ucraniano Stepanenko, que acabou expulso pelo segundo cartão amarelo.


Leia também: Cristiano Ronaldo chora em entrevista ao ver vídeo de seu pai 


O 699º de Ronaldo com a camisa de Portugal veio também neste período de data Fifa, na vitória da última sexta-feira (11), contra Luxemburgo, em belo chute de cobertura para marcar o segundo do triunfo por 3 a 0.

Dos 700 gols anotados pelo português desde 2002, quando iniciou sua trajetória no futebol profissional com a camisa do Sporting (POR), 95 foram com a seleção portuguesa, pela qual sagrou-se campeão da Euro em 2016.


Gol histórico foi um pênalti contra a Ucrânia - Foto: Reprodução/Intagram

Seus melhores registros, contudo, foram pelo Real Madrid (ESP), onde jogou de 2009 a 2018. No clube espanhol, Ronaldo marcou 450 gols em 438 jogos - média superior a um gol por partida.

O atacante também soma 118 gols pelo Manchester United (ING), 5 pelo Sporting (POR), onde foi revelado, e 32 na Juventus (ITA), equipe que defende desde o ano passado.   

14 de outubro de 2019

Amanda Nunes: 'Sou a maior do UFC e ninguém vai tirar meus cinturões'

Amanda Nunes: 'Sou a maior do UFC e ninguém vai tirar meus cinturões'

A atleta brasileira se considera a maior lutadora da organização

Desde que se tornou a primeira mulher com dois cinturões do UFC, todos os holofotes estão sobre Amanda Nunes. A brasileira, campeã dos pesos pena e galo, se considera a maior lutadora da organização e tem a convicção de que nenhuma adversária é capaz de tirar os seus títulos.

Amanda Nunes diz que ninguém vai tirar os seus cinturões. Foto: Instagram

Para seguir fazendo história e garantindo o nome do Brasil na lista de campeões do Ultimate, Amanda tem pela frente uma revanche contra a holandesa Germaine de Randamie, marcada para 14 de dezembro, no UFC 245, em Las Vegas.

Em entrevista ao Estado, ela revela quais são as estratégias para seguir com os seus cinturões, como está a sua relação com Dana White e os seus próximos planos para a vida pessoal e profissional.

Você se considera a maior lutadora do UFC?

Sim. É provado que eu sou a maior lutadora do UFC. Eu fico muito feliz em estar levando o nome do Brasil e continuar seguindo no topo da organização.

Ninguém é capaz de tirar os cinturões das suas mãos?

Ninguém vai tirar os meus cinturões. Eu acredito que estou evoluindo e aprendendo com os meus erros para ninguém conseguir enxergar eles nas lutas ou fazer estratégias para me vencer. Estou me policiando e repito que ninguém vai tirar esses títulos de mim.

Sente que está realizada após se tornar a primeira mulher com dois títulos da organização?

Realmente estou me sentindo realizada. Eu trabalhei bastante para chegar nesse momento e hoje estou colhendo os frutos de toda a dedicação e entrega ao esporte. Hoje posso dividir com vocês esse momento da minha vida que é muito importante.

Você já está se preparando para enfrentar a Germaine de Randamie?

Ainda preciso sentar com meus coaches [treinadores] e fazer a estratégia, pensar em tudo direitinho. Mas eu estou muito bem, me sentindo bem. O mais importante é que eu estou feliz e a felicidade traz a tranquilidade que você precisa para encarar qualquer problema na vida. Estou muito bem para essa luta.

Agora que você vai defender o cinturão dos galos, como está em relação ao peso?

Eu subi um pouco de peso depois da luta com a Cyborg, então descer de categoria é um problema para mim, mas eu faço um trabalho para "apertar" um pouco a dieta. Não posso comer tanto arroz, feijão e farinha. Chocolate também é um ponto fraco, sou chocólatra, mas dá para organizar tudo direitinho e chegar bem.

Quantas lutas ainda restam no seu contrato com o UFC?

Eu apenas posso falar que estou bem com o UFC e afirmar que sempre vou lutar pelo UFC.

O seu desejo é sempre lutar pelo UFC, mas já pensa na aposentadoria?

Eu vou lutar até quando o meu corpo aguentar. É o meu corpo que vai me falar quando eu preciso parar. Por enquanto, eu estou bem.

Como define a sua relação com o Dana White?

Eu defino a minha relação com o Dana como pai e filha. Nós sempre fomos próximos, mesmo antes dos cinturões. Teve um momento que a nossa relação deu uma estremecida, mas nós conversamos e colocamos tudo no lugar. É realmente como pai e filha e eu acredito que a conversa é a chave de tudo. Se você conseguir conversar, você chega longe e consegue colocar tudo no lugar. Está tudo bem agora.

Apesar da Cris Cyborg ter acertado a saída do UFC, acredita que ainda vai enfrentá-la?

Vou enfrentar se ela retornar para o UFC, porque eu sempre vou ser lutadora do UFC. Se ela voltar eu tenho certeza que estarei aberta para lutar novamente.

Atualmente você mora nos Estados Unidos e não vem com frequência para o Brasil. Pretende mudar essa rotina?

Agora eu estou retornando mais para o Brasil e ficando boa parte do meu tempo com a minha família. Eu pretendo aproximar ainda mais essa relação. Mas não me vejo morando no Brasil novamente. Eu tenho uma vida, rotina e estrutura lá fora.

Vasco vence o Fortaleza por 1 a 0 e se afasta do rebaixamento

Vasco vence o Fortaleza por 1 a 0 e se afasta do rebaixamento

Com a vitória, o time assumiu a 12ª colocação no torneio, agora com 31 pontos.

Na cobrança de pênalti de Yago Pikachu, o Vasco venceu o Fortaleza por 1 a 0 e deu uma reagida na 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time de Vanderlei Luxemburgo assume a 12ª colocação no torneio, agora com 31 pontos.

Já o Fortaleza continua na luta contra o rebaixamento. Com a derrota, os comandados de Rogério Ceni agora é o 15º, com 28 pontos, três a mais que o CSA, que abre o Z4.

Na quarta-feira (16), o Fortaleza recebe o líder Flamengo, enquanto o Vasco tem o clássico contra o Botafogo, em outro confronto direto entre times da parte de baixo da tabela.


Leia também: Vasco faz 121 anos com salários atrasados e protesto 


Tanto Vasco quanto Fortaleza pouco apresentaram no primeiro tempo, que chegou ao fim com apenas uma chance real de gol para cada lado. A melhor saiu apenas com 43 minutos, numa boa arrancada de Talles Magno pelo lado direito, porém Ribamar não conseguiu aproveitar a bola cruzada.

Os dois técnicos promoveram mudanças na volta para o segundo tempo. No Fortaleza, Adalberto entrou no lugar de Jackson. Já Luxemburgo tirou Andrey para colocar Fellipe Bastos e Ribamar para a entrada de Felipe Ferreira.

O camisa 10 deu um novo fôlego ao ataque vascaíno. Aos 12, Felipe sofreu uma falta na entrada da área e ele mesmo bateu a cobrança. A bola tinha destino no ângulo, mas Marcelo Boeck conseguiu defender.


Pikachu respira aliviado após converter o pênalti (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O goleiro do Fortaleza ainda faria mais uma boa defesa poucos minutos depois, numa finalização à queima-roupa de Rossi, mandando para escanteio. Na primeira tentativa, o Vasco chegou a reclamar de um toque de mão e pediu auxílio ao VAR, que foi recusado para mais um escanteio. Neste segundo houve um empurrão de Adalberto em Castan, resultando em pênalti para o Vasco.

Yago Pikachu foi o responsável pela cobrança da penalidade, mandando uma bola rasteira para o lado direito. Marcelo Boeck foi para o mesmo lado e até chegou perto da bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Talles Magno, em sua última partida antes de se apresentar à Seleção Sub-17, também jogou bem. Após uma lambreta em Gabriel Dias, acabou levando uma pé alto no peito. Por conta disso, o lateral do Fortaleza foi expulso, após receber o segundo cartão amarelo.

São Paulo fura retranca do Timão e vence clássico no Morumbi

São Paulo fura retranca do Timão e vence clássico no Morumbi

O time chegou a 43 pontos na tabela do Brasileiro, mas fica na quinta posição, sem conseguir integrar o G-4.

O São Paulo teve a bola na maior parte do tempo, dominou o Corinthians na noite deste Domingo (13), no Estádio do Morumbi, e venceu o clássico da 25ª rodada do Campeonato Brasileiro por 1 a 0. Reinaldo, de pênalti, foi o responsável por furar a retranca corintiana já na etapa final. Nos acréscimos, a torcida são-paulina gritou "olé" enquanto a equipe trocava passes.

Com a vitória, o São Paulo chega a 43 pontos na tabela, empata com o rival, mas fica na quinta colocação por ter menor saldo de gols (11 a 10). O time de Fábio Carille, então, segue entre os quatro primeiros da competição.

Ambas as equipes voltam a campo, pelo Brasileirão, na próxima quarta-feira (16). O São Paulo enfrenta o Cruzeiro, no Mineirão, às 21h (de Brasília). Já o Corinthians visita o Goiás no Serra Dourada, às 21h30.


Leia também: Raniel volta e reforça São Paulo no clássico com Corinthians 


Com domínio da bola, o São Paulo teve dificuldade para furar o bloqueio corintiano, muitas vezes formado com duas linhas próximas à área de Cássio. Vitor Bueno e Tchê Tchê, pelas pontas, não tiveram a profundidade esperada e a principal arma do São Paulo, principalmente no primeiro tempo, foi chutes de longe, como o de Reinaldo. Disposto a quebrar a retranca, a equipe se lançou ao ataque na etapa final e, em contra-ataque, conseguiu o pênalti.

Com Matheus Jesus no lugar de Ramiro como principal mudança, o Corinthians variou o posicionamento de seus homens de frente - Vagner Love foi de ponta-direita a meia-esquerda, por exemplo. Mas o que chamou atenção foi a falta de apetite no ataque, com muita troca de passe na defesa, tentativa de controle do jogo no meio atrapalhada por erros na saída e avanço com lentidão. A apatia deu o tom do desempenho ofensivo. Atrás, linhas compactas e pouco espaço para o São Paulo, como é regra. Até Manoel cometer o pênalti no segundo tempo e o Corinthians ver cair por terra sua estratégia de não ter jogo no Morumbi. Teve, e o São Paulo desejou mais a vitória.


Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Com a bola, o São Paulo animou a torcida aos 10 minutos; Cássio defendeu chute de Pato. Aos 16, a primeira grande chance: Reinaldo recebeu na esquerda e mandou uma bomba. O chute, cruzado e rasteiro, acertou a trave corintiana. A resposta veio aos 32. Love encontrou Clayson em profundidade. O ponta demorou a chutar, driblou Volpi, mas a bola saiu pela linha de fundo. O próprio Clayson ainda finalizou cruzado, aos 43, e Volpi defendeu.

Na volta do intervalo, o cenário foi o mesmo: São Paulo em cima. Em cruzamento de esquerda, Vitor Bueno surpreendeu Cássio e por pouco não abriu o placar. A bola beijou o travessão. Empurrando o rival, os mandantes chegaram ao gol aos 21 minutos. Vitor Bueno tabelou e foi derrubado por Manoel. Na cobrança, Reinaldo bateu forte e venceu Cássio. Alguns jogadores corintianos reclamaram de falta em Danilo Avelar, no começo da jogada. Em desvantagem, Carille mexeu no time e o lançou ao ataque. Mas faltou criatividade para levar perigo à defesa são-paulina.

Grêmio goleia o Atlético-MG e entra no G6 do Campeonato Brasileiro

Grêmio goleia o Atlético-MG e entra no G6 do Campeonato Brasileiro

Os gols foram de Galhardo, Pepê e Maicon para o Grêmio. Di Santo fez para o Atlético. Com 41 pontos, o time gaúcho passa a ocupar o sexto lugar.

O Grêmio entrou no G6 do Campeonato Brasileiro. Ontem (13), no estádio Independência, os comandados de Renato Gaúcho venceram o Atlético-MG por 4 a 1, pela 25ª rodada da competição e desbancaram o Internacional do grupo de classificação à próxima Libertadores.

Os gols foram de Galhardo, Pepê e Maicon para o Grêmio. Di Santo fez para o Atlético. Com 41 pontos, o time gaúcho passa a ocupar o sexto lugar. Já os mineiros têm 31, em 11º, e vivem crise. O técnico Rodrigo Santana tem cargo ameaçado e pode ser demitido.


Leia também: Grêmio atropela o Goiás e comemora aniversário com golaço 


O Grêmio encara o Bahia na próxima rodada. O jogo será na quarta-feira, em Porto Alegre. Já o Atlético-MG visita o CSA no mesmo dia.

O Grêmio não conseguiu impor seu futebol no início da partida. Sem a mesma posse de bola que mantém normalmente, o time de Renato Gaúcho viu o Atlético-MG crescer e empilhar conclusões. Quando era fragilizado na partida, porém, o time gaúcho conseguiu abrir o placar com gol "sem querer". Galhardo, pela direita, tentou cruzar, mas a bola deu na trave e no goleiro Wilson antes de entrar. Na frente, o Grêmio cresceu e chegou ao segundo ainda na etapa inicial, com Maicon, de pênalti. E mesmo que tenha levado um susto com gol de Di Santo, viu o resultado mais tranquilo logo no início do segundo tempo com gol de Pepê. Alisson fechou o placar no fim do jogo.


Foto: Divulgação/Grêmio FC

O Atlético-MG bem que tentou imprimir um ritmo ofensivo na partida. Mas depois de empilhar chances perdidas, o time mineiro se viu atrás no marcador com um lance fortuito. Em diante, se perdeu, e quando esteve "nas cordas", descontou. Após consultar o VAR, o árbitro marcou pênalti de Galhardo em Luan. "Eu achei que não foi pênalti. Teve contato, mas ele deu. O André também caiu e nem olharam o VAR. Tem que ser para os dois lados", reclamou o lateral gremista. Di Santo marcou na cobrança. A ideia era sair ao ataque de vez na etapa complementar. Mas o gol de Pepê esfriou os ânimos, fez a equipe perder a cabeça e tudo ainda ficou mais difícil após a expulsão de Cazares. Sem forças, a derrota foi inevitável.

Rafael Galhardo abriu o placar para o Grêmio aos 33 do primeiro tempo. Maicon fez o segundo, de pênalti, aos 43. Di Santo, do Atlético-MG, também de pênalti, descontou aos 48 da etapa inicial. Mas Pepê marcou com um minuto de segundo tempo, e aos 50 do segundo tempo Alisson definiu o placar.

Cruzeiro empata com a Chapecoense e segue sem vencer com Abel

Cruzeiro empata com a Chapecoense e segue sem vencer com Abel

O time já soma oito jogos sem ganhar no Campeonato Brasileiro. São quatro empates e quatro derrotas.

Abel Braga segue sem vencer no comando do Cruzeiro. O time mineiro sofreu o empate com a lanterna Chapecoense no último minuto, em confronto direto contra o rebaixamento.

Dedé empurrou para as redes com apenas quatro minutos e sofreu um empate aos 48 minutos, com Camilo.

Assim, o Cruzeiro soma a oitava partida sem vencer no Brasileirão. São quatro derrotas e quatro empates. O time permanece na 18ª colocação, agora com 22 pontos, quatro a menos que o CSA.


Leia também: Flamengo 'manda' na partida e vence Chapecoense na Arena Condá 


Já a Chapecoense ainda não sabe o que é vencer sob o comando de Marquinhos Santos. O time catarinense é o último colocado, com 16 pontos, um atrás do Avaí. Na quarta-feira, eles viajam para a capital paulista, onde enfrentarão o vice-líder Palmeiras. No mesmo dia, o Cruzeiro recebe o São Paulo.

A entrada dos dois times para o Hino Nacional, com todos os jogadores bem sérios e silenciosos, já mostrava a tensão que havia para o duelo. O Cruzeiro conseguiu converter essa seriedade em vantagem bem no começo do jogo. Com apenas quatro minutos, Fred escorou a bola para Dedé chegar chutando e abrir o placar.


Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

A Chapecoense esboçou uma reação logo após o gol, obrigando a Fábio a fazer duas boas defesas, a primeira na cabeceada de Roberto e depois no chute de longe do Régis. Ainda nesta pressão da Chape entre os 10 e os 15 minutos, o VAR analisou um toque de mão de Fabrício Bruno, mas ficou decidido que o jogo seguisse.

Ambos os times continuaram buscando o gol no primeiro tempo, deixando a partida bem equilibrada, mas quem ficou com a melhor chance foi o Cruzeiro. Aos 45, David recebeu o cruzamento de Éderson e finalizou na trave.

Para o segundo tempo, Marquinhos Santos tirou o meia Vini Locatelli e colocou o atacante Arthur Gomes. O ataque da Chape passou a oferecer mais perigo, tendo uma boa oportunidade no chute de Régis, obrigando Fábio a saltar para evitar o gol.

João Ricardo também teve trabalho para evitar que o Cruzeiro ampliasse. O goleiro da Chapecoense defendeu com o rosto a bola finalizada à queima-roupa por Fred. O defensor chegou a ficar por um momento no chão, mas logo se recuperou para continuar jogando.

13 de outubro de 2019

Tite admite críticas e pede tempo para testes antes de “jogos oficiais”

Tite admite críticas e pede tempo para testes antes de “jogos oficiais”

“Porque mexeu demais na estrutura tática da equipe e em nomes. Por isso caiu, por isso oscilou. Mexeu no sistema e em nomes. Agora é a hora”., disse o técnico.

Desde que conquistou a Copa América, no início de julho, no Brasil, a Seleção Brasileira não conseguiu mais vencer. São quatro jogos, com três empates e uma derrota. O momento é instável e Tite sabe da pressão que carrega nesse sentido.

“Seleção quer vencer, precisa vencer, tem que vencer”, disse o técnico, em entrevista coletiva em Singapura, logo após a igualdade com a Nigéria. “Inevitável ter críticas, absorver críticas, inevitável nessa fase de preparação, a insatisfação é minha também nesse processo de resultados”.


Leia também: Seleção brasileira empata e chega a quatro jogos sem vencer 


Questionado sobre o motivo da Seleção não ter correspondido nos últimos amistosos, Tite foi objetivo e direto.

“Porque mexeu demais na estrutura tática da equipe e em nomes. Por isso caiu, por isso oscilou. Mexeu no sistema e em nomes. Agora é a hora”.

Em 2020, a Seleção Brasileira vai começar sua caminhada nas Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar, e por isso Tite entende que esse é o momento de fazer experimentos, independente dos placares.


Foto: Lucas Figueiredo/CBF

“Vivemos em função de resultados, eu sei disso, mas sempre tenho colocado: existe um processo, de erros, ajustes. Não pode é em competição oficial, aí a margem de erro é pequena. É agora e é do jogo (a fase de testes). Crítica tem, e tem que ter maturidade para absorver”, explicou.

“Sei que tenho a pressão do resultado, mas só consegue fazer jogos preparatórios se o campo oportunizar em termos de sistema e nomes. Um exemplo, Lodi jogou muito. A Seleção teve no Lodi a possibilidade de ter um jogador agressivo pelo lado”.

Apesar da frustração com os empates frente aos africanos de Senegal e Nigéria, Tite deixou Singapura satisfeito pelo desempenho no segundo tempo contra os nigerianos, nesse domingo. Agora, a Seleção volta a se reunir em novembro, para amistosos contra Argentina e Coreia do Sul.

“Tentar retomar. Eu disse a eles no vestiário. Quando vocês vierem de volta, a gente vai continuar o jogo desse segundo tempo aqui”, revelou. “Principalmente segundo tempo um grande desempenho, teve oportunidades. Faltou efetividade”, concluiu.

SP recebe o Corinthians com foco em uma vaga no G4 do Brasileiro

SP recebe o Corinthians com foco em uma vaga no G4 do Brasileiro

Para esta partida, o técnico Fernando Diniz não poderá contar com Daniel Alves no tricolor.

O São Paulo recebe o Corinthians neste domingo, às 18h (de Brasília), no estádio do Morumbi, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. De olho em uma vaga no G4 da competição, a equipe comandada por Fernando Diniz pode até desbancar seu arquirrival da quarta colocação em caso de uma vitória elástica.


Leia também: Raniel volta e reforça São Paulo no clássico com Corinthians 


Essa será o quinto Majestoso do ano. No Campeonato Paulista, as equipes se enfrentaram na primeira fase, com vitória do Corinthians por 2 a 1, e, posteriormente, fizeram a final do Estadual, com empate em 0 a 0 no Morumbi e triunfo alvinegro em Itaquera por 2 a 1, com direito ao gol do título marcado por Vagner Love aos 45 do segundo tempo. No primeiro turno do Brasileirão, nova vitória corintiana, desta vez por 1 a 0.

Para esta partida, o técnico Fernando Diniz não poderá contar com Daniel Alves, convocado pela Seleção Brasileira principal, Antony, convocado pela Seleção Brasileira olímpica, e muito provavelmente Pablo, que sentiu o adutor na última quarta-feira, contra o Bahia, sendo substituído ainda no primeiro tempo. Em contrapartida, Arboleda, que cumprir suspensão na rodada passada, está de volta ao time.


O Corinthians corre risco de perder sua vaga no G-4 se perder por vitória elástica do São Paulo - Foto: Miguel Locatelli/Athletico

Pelo lado do Corinthians, o que se espera é uma atuação um pouco mais segura do que aquela apresentada no empate por 2 a 2 diante do Athletico-PR, na Arena, na última quinta-feira. O próprio técnico Fábio Carille comentou o mau momento do Timão, que possui 43 pontos e ocupa o quarto lugar na tabela.

“É certo que temos de melhorar, crescer, tem margem, sim. O time tem oscilado muito, a volta da Copa América foi melhor, e com todas as dificuldades a gente está em quarto. A gente sabe nossos problemas, estamos trabalhando forte para o futuro”, disse em coletiva de imprensa após o jogo.

Com pouco tempo para treinar, o treinador poderia manter a mesma base para enfrentar o Tricolor. Mas, além das ausências confirmadas de Pedrinho e Sornoza, com as seleções olímpica e equatoriana, respectivamente, e Junior Urso, tratando uma contratura muscular na coxa direita, Carille perdeu o volante Ralf. Na sexta-feira à noite, o veterano estava no carro que se envolveu em um acidente automobilístico e ficou fora da relação do jogo.

Luxemburgo: elenco abdicou de salário para VAS pagar funcionários

Luxemburgo: elenco abdicou de salário para VAS pagar funcionários

O técnico do Vasco elogiou a atitude dos jogadores diante da crise financeira pela qual o clube passa. Ele também abriu mão do salário.

O técnico Vanderlei Luxemburgo aproveitou o espaço no resumo semanal da "Vasco TV", no YouTube, e revelou que os jogadores abdicaram de receber os salários para que o clube conseguisse pagar os funcionários, também prejudicados pela crise financeira vascaína. Ainda assim, o elenco recebeu o valor referente às premiações, que estava pendente.


Leia também: Vasco faz 121 anos com salários atrasados e protesto 


No vídeo, o comandante elogiou a atitude de seus atletas e disse que seguiu o mesmo caminho, ficando sem o vencimento.

"Falar sobre a dignidade e a demonstração dos jogadores, que estão totalmente ajustados com os problemas do clube. Eles tinham um salário para receber e abdicaram. Receberam as premiações pendentes e o restante eles abriram mão para que pudessem pagar os funcionários, sensibilizados com o que vem acontecendo", começou.


Vanderlei Luxemburgo - Foto: Bruno Cantini/ Clube Atlético MG

"O presidente está correndo atrás de acertar até o final do mês, deixar as coisas mais redondas e mais claras. Podem regularizar até o final do mês isso para todos. Fiquei satisfeito com a atitude dos jogadores. Como eles abdicaram, eu como comandante também não recebi o salário. Estou junto com os jogadores, e a nossa maior preocupação hoje é o Vasco da Gama", acrescentou.

A situação financeira do Vasco é ruim desde o começo da temporada. Atualmente, o presidente Alexandre Campello tenta captar os R$ 20 milhões do empréstimo aprovado pelo Conselho Deliberativo do clube, em junho.

Arthur Nory conquista ouro no Mundial de Ginástica Artística

Arthur Nory conquista ouro no Mundial de Ginástica Artística

O título é inédito para Nory, que recebeu a medalha de prata nos Jogos Panamericanos de Lima, neste ano

O ginasta brasileiro Arthur Nory conquistou a medalha de ouro na barra fixa no Campeonato Mundial de Ginástica Artística, realizado em Stuttgart, na Alemanha.


Leia também: Equipe russa é ouro no Mundial de Ginástica após 28 anos 


Com nota de 14.900, Nory superou o croata Tin Srbic (14,666) e o russo Artur Dalaloyan (14,533). 


Arthur Nory conquista ouro no Mundial de Ginástica Artística - Foto: Reprodução/Instagram

Após as Olimpíadas do Rio, em 2016, quando ficou com o bronze no solo, Nory passou por uma cirurgia no ombro. Em maio deste ano, o atleta descobriu ter condromalácia, doença que causa desgaste da cartilagem no joelho e não tem cura. 

O título é inédito para Nory, que recebeu a medalha de prata nos Jogos Panamericanos de Lima, neste ano.

No Twitter, o perfil oficial dos Jogos Olímpicos publicou um vídeo com a reação de Nory após a vitória. a

Seleção brasileira empata e chega a quatro jogos sem vencer

Seleção brasileira empata e chega a quatro jogos sem vencer

Na quinta-feira (10), a seleção brasileira empatou com a de Senegal também em 1 a 1.

 A seleção brasileira empatou em 1 a 1 com a seleção da Nigéria no amistoso realizado em Singapura, neste domingo (13).

O jogo encerrou a série de dois confrontos no Estádio Nacional, na região central de Singapura. Na quinta-feira (10), a seleção brasileira empatou com a de Senegal também em 1 a 1.

Esse é o quarto jogo seguido após a Copa América sem vitória da equipe sob comando do técnico Tite. Em setembro, a seleção havia empatado com a Colômbia e perdido para o Peru.

Ofensivo nos primeiros 15 minutos de partida, o time brasileiro deixou os nigerianos dominarem aos poucos o restante do primeiro tempo de jogo, até que, aos 34 minutos, o volante Aribo arrematou o primeiro gol da partida com uma bola recebida por Simon, furando a defesa do time do Brasil.

Aos 11 minutos do primeiro tempo, Neymar sentiu a coxa esquerda e teve de ser substituído por Philippe Coutinho.

Embora os últimos minutos da primeira etapa da partida tenham sido de boas chances para a seleção brasileira, o bloqueio nigeriano respondeu à altura, com interrupções precisas das tentativas de ataque.

O empate veio logo no início do segundo tempo. Após receber um cruzamento de Dani Alves, Marquinhos mandou a bola para a trave. Casemiro dominou no rebote e finalizou o gol.

A entrada de Gabigol no lugar de Firmino, aos 16 minutos da segunda etapa, teve pouco efeito contra o bloqueio nigeriano, com destaque para as defesas do goleiro Uzoho. O nigeriano teve de ser substituído, aos 19 minutos do segundo tempo, após se machucar na defesa de um lance aéreo. Uzoho deixou o campo sob aplausos da torcida.

Assim como no amistoso jogado contra Senegal, na quinta-feira (10), o público presente no Estádio Nacional não se empolgou e vários setores da arquibancada ficaram vazios.

BRASIL

Ederson, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Arthur (Fabinho), Neymar (Philippe Coutinho); Gabriel Jesus (Paquetá), Roberto Firmino (Gabigol) e Everton (Richarlison). T.: Tite.

NIGÉRIA

Uzoho (Okoye); Awaziem, Ajayi, Troost-Ekong e Collins; Ndidi, Aribo e Iwobi (Azeez); Chukwueze, Simon (Dennis) e Osimhen (Onuachu). T.: Gernot Rohr.

Local: Estádio Nacional, em Kallang (Cingapura)

Árbitro: Jansen Foo

Assistentes: Abdul Hannan e Ong Chai Lee

Público: 20.385

Cartões amarelos: Thiago Silva (Brasil)

Gols: Aribo, aos 34 minutos do primeiro tempo; Casemiro, aos 2 minutos do segundo tempo

12 de outubro de 2019

Com um a menos, Timon arranca empate do Cori-Sabbá em Floriano

Com um a menos, Timon arranca empate do Cori-Sabbá em Floriano

Com resultado, a equipe representante de Teresina está a um empate do acesso à Série A.

O primeiro jogo da semifinal da Série B do Campeonato Piauiense entre Cori-Sabbá e Timon terminou em 2 a 2, na noite desta sexta-feira (11), em Floriano. Diante de um Tibério Nunes lotado e com um jogador a menos, a Águia Soberana fez milagre depois de sair perdendo por 2 a 0 na etapa inicial. Com resultado, a equipe representante de Teresina está a um empate do acesso à Série A.

Tibério Nunes lotado. Foto: Repórter Amarelinho

No primeiro tempo, o Cori-Sabbá abriu o placar com Emerson após receber bola na área de Roger que finalizou na saída do goleiro Jailson. O segundo veio de pênalti após entrada dura do lateral Paulinho que resultou na sua expulsão. O centroavante e cartola da equipe, Anderson Kamar, foi lá e converteu a cobrança.

Na etapa final, a equipe do técnico Marcão foi precisa e com bravura conseguiu arrancar o empate. A entrada de João Pedro mudou a dinâmica do jogo. Depois de falha na zaga do Cori, Bismarck apareceu livre para marcar o primeiro gol do Timon. O empate veio minutos depois com Amorim numa jogada de contra-ataque fulminante.

Com o empate, o Timon trás um resultado importante para o jogo decisivo da volta que acontece no dia 21 de outubro, no estádio Lindolfo Monteiro, no Centro de Teresina. A equipe terminou a fase de classificação em primeiro do grupo e, portanto, tem vantagem de jogar pelo empate para chegar à decisão.  Já o Cori-Sabbá só avança em caso de vitória, por qualquer placar.

Oeirense e Picos medem forças nos primeiros 90 minutos de semifinal

Oeirense e Picos medem forças nos primeiros 90 minutos de semifinal

O confronto entre Oeirense x Picos pela semifinal acontece no estádio Gerson Campos, na cidade de Oeiras.

Em fase de decisão, a Série B do Campeonato Piauiense tem jogo importante acontecendo neste sábado (12), às 16h, no estádio Gerson Campos, na cidade de Oeiras. O confronto entre Oeirense x Picos pela semifinal. Esses serão os primeiros 90 minutos da decisão que só conhecerá o finalista no dia 18 de outubro, na cidade de Picos. A equipe que chegar a final automaticamente garante o acesso até a Série A do Campeonato  Piauiense 2020.


O Oeirense recebe o time do Picos no estádio Gerson Campos

As duas equipes mediram forças na primeira fase da competição e ficaram no empate sem gols. De um lado, um Picos que já bateu na trave algumas vezes ao longo de disputas do Série B do Estadual. O Zangão joga os primeiros 90 minutos fora de casa e tem a vantagem no regulamento por ter terminado a primeira fase em segundo lugar e faz o jogo de volta em casa, diante do seu torcedor que até aqui vem sendo o 12º jogador.

Do outro lado, o caçula Oeirense, que chegou a estar na liderança da competição, mas folgou na última rodada da primeira fase e viu os adversários avançarem. A equipe precisa fazer valer o primeiro jogo em casa e conseguir uma vitória para diminuir a vantagem do adversário O time comandado por Cicero Monteiro tem os dois artilheiros da competição: atacante Rhuann (quatro gols) e o meio campo Paulinho Mossoró (três gols).


A Sociedade Esportiva de Picos espera surpreender o adversário neste primeiro jogo

Em seu ano de surgimento o Oeirense quer conseguir emplacar de cara um acesso até a divisão principal do futebol piauiense.

A outra semifinal da competição estadual acontece entre Timon x Cori-Sabbá. O jogo de volta acontece no dia 21 de outubro, uma segunda-feira, às 20h, no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. Os dois finalistas sobem para 1ª divisão. A data da final ainda  não foi definida.

11 de outubro de 2019

Alberto Valentim deixa o Avaí e é o novo técnico do Botafogo

Alberto Valentim deixa o Avaí e é o novo técnico do Botafogo

le se encontrará com o elenco em São Paulo, local da próxima partida do Alvinegro, contra o Palmeiras, neste sábado.

 Alberto Valentim é o novo técnico do Botafogo. O treinador estava no Avaí e acertou sua saída do clube catarinense nesta sexta-feira -uma multa rescisória de R$ 200 mil foi paga. Ele se encontrará com o elenco em São Paulo, local da próxima partida do Alvinegro, contra o Palmeiras, neste sábado. O interino Bruno Lazaroni seguirá no comando do time enquanto o novo treinador ficará no camarote - a estreia será contra o Vasco, quarta, em São Januário.

Alberto Valetim, ex-técnico do Vasco. Reprodução Internet

Essa é a segunda passagem de Valentim pelo Botafogo. A primeira foi marcante por causa do título carioca sobre o Vasco. Pesou para seu retorno o bom conhecimento do elenco por parte do profissional. A aceitação de seu nome foi positiva e, portanto, o treinador passou a ser prioridade do Alvinegro, que tinha outas opções.
Sondado, Cuca nem sequer abriu conversas. Enderson Moreira chegou a ser o favorito por causa da multa rescisória de Valentim. Jair Ventura foi descartado pela forte rejeição de parte da torcida do Botafogo. Dessa forma, o Alvinegro resolveu as pendências com o Avaí e fechou a volta do novo treinador.
Ele assina contrato até o fim de 2020, mas corre sério risco de ter passagem encurtada. É que o Botafogo deverá virar empresa através do estudo encomendado pelos irmãos Moreira Salles em dezembro e o treinador não é um dos nomes favoritos para encabeçar o projeto. Existe, inclusive, uma cláusula para que não haja multa em caso de saída no fim do ano.
A primeira passagem de Alberto Valentim por General Severiano foi breve. Ele ficou no clube entre fevereiro e junho de 2018. O treinador, no entanto, criou forte identificação com os torcedores principalmente por causa do título carioca conquistado sobre o Vasco. Na decisão, conseguiu vitória emocionante nos pênaltis após Carli marcar no último lance do tempo normal. Nas penalidades, Gatito foi o herói.
Foram 11 vitórias, sete empates e outras sete derrotas. O último jogo de Alberto Valentim foi a vitória por 2 a 0 sobre o Athlético-PR, em 13 de junho de 2018, no Nilton Santos. O bom desempenho no Botafogo o deixou em destaque. Aceitou proposta do Pyramids FC, do Egito, e deixou o clube na nona colocação do Brasileiro. A passagem pelo país africano foi brevíssima por causa de um problema com dirigentes e proprietários do clube. Voltou ao Brasil no Vasco antes de chegar ao Avaí.

Raniel volta e reforça São Paulo no clássico com Corinthians

Raniel volta e reforça São Paulo no clássico com Corinthians

O atacante voltou a treinar com o elenco do São Paulo na manhã desta sexta-feira (11)

Recuperado de uma amidalite, o atacante Raniel voltou a treinar com o elenco do São Paulo na manhã desta sexta-feira, no CT da Barra Funda. Ele deve ser titular da equipe no clássico contra o Corinthians, no domingo, às 18 horas, no Morumbi, já que Pablo sentiu o adutor da coxa direita e foi submetido a exames.

Raniel volta a treinar no São Paulo. Foto: Reprodução / Internet

Além de Pablo, quem também desfalcou o treino do São Paulo nesta sexta foi o lateral-direito Juanfran. Ele sentiu um desconforto muscular e foi outro a ser examinado pelo departamento médico tricolor. A comissão técnica deve saber nesta tarde se os jogadores sofreram lesão.

Pablo e Juanfran tiveram de ser substituídos durante o empate sem gols com o Bahia, na última quarta-feira, em Salvador. Liziero, que precisou deixar o campo por causa de cãibras, treinou normalmente nesta sexta-feira e não preocupa.

O departamento médico do São Paulo ainda conta com Everton, Toró e Rojas. Os outros desfalques certos para o clássico de domingo, válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, são Daniel Alves, com a seleção brasileira, e Antony, com a seleção olímpica.

O treino tático desta sexta-feira foi fechado à imprensa, que só pôde acompanhar o aquecimento dos jogadores. Uma provável escalação do São Paulo tem: Tiago Volpi, Igor Vinícius (Juanfran), Bruno Alves, Arboleda, Reinaldo; Luan, Tchê Tchê, Hernanes e Liziero (Igor Gomes); Alexandre Pato e Raniel.

O São Paulo está em quinto lugar no Brasileirão, com 40 pontos, três a menos do que o Corinthians, quarto colocado, que na noite da última quinta-feira empatou por 2 a 2 com o Athletico-PR, em Itaquera, no fechamento da 24ª rodada da competição.

Cori-Sabbá e Timon fazem 1º jogo da semifinal da Segundona nesta sexta

Cori-Sabbá e Timon fazem 1º jogo da semifinal da Segundona nesta sexta

Além do título, as equipes nesta etapa brigam por uma vaga na Série A do estadual.

Cori-Sabbá e Timon fazem nesta sexta-feira (11), às 20h, no estádio Tibério Nunes, em Floriano, o primeiro duelo da semifinal da segunda divisão do Campeonato Piauiense. O jogo decisivo da volta acontece no dia 21 de outubro, no estádio Lindolfo Monteiro, no Centro de Teresina.

Além do título, as equipes nesta etapa brigam por uma vaga na Série A do estadual. Isso porque segundo o regulamento da competição, os dois finalistas garantem acesso à elite do futebol piauiense no próximo ano.

Primeiro jogo da semifinal da Série B será entre Cori-Sabbá e Timon. Foto: Elias Fontenele

A equipe do Timon terminou a fase de classificação em primeiro lugar do grupo único. Já o Cori-Sabbá ocupou a quarta colocação. Ambas as equipes conquistaram os respectivos resultados na quinta e última rodada da competição. Com os resultados, o Timon tem vantagem de jogar pelo empate para chegar à decisão. Tanto o Cori quanto a Águia Soberana sonham em conquistar o acesso inédito à Série A.  

Times para o confronto

Cori-Sabbá

Embora tenha perdido por 2 a 1 ainda na primeira fase para o Timon, o Cori-Sabbá propõe-se agarrar o sonho do acesso com unhas e dentes. A zaga da Águia de Floriana é a principal preocupação do Técnico Valdomiro Ferreira. A expectativa é que Lucas Lobo, Aílton e Yan assumam com louvor a posição. A formação 4-3-3 deverá ser mantida para o confronto.  

Timon

O Timon intensificou os treinos nesta semana, mas o clima foi de respeito ao adversário. O técnico Marcão chegou a dizer que nesta etapa da competição o Cori-Sabbá entraria “em campo com outro espirito”. A equipe deve começar com três zagueiros com visão nos contra-ataques. O técnico disse ainda que pretende trabalhar com o fator surpresa. 

Beach Tênis inicia disputas da 2ª etapa Estadual

Beach Tênis inicia disputas da 2ª etapa Estadual

Nessa etapa terão 40 atletas ao total brigando por titulo e medalhas; no caso, 20 duplas em disputa.

A segunda etapa do Campeonato Piauiense de Beach Tênis teve início nessa quinta-feira (10). A competição movimenta a modalidade, que é nova no Estado, mas aos poucos ganha atenção e adeptos. Nessa etapa terão 40 atletas ao total brigando por titulo e medalhas, no caso, 20 duplas em disputa. Os jogos acontecem na Radical Tênis e os campeões serão conhecidos no sábado (12).

“É uma modalidade que a federação começou a apostar em competições esse ano e vem dando muito certo. Vários dos atletas de quadra e saibro estão disputando também o beach e isso é bom, pois é uma opção a mais. Temos também uma boa adesão das mulheres, já que o jogo em si é mais curto e dinâmico. Diferente do tênis convencional e elas se sentem mais confiantes para começar a competir”, explica Fábio Encina presidente da Federação Piauiense de Tênis.


Foto: Jailson Soares/O Dia

No tênis convencional, o Piauí não tem uma categoria feminina em disputa de competições, pois as mulheres que jogam optam por não competir. No beach tênis a realidade é outra e as duplas femininas ou duplas mistas estão em bom número.

Entre os nomes que estão se testando e experimentando a competição na areia está o tricampeão piauiense de tênis Sávio Amorim. “É rápido o jogo e bem intenso. Tenho gostado bastante de jogar e aprender a jogar na areia. Precisando ter mais cuidado na batida, mais jeito e menos força”, conta o tenista.

Paralelo ao Piauiense beach tênis acontecem também às disputas da 5ª etapa do Circuito Piauiense de Tenis, essa é a penúltima etapa antes de conhecer os campeões da temporada 2019. Ambas as competições se encerram no sábado (12).

Corinthians empata com Athletico e pode deixar o G-4 no clássico

Corinthians empata com Athletico e pode deixar o G-4 no clássico

É que a equipe do Morumbi, que vai receber o time alvinegro em casa, soma 40 pontos no Nacional, três a menos do que os corintianos.

O Corinthians empatou com o Athletico-PR nesta quinta-feira (10), por 2 a 2, em Itaquera, e agora corre o risco de deixar o G-4 do Campeonato Brasileiro no próximo domingo (13), diante do São Paulo.

A equipe do Morumbi, que vai receber o time alvinegro em casa, soma 40 pontos no Nacional, três a menos do que os corintianos.

Para assumir a quarta colocação, o time de Fernando Diniz teria de ganhar o clássico e tirar uma diferença de três gols de saldo.


Leia também: Carille tem problemas para escalar o Corinthians contra o Athletico-PR 


O histórico das duas equipes nesta edição do campeonato, no entanto, não indica que esta margem seja provável.

O Corinthians perdeu apenas três partidas no torneio e, em nenhuma delas, por três gols de diferença. A equipe até chegou a sofrer três gols do Bahia, na 1ª rodada, mas descontou e acabou derrotado por 3 a 2.

Já o São Paulo só venceu uma vez por uma margem de pelo menos três gols, quando goleou a Chapecoense, por 4 a 0, em casa, na 11ª rodada.


Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Quarto colocado, o time de Fábio Carille tem tido dificuldade para se manter na zona de classificação direta para a Libertadores.

Ao longo da competição, esteve entre os quatro primeiros durante cinco das 24 rodadas, já somando a partida diante do Athletico.

A inconsistência na briga por vaga no continental se deve ao futebol irregular que a equipe tem apresentado.

Nesta quinta-feira, sofreu para sair de campo com um ponto mesmo tendo saído na frente, com gol de Gil.

O time cometeu muitos erros na defesa e chegou a levar a virada em oito minutos. Léo Cittadini e Erick marcaram.

Antes do fim da primeira etapa, Boselli conseguiu empatar, em novo lance de bola parada, única arma eficiente do Corinthians diante dos paranaenses. O gol de Gil havia saído após cobrança de escanteio.

No segundo tempo, o Corinthians conseguiu melhorar seu posicionamento defensivo e sofreu menos com as chegadas dos visitantes.

A criatividade corintiana, porém, continuou aquém do necessário para buscar a vitória.

Cada time teve uma grande oportunidade de marcar. Vagner Love chutou em cima do goleiro Léo em um lance cara a cara. Do outro lado, Thonny Anderson driblou boa parte da defesa alvinegra, mas, na conclusão, viu seu gol ser impedido por uma defesa de Cássio.

Sem Luiz Adriano e Willian, Palmeiras vê ataque virar problema

Sem Luiz Adriano e Willian, Palmeiras vê ataque virar problema

O time enfrenta o Botafogo no Pacaembu nesse sábado (12) em meio a um cenário de indefinições.

A previsão pessimista do Palmeiras após a derrota por 2 a 0 para o Santos, nesta quarta-feira (9), na Vila Belmiro, foi confirmada na manhã desta quinta: Luiz Adriano tem uma lesão muscular na parte posterior da coxa direita e vai desfalcar a equipe por tempo indeterminado. Sem seu centroavante titular e também sem o jogador que foi seu substituto imediato no clássico - Willian, que foi expulso -, o técnico Mano Menezes tem um novo problema para resolver para o jogo deste sábado (12), contra o Botafogo, no Pacaembu.

As opções do treinador são Miguel Borja, Deyverson e Henrique Dourado. Só que nenhum deles está com muita moral no momento. O favorito para a vaga é Borja, que ganhou espaço nos primeiros jogos de Mano, mas não convenceu no empate com o Atlético-MG, quando Luiz Adriano foi poupado, e nem sequer entrou em campo diante do Santos. O técnico, aliás, terminou o jogo com uma substituição ainda por fazer.


Leia também: Palmeiras faz o primeiro treino aberto do ano com titulares 


Deyverson, por sua vez, tem sido pouco aproveitado por Mano. O camisa 16 ainda não foi titular com o treinador e entrou em apenas dois jogos, contra Fortaleza e Atlético-MG, com atuações sem destaque. Já Henrique Dourado, com contrato apenas até o fim do ano, ainda nem estreou pelo Palmeiras, apesar de treinar normalmente e estar clinicamente recuperado de fratura na perna sofrida no início do ano.

Contra o Santos, após a saída de Luiz Adriano ainda no primeiro tempo, Borja era a única opção da posição no banco, já que Deyverson estava suspenso e Dourado não havia sido relacionado. Mas Mano preferiu colocar em campo Carlos Eduardo e deslocar Willian da ponta para a função de centroavante. O "Bigode" participou pouco do jogo, sofreu nos duelos físicos com a zaga do Santos e ainda foi expulso na segunda etapa após entrada forte em Pituca que foi revisada pelo VAR.


Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Os bons números de Luiz Adriano, que tem seis gols em 11 jogos pelo Palmeiras, contrastam com a fase de baixa dos concorrentes. Borja tem cinco gols em 22 jogos na temporada (17 como titular), enquanto Deyverson soma seis bolas na rede em 32 partidas (23 como titular). Já Dourado não entra em campo desde 3 de março, quando quebrou a perna em jogo do Henan Jianye na China.

Apesar do cenário, Mano já afirmou que os desfalques não podem ser desculpa para o jogo contra o Botafogo. Além de Luiz Adriano e Willian, o Palmeiras não terá os convocados Weverton e Gustavo Gómez e o suspenso Felipe Melo. Mayke e Ramires seguem no departamento médico.

"Sobre desfalques, temos um ótimo elenco. Não posso, não tenho o direito de reclamar se algum jogador vai ficar fora ou não. Vamos escolher os jogadores para fazer um bom jogo contra o Botafogo e voltar a jogar", disse o treinador.

Pablo volta a preocupar o São Paulo antes de clássico

Pablo volta a preocupar o São Paulo antes de clássico

O atacante sentiu a coxa direita em Salvador e será examinado na próxima sexta-feira (11).

Fernando Diniz mal assimilou ainda o empate do São Paulo por 0 a 0 com o Bahia, nesta quarta-feira (9), pelo Campeonato Brasileiro, e já sabe que tem partir em busca de uma vitória no clássico com o Corinthians, no próximo domingo (13), no Morumbi.

Para tanto, o técnico saiu da Fonte Nova já precisando pensar em uma maneira de substituir seus muitos desfalques. Além da ausência dos selecionáveis Daniel Alves e Antony, o Tricolor paulista pode perder o seu artilheiro na temporada. O atacante Pablo sentiu o adutor da coxa direita, em Salvador, e será examinado nesta sexta (11).


Pablo sentiu a coxa direita no último jogo - Foto: Reprodução/Instagram

Considerado um dos principais reforços do clube para a temporada, Pablo balançou as redes em sete vezes em 2019. No entanto, ele já deixou de entrar em campo em 20 partidas por causa de problemas físicos (12 confrontos devido a uma cirurgia lombar e oito por conta de lesão ligamentar no tornozelo direito). Nesta quarta, saiu do campo de carrinho, visivelmente abalado.

"Vamos esperar. O Pablo não está descartado para domingo. Ele estava com uma dor no adutor. Achamos que reunia condições conversando com departamento médico. Vamos aguardar para ver se tem condições de jogar contra o Corinthians."

A lista de desfalques para o clássico também é formada por Everton (lesão no joelho esquerdo) e Rojas (cirurgia no joelho direito), ambos vetados pelo departamento médico. Já Juanfran (dores musculares), Toró (lesão muscular) e Raniel (amigdalite) são dúvidas. Por fim, o time tem como pendurados com dois cartões amarelos Tchê Tchê, Reinaldo, Liziero, Anderson Martins, Luan, Raniel, Igor Gomes e Pablo.

10 de outubro de 2019

Amistoso: Brasil empata com Senegal em Singapura

Amistoso: Brasil empata com Senegal em Singapura

A seleção brasileira empatou por 1 a 1. Roberto Firmino abriu o placar, e Diédhiou empatou para os senegaleses.

Em partida de clima morno, com arquibancadas parcialmente vazias, a seleção brasileira  empatou por 1 a 1 com Senegal na manhã desta quinta-feira (10), em amistoso realizado no Estádio Nacional, em Singapura. Roberto Firmino abriu o placar, e Diédhiou empatou para os senegaleses. 

O jogo foi o 100º de Neymar com a camisa da seleção. O camisa 10 não brilhou e acabou passando em branco durante os 90 minutos. Tite aproveitou para realizar alguns testes e promoveu as estreias de Matheus Henrique e Renan Lodi pela seleção principal -ambos entraram na segunda etapa.


Em amistoso, Brasil empata com Senegal em Singapura. Instagram

O Brasil volta a campo no domingo (13), quando enfrenta a Nigéria, no mesmo Estádio Nacional de Cingapura. O jogo será às 9h (de Brasília).

O camisa 10 da seleção brasileira não foi um dos destaques do confronto. Fazendo seu 100º jogo com a camisa do Brasil, Neymar ainda não parece estar na melhor forma após a lesão no tornozelo direito sofrida na preparação para a Copa América. Menos explosivo do que habitualmente, enfrentou poucas vezes os marcadores em situações de um contra um e sentiu um pouco a falta de ritmo. Teve boa oportunidade no fim do primeiro tempo ao receber um belo passe de Firmino, mas parou no goleiro Gomis. Na segunda etapa, fez boas tabelas com Coutinho e Jesus, mas se movimentando menos do que de costume.

São Paulo empata com Bahia na Fonte Nova

São Paulo empata com Bahia na Fonte Nova

Com o 0 a 0, o técnico Fernando Diniz mantém a invencibilidade no comando tricolor, mas agora chega a dois empates e apenas uma vitória desde que chegou ao clube.

São Paulo  foi a Salvador e voltou da capital baiana com um empate sem gols diante do Bahia , nesta quarta-feira (9), na Fonte Nova, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o 0 a 0, o técnico Fernando Diniz mantém a invencibilidade no comando tricolor, mas agora chega a dois empates e apenas uma vitória desde que chegou ao clube.

Na estreia do treinador, contra o Flamengo, no Maracanã, a equipe são-paulina também não conseguiu marcar gols fora de casa e deixou o Rio de Janeiro com um ponto.

Com o resultado desta quarta, em Salvador, o São Paulo foi a 40 pontos e se manteve na quinta colocação, a dois pontos do Corinthians, que joga nesta quinta (10) contra o Athletico-PR. No domingo (13), as equipes fazem o clássico Majestoso, no Morumbi.

Já o Bahia caiu para oitavo lugar, com 38 pontos, mas com o mesmo número do Inter, que fecha a zona de classificação para a Libertadores. Essa foi a segunda partida seguida sem vitória dos baianos. No fim de semana passado, a equipe de Roger Machado havia perdido para o Athletico-PR por 2 a 1.

Para o duelo com o Corinthians, Fernando Diniz provavelmente terá o desfalque de Pablo, que deixou em uma maca o gramado da Fonte Nova por um problema muscular. O lateral-direito Juanfran também foi substituído por problema físico e pode virar dúvida para o clássico.

O JOGO

Hernanes teve a primeira chance do jogo logo no primeiro minuto, após boa jogada de Pato pela esquerda. Daí em diante o São Paulo passou a trocar muitos passes, mas criar pouco. O Bahia teve o contra-ataque e chegou com perigo com Ronaldo, mas de modo geral a partida foi mais tática do que emocionante até o intervalo.

O São Paulo voltou para o segundo tempo muito mais interessado em atacar. Pressionou por alguns minutos, mas não o suficiente para abrir o placar. Alexandre Pato apareceu na cara de Douglas Friedrich duas vezes em lances seguidos, mas em ambas as vezes o goleiro saiu bem do gol e levou a melhor.

A qualidade da partida caiu na meia hora final, quando o São Paulo já não conseguia repetir seus melhores momentos. Aí o Bahia voltou a se interessar pela posse de bola e passou a ter o protagonismo do jogo. Os melhores lances foram uma tabela pelo meio da defesa, que terminou em desarme de Bruno Alves, e um chute longo de Gregore que foi espalmado por Tiago Volpi.

BAHIA

Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho, Moisés (Giovanni); Gregore, Flávio, Ronaldo (Rogério); Artur, Elber (Arthur Caike), Fernandão. T.: Roger Machado

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Bruno Alves, Anderson Martins, Reinaldo; Luan; Tchê Tchê, Liziero (Vitor Bueno), Hernanes; Alexandre Pato, Pablo (Igor Gomes). T.: Fernando Diniz

Estádio: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Juiz: Braulio da Silva Machado (SC)

Cartões amarelos: Lucas Fonseca, Artur (Bahia); Tchê Tchê (São Paulo)

Santos vence o Palmeiras e assume a vice-liderança do Brasileirão

Santos vence o Palmeiras e assume a vice-liderança do Brasileirão

Na Vila Belmiro, venceu o Palmeiras, por 2 a 0, e assumiu a vice-liderança da competição.

Santos  conseguiu nesta quarta-feira (9) melhorar o seu desempenho contra adversários que estão no G-6 do Campeonato Brasileiro. Na Vila Belmiro, venceu o Palmeiras , por 2 a 0, e assumiu a vice-liderança da competição.

Foi apenas a segunda vitória da equipe comandada por Jorge Sampaoli diante de rivais que estão na zona de classificação para a Libertadores 2020. No primeiro turno, havia ganhado do Corinthians, por 1 a 0.

Até o clássico pela 24ª rodada, o time praiano tinha somado somente 26% dos pontos que disputou contra Flamengo, Palmeiras, Corinthians, São Paulo e Internacional, os times que acompanham os santistas nas seis primeiras posições. Chegou a ser goleado pelo próprio time alviverde, 4 a 0, na primeira metade do Nacional. Agora, o rendimento subiu para 38%.

Também cresceu o aproveitamento de Sampaoli em clássicos, de 45% para 51%, agora com quatro vitórias, dois empates e três derrotas diante dos principais adversários do estado.


Santos vence o Palmeiras e assume a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Instagram

O resultado diante do time alviverde confirma, ainda, a boa fase do Santos que, com sua terceira vitória seguida, diminui para cinco pontos a diferença para o líder Flamengo (52 a 47). Os cariocas, porém, têm um jogo a menos. Nesta quinta, recebem o Atlético-MG.

Derrotado na Vila, o Palmeiras também soma os mesmos 47 pontos que os santistas. Aparece em terceiro na tabela devido ao número de vitórias do rival (14 a 13).

Sob o comando de Mano Menezes, aliás, esta foi a primeira vez em que a equipe alviverde saiu de campo sem somar nenhum ponto. Até esta quarta, acumulava cinco vitórias e dois empates, estes nas duas últimas rodadas. O que era uma marca de invencibilidade transforma-se, agora, em uma sequência de três partidas sem vitórias.

A atuação diante do Santos, aliás, foi a pior do time desde a troca de Luiz Felipe Scolari, 70, por Mano. O time praiano abriu 2 a 0 ainda no primeiro tempo, com Gustavo Henrique e Marinho. O primeiro aproveitou cobrança de falta de Carlos Sánchez, aos 13 minutos, e o segundo aproveitou rebote de Jaílson, aos 16min.

Com 63% da posse de bola, os donos da casa ditaram o ritmo do jogo e deixaram os visitantes criar apenas uma chance real de gol, em chute de Dudu.

O saldo da etapa inicial ditou o comportamento das duas equipes depois do intervalo. Um Palmeiras nervoso diante de um Santos que administrava o placar.

Aos 27min, Willian foi expulso após dar um carrinho em Diego Pituca. O árbitro precisou analisar o VAR antes de confirmar o cartão vermelho, que diminuiu ainda mais as chances de reação dos visitantes. O placar se manteve até o final.

SANTOS

Everson; Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez, Jean Mota; Tailson (Lucas Venuto), Marinho, Eduardo Sasha. T.: Jorge Sampaoli

PALMEIRAS

Jailson; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo, Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique, Gustavo Scarpa (Zé Rafael); Dudu, Willian e Luiz Adriano (Carlos Eduardo). T.: Mano Menezes

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

Público total: 11.408

Renda: R$ 592 mil

Juiz: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Gols: Gustavo Henrique, aos 13min, e Marinho, aos 16min do primeiro tempo

Cartões amarelos: Carlos Sánchez (Santos); Felipe Melo e Carlos Eduardo (Palmeiras)

Cartão vermelho: Willian (Palmeiras)

Após empate Cruzeiro segue na zona de rebaixamento

Após empate Cruzeiro segue na zona de rebaixamento

Cruzeiro bem que tentou, martelou, pressionou e foi melhor em campo,Mas o Fluminense segurou o empate do jeito que deu.

O Cruzeiro  bem que tentou, martelou, pressionou e foi melhor em campo, nesta quarta-feira (9), no Mineirão. Mas o Fluminense  segurou o empate do jeito que deu e manteve cinco pontos de diferença para o rival após jogo sem gols no Mineirão. O time comandado por Abel Braga teve as melhores chances do jogo e um gol anulado pelo VAR, mas não foi o suficiente para vencer.

A igualdade mantém a equipe celeste em 18º lugar do Campeonato Brasileiro, com 21 pontos. Abrindo a zona de rebaixamento está o Ceará, com 23. O primeiro time fora da degola é o CSA, que chegou aos 25 pontos após o triunfo desta quarta sobre o Inter.

Com 26, o Flu é o 15º colocado, e mantém sequência invicta de quatro partidas -três sob o comando de Marcão, efetivado no comando do Tricolor.

Em jogo apagado da equipe tricolor, o goleiro Muriel mais uma vez foi o destaque. Se não foi lá tão acionado desta vez, correspondeu nas jogadas em que precisou, e ajudou o Fluminense a segurar o empate sem gols. A trave e até o VAR também tiveram sua parcela de colaboração com o resultado.

Sem condições físicas e com dores, Dedé esteve longe de brilhar, mas mesmo assim foi um ponto de segurança em um Cruzeiro que viu a bola queimar no pé pela grande pressão sofrida na tabela. O jogador não deu chances para Yony González e João Pedro, vencendo a maioria das disputas.

O JOGO

Pressionando a saída de bola do Flu na marcação, o Cruzeiro começou a partida em intensidade alta. Sem Allan, que costuma ser o homem da construção, o Tricolor se complicou para começar as jogadas, e precisou recorrer a chutões. Os outros desfalques, claro, também atrapalhavam o time, um pouco desentrosado para a troca de passes.

Melhor, a equipe celeste finalizou sete vezes logo nos primeiros 20 minutos, fruto da escalação ofensiva de Abel Braga. O Fluminense incomodava apenas em bolas paradas, como na cabeçada de João Pedro, aos 22, a primeira chance clara da equipe de Marcão na partida. Depois do ímpeto inicial, entretanto, o Tricolor conseguiu colocar a bola no chão, aumentar a posse de bola e equilibrar o jogo. Fábio, entretanto, foi mero espectador na primeira etapa, que terminou com marcação confusa, mas acertada do árbitro de vídeo ao anular cartão vermelho exagerado para Yuri em atrito com Jadson.

Uma bomba de Edílson no travessão, no primeiro minuto do segundo tempo, foi o prenúncio de um Cruzeiro que parecia querer mais a vitória que os visitantes. Aos seis, Fred balançou as redes, mas o VAR, em decisão polêmica, anulou o gol por uma falta de Robinho em Gilberto na origem da jogada.

E o time de Abel, meio sem jeito, sem forma e sem criatividade, seguiu pressionando, com a força da torcida que levava bom público ao Mineirão. Já o Tricolor se defendia como podia, aceitava a pressão e gastava o tempo quando tinha a bola. Os contra-ataques eram poucos, em parte pela lentidão de Ganso, mas também pelas partidas apagadas de Yony, Nenê e João Pedro. Após os 25 minutos, o Tricolor melhorou um pouco e passou a controlar a partida. As entradas de Dodi e Julião melhoraram o lado esquerdo da equipe, dando mais segurança ao time, ajudando a segurar o empate.

CRUZEIRO

Fábio; Edilson, Dedé, Fabrício Bruno, Egídio; Henrique, Jadson, Robinho (Mauricio), David (Marquinhos Gabriel); Sassá (Vinícius Popó), Fred. T.: Abel Braga

FLUMINENSE

Muriel; Gilberto, Nino, Frazan, Orinho (Igor Julião); Yuri, Daniel (Dodi), Ganso (Ewandro); Nenê, Yony González, João Pedro. T.: Marcão

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Juiz: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Cartões amarelos: Fred, Robinho, Egídio, Edilson (Cruzeiro); Yuri, Ganso, Dodi (Fluminense)

09 de outubro de 2019

Equipe russa é ouro no Mundial de Ginástica após 28 anos

Equipe russa é ouro no Mundial de Ginástica após 28 anos

Foi a primeira vez que o time da Rússia conquistou o Mundial desde o fim da União Soviética

Após 28 anos, a Rússia voltou a conquistar a medalha de ouro por equipes no Mundial de Ginástica Artística, que está sendo disputado em Stuttgart, na Alemanha. Liderados por Ivan Stretovich, Artur Dalaloyan e Nikita Nagornyy, os russos tiveram uma pontuação total de 261,726 pontos, à frente apenas 0,997 dos chineses, campeões de sete dos últimos oito mundiais.

A Rússia, assim, deu o troco na China, após perder o ouro ano passado por 0,049 pontos. "Eu não consegui dormir direito por um ano pela falta desta medalha. De lá para cá, lutamos contra nossos erros para vencer a China", disse Dalaloyan, que fez questão de ir cumprimentar os adversários.

"Fiz isso por respeito à equipe chinesa, porque vi que algumas pessoas tinham lágrimas nos olhos e lembrei de como foi duro para nós há um ano", afirmou o russo. "Eu vi a frustração nos rostos deles e decidi apoiá-los porque somos todos amigos. Eu sei como é ser o segundo, então fui apoiá-los."

A China iniciou a disputa na barra fixa - a última rotação para a asiáticos e russos - com uma vantagem de 1,394 ponto, mas a queda de Sun Wei permitiu aos russos buscar o primeiro lugar. Nagornyy foi o último atleta a se apresentar e selou a vitória russa, ao conseguir a nota 14,466. "Este sentimento de responsabilidade é algo que você jamais poderá esquecer em sua vida. Estou muito feliz por ter tido sucesso", disse o atleta, de 22 anos. "Somente o esporte pode lhe dar emoções deste tipo."

Foi a primeira vez que o time da Rússia conquistou o Mundial desde o fim da União Soviética. Em 1996, os russos ficaram com o ouro olímpico, em Atlanta. Outra nação ex-soviética, a Bielo-Rússia conquistou o título mundial em 2001.

O bronze ficou com o Japão (258,159 pontos), apesar da lesão de Kohei Uchimura, dono de 21 medalhas em Mundiais. Foi o primeiro ano desde 1991 que as mesmas três equipes subiram ao pódio por dois anos consecutivos.

Neymar admite privilégios na seleção: 'Normal ter tratamento diferente'

Neymar admite privilégios na seleção: 'Normal ter tratamento diferente'

O jogador também disse que vê lesões afastá-lo de prêmio da Fifa

Na véspera de completar cem jogos com a camisa da seleção brasileira, Neymar recebeu uma homenagem da CBF, ganhando das mãos de Bebeto uma camisa alusiva à marca, além de ter concedido uma entrevista coletiva. O atacante reconheceu ter privilégios na equipe nacional, mas avaliou isso como natural diante da sua importância para o Brasil, citando que o mesmo ocorre com Messi no Barcelona.

Neymar disse ter privilégios na seleção. Foto: Instagram

"Quando um atleta atinge um nível desses, é normal ter um tratamento diferente. No Barcelona, o Messi tem um tratamento diferente. É por que ele é mais bonito? Não. É por tudo que ele faz. Não digo só de mim, mas de todo mundo que mostra um futebol nesse nível. É normal no futebol, faz parte", disse.

Visto como principal aposta do Brasil para devolver ao País o protagonismo no futebol, Neymar não vem conseguindo figurar nas listas de melhores do mundo nas últimas temporada - 2017 foi o último ano em que esteve entre os finalistas da premiação da Fifa, sendo o terceiro colocado. Mas culpou as lesões que sofreu nos últimos anos por suas dificuldades, além de ter avaliado que, mesmo assim, vem se saindo bem quando está em campo.

"É óbvio que meu objetivo é sempre estar entre os melhores. Nesse últimos dois anos só não estive ali porque acabei me machucando, fiquei muito tempo fora. Isso atrapalha. Mas se você analisar e pegar os jogos, números, enfim, você vai ver que eu nunca deixei de jogar futebol. Infelizmente isso é uma coisa na vida de um atleta que pode acontecer e tem que ter cabeça para dar a volta por cima. Terminando a temporada completa, pode ter certeza que eu vou estar lá em cima", disse.

Neymar movimentou o mercado na última janela de transferências, especialmente após afirmar que pretendia deixar o Paris Saint-Germain. O atacante, porém, permaneceu no clube francês e tem convivido com a insatisfação dos torcedores da equipe.

Ainda assim, vem conseguindo se destacar em campo, com quatro gols marcados em cinco jogos disputados pelo PSG - também fez um nas duas vezes em que entrou em campo pela seleção. E garante estar satisfeito com o seu atual momento.

"Estou feliz na seleção e no clube também. Todo mundo sabe do que aconteceu no mercado de verão (europeu) e da vontade que eu tinha de sair. Hoje me sinto feliz e à vontade no clube também. Não é só na seleção que estou feliz. A temporada começou muito boa para mim. Defenderei meu clube com unhas e dentes. Darei 100% para que conquistemos coisas grandes", comentou.

Defendendo a seleção desde 2010, Neymar vai completar cem jogos pela equipe no amistoso desta quinta-feira, a partir das 9 horas (de Brasília), contra Senegal, em Cingapura. "O saldo fica muito positivo, mas, na vida de um atleta, nem sempre são só vitórias. São muitas decepções, derrotas, comete-se muitos erros. Mas se você for um cara que batalha no final de tudo você consegue redimir seus erros. Estou muito feliz por atingir essa marca", afirmou.

Caic perde na semifinal e dá adeus ao Brasileiro Escolar de Handebol

Caic perde na semifinal e dá adeus ao Brasileiro Escolar de Handebol

A equipe piauiense esteve a dois passos de representar o Brasil nos Jogos Mundiais Escolares que acontece em 2020, na Sérvia

A equipe do Caic Balduíno deu adeus ao sonho do título no Brasileiro Escolar de Handebol Masculino Cadete (15 a 17 anos). Com o placar de 26 a 16, o atual tetracampeão do Brasil foi eliminado na semifinal pelo Colégio Amorim (SP), no ginásio de Esportes do Cruzeiro, em Brasília, na tarde desta quarta-feira (09).

Para chegar ao mata-mata, os piauienses fizeram três partidas. Na fase classificatória, venceram as equipes do Pará e Amazonas assumindo a ponta do grupo H. Já nas quartas de final, o Caic venceu na terça-feira (08) o Colégio Darwin (CE) com o placar de 26 a 18.

Caic Balduíno é eliminado no Brasileiro Escolar de Handebol. Foto: Jailson Soares

Contra a equipe paulista, o Caíc Balduíno não conseguiu furar a defesa compacta adversária e perdeu contra-ataques importantes. Na etapa inicial, a equipe chegou a estar 11 gols atrás do placar. O tempo castigou os piauienses, que viram o título mudar de lado quando o Colégio Amorim impôs ritmo de jogo e liquidou a partida em 26 a 16.    

Equipe piauiense durante o Brasileiro Escolar de Handebol. Foto: Arquivo Pessoal

O Piauí é o atual tetracampeão da competição e neste ano viajou renovado. Dos 14 atletas selecionados para a etapa nacional, nove foram contratados fora do estado e nunca representaram o Piauí em outras competições. Ao todo, 28 equipes participam da competição nacional. O Brasileiro CBDE de Handebol é uma competição que classifica o campeão para o Mundial ISF da modalidade que ocorre em junho de 2020, em Belgrado, na Sérvia.


Teresina sediará Liga Nordeste de Futsal 2019 em novembro

Teresina sediará Liga Nordeste de Futsal 2019 em novembro

Por ser sede, o Piauí contará com três representantes: AABB, Campo Largo e Jes Futsal.

A Confederação Brasileira de Futsal divulgou nesta quarta-feira (09) parte das equipes inscritas na Liga Nordeste de Futsal Adulto, que será disputada nos dias 04 a 10 de novembro, no ginásio Verdão, em Teresina.

Doze equipes foram confirmadas até o momento e deverão ser divididas em dois grupos. Por ser sede, o Piauí contará com três representantes: AABB, Campo Largo e Jes Futsal.

Por meio das redes sociais, a equipe do Jes Futsal comemorou a participação na competição.

Foto: Reprodução Instagram

“ Liga Nordeste de Futsal será no Piauí e o MAIOR DO ESTADO não poderia ficar de fora. O JES ESTÁ GARANTIDO NA LIGA NORDESTE! A competição acontece de 4 a 10 de novembro na Arena Verdão e contará com representantes de todos os estados do Nordeste. Pra cima, JES!”

A primeira partida está prevista para acontecer no dia 04 de novembro. Os confrontos que vão abrir a competição ainda não foram divulgados assim como a divisão das equipes por grupo. A Liga Nordeste de Futsal é o campeonato brasileiro da modalidade e reúne os principais times da região Nordeste. Brejo do Cruz (PA) é o atual campeão do torneio.

Confira as equipes inscritas na competição

01 -Ceará Sporting - CE

02 -Eusébio EC - CE

03 -Pires Ferreira - CE

04 -Lagarto - SE

05 -AABB - PI

06 - Campo Largo - PI

07 - São F. Conde - BA

08 - Balsas - MA

09 - Tamandaré - PE

10 - Caruaru - PE

11 - Assesait/Itaporanga-SE

12 – Jes Futsal 

Elenco do Timon retorna aos treinos visando ‘mata mata’ da Série B

Elenco do Timon retorna aos treinos visando ‘mata mata’ da Série B

O time se reapresentou às atividades visando o primeiro jogo da semifinal.

A Série B do Campeonato Piauiense entrou em fase decisiva. O Timon se reapresentou as atividades nesta terça-feira (8) visando o primeiro jogo da semifinal, que acontece na sexta-feira (11), ás 20h, no estádio Tibério Nunes, em Floriano. O confronto contra o Cori-Sabbá será os primeiros 90 minutos, dos 180 da decisão até a final e por consequência o acesso até a primeira divisão do Piauiense.


Leia também: Eduardo critica ‘cochilos’ do Timon e fala em maior foco 


“Agora a competição muda de figura. É preciso jogar com inteligência e ainda mais foco e concentração, pois erros bobos não podem se repetir. É treinar bem os próximos dias e colocar em pratica o que o professor vai pedir e passar ao time, jogar sem se desesperar, mas buscando uma vantagem para quando estivermos decidindo em casa”, disse Eduardo.

As duas equipes mediram forças no começo da competição, ainda na primeira fase e o Timon saiu de campo com uma vitória por 2 a 1, mas que foi vendida de forma cara pelo adversário. A equipe do Timon se classificou como líder da primeira fase e o Cori em quarto lugar, última vaga, mas os atletas e próprio técnico frisa que é importante respeito e não subestimar o adversário.


O jogo entre Cori-Sabbá e Timon acontece nesta sexta-feira - Foto: Arquivo O Dia

“Aquele jogo serve apenas como noção de elenco, características de cada atleta, mas não serve como base no sentido de garra e vontade, pois agora vale vaga na primeira divisão e sequencia no campeonato. Eles irão entrar em campo com outro espirito”, afirma o técnico Marcão.

O volante Netinho, autor de um dos gols que ajudou o time a vencer o Comercial e por consequência a classificação tem o mesmo discurso. “Assim como a gente eles cresceram na reta final da competição e vão jogar o primeiro jogo em casa, com toda a certeza irão fazer de tudo para tirar essa vantagem da gente”, frisou.

O jogo entre Cori-Sabbá e Timon acontece nesta sexta-feira (11), às 20h, no estádio Tibério Nunes, em Floriano. O jogo de volta será no dia 21 de outubro, no Lindolfo, em Teresina. A outra semifinal da competição acontece entre Oeirense e Picos, no sábado (12), às 16h, no Gerson Campos, em Oeiras. A volta será no dia 18 de outubro, na casa do Picos. 

Pato reforça o São Paulo em semana decisiva e cheia de desfalques

Pato reforça o São Paulo em semana decisiva e cheia de desfalques

O atacante se recuperou de estiramento na coxa direita sofrido no dia 18 de setembro, trabalhou normalmente com o restante do elenco.

O São Paulo conta com o reforço de Alexandre Pato para o jogo desta quarta-feira (9), em Salvador, contra o Bahia. O atacante se recuperou de estiramento na coxa direita sofrido no dia 18 de setembro, trabalhou normalmente com o restante do elenco hoje (8), no CT da Barra Funda, e na sequência, integrou a lista de relacionados para a partida válida pelo Campeonato Brasileiro.


Leia também: São Paulo recebe de volta Antony e Walce, enquanto aguarda Dani Alves 


Por causa da contusão, Pato não disputou as últimas quatro partidas da equipe na competição: contra Botafogo, Goiás, Flamengo e Fortaleza. Portanto, essa poderá ser a sua estreia sob o comando do técnico Fernando Diniz.

Por outro lado, Arboleda cumpre suspensão automática por ter recebido o terceiro cartão amarelo no Brasileirão e está fora do jogo - Anderson Martins deve ser o escolhido para a vaga. Já Daniel Alves e Antony estão com a seleção brasileira e também desfalcam o Tricolor paulista.


Foto: Reprodução

Departamento médico

A semana do São Paulo tem como grande obstáculo os desfalques, que ganham peso dobrado em jogos importantes contra Bahia e Corinthians, hoje concorrentes a uma vaga na Copa Libertadores. O time titular perde jogadores para a seleção brasileira, além de suspensão e lesões, o que obriga Fernando Diniz a conviver com um problema grave que tanto atrapalhou Cuca: os desfalques.

Daniel Alves e Antony são baixas nos dois jogos, porque estão com a seleção brasileira - principal e olímpica, respectivamente. A dupla desfalca o São Paulo porque o Brasileirão é jogado normalmente durante as datas de amistosos internacionais estabelecidas pela Fifa, uma dificuldade de calendário que, de uma forma ou outra, vai se manter em 2020.

Toró e Everton estão lesionados, sem previsão de retorno. O primeiro se recupera de um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda, e o segundo tem lesão parcial no ligamento do joelho e só deve voltar no ano que vem. Ambos foram titulares no último jogo de Cuca, contra o Goiás. Raniel perdeu o treino de ontem por amigdalite.

Tite ensaia seleção com Neymar, Jesus e Firmino contra o Senegal

Tite ensaia seleção com Neymar, Jesus e Firmino contra o Senegal

A provável escalação será: Ederson; Dani Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho; Neymar, Gabriel Jesus e Roberto Firmino. No treino desta quarta, Tite poderá confirmar a escalação.

A seleção brasileira deve ter força máxima para enfrentar o Senegal a partir das 9h (de Brasília) desta quinta-feira (10), em Singapura. O time seria quase o mesmo que venceu o Peru na final da Copa América, com as trocas de Everton Cebolinha por Neymar e Ederson por Alisson.

Leia também: Convocações da seleção desfalcarão times em 10 rodadas do Brasileiro 

Neymar não disputou a competição no Brasil por causa de uma torção de tornozelo na preparação para a competição. A sua entrada no lugar de Cebolinha já era esperada. Já Alisson não foi convocado para estes amistosos por lesão em jogos do Liverpool.

É possível ver a escalação por um vídeo da CBF TV, que resume o treino de Tite desta terça-feira em Singapura. Os dez atletas de linha estão separados em uma parte do campo em um trabalho de bobinho.


Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A provável escalação será: Ederson; Dani Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Arthur e Philippe Coutinho; Neymar, Gabriel Jesus e Roberto Firmino. No treino desta quarta, Tite poderá confirmar a escalação.

Além de enfrentar o Senegal na próxima quinta, a seleção enfrenta a Nigéria, no domingo, novamente em Singapura. É possível que o treinador faça alterações para observar nomes que podem ser utilizados no futuro para a formação do grupo que irá para a disputa da Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

Seleção feminina de futebol vence amistoso contra a Polônia

Seleção feminina de futebol vence amistoso contra a Polônia

Em seu quarto jogo à frente da equipe verde-amarela, Pia Sundhage fez várias modificações e viu uma vitória por 3 a 1

A seleção brasileira feminina de futebol voltou a vencer, nesta terça-feira (8), em mais um dia de testes para a treinadora Pia Sundhage. Em seu quarto jogo à frente da equipe verde-amarela, a sueca fez várias modificações e viu uma vitória por 3 a 1 sobre a Polônia, na Polônia.


Leia também: Com técnica sueca, seleção feminina de futebol busca legado 


Formiga, Tamires e Debinha fizeram os gols do triunfo na Arena Suzuki, em Kielce, que fechou os compromissos do time neste período separado pela Fifa para compromissos internacionais. No último sábado, a seleção havia vencido a Inglaterra, na Inglaterra, por 2 a 1.

Na Polônia, Pia optou por mexer bastante na escalação. Mesmo assim, o Brasil foi ao intervalo em vantagem. Aos nove minutos do primeiro tempo, Andressa Alves cobrou escanteio da direita, e Formiga se antecipou à marcação para balançar a rede de cabeça.

Artilheira da nova fase do time, Debinha entrou no intervalo e logo aos quatro minutos do segundo tempo fez boa jogada, concluída por Tamires. Malgorzata Mesjasz chegou a descontar de cabeça, aos 13, mas Debinha fechou a vitória brasileira, aos 33, em ótimo lance de Ludmila.

O desempenho ofensivo satisfez a treinadora, mas a defesa sofreu com as mexidas e ofereceu muitas oportunidades às donas da casa. A goleira Bárbara estava em boa jornada, no entanto, e teve contribuição importante no resultado.

08 de outubro de 2019

5ª etapa do Circuito Piauiense de Tênis reúne mais de 100 atletas

5ª etapa do Circuito Piauiense de Tênis reúne mais de 100 atletas

As categorias têm disputas acirradas pelo título e existe uma igualdade no nível dos competidores.

Os campeões da temporada 2019 do tênis piauiense devem ser conhecidos nas próximas semanas, mas a 5ª etapa do Circuito Piauiense que teve inicio na última quarta-feira (2) e encerra no sábado (12) pode antecipar alguns nomes. A competição com mais de 100 tenistas brigando por titulo divididos em cinco categorias (1ª;2ª,3ª,4ª e 5ª classe). Essa etapa distribuiu no ranking 50% a mais de pontos. A 6ª e última etapa deve acontecer em novembro.

De acordo com os atletas todas as categorias tem disputas acirradas pelo titulo e existe uma igualdade no nível dos competidores, mas uma das disputas mais interessantes acontecem na 1ª classe, que tem Marconi Lacerda como líder e Sávio Amorim. “A gente se conhece muito então o que define os jogos é o detalhe. Estar muito concentrado, foco e estar em um bom dia mesmo, mas Marconi conseguiu me passar porque não disputei a última etapa e agora estou precisando correr atrás”, brincou Sávio Amorim.


Foto: Jailson Soares/O Dia

A primeira classe também tem a participação de Bruno Ibiapina, de 15 anos, único atleta-mirim a participar da competição entre os mais velhos e experientes. Dentro das outras categorias também acontecem disputas fortes. Na tarde de ontem (7) pela 3ª classe Leonardo Araujo venceu Claudio Teotônio por 2 sets a 0 e segue firme na briga pelo título na categoria.

“Parece ter sido um jogo fácil, porem não foi. Eu e ele já nos enfrentamos muitas vezes e por isso é preciso ter estratégia. Ele caiu nas minhas armadilhas e depois de um tempo de jogo ficou mais fácil porque deu para sentir que ele estava cansando e não estava em um bom dia, pois o tênis tem muito disso, mas todos os jogos são muito difíceis porque nos treinamos e jogamos diariamente um contra o outro e isso faz com que a gente se conheça muito bem”, disse Leonardo Araújo.

As definições da 5ª etapa do Circuito Piauiense de Tênis acontece no sábado (12), na quadra da Radical Tênis.

Marinho vê vitória em clássico como chave para 'aumentar moral'

Marinho vê vitória em clássico como chave para 'aumentar moral'

Foi durante uma sequência de sete vitórias consecutivas que o Santos começou a acreditar em alçar voos mais altos no Brasileirão.

Nunca entre os favoritos para a conquista do Campeonato Brasileiro, o Santos surpreendeu boa parte da crítica com o desempenho no primeiro turno do torneio. O time do técnico Jorge Sampaoli chegou até a última rodada da primeira metade do campeonato com chance de virar o turno na liderança, mas acabou derrotado pelo Flamengo no Maracanã.

Foi durante uma sequência de sete vitórias consecutivas que o Santos começou a acreditar em alçar voos mais altos na competição, chegando até o topo da tabela. No entanto, uma sequência negativa voltou a complicar as coisas: apenas uma vitória em oito jogos.


Leia também: Sampaoli se diz aliviado por vencer e defende estratégia do Santos 


O Santos voltou a se recuperar no torneio e vem de dois triunfos consecutivos, que fizeram com que a equipe do técnico Jorge Sampaoli voltasse a se aproximar dos líderes. Agora, o atacante Marinho já sabe como fazer a maré mudar de vez e para melhor: uma vitória no clássico contra o Palmeiras, rival direto pelo topo da classificação.


Marinho, atacante do Santos - Foto: Reprodução/Instagram

"O Palmeiras tem uma equipe forte. Sabemos das dificuldades que enfrentaremos, mas estamos preparados. É um clássico em que tudo pode acontecer, mas precisamos ter intensidade para conquistarmos o objetivo principal, que é a vitória. Um triunfo vai dar muita moral ao grupo para as próximas semanas", disse o atacante.

Se vencer o rival no duelo desta quarta-feira (9), às 21h30, na Vila Belmiro, o Santos ultrapassa o Palmeiras e assume a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Uma vitória também pode servir para apagar as más lembranças do primeiro turno: goleada sofrida por 4 a 0 para o rival, no Pacaembu.

Na terceira colocação do torneio, o Santos perdeu para os dois rivais que estão acima dele na tabela, ambos os jogos foram realizados fora de casa. O Santos quer dar uma resposta nesta quarta-feira e provar que pode tirar pontos nos confrontos diretos.

Barroca é demitido do Botafogo após derrota para o Fluminense

Barroca é demitido do Botafogo após derrota para o Fluminense

Enquanto não define o novo treinador, o Botafogo será dirigido pelo auxiliar-permanente alvinegro, Bruno Lazaroni.

Pressionado desde antes do clássico, o técnico Eduardo Barroca não resistiu à derrota por 1 a 0 para o Fluminense neste domingo (6), no estádio Nilton Santos (RJ), e foi demitido do comando no Botafogo.

O departamento de futebol era contra a demissão de Eduardo Barroca, mas o presidente alvinegro, Nelson Murrafej, bancou a decisão.


Leia também: Recuperado, Carli treina e deve voltar ao Botafogo em clássico 


Enquanto não define o novo treinador, o Botafogo será dirigido pelo auxiliar-permanente alvinegro, Bruno Lazaroni.

Vice-presidente de futebol, Gustavo Noronha foi o porta-voz do comunicado e destacou a dificuldade em tomar a decisão:

"Tivemos uma reunião com os atletas, que têm carinho e admiração grande pelo treinador. Não foi uma decisão fácil, foi muito complicada, porque o trabalho vinha sendo desenvolvido em bases sólidas. Foi necessária essa alteração, mas precisamos de uma reação imediata nesse momento".

Sobre a escolha do novo técnico, o dirigente foi taxativo:

"Botafogo tem que viver com a sua realidade orçamentária, sem fazer loucuras".


Eduardo Barroca foi demitido após a derrota para o Fluminense - Foto: Reprodução/Instagram

Este foi o quinto jogo consecutivo sem vitória do Alvinegro, sendo quatro derrotas e um empate, fato que já deixa a equipe em alerta em relação à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O clube vive um período conturbado, onde atravessa uma crise financeira e também protestos perigosos da torcida, com invasões a treino e à sede por parte de organizadas alvinegras. A pressão, inclusive, também teve parcela "de culpa" no adeus do técnico.

Eduardo Barroca deixa o Botafogo com 27 partidas no comando, sendo 10 vitórias, 3 empates e 14 derrotas.

Início

O treinador foi contratado em abril, após a queda de Zé Ricardo. Ele chegou à equipe profissional chancelado pelo bom trabalho realizado na base do próprio Alvinegro, quando foi, inclusive, campeão do Brasileiro Sub-20. O retorno a General Severiano aconteceu após passagem pela base do Corinthians.

Apesar da estreia com derrota para o São Paulo, o começo de trabalho foi satisfatório e o Botafogo somou 15 pontos antes da paralisação para a Copa América, quando chegou até a se cogitar uma briga por vaga na Copa Libertadores de 2020. No retorno deste período, o time demonstrou oscilação e, até o momento, não conseguiu vencer no segundo turno do Brasileiro.

Com o elenco enxuto, Barroca ainda perdeu Erik, que vinha sendo um dos destaques do time e foi para o futebol japonês, e não pôde contar com Biro Biro, um dos reforços que chegaram no meio do ano, por conta de um problema cardíaco. Além disso, a diretoria acumulou frustrações no mercado em busca de novos nomes para o grupo.

Messi pode bater recorde de Pelé no Santos nesta temporada

Messi pode bater recorde de Pelé no Santos nesta temporada

O jogador eleito seis vezes o melhor do mundo já tem 604 gols marcados pelo Barcelona. Está a 40 gols de bater a marca de Pelé pelo Santos.

Aos 32 anos, Lionel Messi, recém-eleito pela 6ª vez o melhor jogador do mundo pela Fifa, não se cansa de quebrar recordes. E o próximo deles pode ter relação direta com Pelé, que para muitos é o maior atleta de futebol de todos os tempos.

É que, até o momento, o argentino tem no currículo 604 gols pelo Barcelona, menos do que os 643 tentos anotados pelo Rei do futebol pelo Santos. É preciso que Messi, portanto, marque mais 40 gols com a camisa do clube catalão para ultrapassar o ex-atacante e ser considerado o jogador que mais fez gols por um único time.


Leia também: Messi supera CR7 e é eleito pela 6ª vez o melhor do mundo pela Fifa 


Caso Messi mantenha a média dos últimos anos no Barça, este recorde será quebrado dentro de alguns meses, de acordo com o jornal espanhol As.


Messi está a 40 gols de bater a marca histórica de Pelé - Foto: Alan Morici/CA2019

Isso porque o argentino, nas últimas 10 temporadas que disputou, marcou mais de 40 gols em todas elas. Como a temporada vai até a metade de 2020, muita coisa ainda deve acontecer.

Os feitos de Messi estão distribuídos da seguinte forma: 420 gols pela La Liga, 112 pela Liga dos Campeões, 51 pela Copa do Rei, 13 pela Supertaça da Espanha, 5 no Mundial de Clubes e 3 pela Supertaça Europeia. Estes números foram construídos em 691 jogos (média de 0,87 gol por jogo).

07 de outubro de 2019

Medina, Yago e Ítalo avançam na etapa francesa do Circuito Mundial

Medina, Yago e Ítalo avançam na etapa francesa do Circuito Mundial

Os três brasileiros estão garantidos nas oitavas de final

Osurfe brasileiro terá três representantes nas oitavas de final da disputa masculina da etapa francesa do Circuito Mundial de Surfe, a nona das 11 previstas para a temporada 2019. Nesta segunda-feira, Gabriel Medina, Yago Dora e Ítalo Ferreira avançaram às oitavas de final em Hossegor.

Líder do ranking, Medina teve dificuldades na sua bateria pela terceira fase, mas superou o francês Marco Mignot por 9,76 a 8,84, conseguindo as notas que garantiram a sua vitória - 4,23 e 5,53 - apenas no final da disputa. O seu adversário nas oitavas de final será o australiano Adrian Buchan.

Em uma bateria de alto nível, Yago Dora derrotou o norte-americano Griffin Colapinto por 14,50 a 13,23, também com uma virada, após obter as notas 7,67 e 6,83. E agora vai duelar com o norte-americano Kolohe Andino.

Já no duelo brasileiro da terceira fase, Ítalo superou Jesse Mendes por 13,83 a 11,77, tendo conseguido suas notas - 7,00 e 6,83 - logo no começo da bateria. O compatriota até conseguiu a melhor nota da bateria - 7,37 -, mas não foi suficiente para impedir a sua eliminação. O próximo rival de Ítalo será o francês Michel Bourez.

Vice-líder do ranking, atrás apenas de Medina, Filipe Toledo foi eliminado ao perder para o francês Marc Lacomare por 12,83 a 12,17. Caio Ibelli foi superado pelo francês Jeremy Flores por 8,32 a 6,07, Michael Rodrigues foi batido pelo australiano Ryan Callinan por 14,33 a 13,00. Já Willian Cardoso caiu diante do australiano Wade Carmichael por 11,93 a 9,70, enquanto o havaiano Seth Moniz derrotou Peterson Crisanto por 12,60 a 10,77.

FEMININO - Na disputa feminina da etapa francesa, Tatiana Weston-Webb avançou às quartas de final ao fazer 12,34 a 8,50 na australiana Keely Andrew e agora terá pela frente a havaiana Carissa Moore. Já Silvana Lima foi eliminada ao perder para a norte-americana Lakey Peterson por 11,16 a 4,07.

Carille tem problemas para escalar o Corinthians contra o Athletico-PR

Carille tem problemas para escalar o Corinthians contra o Athletico-PR

A maior preocupação do técnico é em relação ao volante Júnior Urso

Otécnico Fábio Carille terá problemas para escalar o Corinthians para a partida de quinta-feira, às 19h15, contra o Athletico-PR, na arena em Itaquera, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A maior preocupação é em relação ao volante Júnior Urso, que antes da partida contra o Grêmio sentiu um desconforto muscular na coxa direita.

Nesta segunda-feira, na reapresentação do elenco alvinegro em São Paulo, o jogador será avaliado e submetido a exames para ver a gravidade da lesão. Por causa do problema, ele acabou ficando fora da partida e até do banco de reservas em Porto Alegre. Se uma contusão foi detectada, ele não terá condições de estar em campo na quinta-feira.

Além dele, outros dois jogadores não vão disputar a partida com o Athletico-PR. O equatoriano Sornoza e o meia Pedrinho foram convocados e vão jogar por suas seleções numa rodada que é realizada dentro de data Fifa do calendário internacional do futebol. Carille ainda não revelou quem vai entrar no time.

Sornoza foi o substituto de Júnior Urso no duelo com o Grêmio. Agora o comandante terá de achar outro atleta para a função. O jogador foi convocado para a seleção do Equador, que disputará um amistoso contra a Argentina no dia 13. Até por isso, não vai disputar o clássico com o São Paulo, que será realizado nesta data.

Já Pedrinho também desfalcará o Corinthians contra Athletico-PR e São Paulo, rival no clássico marcado para o próximo domingo, às 18 horas, no Morumbi. Ele foi chamado para a seleção brasileira sub-23 e vai enfrentar Venezuela, no dia 10, e Japão, no dia 14. Para sua posição, Carille tem como opção o meia Jadson, que é um jogador experiente e boa qualidade de passe, mas com características diferentes.

FFP define datas das semifinais da Série B do Campeonato Piauiense

FFP define datas das semifinais da Série B do Campeonato Piauiense

Times entram no mata-mata que será realizado em três datas diferentes.

Foram definidos os confrontos das semifinais da segunda divisão do Campeonato Piauiense. Com o fechamento da fase de classificação no domingo (06), a Federação de Futebol do Piauí divulgou nesta segunda-feira (7) as datas dos confrontos do mata-mata da competição. Timon, Oeirense, Picos e Cori-Sabbá são os times na briga pelo acesso.

Segundo a FFP, os jogos de ida serão realizados no dia 11 e 12 de outubro. O Cori-Sabbá enfrente o Timon, no dia 11 de outubro, às 20h, no estádio Tibério Nunes, em Floriano. Um dia depois, é a vez do Oeirense encarar o Picos, às 16h, no estádio Gerson Campos, na Capital da Fé. 


Timon vence Comercial-PI e assume ponta da tabela. Foto: Jailson Soares.

As partidas de volta serão disputadas em duas datas. No dia 18 de outubro é a vez do Picos receber o Oeirense, às 20h, no estádio Helvíldio Nunes, na Cidade do Mel. O Timon fecha o mata-mata da competição diante do Cori-Sabbá, no dia 21 de outubro, às 20h, no estádio Lindolfo Monteiro em Teresina.

Última rodada

A quinta e última rodada da fase de grupos, disputada no domingo (06), definiu Timon, Oeirense, Picos e Comercial como os classificados do torneio. O Comercial-PI, foi o eliminado da competição.

O Timon entrou em campo em terceiro na tabela, venceu o lanterna Comercial-PI por 2 a 1 e terminou a fase com setes pontos passando a assumir a liderança da Série B.  Os gols do confronto saíram dos pés de Amorim e Netinho. O Comercial-PI descontou após cruzamento de Batara que desviou em Wallisson que empurrou para o próprio gol.

Elenco do Oeirense. Foto: Reprodução Instagram

O Cori-Sabbá empatou em 2 a 2 com Picos, no estádio Tibério Nunes, em Floriano. Com o resultado, as duas equipes foram classificadas para semifinais. Os gols do Zangão foram marcados por Raphael Freitas e Vitor Recife. O Cori anotou com Jader e Emerson.

Segundo o regulamento da competição, as equipes que avançarem para a final conquistam automaticamente o acesso à Série A do Campeonato Piauiense.

Teresina tem 25 novos conselheiros tutelares; confira o nome dos eleitos

Teresina tem 25 novos conselheiros tutelares; confira o nome dos eleitos

Os conselheiros tutelares eleitos vão atuar pelos órgãos de janeiro de 2020 a 2024.

Quase 40 mil eleitores foram às urnas, no domingo (6), para eleger os novos membros dos conselhos tutelares de Teresina. Segundo o Ministério Público do Piauí (MP), dos 98 candidatos, foram eleitos 25 conselheiros, sendo 5 para cada entidade. A votação ocorreu em diversas escolas pela Capital.

Organizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Teresina (CMDCAT), ligado à Prefeitura da cidade, o pleito foi fiscalizado pelo MP com apoio do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI).


De acordo com a coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infância e Juventude (CAODIJ), promotora de Justiça Francisca Sílvia Reis, os conselheiros tutelares eleitos vão atuar pelos órgãos de janeiro de 2020 a 2024. Ela explica ainda as atribuições dos profissionais. 

Promotora de Justiça Sílvia Reis fala sobre as funções dos Conselheiros Tutelares. Foto: Elias Fontenele

“Dentre as principais funções estão zelar pelos direitos da criança e do adolescente, atendimento às famílias, [eles] requisitam serviços públicos para as crianças, fiscalizam os atendimentos além de encaminhar notícias de violação aos órgãos públicos”, detalha.

Os conselheiros eleitos em Teresina foram: Lílian Carvalho, Frederico Kaiser, Jessica Elane, Socorro Arraes, Jonathan Rocha, Marcos Vinícius, Danielle Fernandes, Luane Vieira, Ivan Cabral, Tatiane Meireles, Francisca Moura, Melquisedeque Fernades, Vitor Leonardo, Karla, Renata Bezerra, Alessandra Miranda, Teleno, Helio Veloso, Itapoam Cavalcante, Chagas Teófilo, Moises Leal, Kamilla Ribeiro, Toinho Cebeceiras, Aline do Preça e Docarmo Costa.

Interior

Por outro lado, nas cidades de Parnaíba e Pavussu, houve o cancelamento das eleições devido a falhas no processo eleitoral. “Reconhecemos que houve, infelizmente, uma gestão equivocada das comissões eleitorais na troca das urnas e cadernos nos locais de votação em Parnaíba. Em Pavussu, um único local de votação foi disponibilizado e ele teve que ser suspenso por causa de um tumulto generalizado. Reconhecemos os transtornos e pedimos desculpa a população”, disse a promotora de Justiça Francisca Sílvia Reis.

Sílvia Reis diz que houve problemas na votação no interior do Estado. Elias Fontenele

No Piauí, cerca de 1000 conselheiros foram eleitos para os 224 municípios. O número de pessoas que votaram é considerado superior, tendo em vista que, no último pleito, aproximadamente 23 mil eleitores registraram voto nas urnas.

Palmeiras empata em casa vê Flamengo abrir vantagem na ponta

Palmeiras empata em casa vê Flamengo abrir vantagem na ponta

O 1 a 1 no Allianz Parque foi o segundo empate da equipe palmeirense com Mano Menzes, que segue invicto no comando da equipe.

Neste domingo (6), o Palmeiras não conseguiu vencer o Atlético-MG em casa e viu a diferença para o líder Flamengo crescer de três para cinco pontos.

O 1 a 1 no Allianz Parque foi o segundo empate da equipe palmeirense com Mano Menzes, que segue invicto no comando da equipe.

O Atlético-MG coroou seu bom primeiro tempo -Wewerton precisou defender dois grandes chutes de Otero e uma cabeçada de Di Santo- com um belo gol de Nathan, aos 48 minutos.


Leia também: Em perseguição ao Flamengo, Palmeiras enfrenta o Atlético-MG 


A equipe palmeirense teve dois gols anulados, um de Willian na primeira etapa, e outro de Deyverson, na segunda, ambos por impedimento.

O empate veio aos 37 da etapa final, em bela tabela entre Dudu e Gustavo Scarpa, que terminou com finalização firme do camisa 7.

Victor Hugo, nos minutos finais, ainda obrigou Cleiton a fazer grande defesa após cobrança de escanteio.


Autor do gol, Dudu foi o destaque ofensivo do Palmeiras na partida - Foto: César Greco/Ag. Palmeiras

Desde que demitiu Luis Felipe Scolari, o Palmeiras não sabia o que era ter um resultado diferente do que o do Flamengo numa mesma rodada.

Felipão foi demitido justamente após a derrota para o Fla, por 3 a 0, no começo de setembro. No jogo seguinte, já com Mano Menezes, o Palmeiras venceu o Goiás e os flamenguistas, o Avaí.

A diferença entre as equipes diminuiu de seis para três pontos quando os palmeirenses venceram o Fluminense em jogo atrasado da 16ª rodada, e permaneceu inalterada até este domingo.

No jogo que começou às 11h, o Flamengo levou a campo um time misto por conta dos desfalques de Arrascaeta, Filipe Luís e Gabriel (os dois primeiros machucados e o último, suspenso).

Mesmo assim, venceu a Chapecoense, em Chapecó, por 1 a 0, com gol de Bruno Hnerique, e subiu para 52 pontos.

Agora, o Palmeiras colocará a vice-liderança à prova do clássico contra o Santos, terceiro colocado e que está três pontos atrás. Uma vitória santista dá ao time de Jorge Sampaoli a segunda posição na tabela. O jogo está marcado para a próxima quarta-feira (9), às 21h30 (Brasília), na Vila Belmiro em Santos.

Enquanto isso, receberá o Atlético-MG no fechamento da rodada, na quinta-feira (10).

Goiás mantém vence Ceará fora de casa na estreia de novo técnico

Goiás mantém vence Ceará fora de casa na estreia de novo técnico

Jogo valeu pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro e aconteceu na Arena Castelão.

O Goiás manteve a boa fase e conquistou a quarta vitória seguida com gol de Michael. O time bateu o Ceará na casa do adversário, na estreia de Adílson Batista. O jogo da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro aconteceu na Arena Castelão, em Fortaleza (CE) na tarde de domingo (6).

O resultado deixa o time do centro oeste na 10ª posição, com 33 pontos, já o Ceará fica na 16ª posição, com 23 pontos. Os próximos confrontos serão fora de casa para os dois times. O Ceará enfrenta o Grêmio no próximo dia 09 no Centenário de Caxias, mesmo dia em que o Goiás encara o Botafogo no Engenhão.


Leia também: Grêmio atropela o Goiás e comemora aniversário com golaço 


O jogo começou com o Ceará disposto a avançar. Samuel Xavier disparou e deu chance para Galhardo, que não conseguiu finalizar. Outras chances de gol vieram com Matheus Gonçalves, impedido, e com Leandro Carvalho e Samuel Xavier armando cruzamentos para área, mas que não foram suficientes para o Ceará marcar no primeiro tempo. Lima caiu dentro da área, pediu pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

Para o Goiás, Leandro Barcia desperdiçou uma chance que caiu em seu pé após cobrança de falta no início do jogo. Em uma sequência de escanteios para o Goiás, o Ceará fez bons desvios e não deu chances para o gol. A resposta veio com Michael que avançou com persistência para cima de Valdo e marcou aos 26 do primeiro tempo. O jogo impactou o time cearense que mostrou desorganização e desespero dos jogadores, e da torcida. Lima ainda tentou dar um fôlego para o Ceará com um chute ao gol no final do primeiro tempo, mas o goleiro Tadeu tocou na bola e ela saiu.


Foto: Divulgação/Goiás Esporte Clube

O Ceará volta diferente no segundo tempo, com o ataque agora com Felippe Cardosos e William Oliveira, o time armou boas jogadas perto da área e Joaõ Lucas mandou uma bomba para o gol que nao entrou, mas passou perto. Logo o Goiás pareceu acordar para a pressionada e voltou a atacar os cearenses.

Em cruzamento perigoso de Ricardinho, Tadeu faz mais uma boa defesa para o Goiás. E essa não foi a única, em mais uma bola de Ricardinho para dentro da área, o goleiro rebateu a bola que foi parar no pé de Rafael Vaz, mas o jogador perdeu a chance para o desespero do torcedor na Arena Castelão.

Em lance de reclamação de Samuel Xavier pedindo falta de Fabio Sanches em Valdo, o VAR foi acionado e marcou pênalti para o Ceará, para loucura da torcida. A esperança logo acabou quando Thiago Galhardo decepcionou e perdeu o pênalti colocando a bola na trave.

Fluminense vence Botafogo, se afasta da zona de rebaixamento

Fluminense vence Botafogo, se afasta da zona de rebaixamento

Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Barroca continua em situação delicada e mantém o retrospecto negativo de não ter pontuado no returno do Brasileirão.

Neste domingo (06), Botafogo e Fluminense se enfrentaram no estádio do Engenhão, em partida válida pela 23° rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, e o tricolor conseguiu uma importante vitória por 1 a 0, gol do atacante Yony González.

Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Barroca continua em situação delicada e mantém o retrospecto negativo de não ter pontuado no returno do Brasileirão. Pelo lado do tricolor carioca, o momento é de euforia e os seis pontos conquistados nos últimos dois jogos dão maior tranquilidade para a equipe que vivia uma crise profunda nas últimas semanas.


Leia também: Recuperado, Carli treina e deve voltar ao Botafogo em clássico 


Na próxima rodada, o Botafogo joga novamente em casa, desta vez contra o Goiás. Já o Fluminense terá um confronto importante para evitar o descenso, já que encara o Cruzeiro, fora de casa, sendo a equipe mineira uma das concorrentes do tricolor carioca para ficar nas posições fora da zona de rebaixamento.

O jogo começou com o ritmo muito lento e as chances de gol eram raras, principalmente pela falta de criatividade do meio-campo das duas equipes, que usavam os laterais como forma de escape para chegar no campo de defesa do time adversário.


Foto: Divulgação/Fluminense FC

Depois de 25 minutos sem os ataques oferecerem perigo aos goleiros, Yony González conseguiu aproveitar uma bela jogada pela esquerda e quase abriu o placar no Engenhão, pecando na hora da finalização ao bater cruzado, porém sem muita força na meta defendida por Gatito.

O colombiano era de fato o jogador mais lúcido do Fluminense, tanto que a insistência do atacante rendeu frutos aos 34 minutos, quando aproveitou belo cruzamento de Gilberto para cabecear sem chances para o arqueiro alvinegro.

Na volta do intervalo, o jogo mudou e quem procurava mais a bola agora era o Botafogo, que precisava atacar mais do que na primeira etapa para evitar mais um resultado negativo nesta edição do Campeonato Brasileiro. No entanto, a estratégia do Fogão não deu certo e o placar continuou favorável para o Fluminense, que melhorou - e muito, sua situação na tabela de classificação.

Flamengo 'manda' na partida e vence Chapecoense na Arena Condá

Flamengo 'manda' na partida e vence Chapecoense na Arena Condá

Com a vitória, o time da Gávea chegou aos 52 pontos. Já a Chape, permanece com apenas 15, ocupando a lanterna da competição.

Por pelo menos mais uma rodada, o Flamengo mantém a vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro. A equipe rubro-negra foi à Arena Condá encarar a Chapecoense e, em partida em que soube se impor, venceu por 1 a 0, com gol de Bruno Henrique. O atacante balançou a rede ainda no primeiro tempo. Com a vitória, o time da Gávea chegou aos 52 pontos. Já a Chape, permanece com apenas 15, ocupando a lanterna da competição. Na próxima rodada, a Chapecoense visita o Fortaleza, enquanto o Flamengo recebe o Atlético-MG.


Leia também: Flamengo bate o Internacional por 3 a 1 no Maracanã 


Cronologia do jogo

Mesmo fora de casa, o Flamengo soube se impor diante da Chapecoense e a etapa inicial foi quase um "ataque contra defesa". Com os setores bem posicionados, a equipe do técnico Jorge Jesus pressionava a saída de bola e praticamente não deixava os donos da casa jogarem.

Com mais posse de bola e conseguindo trocar passes, as oportunidades de gol foram aparecendo, principalmente com Bruno Henrique, que ocupou a vaga do suspenso Gabigol como referência no ataque. E foi justamente ele - que já havia carimbado a trave - quem abriu o placar ainda no primeiro tempo. O camisa 27 aproveitou cruzamento e, de cabeça, balançou a rede.

No começo do segundo tempo, o panorama não mudou muito e o Flamengo continuava "em cima" da Chape, criando chances. Porém, apesar de as substituições feitas pelo técnico Marquinhos Santos não terem surtido efeito logo de imediato, aos poucos, acarretaram em melhora, mesmo que tímida. A Chape, principalmente usando a velocidade pelo lado direito, conseguiu chegar ao ataque e, em um lance que terminou em finalização de Régis, quase chegou ao empate.

O Flamengo também mudou, alterou a cara do time e não viu o entrosamento se repetir na reta final do duelo. O zagueiro Pablo Marí ainda carimbou a trave, ao aproveitar cruzamento pela direita. Com a partida se caminhando para o apito final, a Chape se lançou ao campo de ataque como pôde e tentava aproveitar os espaços deixados pelo Fla. Uma cabeçada de Everaldo até fez a torcida ter expectativa, mas Diego Alves fez a defesa.

05 de outubro de 2019

Federação adia inicio de campeonato feminino sub-17

Federação adia inicio de campeonato feminino sub-17

Chuvas intensas danificaram sistema elétrico do estádio Lindolfo Monteiro, palco da competição

A abertura do Campeonato Piauiense de Futebol Feminino Sub-17, que aconteceria neste sábado (5) no Estádio Lindolfo Monteiro, foi adiado pela Federação de Futebol do Piauí (FFP) devido às chuvas intensas registradas em Teresina na noite da última sexta-feira (4).

Em comunicado, a FFP informou que a utilização do estádio ficou impossibilitada, pois a estrutura elétrica que alimenta a subestação do local foi danificada pela queda de algumas árvores na área externa do estádio. 

Além do início da competição feminina, a Federação adiou os jogos do Campeonato Piauiense Sub-11, que seriam realizados no domingo (6) no mesmo local. Ambas ainda não possui data para acontecer, mas a rodada prevista para a segunda-feira (7) foi mantida pela entidade.

Confira o comunicado na íntegra:

A Federação de Futebol do Piauí informa que devido à chuva intensa e com fortes ventos registrados no início da noite de ontem (4) em Teresina, a abertura do Campeonato Piauiense de Futebol Feminino Sub-17, que aconteceria neste sábado (5), teve de ser adiada.

A cerimônia de abertura da competição seria realizada no Estádio Lindolfo Monteiro. Porém, os cabos de alta tensão que alimentam a subestação do local foram danificados devido à queda de árvores na parte externa do estádio, impossibilitando o uso do mesmo.

A FFP informa ainda que os jogos do Campeonato Piauiense Sub-11, que seriam realizados no domingo (6), no Lindolfo Monteiro, também foram adiados. Já a rodada da segunda-feira (7), a princípio, segue mantida.

A nova data de abertura do Feminino Sub-17, bem como a programação completa do mata-mata do Piauiense Sub-11, serão divulgadas na segunda-feira.

Corinthians não renovará contrato com Universidade Brasil

Corinthians não renovará contrato com Universidade Brasil

Problemas judiciais da empresa dificulta a continuidade da parceria

Uma das empresas que se dispôs a patrocinar clubes de futebol no país, a Universidade Brasil atravessa dificuldades financeiras e institucionais que impactam diretamente em Atlético-MG, Corinthians e Flamengo, trio patrocinado pela instituição de ensino, que estampa sua marca no omoplata nos uniformes de mineiros, paulistas e cariocas.

(Foto: Reprodução da Internet)

Com a prisão de José Fernando Pinto da Costa, dono da instituição, a continuidade dos contratos está sob risco e a tendência é de interrupção. Pinto da Costa foi detido sob acusação de fraude no Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) do Governo Federal. Com o acordo por expirar em 40 dias, o time paulista já não conta com a prorrogação.

O Atlético-MG está sem receber os valores acertados. O clube espera o pagamento, mas ainda não recebeu um prazo para a realização do depósito.

Segundo apuração do UOL Esporte, o contrato não é cumprido devido ao bloqueio das contas da universidade. Esta é a justificativa dada pela empresa à diretoria atleticana nos últimos meses. Ainda não há previsão para que a situação seja normalizada.

Mesmo sem o cumprimento, o Atlético-MG descarta a rescisão contratual com o patrocinador. A reportagem conversou com um dirigente atleticano e apurou que o clube compreende o momento vivido pela instituição e aguarda a regularização do vínculo.

Já o Flamengo entende que a situação é "delicada". Ante a inadimplência de dois meses, o rompimento da parceria é iminente. Além do calote, a detenção do empresário também é vista como suficiente para a quebra do trato, mas o clube opta pela cautela.

Ainda que a instituição de ensino siga presente nas camisas do Rubro-negro, há conversas para eventuais substitutos. Ante a boa fase do time em campo, é possível que uma nova marca ocupe este espaço ainda este ano.

Procurada, a assessoria da Universidade Brasil não se posicionou até o fechamento dessa reportagem.