• Salve Maria
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Notícias Esporte

18 de maio de 2019

Altos enfrenta Central de Caruaru neste domingo pela Série D

Altos enfrenta Central de Caruaru neste domingo pela Série D

O Jacaré entra em campo neste domingo (19), às 16h, no estádio Lacerdão, em Caruaru-PE. O jogo é válido pela 3ª rodada da Série D.

O Altos volta a campo pela Série D do Brasileiro neste domingo (19). O time comandado por Estevam Soares vem de tropeço dentro de casa e precisa voltar a vencer para se tranquilizar na tabela. Pela frente, dois confrontos contra o Central de Caruaru, em Pernambuco. O Primeiro deles acontece neste domingo (19), às 16h, no estádio Lacerdão, em Caruaru.

“Devemos enfrentar uma equipe que vai vir para pressão, vai marcar em cima e então nos devemos ter uma equipe com uma movimentação muito forte para conseguir sair de traz, envolver e contra atacar. Fiquei muito satisfeito com o desempenho da rapaziada nos treinos essa semana”, disse Estevam Soares.  

O time comandado por Estevam Soares vem de tropeço dentro de casa e precisa voltar a vencer para se tranquilizar na tabela (Foto: Ascom)

Após a derrota elástica diante o Atlético Cearense em casa, o Jacaré se apresenta com mudanças. A certeza é que o time não irá contar com o zagueiro Ramon Baiano e o atacante Reinaldo Alagoano, ambos no departamento médico.

O Central-PE não é totalmente desconhecido do treinador do Altos, pois Estevam comandou o time no inicio da temporada. “O time deles mudou muito. Dá minha época tem três ou quatro jogadores, mas temos uma ideia de como o time atua, pois assistimos os jogos deles e eles também devem conhecer nossa maneira de jogar, mas não deixa de ser uma coisa producente”, acrescentou Estevam.

O Altos está no Grupo A5 da competição. Em dois jogos acumula uma vitória e uma derrota, total de três pontos. O líder do grupo é o Atlético Cearense. O Central atualmente é o vice-líder e o Altos está em terceiro lugar, mas ambos com a mesma pontuação. O lanterna do grupo é o Maranhão.

Lutadora morta processou WWE por abuso sexual

Lutadora morta processou WWE por abuso sexual

A modelo foi enviada ao Kuwait para visitar as tropas militares dos Estados Unidos, em 2006, onde teria sido abusada sexualmente

A lutadora Ashley Massaro (39), que morreu na última quinta-feira (16), foi um dos nomes mais importantes da World Wrestling Entertainment (WWE) na década passada. Atriz, modelo e atleta, ela teve uma vida recheada de reviravoltas e confrontos judiciais com a organização que produz disputas que mesclam técnicas de luta livre com entretenimento.

A relação de Massaro com a entidade nunca foi das mais fáceis, principalmente após abandonar a carreira. Boa parte do tempo foi dedicado a processos e disputas com a WWE por diversos motivos, entre eles abuso sexual.

O caso teria acontecido em 2006. Um dos principais nomes das lutas naquela época, a modelo foi enviada ao Kuwait para visitar as tropas militares dos Estados Unidos. Anos depois, ela acionou a organização na Justiça ao lado de 60 ex-lutadores profissionais, que buscavam indenizações por quebras nas regras de segurança e saúde da WWE. A modelo alegou ter sido abusada sexualmente pelos soldados.

No processo, Massaro disse que foi examinada por um médico logo após retornar e que ele confirmou o caso. A entidade chegou a se reunir com ela para "se desculpar" pelo ocorrido. A WWE, no entanto, tentou a convencer a não reportar o abuso às autoridades.

A ação movida pela lutadora também cobrava indenização por danos causados à saúde durante o período nas lutas. A modelo disse que a carreira na organização causou depressão, ansiedade, perda de memória e enxaqueca. Ela também afirmou ter sofrido diversas concussões, como quando chegou a ficar desacordada por cinco minutos no ringue. O processo, no entanto, foi arquivado em 2018, após a Justiça definir o caso como "inconsistente".

Lucas Lima amarga esquecimento no Palmeiras

Lucas Lima amarga esquecimento no Palmeiras

Foram quatro anos na Baixada Santista e três deles em lua de mel com a torcida do Peixe.

Era uma vez um meia de criação que vestia a camisa 10 que um dia pertencera a Pelé. Reconhecido na época como o melhor jogador em atividade no Brasil, Lucas Lima vivia seu auge com a camisa do Santos e convocações para a Seleção Brasileira naturalmente ocorreram.

Foram quatro anos na Baixada Santista e três deles em lua de mel com a torcida do Peixe. O período chegou a ser eternizado na pele pelo meia, que tatuou uma imagem dele próprio antes da cobrança de pênalti que deu o título Paulista de 2015 ao Santos.

Disputando as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 e também a Copa América de 2016, Lucas Lima chegou a ser especulado até mesmo no gigante Barcelona (ESP). Com o contrato acabando, o meia tomou uma decisão: não renovou com o Santos ao final de 2017 e acertou com o rival Palmeiras.

O meia chegou ao Palmeiras com status de grande reforço, mas nunca conseguiu regularidade (Foto: Ale Cabral/AGIF)

A relação de Lucas Lima com seu novo clube não era boa até então. A aquecida rivalidade entre o Peixe e o Verdão tinha entre seus expoentes o próprio meia, além do goleiro Fernando Prass e do centroavante Ricardo Oliveira. Seduzido por um salário que hoje é sétimo maior do Brasil, Lucas Lima deixou de lado as provocações feitas ao clube alviverde e se juntou ao Palmeiras no início de 2018.

Em sua apresentação no novo clube, como não poderia ser diferente, falou sobre Seleção Brasileira e o sonho de jogar a Copa do Mundo daquele ano. Em 2017, em meio ao imbróglio da renovação de contrato e a queda de rendimento no Santos, as convocações já tinham rareado, mas Lucas Lima falou grosso.

"Sei que fiz a escolha certa. Estou muito feliz. É um ano de Copa do Mundo e creio que o Palmeiras me deixa mais perto disso", disse. Desde então, nunca mais foi convocado.

O meia chegou ao Palmeiras com status de grande reforço, mas nunca conseguiu regularidade. Fez um ótimo Campeonato Paulista, mas perdeu a titularidade ainda com Roger Machado no comando, que preferiu a movimentação mais intensa e as chegadas à área de Moisés. O estilo mais cadenciado do camisa 20 nunca foi totalmente aceito pela torcida alviverde, acostumada a jogadores mais aguerridos.

2019 e o esquecimento

Lucas chegou a ter momentos positivos no ano passado, como o golaço contra o Boca Juniors na Bombonera na primeira fase da Libertadores e uma boa reta final na campanha do título do Campeonato Brasileiro. O ano de 2019, porém, vem sendo terrível para o atleta. Hoje, ele é uma das últimas opções de Felipão, atrás de nomes como Zé Rafael e Raphael Veiga, que ganharam vaga no time após lesões de Ricardo Goulart e Gustavo Scarpa.

Dos 26 jogos do Palmeiras no ano, foi titular em apenas sete. Aos 28 anos, Lucas Lima terá 31 em 2022, ano da próxima Copa do Mundo. Neste momento, o meia parece muito mais longe de disputar um Mundial do que estava quando saiu do Santos.

Ferrari pode ter de mudar o carro para vencer em 2019

Ferrari pode ter de mudar o carro para vencer em 2019

A Ferrari levou atualizações aerodinâmicas para as duas últimas etapas.

A Ferrari viu a rival Mercedes fazer a dobradinha nas cinco primeiras corridas da temporada, mas a derrota do GP da Espanha foi a mais preocupante para o time italiano. Problemas fundamentais no carro do time de Maranello ficaram escancarados. O time sequer conseguiu superar, no Circuito da Catalunha no último final de semana, o mesmo tempo da pré-temporada, realizada em fevereiro.

Pior: depois de ter parecido estar mais rápida nos testes, a Ferrari amargou uma desvantagem de oito décimos na classificação e estava mais de 30s atrás da Mercedes na volta 45 do GP da Espanha, quando um Safety Car juntou o pelotão. Mesmo assim, a primeira Ferrari, de Sebastian Vettel, que terminou em quarto, chegou quase 10s atrás do vencedor Lewis Hamilton - que deu só 15 voltas com bandeira verde após a interrupção.

O GP da Espanha acabou sendo uma corrida comprometida por um piloto ferrarista freando o ritmo do outro por duas vezes durante a prova, mas ainda assim ficou clara a falta de ritmo do carro, especialmente nas curvas.

"Estamos perdendo muito em todo tipo de curva", reconheceu o chefe da Ferrari, Mattia Binotto. "O carro sai muito de frente. É algo que realmente temos de analisar e vai demorar alguns dias para tirar conclusões sobre qual o motivo. É possível que seja uma questão de equilíbrio, de pressão aerodinâmica, e até mesmo do conceito do carro."

É a primeira vez que Binotto reconhece que a Ferrari pode ter que rever o carro conceitualmente, e não apenas tentar melhorar o equipamento que já tem. A Ferrari levou atualizações aerodinâmicas para as duas últimas etapas - na Espanha, ainda tinha um novo motor - e, mesmo julgando que tudo serviu para melhorar o carro, a distância em relação à Mercedes foi maior.

A Fórmula 1 passou por mudanças nas regras aerodinâmicas para este ano, com a simplificação das asas traseira e dianteira. E o caminho que a Ferrari escolheu seguir para lidar com essas mudanças é bem diferente da opção feita pela Mercedes e é a isso que Binotto se refere.

"Se for uma questão de conceito, depende do que é - e acho que há coisas que dá para mexer durante a temporada. Quanto tempo vai demorar é algo difícil de responder. Acho que é mais importante para nós entender como resolver, e então tenho certeza que vamos conseguir fazer isso rapidamente", aposta.

"Em termos de potência e de velocidade de reta somos rápidos o bastante, mas certamente temos algumas fraquezas no carro que ficaram claras na Espanha. Cabe a nós tentar entender para melhorar. Isso só pode nos tornar mais fortes."

Enquanto a Ferrari não consegue se entender com seu carro, a Mercedes já abriu 96 pontos no campeonato de construtores após apenas cinco provas disputadas.

NBB: Franca e Flamengo colhem sucesso de receitas parecidas

NBB: Franca e Flamengo colhem sucesso de receitas parecidas

Equipes se enfrentam neste domingo (19), abrindo as finais

Desta vez não houve espaço para zebra na final do NBB (Novo Basquete Brasil), que será decidido por Franca e Flamengo a partir deste domingo (19), às 10h45, no ginásio Maracanãzinho.

O primeiro jogo da série em melhor de cinco partidas terá transmissão de Band, ESPN, Fox Sports e Facebook.

Apesar de estarem sediadas em locais tão diferentes como o interior de São Paulo e o Rio de Janeiro, as duas equipes têm algumas características comuns, que as levaram a uma decisão já aguardada desde o início do campeonato.

A começar pelo investimento, Franca e Flamengo tiveram os maiores orçamentos do NBB nesta temporada. O time paulista, que também leva o nome do Sesi (Serviço Social da Indústria), diz que recebeu cerca de R$ 6 milhões anuais em patrocínios.

Os cariocas não revelam seu orçamento, mas contam, além da estrutura do clube, com um patrocinador master para o basquete, a empresa de seguros online Thinkseg.

Dessa forma, os times conseguiram montar os elencos mais completos do basquete brasileiro e acabar a fase de classificação nas duas primeiras posições. Também decidiram a Copa Super 8, torneio paralelo realizado no fim de 2018 e que acabou com vitória do Flamengo dentro do ginásio Pedrocão, em Franca.

A equipe do interior paulista se reforçou para esta edição do NBB com três destaques dos últimos dois finalistas: o armador Elinho, o ala/pivô Lucas Dias (ex-Paulistano) e o ala Jimmy (ex-Mogi).

O Flamengo também contratou vários reforços saídos do Paulistano. Deixaram o atual campeão o ala/armador Deryk, o ala Jhonathan e o ala/pivô David Nesbitt, além do técnico Gustavo de Conti.

Aos 39 anos, ele é o treinador mais jovem a acumular quatro finais no torneio, três delas de forma consecutiva.

"Diferentemente dos anos anteriores, estão nas finais as duas melhores equipes, os dois melhores plantéis, as equipes que conseguiram mais regularidade e qualidade. Franca é a equipe que joga o basquete mais bonito da temporada", disse De Conti.

Ao tirar atletas importantes dos concorrentes e juntá-los a outros nomes fortes dos seus elencos, Franca e Flamengo reforçaram seu favoritismo.

Os finalistas contam com vários jogadores experientes, caso do trio flamenguista formado por Anderson Varejão, 36, Olivinha, 36, e Marquinhos, 34, e da dupla de pivôs do Franca Hettsheimeir e Cipolini, ambos de 32 anos.

Mas também há espaço para juventude na decisão. Os paulistas apresentam como trunfo o ala Didi, 19, inscrito no próximo recrutamento da NBA, e o armador Alexey, 23, também revelado na cidade.

Outra semelhança entre os dois times é o fato de cada um ter um representante entre os três indicados ao prêmio de melhor jogador. Nos dois casos, são atletas estrangeiros.

O armador argentino Franco Balbi, 29, fez sua estreia no basquete brasileiro nesta temporada e rapidamente tornou-se o principal destaque do Flamengo. Já o ala americano David Jackson, 36, deixou o Vasco para virar o principal jogador dos francanos.

Cinco vezes campeão em dez edições do NBB, o Flamengo volta à decisão da liga após dois anos de ausência. Já o Franca, que tem 11 títulos nacionais ao longo da sua história, nunca triunfou desde que o principal torneio do país passou a ter esse nome –foi vice em 2011.

A venda de ingressos para o primeiro jogo das finais é feita pelo site da Guichê Web, com valores de R$ 20 a R$ 300. Neste domingo, o time de basquete do Flamengo voltará a atuar no Maracanãzinho depois de quatro anos.

Jogos das finais do NBB

Jogo 1 - 19.mai (domingo), às 10h45, no ginásio Maracanãzinho, no Rio de Janeiro

Transmissão: Band, Fox Sports, ESPN e Facebook do NBB

Jogo 2 - 23.mai (quinta-feira), às 20h, no ginásio Pedrocão, em Franca

Transmissão: Fox Sports, ESPN e Facebook do NBB

Jogo 3 - 25.mai (sábado), às 14h30, no ginásio Pedrocão, em Franca

Transmissão: Band, Fox Sports, ESPN e Facebook do NBB

Jogo 4* - 1º.jun (sábado), às 14h30, no ginásio Maracanãzinho, no Rio de Janeiro

Transmissão: Band, Fox Sports, ESPN e Facebook do NBB

Jogo 5* - 8.jun (sábado), às 14h30, no ginásio Pedrocão, em Franca

Transmissão: Band, Fox Sports, ESPN e Facebook do NBB

*Se necessários

17 de maio de 2019

Cuca deve promover rodízio no São Paulo nos próximos jogos

Cuca deve promover rodízio no São Paulo nos próximos jogos

Nos próximos dias, o São Paulo terá uma sequência de jogos decisivos pela frente.

O time tricolor enfrenta o Bahia neste domingo, às 11h, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Na quarta-feira, terá outro duelo com a equipe nordestina, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e joga o clássico com o Corinthians, no dia 26, no Itaquerão. Por isso, o técnico Cuca deve promover uma espécie de rodízio e fazer algumas alterações no time.

"Vamos crescer. Tem jogadores que fizeram três jogos, Toró, Pato, Hernanes entrando em melhor condição... Com entrosamento, eles vão evoluir. Certamente vai ter força de grupo. Em 15 dias vamos fazer cinco jogos. Demorou no futebol brasileiro para entender que tem de rodar. Em 2016, no Palmeiras, falavam que eu não repetia o time. Não tem necessidade de repetir, se todos estão treinando bem. Hoje é comum rodar o elenco. Com viagens e sequência de jogos, calendário apertado, se não rodar, estoura todo mundo", afirmou Cuca.

Uma das dúvidas é se Hernanes vai ser escalado como titular. Na rodada anterior, contra o Fortaleza, o Profeta foi destaque positivo ao entrar no decorrer do confronto e fazer o gol da vitória. Recuperado de lesão cervical, Pato também não está confirmado entre os 11 neste domingo.

"Ontem ele [Hernanes] estava com dores nas pernas, porque estamos treinando forte. Faz parte do condicionamento, porque vão repetir no jogo o que fazemos no treino. Ele vem evoluindo. Não sei se tem condição ideal para 90 minutos, mas está melhorando. Temos muita confiança nele", disse Cuca.

"Ele [Pato] está treinando, evoluindo. É lógico que não está 100%, mas ainda tem hoje e amanhã. Probabilidade ainda é grande de voltar, mas não sabemos se aguenta o jogo inteiro. Ele ainda buscava uma sequência maior. E depois de quase 14 dias sem jogar, tem um déficit. Vamos estudar se começa ou não o jogo", completou o treinador sobre Pato.

David Neres está na lista de convocado de Tite para Copa América

David Neres está na lista de convocado de Tite para Copa América

Antes da estreia na competição, o Brasil faz amistoso no dia 5 de junho, em Brasília, contra o Qatar, e outro no dia 9, contra Honduras, em Porto Alegre.

Tite anunciou nesta sexta-feira (17) a lista de 23 jogadores da seleção brasileira para a disputa da Copa América. David Neres, do Ajax, foi confirmado para a competição, assim como Fernandinho, do Manchester City. Vinicius Júnior, do Real Madrid, ficou fora. Fabinho, do Liverpool, vivia a esperança de ser chamado, mas não entrou na relação.

"Foi a lista mais difícil que eu tive até hoje para fechar. Não dormi. São oportunidades para atletas jovens, emergentes, com alguns atletas que já participaram e tem um 'know-how'. Esses oito amistosos até aqui nos levaram até a lista", afirmou.

A seleção brasileira começa a se reunir no próximo dia 22, na Granja Comary, em Teresópolis, mas alguns atletas se apresentarão depois por conta do calendário de seus respectivos times. Os atletas que estão na final da Liga dos Campeões, por exemplo, jogam a decisão na Espanha no dia 1º de junho.

Antes da estreia na competição, o Brasil faz amistoso no dia 5 de junho, em Brasília, contra o Qatar, e outro no dia 9, contra Honduras, em Porto Alegre. O primeiro jogo da fase de grupos da Copa América está marcado para o dia 14, em São Paulo, contra a Bolívia. Venezuela e Peru são os outros dois adversários.

Veja a lista de convocados:

Goleiros:

Alisson (Liverpool)

Ederson ((Manchester City)

Cássio (Corinthians)

Laterais

Daniel Alves (PSG)

Fagner (Corinthians)

Alex Sandro (Juventus)

Filipe Luís (Atlético de Madri)

Zagueiros

Thiago Silva (PSG)

Marquinhos (PSG)

Miranda (Inter de Milão)

Éder Militão (Porto)

Meio-campistas

Casemiro (Real Madrid)

Fernandinho (Manchester City)

Arthur (Barcelona)

Allan (Napoli)

Lucas Paquetá (Milan)

Philippe Coutinho (Barcelona)

Atacantes

Richarlison (Everton)

Gabriel Jesus (Manchester City)

Roberto Firmino (Liverpool)

David Neres (Ajax)

Neymar (PSG)

Everton (Grêmio)

Altos faz último treino antes de jogo contra o Central -PE

Altos faz último treino antes de jogo contra o Central -PE

O jogo é válido pela 3 rodada do Campeonato Brasileiro Série D. Após a derrota elástica diante o Atlético (CE) o time busca de reabilitar na competição.

O Jacaré encerrou na quinta-feira (16) atividades visando o jogo contra o Central, de Caruaru, que acontece neste domingo (19), em Caruaru, Pernambuco. 

“Sabemos que é um jogo decisivo para a gente. O fato de ter perdido dentro de casa pesou e agora precisamos somar pontos fora. Estamos focados no trabalho que professor Estevam passou e mesmo cientes de como é difícil jogar lá dentro, vamos buscar esses três pontos”, disse o capitão Dos Santos. 

O time realizou um coletivo apronto na tarde de ontem e na parte da noite pegou a estrada rumo a Caruaru. São quase 15h de estrada e lá na terra do adversário irão realizar dois treinos. Um na tarde desta sexta-feira (17) e no sábado (18) pela manhã. 

O Central é o ex-clube de dois jogadores do Altos o zagueiro Yuri, provável titular da defesa e o lateral direito Dudu Gago. Além deles, o próprio técnico Estevam Soares também estava sob o comando do time no começo do ano. 

“É muito difícil jogar no domínio deles e nós sabemos, pois já jogamos lá, mas não temos opção além de nós superar na partida. Temos varios conhecidos lá é isso deve ajudar para ter uma noção do estilo de jogo”, conta Yuri. 

O Altos atualmente tem três pontos dentro do grupo A5. Está atrás do Central , que também tem três pontos, mas está à frente dos piauienses por conta do saldo de gols e o Atlético Cearense é o líder do grupo com seis pontos e 100% de aproveitamento. O jogo entre Central X Altos neste domingo (19), às 16h, no estádio Lacerdão, em Caruaru, Pernambuco.

Paratletas buscam recursos para disputar competição em Fortaleza

Paratletas buscam recursos para disputar competição em Fortaleza

Os 18 paratletas se preparam para disputar a Copa Nordeste que acontece entre os dias 20 e 23 de junho

O único time de futebol para amputados do Piauí está no ápice de atividades e buscando ajuda financeira para competir. O projeto que surgiu em 2009 através do CEIR (Centro Integrado de Reabilitação) deixou de existir no final de 2018, por conta da falta de recursos e agora eles fazem parte de um novo projeto, que tem apenas quatro meses. Os 18 paratletas se preparam para disputar a Copa Nordeste que acontece entre os dias 20 e 23 de junho, em Fortaleza.

A maioria dos paratletas  da equipe perdeu uma das pernas por conta de acidentes de trânsito

“A gente agradece muito aqueles que nos cederam um campo para voltamos a jogar, pois ficamos sem local para treinos depois que encerrou o projeto no CEIR. Nossas historias servem de inspiração e para mostrar para aquelas pessoas que estão por aí reclamando da vida que não existe o de porque reclamar. Eu chamo meus amigos na mesma situação que eu para jogar bola e eles questionam: Jogar bola? Como? E eu respondo que sim e não acreditam”, disse Elilson Pereira, 38 anos.

A maioria dos paratletas que formam a equipe perdeu uma das pernas por conta de acidentes de trânsito. Caso de Neto, que entrou no time há poucos dias, mas já é motivo de orgulho dos companheiros, pois há dois anos sem sequer andar traumatizado pelo acidente. “Neto esta jogando com a gente e tendo a oportunidade de ter um recomeço em sua vida. Ele sofreu um acidente há dois anos e tem dois anos que saia de casa e levantava apenas para as necessidades básicas, agora é outro homem”, acrescentou Willimes Sousa.

Muitos não sabem, mas a seleção Brasileira de futebol de amputados é penta campeã Mundial e mesmo com resultados expressivos eles não têm o suporte financeiro necessário para competir. “Sempre que a gente tem contato com o Rogerinho (atleta seleção) falamos sobre isso. Eles têm dificuldades, imagine a gente que está em um projeto novo e em um estado que somos os únicos a fazer a ter essa iniciativa de usar a reabilitação através do esporte como inclusão”, conta Antônio Gonçalves técnico do time.

Apesar dessas dificuldades, eles se preparam para disputar a Copa do Nordeste de Futebol de Amputados, que acontece no mês de junho entre os dias 20 e 23, em Fortaleza. Equipe do Ceará, Natal e Salvador também devem competir. 

16 de maio de 2019

Em Teresina, Daniele Hypolito analisa cenário dos atletas olímpicos no país

Em Teresina, Daniele Hypolito analisa cenário dos atletas olímpicos no país

No Piauí, o primeiro centro de ginástica artística surgiu a pouco menos de um ano.

A ginasta Daniele Hypolito esteve em Teresina nesta quarta-feira (15) e além de fazer a alegria das crianças e amantes da modalidade, falou sobre a transição de carreira, após se aposentar, a situação dos atletas olímpicos no país e apoio a estados como o Piauí que a modalidade tem menor investimento e tradição. Na carreira, Daniele tem no currículo inúmeros títulos em Jogos-Pan Americanos, um titulo Mundial e fez parte da equipe que conquistou o inédito 8ª lugar nos jogos de Pequin-08.

“Esse momento é muito único e em todas as cidades que eu chego eu tento tirar um tempinho para dar essa atenção as crianças, pois é tão legal ver elas com olhos brilhando, tirando duvidas e tendo certeza que aquilo a pessoa que elas veem na TV é real”, disse Daniele Hypolito.

Aos 34 anos de idade, Daniele Hypolito dedica 29 deles à pratica do esporte e agora, paralelo aos treinos, pois ainda visa estar nos Jogos Olímpicos de Tóquio- 20. “A próxima olimpíada, eu venho treinando bastante também, mas eu sei que será muito difícil. Temos a nova geração, a renovação que está vindo muito bem e nesse sentido eu estou muito tranquila, pois eu sempre quis ver a ginástica. Mas paralelo a isso estou me preocupando bastante para aquilo que todo atleta de alto rendimento as vezes esquece um pouquinho que é a transição de carreira e eu confesso que tenho esse desejo de trabalhar com a comunicação”, conta a ginasta.

No Piauí, o primeiro centro de ginástica artística surgiu a pouco menos de um ano e a presença de Daniele serviu para incentivar as pessoas que hoje se dedicam a esse esporte. “O contato das crianças com ela e até mesmo nosso em poder pedir dicas, conversar sobre esse começo é fundamental para que a gente possa saber por onde trabalhar, traçar metas e assim sonhar em ter uma atleta de ginástica olímpica no Piauí um dia”, disse Yara Vaz presidente da Federação de Ginástica do Piauí.

Os muitos cortes no esporte nos últimos meses foram motivos de inúmeras discussões dos atletas olímpicos do país e Daniele afirma ver esse cenário com preocupação. “É preocupante. Acredito que falta um pouco de sensibilidade das pessoas para enxergar que esporte é um lado importantíssimo da educação e do crescimento de um país”, finalizou a atleta.

O que Tite pensa para a convocação da seleção para a Copa América

O que Tite pensa para a convocação da seleção para a Copa América

O técnico e a comissão técnica ainda fazem alguns ajustes finais na relação, mas o o time canarinho ganha forma com algumas novidades para a competição continental.

 A lista de convocados da seleção brasileira para a Copa América só será divulgada às 11h desta sexta-feita (17), mas já é assunto dentro da sede da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Tite e a comissão técnica ainda fazem alguns ajustes finais na relação, mas o o time canarinho ganha forma com algumas novidades para a competição continental. Apuramos o que se passa na cabeça do comandante da seleção às vésperas da definição final da lista e explica as disputas em cada setor do campo.

NERES EM VANTAGEM CONTRA LUCAS MOURA E VINI JR.

Tite imagina convocar seis jogadores para o ataque da seleção. E cinco nomes têm mais chances de seres chamados para a Copa América: Neymar, Richarlison, Roberto Firmino, Gabriel Jesus e Everton. Há uma sexta vaga em disputa, com David Neres bem à frente de dois concorrentes de peso.

Vinicius Júnior chegou a ser o favorito para esse posto, pela forma como conseguiu ser protagonista em um Real Madrid em crise na temporada. Uma lesão, entretanto, o fez perder força no páreo, justamente no momento de maior ascensão de Neres com o Ajax. O time holandês fez campanha espetacular na Liga dos Campeões, chegando à semifinal com o ex-jogador do São Paulo decisivo diante do time de Madrid e da Juventus. A eliminação para o Tottenham aconteceu justamente quando Neres foi desfalque por problema muscular e acabou fazendo outro jogador entrar na disputa.

Lucas Moura fez os três gols da classificação inédita do Tottenham à final da Champions e recebeu análise cuidadosa da seleção brasileira. Há, no entanto, uma sensação de que Lucas ainda não alcançou a regularidade suficiente para ter uma nova chance no Brasil -e também esteve abaixo do esperado quando convocado. Neres é o oposto. Vem de mais de uma temporada em alta e deu ótima resposta a Tite no amistoso contra a República Tcheca.


Foto: Reprodução

CÁSSIO GANHA FORÇA PARA SER O TERCEIRO GOLEIRO

Nas quatro listas pós-Copa do Mundo, os goleiros mais frequentes da seleção foram Alisson, do Liverpool, e Ederson, do Manchester City, que estiveram entre os melhores da temporada europeia. O posto de terceiro goleiro foi sempre destinado a garotos de clubes brasileiros para dar experiência a esses meninos. Mas, para valer, a vaga deve ser destinada a Cássio, do Corinthians. Ele leva muita vantagem na disputa com Neto, do Valencia, e Weverton, do Palmeiras.

THIAGO SILVA PERTO DA VAGA MESMO APÓS CIRURGIA

Na zaga, é improvável que o quarteto Miranda, Marquinhos, Militão e Thiago Silva não seja convocado. Thiago, mesmo após passar por uma artroscopia no joelho, não chega a preocupar tanto. Fisioterapeuta do PSG e convocado com frequência para a seleção, Bruno Maziotti informou à comissão técnica que o zagueiro estará pronto a tempo da Copa América.

Mesmo com todas as sinalizações positivas vindas da França, Tite pondera acrescentar um zagueiro na lista para evitar maiores problemas. Assim, Militão seria considerado para duas funções ao mesmo tempo: a própria zaga e também um reserva emergencial para Daniel Alves.

Esse cenário afetaria as pretensões do corintiano Fagner e de Danilo, do Manchester City. Eles brigam pela segunda vaga na lateral direita caso Tite opte por uma lista mais convencional, com quatro zagueiros e dois laterais de cada lado. Filipe Luis e Alex Sandro são os favoritos absolutos na esquerda.

TITE TEM DILEMA COM ALLAN E RENATO AUGUSTO

O meio de campo tem uma das disputas mais acirradas. Afinal, Renato Augusto sempre foi o homem de confiança da comissão técnica, uma referência para os jogadores. Ao mesmo tempo, Allan encantou Tite nas três convocações pós-Copa -e o técnico lamentou muito não tê-lo levado para o Mundial da Rússia, em 2018. Para que os dois fossem chamados ao mesmo tempo, Philippe Coutinho teria de ser considerado para o ataque, abrindo uma nova vaga no meio, mas fechando uma na frente.

A questão é que a temporada de Coutinho aberto pela esquerda no Barcelona foi repleta de críticas. Casemiro, Arthur, Fabinho e Lucas Paquetá são nomes certos na lista da Copa América.

Câmara de SP dá autorização para Covas privatizar Interlagos

Câmara de SP dá autorização para Covas privatizar Interlagos

Inicialmente apresentado pelo então prefeito João Doria (PSDB), o projeto de lei 705/2017 previa a alienação do autódromo -ou seja, sua venda.

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta-feira (15) a autorização para que a Prefeitura da cidade promova a privatização do Autódromo de Interlagos. A votação ocorreu já no fim de uma noite marcada por protestos na cidade contra os cortes na educação praticados pelo governo federal. O substitutivo foi aprovado com 31 votos favoráveis e 10 contrários, em segundo turno.

Inicialmente apresentado pelo então prefeito João Doria (PSDB), o projeto de lei 705/2017 previa a alienação do autódromo -ou seja, sua venda. O projeto chegou a ser aprovado em primeiro turno, mas encontrou resistência na Câmara, uma vez que a aprovação definitiva dependia da discussão do PIU (Projeto de Intervenção Urbana) de Jurubatuba, macro-região onde fica o autódromo. E aprovar o PIU Jurubatuba é complexo, por conta dos interesses de vereadores daquela região, como Milton Leite (DEM).

Assim, na semana passada, o prefeito Bruno Covas (PSDB) enviou para a Câmara uma carta solicitando que esse projeto de lei que pretendia vender Interlagos fosse descartado, ao mesmo tempo em que apresentou outro projeto, pedindo autorização para conceder o autódromo e diversos outros equipamentos públicos, como cemitérios e terminais de ônibus, à iniciativa privada.


Foto: Reprodução

Logo no dia seguinte à esse movimento, porém, o presidente Jair Boslonaro (PSL), o prefeito Marcelo Crivella (PRB) e o governador Wilson Witzel (PSC) assinaram um termo de compromisso para levar a Fórmula 1 ao Rio em 2021. Isso fez com que Covas se mexesse.

Para garantir a privatização de Interlagos sem uma nova longa discussão na Câmara, aquele primeiro projeto de 2017, aprovado em primeiro turno, que previa a venda, foi alterado, para ser uma concessão.

Nesta noite, votaram a favor da concessão principalmente a base que apoia Covas na Câmara. Foram contrários os vereadores Alessandro Guedes, Alfredinho, Antonio Donato, Eduardo Suplicy, Juliana Cardoso, Reis (todos do PT), Toninho Vespoli, Celso Giannazi (PSOL), Eliseu Gabriel (PSB) e José Police Neto (PSD). Os também petistas Arselino Tatto e Jair Tatto não votaram.

Goleira da seleção de handebol pede namorada em casamento

Goleira da seleção de handebol pede namorada em casamento

A jogadora ajoelhou na lateral da quadra e tirou do bolso o anel, escolhido na Bélgica, feito em ouro branco e cravejado por diamantes.

 A atleta Mayssa Pessoa, goleira da seleção brasileira de handebol, escolheu a arena Papp Laszlo, em Budapeste, como palco para o pedido de casamento à namorada, a holandesa Nikita Ramona, no domingo (12). Mayssa estava na cidade para a disputa do Final 4, as finais da Champions League do handebol. "Estou super feliz. Pedi minha namorada em casamento agora no Final 4 em Budapeste. Foi no ginásio, todo mundo viu", disse Mayssa em entrevista ao UOL Esporte. "E ela disse sim."

A jogadora ajoelhou na lateral da quadra e tirou do bolso o anel, escolhido na Bélgica, feito em ouro branco e cravejado por diamantes: "Lindo, lindo! Ela merece." O momento não foi mais marcante, porque Mayssa saiu de lá com a medalha de prata. A atleta defende o clube russo Rostov-Don e acabou perdendo a final contra o húngaro Györ por apenas um gol.


Mayssa Pessoa posa ao lado da noiva Nikita Ramona após o pedido de casamento em Budapeste. Foto: Reprodução/ODIA

Mayssa conheceu Nikita em 2012 por meio de uma amiga em comum que joga na França. "Sempre tive olhos para ela, mas nunca aconteceu nada porque estávamos em caminhos diferentes", comentou. As coisas mudaram há três meses, quando Nikita começou a ajudar Mayssa com sua nutrição. "Então ela se apaixonou, ou eu acredito que essa paixão já estava guardada. Sempre a via pelas redes sociais e algumas vezes nos falamos por mensagens."

O casamento ainda não tem data, pois depende dos compromissos de Mayssa com a seleção brasileira. "Se eu for para as Olimpíadas, não vai dar para casar, só depois." O local, no entanto, já foi escolhido: uma praia em João Pessoa, cidade natal da goleira.

Ela ainda espera poder compartilhar o momento com toda a família. Sua mãe, em especial, não lidou bem quando soube de sua orientação sexual. "Minha mãe me ama muito, mas ela ainda não aceita essas coisas. Posts que estou namorando. Se eu falar que vou casar, ela não entende. Ainda é bem difícil para mim nesse ponto", falou.

Antes de Nikita, Mayssa namorou a modelo canadense Nikki Shumaker. O casal fez sucesso durante as Olimpíadas do Rio, em 2016, e ajudou a fortalecer a bandeira da diversidade, que marcou os jogos no Brasil.

15 de maio de 2019

Após surto de virose, River foca em recuperar elenco

Após surto de virose, River foca em recuperar elenco

O time se prepara para o jogo contra o Santa Cruz de Natal, que acontece no domingo (19), às 16h, no Albertão.

O River se reapresentou as atividades visando o jogo contra o Santa Cruz de Natal, que acontece no domingo (19), às 16h, no estádio Albertão. A partida é válida pela 3 rodada do Brasileiro Série D e o Galo Carijó briga para se manter no topo da tabela. 

Essa semana a missão da comissão técnica é recuperar os outro atletas que estavam com virose e entraram em campo doentes no último domingo. Caso de : Anderson Alagoano, Guilherme, Roney, Bismarck, João Paulo, Otacílio, Biro Biro e Alemão. “Ainda estamos nos recuperando. Ficamos realmente muito desidratados e cansados, foi um jogo difícil e até por isso esse um ponto foi importante e muito valorizado por nós”, disse o atacante Otacílio. 


O preparador físico conta que é necessário um trabalho mais cuidadoso com os atletas doentes - Foto: Jailson Soares/O Dia

O preparador físico Gabriel Júnior conta que é necessário um trabalho mais cuidadoso com os atletas doentes. “É até complicado porque essa virose pegou praticamente todo o grupo. Oito foram os que entraram em campo doentes, mas outros dois não aguentaram sequer viajar e teve gente que não treinou a semana toda, foi só pro jogo. Sabemos que é complicado passar um complemente, pois tudo depende da reação do corpo de cada um, mas essa superação deles é o espírito da Série D”, conta Gabriel. 

Entre os casos mais graves então o zagueiro Cris e o meia Jonatas. Todos os outros atletas retornaram aos treinos normalmente, mas estão a base de medicamentos. O River entra em campo no domingo (19), às 16h, no Estádio Albertão. O adversário será o Santa Cruz de Natal, que assim como o Galo tem quatro pontos na tabela dentro do Grupo A5.

Rally do Companheirismo é válido pelo Campeonato Piauiense de Regularidade

Rally do Companheirismo é válido pelo Campeonato Piauiense de Regularidade

O evento ocorrerá no próximo dia 25 de maio e é organizado pelo Rotary Club de Teresina Piçarra

O Rotary Club de Teresina Piçarra, fundado em 1979, realizará no próximo dia 25 de maio (sábado), a 15ª edição do Rally do Companheirismo, com saída às 8h da Alemanha Veículos, chegada prevista para as 12h na Ponte Estaiada e expectativa de reunir mais de 200 participantes.

“Este evento já entrou para o calendário esportivo piauiense por reunir, ao mesmo tempo, companheirismo de rotarianos, competição de esportistas e arrecadação de recursos para ações sociais do Rotary Piçarra em Teresina”, afirmou o presidente do clube, Alexandre Magalhães. Em 2019, o projeto escolhido é a construção do Centro Esportivo no bairro Vila Ferroviária, em Teresina.


A chegada está prevista para as 12h na Estaiada e expectativa de reunir mais de 200 participantes - Foto: Divulgação

Nesta edição, a prova com trilha destinada a motos, quadriciclos, carros e UTVs premiará os cinco primeiros colocados e valerá pelo Campeonato Piauiense de Regularidade, supervisionado pela Federação de Motociclismo e Automobilismo do Piauí.

Os que desejarem participar sem competir deverão optar pela categoria Expedição. “Será um passeio off-road de 100 km, sem caráter competitivo, com carros guia, válido para todos os tipos de veículos, inclusive os carros 4x2 de versão off-road” explicou o rotariano e coordenador da prova, Ehrlich Cordão.

14 de maio de 2019

River e Fluminense garantem vaga na Copa São Paulo 2020

River e Fluminense garantem vaga na Copa São Paulo 2020

A decisão entre River e Fluminense acontece na próxima quinta-feira (16/05), às 20h, no estádio Lindolfo Monteiro.

As semifinais do Campeonato Piauiense Sub-19, realizadas nesta segunda-feira (13/05) no estádio Lindolfo Monteiro, garantiram River e Fluminense na decisão da competição e, automaticamente, na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020, como representantes do estado na maior competição de base da categoria.

As partidas foram recheadas de emoção. Na primeira da noite, o River viu o Ferroviário sair na frente logo aos 8 minutos de jogo, quando Moisés aproveitou vacilo da defesa riverina e abriu o placar. 

O Galo pressionou, mas só conseguiu reagir na segunda etapa. Aos três minutos, Paulo Rodrigo aproveitou cobrança de escanteio e empatou a partida. A virada veio aos 34 minutos. Felipe Codó, artilheiro do time riverino na competição, completou de letra um chute de Klemer e marcou o segundo do Galo.

A segunda partida da noite também foi de virada no placar. O Parnahyba saiu na frente do Fluminense com gol de Sukita em cobrança de pênalti. Logo na sequência, o Fluminense empatou com Willian. A virada do Fluminense veio logo na volta do intervalo com gol de Moisés. Melhor em campo, o Fluminense ampliou com Pedro e novamente com Willian, dessa vez em cobrança de penalti. 

A decisão entre River e Fluminense acontece na próxima quinta-feira (16/05), às 20h, no estádio Lindolfo Monteiro. Além do título estadual, o campeão também garante vagas na Copa do Nordeste Sub-20 e na Copa do Brasil Sub-20. 



Fotos: Victor Costa / River AC

Lewis Hamilton manda carro da F-1 a menino com câncer

Lewis Hamilton manda carro da F-1 a menino com câncer

O garoto desejou sorte ao piloto antes do Grande Prêmio da Espanha, vencido por ele no domingo (12).

Um menino de cinco anos e sua família foram surpreendidos, nesta segunda-feira (12), ao se depararem com um carro de Fórmula 1 na frente de sua casa. O veículo foi enviado pelo piloto Lewis Hamilton, 34, e pela Mercedes para retribuir a "inspiração" dada pelo garoto antes do Grande Prêmio da Espanha, vencido pelo britânico no domingo (12). 

O pequeno Harry Shaw, que luta contra um câncer desde agosto do ano passado, mandou um vídeo para Hamilton, em que deseja sorte na prova ao lado de fotos e outros presentes enviados pelo piloto. "Você é minha inspiração hoje. Tentarei te deixar orgulhoso. Gostaria de ser forte como você", afirmou o britânico em resposta ao menino. 


Foto: Reprodução/Instagram

Segundo a imprensa local, essa foi a primeira vez que Harry saiu de casa nas últimas três semanas. "Isso nos deu um grande incentivo e um enorme sorriso em um momento muito difícil de nossas vidas", afirmou o pai do garoto, James. "Harry agora o vê como seu melhor amigo, o que é incrível para um menino de cinco anos", acrescentou. 

Harry tem um tipo raro de câncer nos ossos, diagnosticado em agosto do ano passado. Segundo a página que a família abriu para uma vaquinha online, os médicos deram apenas uma semana de vida a ele no dia 29 de abril, mas ele continua lutando. Seus pais tentam arrecadar dinheiro para pesquisas sobre a doença. Até a noite desta segunda, eles tinham arrecadado mais de 46 mil libras (R$ 228 mil). 

Meia piauiense vai defender o Iranduba-AM no Brasileiro A1

Meia piauiense vai defender o Iranduba-AM no Brasileiro A1

A jogadora esteve ao longo de toda a temporada 2018 vestindo a camisa da Seleção Brasileira Sub 17

Após a eliminação precoce do Tiradentes no Campeonato Brasileiro Série A2. Aos poucos algumas jogadoras vão arrumando novas casas. A atacante Tamys Ferrer acertou com o Foz Cataratas, equipe que tem parceria com o Atlético Paranaense. A próxima a dar adeus ao Tiradentes será a meia Júlia Beatriz, com proposta do Iranduba, do Amazonas.

“Na verdade, com exceção da Ferrer, a maioria das meninas tem autonomia para definir suas carreiras. A Júlia está com proposta do Iranduba e falta apenas viajar mesmo, mas está com um pé na equipe o que será muito bom para ela, pois é um time muito estruturado aqui no Brasil”, cita Coronel Canuto.


Júlia espera voltar à seleção pelo time - Foto: Jailson Soares/O Dia

Júlia Beatriz, 18 anos, esteve ao longo de toda a temporada 2018 vestindo a camisa da Seleção Brasileira Sub 17. A intenção da garota é voltar a seleção e vestir a camisa do time amazonense e disputar uma 1ª divisão de Brasileiro pode ajudar.

A eliminação no Brasileiro A2 ainda na fase de grupos não estava nos planos, mas agora o time se reorganiza visando a única competição do segundo semestre, que é o Campeonato Piauiense. Apesar do nível não ser tão alto é a competição que dá vaga no Brasileiro 2020.

“Vamos formar um elenco apenas com as pratas da casa e buscar economizar ao máximo o dinheiro, com foco na formação do time para o ano que vem. Vamos enxugar elenco e comissão, contratar apenas em caso de extrema necessidade para o Estadual”, acrescentou.

O Campeonato Piauiense de Futebol Feminino ainda não tem data para acontecer.

PAL enfrenta o Godoy Cruz, e FLA pega o Emelec nas oitavas da Libertadores

PAL enfrenta o Godoy Cruz, e FLA pega o Emelec nas oitavas da Libertadores

Se todos os clubes do Brasil avançarem às quartas, existe a chance de dois confrontos 100% brasileiros: Flamengo x Inter e Palmeiras x Grêmio.

O sorteio da Libertadores, realizado nesta segunda-feira (13) na sede da Conmebol, em Luque (Paraguai), definiu os confrontos das oitavas de final da competição. Os times brasileiros que seguem no torneio são Internacional, Cruzeiro, Flamengo, Palmeiras, Athletico Paranaense e Grêmio.

O Cruzeiro foi o primeiro brasileiro sorteado e enfrentará o River Plate-ARG. A partida de volta será com mando dos mineiros. Na sequência, o Palmeiras conheceu seu adversário: o Godoy Cruz-ARG. Já o Flamengo pegará o Emelec-EQU. Paulistas e cariocas também decidem em casa.

O Athletico terá o Boca Juniors como adversário. O segundo jogo será na Argentina. O Inter foi o próximo brasileiro a conhecer seu rival: o Nacional-URU. Os colorados decidem em casa. O último brasileiro a ser sorteado foi o Grêmio, que duelará contra o Libertad-PAR, com o segundo jogo no Paraguai.


Foto: Divulgação/Palmeiras FC

Se todos os clubes do Brasil avançarem às quartas, existe a chance de dois confrontos 100% brasileiros: Flamengo x Inter e Palmeiras x Grêmio.

Com o novo formato, os primeiros colocados de suas chaves ficaram no pote A (casos de Inter, Cruzeiro, Flamengo e Palmeiras), enquanto os clubes que terminaram na segunda colocação vão para o pote B (Athletico e Grêmio). O Palmeiras é o dono da melhor campanha no geral.

O pote A ainda teve Olimpia-PAR, Cerro Porteño-PAR, Boca Juniors-ARG e Libertad-PAR, enquanto completaram o pote B River Plate-ARG, Emelec-EQU, Godoy Cruz-ARG, LDU-EQU, Nacional-URU e San Lorenzo-ARG.

Veja os confrontos das oitavas de final da Libertadores:

Cruzeiro x River Plate-ARG

Palmeiras x Godoy Cruz-ARG

Flamengo x Emelec-EQU

Olimpia-PAR x LDU-EQU

Boca Juniors-ARG x Athletico

Internacional x Nacional-URU

Libertad-PAR x Grêmio

Cerro Porteño-PAR x San Lorenzo-ARG

Ceni, Muralha e Luxemburgo apoiam Sidão; veja manifestações

Ceni, Muralha e Luxemburgo apoiam Sidão; veja manifestações

O goleiro do Vasco teve uma atuação ruim no jogo em que o clube foi derrotado por 3 x 0 pelo Santos.

Vários ex-atletas, técnicos e entidades se manifestaram em apoio a Sidão após o episódio de constrangimento no prêmio entregue ao goleiro pela Globo no domingo (12), quando o Vasco perdeu para o Santos por 3 a 0 e ele teve uma atuação ruim.

Em entrevista à ESPN Brasil, Rogério Ceni relembrou as críticas das quais foi alvo. Ceni era o técnico do São Paulo em 2017 e pediu a contratação de Sidão.

"Em 2004, eu fui vaiado no Pacaembu, no mesmo estádio em que ele jogou. Depois de um erro meu em um clássico contra o Palmeiras. Eu e o Luis Fabiano fomos muito vaiados naquele jogo", disse Ceni.


Sidão teve uma atuação ruim na derrota por 3 x 0 para o Santos - Foto: Reprodução/Instagram 

A partida aconteceu em 27 de junho daquele ano, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o Palmeiras venceu por 2 a 1, contando com uma falha de Rogério Ceni: na cobrança de falta de Pedrinho, o goleiro soltou a bola na frente de Vagner Love, que fez o gol.

"O mundo do futebol dá voltas. Um ano depois, nós fomos campeões paulistas, campeões da América, campeões do mundo... E seguiu com os Brasileiros em 2006, 2007 e 2008", lembrou o ex-goleiro. "Todos nós estamos sujeitos a dias ruins", completou.

Atualmente no Coritiba, o goleiro Muralha também passou por situação semelhante quando defendia o Flamengo e foi alvo de pesadas críticas da torcida.

"Eu passei por isso, e apesar das feridas já terem cicatrizado, ainda carrego um pouco do que aconteceu em um passado recente. Fui tratado por algumas pessoas como bandido, um linchamento que quase colocou minha vida e minha carreira em risco, a ponto de eu ter tido dificuldades de sair de casa", escreveu Muralha nas redes sociais.

13 de maio de 2019

Dentro de casa, equipe do Altos é goleado por Atlético Cearense

Dentro de casa, equipe do Altos é goleado por Atlético Cearense

O time volta a campo no próximo domingo (19) quando encara o Central de Caruaru (PE)

A equipe do Altos saiu de campo no domingo (12) com uma derrota elástica diante o Atlético Cearense. O placar de 1 x 4 foi construído por Rômulo (2x),Dan e Olàvio. O Jacaré diminuiu com Tiaguinho. Com o resultado, o Altos sai da zona de classificação e cai para terceiro colocado do grupo A5. O time volta a campo no próximo domingo (19) quando encara o Central de Caruaru (PE). 

Início de jogo e o Altos, com muitas mudanças, sofre pressionado pelo Atlético. Aos cinco, boa chance em cobrança de escanteio e Douglas defende. Com 10 minutos, Caio Acaraú tem boa oportunidade, aparece livre, sozinho, ajeita e bate , mas a bola sobe demais. O Altos responde aos 26, com o meia Ancelmo. Freitas toca e Ancelmo finaliza para longe. 

O Atlético Cearense é quem abre a contagem, aos 31 minutos. O atacante faz fila na defesa Alviverde e acerta um belo chute. Com 41 minutos, o Atlético Cearense amplia com Dan acertando um chute perfeito em cobrança de falta.


Com o resultado da partida, o Altos sai da zona de classificação - Foto: Elias Fontinele/O Dia 

Atrás no placar o Altos tenta correr atrás do prejuízo. Jogando diante do seu torcedor o time se lança à frente e tem uma pequena crescente nos minutos finais, com Ancelmo, Manoel e Raphael Freitas, mas nada de conseguir marcar.

Na segunda etapa o Altos volta mais organizado. Aos cinco minutos, tem boa chance em cruzamento de Ancelmo e cabeçada de Manoel, bola sai. Aos 11, o Altos consegue esboçar uma reação com Thiaguinho marcando. Chute cruzado e bola é aceita pelo goleiro Artur. Com 21 minutos, Rômulo marca o terceiro. Escanteio batido, gira, ajeita e bate forte. 

O Altos insiste, mas continua pecando nos erros individuais e principalmente desgaste dos atletas. Quem fecha conta para o Atlético é Olavio. O jogador aproveita contra ataque, aparece sozinho e bate no fundo do gol. Placar final 4 a 1 para Atlético. 

O Altos se reapresenta na terça feira (14). O próximo jogo será contra o Central de Caruaru (PE) no próximo domingo (19), fora de casa.

Chelsea deseja Coutinho, mas punição pode impedir negociação

Chelsea deseja Coutinho, mas punição pode impedir negociação

Isso veio porque o time fez acordos com menores de idade – o Chelsea recorreu, teve o pedido negado e agora aguarda decisão do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS)..

Philippe Coutinho não é unanimidade no Barcelona, porém, ultimamente o meia tem sido alvo de críticas de torcedores e da mídia espanhola, principalmente após a eliminação da equipe para o Liverpool, na semifinal da Liga dos Campeões. Para o jornal catalão Sport, ainda assim outros clubes estão interessados em sua compra, mas um obstáculo pode impedir essa negociação, pelo menos em um deles.

Segundo o periódico, o Chelsea estaria interessado em Coutinho. No entanto, por conta de uma punição da Fifa, o clube está proibido de realizar contratações na próxima janela de transferências. Isso veio porque o time fez acordos com menores de idade – o Chelsea recorreu, teve o pedido negado e agora aguarda decisão do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).


Philippe Coutinho - Foto: Reprodução/Instagram

Sabendo do interesse de outros clubes em sua maior estrela, o belga Eden Hazard, essa condição atrapalha a vida do clube inglês na tentativa de repor essa peça importante. Além disso, atrapalha também o Barcelona, que estaria querendo vender o jogador por conta das inconstantes atuações.

O jornal também, em outra matéria, fez um levantamento do brasileiro, com o título “Os números da vergonha de Coutinho”, a qual diz que os maus resultados coincidem com as más atuações de Coutinho em campo e que, tendo jogado 1772 minutos a mais do que a temporada passada, participou do mesmo número de gols nesta temporada.

Neste domingo, após a vitória do Barça sobre o Getafe, o clube catalão divulgou que o brasileiro sofreu uma lesão muscular e deve ficar pelo menos dez dias afastado, ou seja, não jogará a última partida do Espanhol, contra o Eibar. Ainda assim, ele não deve ser baixa caso o técnico Tite queira convocá-lo para a Copa América.

10 de maio de 2019

São Paulo faz homenagem virtual e não prevê afago a Ceni no estádio

São Paulo faz homenagem virtual e não prevê afago a Ceni no estádio

De acordo com a assessoria da presidência, um tributo a Rogério -que fez 1.237 jogos com a camisa do clube- está sendo feito pelas redes sociais e no site oficial do São Paulo.

O Campeonato Brasileiro terá neste domingo (12) um confronto inédito. Pela primeira vez, o ex-jogador e agora técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, enfrentará o São Paulo, clube que defendeu por toda carreira como atleta e estreou como treinador.

Especial para o torcedor, o encontro é tratado como mais um jogo pela direção do clube, que não prevê afagos antes da disputa no Castelão. Para a partida diante do Fortaleza, nenhum tipo de homenagem para o ex-ídolo foi preparada.

De acordo com a assessoria da presidência, um tributo a Rogério -que fez 1.237 jogos com a camisa do clube- está sendo feito pelas redes sociais e no site oficial do São Paulo. Foi postado um material contando a trajetória do ex-jogador no Morumbi, em que são mostrados os títulos que ele ganhou.

Ainda há uma rusga entre Ceni e o atual presidente, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. No CT da Barra Funda, o sentimento em relação ao ex-capitão é de respeito.

"O Rogério é um ídolo inquestionável. Um dos maiores jogadores da história do São Paulo. Mas quando a bola rolar temos que defender a nossa camisa", afirmou o volante Hudson. Do elenco atual, Hernanes, Jucilei, Reinaldo e Alexandre Pato foram companheiros de Ceni quando ele ainda estava na ativa.

O distanciamento do ex-jogador e o clube se deu após sua queda, em 2017. Como técnico, Rogério acumulou eliminações no Paulista, Copa Sul-Americana e também na Copa do Brasil. A queda aconteceu após a derrota de 2 a 0 para o Flamengo na 11ª rodada do Brasileiro de 2017, quando o time entrou na zona de rebaixamento.

Demitido com sete meses na função de técnico, o ex-goleiro não gostou da forma como Leco o tratou. Na época, o mandatário creditou a troca de comando à falta de resultados do ex-ídolo à frente da equipe principal e minimizou a responsabilidade da diretoria pelo mau momento do time.

"A diretoria não tem nenhuma responsabilidade direta. A diretoria teve a coragem de contratá-lo sendo uma figura desconhecida e novata no tema da direção técnica", afirmou o presidente após a demissão.

Quando Rogério Ceni conquistou o Brasileiro da Série B pelo Fortaleza no ano passado, ele, sem citar o nome de Leco, cutucou o cartola. "Quem sabe um dia, depois de 2020 [quando termina o mandato de Leco no Morumbi] a gente volta a trabalhar no São Paulo. Agora não é o momento", afirmou.

Fluminense e Botafogo chegam otimistas para 1º clássico

Fluminense e Botafogo chegam otimistas para 1º clássico

Os rivais cariocas chegam ao confronto com otimismo, por causa de resultados recentes.

O Fluminense recebe o Botafogo no Maracanã neste sábado (11), às 16h, para a disputa do primeiro clássico desta edição do Campeonato Brasileiro. 

O Fluminense vem de uma vitória histórica na Arena do Grêmio. Após ver o adversário abrir vantagem de três gols na metade do primeiro tempo, a equipe das Laranjeiras conseguiu virar sobre o time gaúcho por 5 a 4, com um gol nos acréscimos da segunda etapa.

Fernando Diniz, técnico dos tricolores, celebrou o resultado em Porto Alegre, mas já espera mais de seus comandados, que somaram apenas três pontos até aqui. “É muito trabalho, e os jogadores sabem que a gente tem que se esforçar cada vez mais para ter chances de fazer um bom campeonato”, disse.

Ele terá que fazer ao menos duas alterações no time para o clássico, já que Airton e Bruno Silva voltaram lesionados do Sul —este último terá que passar por uma artroscopia no joelho esquerdo e deve ficar mais tempo afastado.

Em contrapartida, Diniz vê o atacante Pedro evoluir bem, depois de oito meses parado por cirurgia no joelho direito. "A gente quer contar com ele o mais rápido possível como titular. Estamos preparando e condicionando ele.” Além dele, Paulo Henrique Ganso, recuperado de lesão na coxa esquerda, é opção.

Já o Botafogo chega motivado pelos triunfos nas últimas duas rodadas, contra o Bahia e o Fortaleza, ambos em casa. “A terceira vitória seria muito especial. Sabemos que vai ser um jogo difícil, contra um adversário que costuma se impor e um treinador com ideia consolidada, mas temos condições de nos superar, e a forma como os jogadores estão treinando me dá confiança”, afirmou o técnico Eduardo Barroca. 

O treinador do time alvinegro pretende manter a mesma escalação da última partida, mas ainda aguarda aval do departamento médico sobre o meia João Paulo e o lateral-esquerdo Gilson, ambos com dores musculares —Alex Santana e Jonathan são os reservas imediatos, respectivamente.

FLUMINENSE

Rodolfo; Gilberto, Matheus Ferraz, Nino e Caio Henrique; Allan, Dodi (Yuri) e Ganso; Luciano, Yony González e Pedro.​ T.: Fernando Diniz

BOTAFOGO

​Gatito; Fernando, Carli, Gabriel e Gilson (Jonathan); Gustavo Bocheca, João Paulo (Alex Santana) e Cícero; Rodrigo Pimpão, Erik e Diego Souza T.: Eduardo Barroca

Estádio: Maracanã, no Rio

Horário: 16h deste sábado

Juiz: ​Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)

Corinthians lança camisa oficial em homenagem a torcida organizada

Corinthians lança camisa oficial em homenagem a torcida organizada

O modelo, todo preto com detalhes brancos na gola e nas mangas, faz referência ao uniforme da torcida organizada Gaviões da Fiel

A Nike e o Corinthians apresentaram nesta sexta-feira (10) o novo uniforme alternativo do clube alvinegro. O modelo, todo preto com detalhes brancos na gola e nas mangas, faz referência ao uniforme da torcida organizada Gaviões da Fiel e é uma homenagem aos 50 anos de fundação da torcida.

O uniforme será utilizado pela primeira vez no jogo do próximo sábado (11), contra o Grêmio, no Itaquerão, pelo Campeonato Brasileiro e já está a venda no site da Nike, na loja da Arena Corinthians e na loja virtual oficial do clube. Os modelos custam de R$ 199,90 a R$ 299,90.

Apesar da homenagem, a relação entre Corinthians e Gaviões da Fiel nem sempre foi harmônica. Em 2014, por exemplo, jogadores do Corinthians chegaram a ameaçar não entrar em campo para um jogo contra a Ponte Preta, pelo Paulista, após membros da torcida participarem de uma invasão ao CT do clube. No dia seguinte, a Gaviões disse que não apoiou institucionalmente a manifestação, mas corroborou as críticas ao time.

Foi após uma briga envolvendo membros da organizada e da torcida palmeirense Mancha Alvi Verde que, em 2016, foi instituída no estado de São Paulo a pratica de realizar clássicos com torcida única.

A Gaviões da Fiel também se viu envolvida na morte do garoto boliviano Kevin Espada, 14, em partida do Corinthians contra o San José (BOL) pela Libertadores de 2013, em Oruro. Na ocasião, membros da torcida foram presos na Bolívia. Posteriormente, já em São Paulo, a torcida apresentou um adolescente de 17 anos como autor do disparo de sinalizador que matou o torcedor boliviano.

Flamengo alivia Abel, mas já tem nova prova de fogo na temporada

Flamengo alivia Abel, mas já tem nova prova de fogo na temporada

O técnico Abel Braga, que estava pressionado, respirou aliviado. Só que nem sequer há tempo para comemorações.

O Flamengo exorcizou o fantasma de uma nova eliminação precoce na fase de grupos da Copa Libertadores e ganhou fôlego importantíssimo para a sequência da temporada. O técnico Abel Braga, que estava pressionado, respirou aliviado. Só que nem sequer há tempo para comemorações. A eterna "panela de pressão" rubro-negra cobra o seu preço em caso de relaxamento.

O time passou pela primeira sequência complicada da temporada. Depois do título do Campeonato Carioca sobre o Vasco, o Flamengo encarou LDU, Cruzeiro, Internacional, São Paulo e Peñarol. No fim das contas, se garantiu nas oitavas de final da Copa Libertadores e somou quatro pontos no Brasileirão, sendo que apenas o jogo contra os mineiros foi realizado no Rio de Janeiro.

Só que, a partir de agora, a sequência de partidas será ainda mais dura. O Flamengo sabe que terá algumas provas de fogo pela frente na temporada. Enquanto aguarda o adversário das oitavas de final da Copa Libertadores, o clube já tem pela frente o próximo desafio, com duelos decisivos pela Copa do Brasil contra o Corinthians, além de compromissos importantes no Campeonato Brasileiro.

Se hoje o clima é de alívio, resultados ruins em sequência podem mudar drasticamente o panorama. Historicamente, esse é o perfil do Flamengo. Em pouco menos de um mês, o time terá os dois confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Corinthians e os seguintes duelos pelo Brasileirão: Chapecoense (casa), Atlético-MG (fora), Athletico-PR (casa), Fortaleza (casa) e o clássico contra o Fluminense.

É necessário avançar na Copa do Brasil e somar pontos no Campeonato Brasileiro. Ainda sem priorizar competições, o Flamengo sabe da importância de se manter na briga pelos títulos de expressão na temporada. Tudo para conquistar o que um elenco estrelado precisa. E, mais do que tudo, manter um ambiente leve.

"Todos estão muito felizes com o objetivo alcançado. Foi uma missão difícil, mas estávamos confiantes de que conseguiríamos a classificação. Obviamente, faremos um balanço de tudo o que aconteceu e das dificuldades que enfrentamos. O balanço, independentemente de resultado, é positivo até agora. É melhorar para chegar ainda mais forte na próxima fase da Libertadores", afirmou o meia Diego.

O técnico Abel Braga tem sido questionado com frequência pela torcida. É claro que a classificação dá o respaldo necessário para continuar o trabalho, mas ele diz estar isolado das críticas mais duras, com o objetivo de fazer o time rubro-negro campeão.

"Existem críticas e críticas. Existe aquela que é extremamente importante, tem aquela que é pessoal e tem aquela que é totalmente idiota e imbecil. Então, quando você não quer escutar essas críticas idiotas e imbecis, você não faz nada, você não fala nada e você não escuta nada. Eu estou trabalhando com esse grupo há cinco meses e estou simplesmente maravilhado com o ambiente e a maneira que eles encaram a imensa responsabilidade de vestir a camisa do Flamengo", encerrou.

Após eliminação na Pré-Copa, Altos vê Série D como última chance do ano

Após eliminação na Pré-Copa, Altos vê Série D como última chance do ano

Após a derrota para o ABC-RN por 2 a 0, o time está fora da Copa do Nordeste pela primeira vez desde 2017.

A equipe do Altos desembarcou em Teresina na madrugada de ontem (9). Após a derrota para o ABC-RN por 2 a 0, o time está fora da Copa do Nordeste pela primeira vez desde 2017. O Jacaré concentra suas atenções na Série D do Brasileiro. No domingo (12) o time volta a campo para enfrentar o Atlético Cearense, às 15h45min, no estádio Felipão, em Altos. O jogo é valido pela 2ª rodada da competição nacional.

“Fica um saldo positivo, pois fizemos uma boa partida na casa do adversário. Jogamos de igual por igual. Apesar do resultado negativo a equipe está de parabéns, pois lutamos até o fim, mas infelizmente não conseguimos a classificação. Agora é ter tranquilidade e erguer a cabeça, estamos chateados pelo que apresentamos e não ter conseguido a classificação, porem o trabalho está sendo bem feito e vamos fortes para a sequência da Série D”, afirmou o capitão Dos Santos.

Na Série D do Brasileiro, o Altos estreou com vitória, fora de casa. No último domingo (5) venceu o Maranhão, de virada, por 2 a 1, em São Luís. Agora, o time precisa fazer o dever de casa para se manter na liderança do grupo A5. O jogo marca o retorno do Altos ao seu campo, pois a Pré-Copa do Nordeste o time jogou no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina.

A equipe corre contra o tempo para descansar das desgastantes viagens dos últimos dias. O técnico Estevam Soares terá apenas dois treinos para fazer as correções necessárias até a partida contra o time cearense.

O jogo entre Altos x Atlético Cearense acontece neste domingo (12), às 15h45min, no estádio Felipão. O jogo é valido pela 2ª rodada do Brasileiro. No Grupo, o Altos é líder com três pontos, mas tem o Atlético colado com a mesma pontuação. Maranhão e Central de Caruaru (PE) ainda não pontuaram. 

09 de maio de 2019

Lucas Moura surge em briga por vagas na Copa América

Lucas Moura surge em briga por vagas na Copa América

Desde que Tite assumiu o Brasil, em 2016, Lucas Moura figurou pouco em seus planos.

Foram apenas 46 minutos em campo diante da Arábia Saudita, em outubro do ano passado, em uma convocação que só aconteceu pelo corte do gremista Everton. Os três gols na vitória por 3 a 2 sobre o Ajax, nesta quarta (8), e a histórica classificação do Tottenham para a final da Liga dos Campeões podem mudar esse cenário. A ascensão do atacante vem em um momento no qual o setor ofensivo da seleção brasileira, normalmente bastante concorrido, passa por problemas de lesão e disciplina.

Embora tenha tido poucas oportunidades, Lucas sempre esteve no radar da comissão técnica da seleção brasileira no pós-Copa, sendo parte de uma lista longa de mais 40 nomes frequentemente monitorados. Se por um lado, Tite é fiel às suas convicções e ao histórico de testes e trabalho realizado, por outro, costuma valorizar jogadores que crescem e decidem em momentos importantes. Pessoas que conversam frequentemente com o treinador afirmam que a atuação de Lucas em Amsterdã é exatamente o tipo de partida capaz de conquistar o comandante da seleção brasileira.

Não é preciso ir longe para encontrar um exemplo. Foi assim quando David Neres brilhou na goleada por 4 a 1 do Ajax sobre o Real Madrid, no dia 5 de março. A convocação veio pouco depois, e uma ótima atuação com a camisa amarela diante da República Tcheca no dia 23 colocou o atacante no pelotão de frente da briga por uma vaga na Copa América.

Neres, aliás, foi o principal motivo da presença do auxiliar de Tite, Cléber Xavier, na Johan Cruyff Arena na tarde desta quarta -apesar de menos badalado, Lucas também era pauta de observação. O atacante do Ajax, entretanto, foi cortado do confronto com um estiramento na coxa, deixando o caminho livre para a atuação espetacular do adversário do Tottenham.

A lesão de Neres é um dos fatores que tornam o momento da ascensão de Lucas estratégico -um estiramento na coxa costuma ter prazo de recuperação de pelo menos duas semanas. Vinicius Júnior, outro concorrente, voltou aos gramados no último domingo (5), após dois meses afastado por lesão. Neymar, principal jogador da seleção, também sofreu com lesões nesse semestre, e ainda terá uma conversa com a comissão técnica depois de ter agredido um torcedor do Rennes após perder a final da Copa da França com o PSG.

Podem ainda pesar a favor de Lucas outras situações, como a lesão de Roberto Firmino e a má fase enfrentada por Philippe Coutinho no Barcelona. Douglas Costa está bem fisicamente, mas tem histórico de propensão a lesões.

Em meio a questões físicas e o problema disciplinar de Neymar, o atacante do Tottenham tem a seu favor o histórico nos dois quesitos. Em final de temporada, chamou a atenção pela força e potência física ao arrancar para marcar o segundo gol diante do Ajax. Ao longo da carreira, não se envolveu em problemas de disciplina, mantendo o profissionalismo mesmo quando teve poucas oportunidades no PSG.

A convocação da seleção para a Copa América acontece no próximo dia 17 de maio -serão anunciados 23 nomes de uma lista de 40 a ser enviada para a Conmebol.

Vasco com Vanderlei Luxemburgo terá mudanças no futebol

Vasco com Vanderlei Luxemburgo terá mudanças no futebol

A chegada de Vanderlei Luxemburgo ao Vasco vem acompanhada de algumas mudanças no departamento de futebol.

Além de o treinador levar seu auxiliar Maurício Copertino e seu preparador físico Antônio Mello, o clube também confirmou a busca por um diretor-executivo, diz que não terá um vice-presidente do setor e deverá realocar o coordenador-técnico Paulo César Gusmão -que tem sido criticado pela torcida- para as divisões de base, onde trabalhará num processo de transição dos jovens ao profissional.

Luxemburgo, que em outros clubes participou ativamente do gerenciamento do setor, garante que não será um "mandão", e as indicações de reforços serão feitas de maneira interna.

"Eu sempre fui rotulado como o cara que queria ser o 'mandão' do futebol, mas eu só queria que houvesse um crescimento com profissionais. Uma comissão técnica multidisciplinar nos clubes, e hoje se tem isso. Hoje você só precisa levar seu auxiliar e seu preparador físico porque toda a estrutura do clube já está montada, com diretor-executivo, analista de desempenho, fisiologista... No meu conceito, continuo sendo um head coach. Quando se fala isso, não é que você vai mandar em tudo. Você só quer ser informado das coisas. O Telê Santana era um head coach, por exemplo", destacou.

O cargo de diretor-executivo segue vago desde o último domingo (5), quando Alexandre Faria foi demitido após o empate em 1 a 1 com o Corinthians. Rodrigo Caetano, do Internacional, é o "sonho", mas sua volta ao Vasco é considerada pouco provável, dado o bom momento que atravessa no clube gaúcho, com o qual tem contrato até o fim deste ano. Antônio Lopes e Ricardo Rocha possuem forte lobby em São Januário mas, segundo os próprios, ainda não foram procurados oficialmente.


Campello extingue vice-presidência de futebol

Durante a entrevista coletiva de Vanderlei Luxemburgo, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, foi claro ao dizer que não indicará ninguém para o cargo de vice-presidente de futebol, que está vago desde o ano passado.

"Todos falam de profissionalismo no futebol, mas o que é um vice de futebol? É um amador. No Vasco, em seu organograma do futebol, essa figura deixa de existir. Alguns, maliciosamente, dizem que eu acumulo a vice-presidência de futebol, o que não é verdade. O Palmeiras, inclusive, é um exemplo. Quem é o vice de futebol do Palmeiras? Simplesmente não tem".

Apesar de ter sido apresentado, Vanderlei Luxemburgo não estará à beira do campo na partida deste domingo (12), contra o Santos, no Pacaembu (SP). O time continuará sendo comandado pelo interino Marcos Valadares e o treinador iniciará seus trabalhos na segunda-feira (13).

Luxa, porém, estará presente no estádio, acompanhando o duelo com os paulistas das tribunas.

Minotouro reencontrou motivação em coach para voltar a vencer

Minotouro reencontrou motivação em coach para voltar a vencer

O desempenho do veterano lutador surpreendeu e ele reencontrou o caminho das vitórias junto com um prêmio de performance da noite.

Rogério Minotouro vinha de duas derrotas por nocaute quando foi enfrentar Sam Alvey no UFC São Paulo, em setembro do ano passado. O desempenho do veterano lutador surpreendeu e ele reencontrou o caminho das vitórias junto com um prêmio de performance da noite.

Próximo da aposentadoria, Minotouro buscou maneiras de se manter motivado em um momento de poucas pretensões no MMA. E a resposta veio em um curso de coach ministrado por José André Neto, que viria ser o seu mentor intelectual para o duelo contra Alvey.

"O Rogério vinha de duas derrotas, mas é um ícone do esporte, alguém que as pessoas sempre pedem para tirar foto. E o que o motiva é voltar para a posição que ele sempre teve, o desejo de encerrar a carreira em alta. Se a gente consegue despertar na pessoa o motivo real que justifique todo o sacrifício de treinos e perda de peso, algo que seja importante para ele, fica fácil motivá-lo", explicou José André Neto.

A parceria que deu certo contra Sam Alvey se repetirá no Rio de Janeiro, quando o lutador de 42 anos enfrentará o norte-americano Ryan Spann, em 11 de maio. Na preparação, André Neto afirma que o objetivo é fazer com que Minotouro reedite as performances de seus momentos áureos, quando se destacou no extinto Pride e em algumas lutas do UFC.

"O meu trabalho é reeditar o ápice de performance dele. Eu crio antídotos para os pontos fortes do adversário. Crio bloqueios para que ele (Minotouro) não sinta o impacto de uma coisa que ele não esperava mentalmente. Como se eu blindasse para que aquilo não seja uma novidade para ele", descreveu o mentor intelectual.

Além de Minotouro, José André Neto faz trabalho semelhante com Warley Alves, que fará a segunda luta do UFC Rio contra Serginho Moraes. O combate de Minotouro contra Ryan Spann será a última do card preliminar do evento.

"Meu telefone para, porque contei que sou gay", diz Diego Hypolito

O ginasta ficou surpreso e contou que muitas pessoas entraram em contato com ele por causa da revelação sobre sua sexualidade.

Na noite desta quarta (8), Diego Hypolito fez uma transmissão ao vivo em seu perfil oficial nas redes sociais e falou da repercussão do seu relato ao UOL Esporte. O ginasta ficou surpreso e contou que muitas pessoas entraram em contato com ele por causa da revelação sobre sua sexualidade.

"Causei hoje. Meu telefone não parou, de jeito nenhum, só porque eu contei que eu sou gay. Estou causando na internet, gente. Eu já achava que as pessoas sabiam, mas da minha boca foi dito só agora e me fez bem", falou Diego em seu perfil no Instagram.

O ginasta também aproveitou para falar que acreditava que muitos já imaginavam que ele é homossexual, mas exaltou a importância da revelação em seu depoimento. Segundo Diego, as pessoas até poderiam saber, mas nunca tinham ouvido da boca dele.

"Estou me sentindo muito feliz por ter falado. Pode parecer besteira e algo que todo mundo já sabia, mas era uma coisa que me incomodava muito e eu achei importante falar para que as pessoas não passem pelo que eu passei. A gente tem que se posicionar e falar para se tornar exemplo para que algumas pessoas não sintam depressão", completou o atleta.

Diego espera que seu relato possa ajudar outras pessoas a evitar situações ruins, como o preconceito e problemas com a autoaceitação.

"Achei que era importante entrar no assunto para as pessoas se motivarem e não sentirem preconceito nem com elas mesmas. Se eu pudesse escolher, escolheria o mais fácil", declarou o ginasta.

River goleia Oeirense e carimba vaga na semifinal do sub19

River goleia Oeirense e carimba vaga na semifinal do sub19

O River agora aguarda definições de quem será seu adversário. O Galo briga pelo pentacampeonato.

Quem assistiu o começo da partida esperava por um jogo mais complicado entre River e Oeirense, mas após conseguir marcar o primeiro gol o River comandou as ações da partida e carimbou a 1ª vaga até a semifinal do Campeonato Piauiense Sub19. O River agora aguarda definições de quem será seu adversário. O Galo briga pelo pentacampeonato.

O primeiro gol do River saiu aos 10 minutos, dos pés de Felipe Codó. O Oeirense ainda chegou ao empate, aos 45 minutos, com Douglas marcando de cabeça. E assim se encerrou o primeiro tempo, apesar do River comandar as ações de jogo e pressionar bastante o limitado adversário.

Inicio da segunda etapa, o River marca logo aos seis minutos, golaço de Klemer, em chute despretensioso. Aos 16, o Galo quase chega ao terceiro gol, mas Lukinha estava em posição irregular. O terceiro acabou saindo aos 20 minutos, Paulo Roberto, acerta cabeçada na pequena área. O atacante Lukinha marca no minuto seguinte e torna a vitória do Galo uma verdadeira goleada. 4 a 1 para o Tricolor piauiense.

Quem fecha a conta é o atacante Valdir, acertando uma bela cobrança de falta, chute preciso. Fim de jogo 5 a 1 para o River e o Galo está nas semifinais da competição de base.

O outro jogo aconteceu entre Fluminense x Krac. Os outros dois semifinalistas serão conhecidos hoje (9) após os jogos entre; Piauí x Ferroviário e Timon x Parnahyba. O Piauiense Sub19 dá vaga na Copa São Paulo de Futebol Junior 2020. O River é o atual pentacampeão Piauiense. 

Bolsonaro assina termo e leva prova da Fórmula 1 para o Rio de Janeiro

Bolsonaro assina termo e leva prova da Fórmula 1 para o Rio de Janeiro

O contrato da Prefeitura de São Paulo para o GP de Interlagos, porém, vai até 2020.

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quarta-feira (8) um termo de cooperação com o objetivo de levar as provas de F-1 para o Rio de Janeiro.

O novo autódromo do Rio de Janeiro, com capacidade para 130 mil pessoas, será construído em Deodoro, numa área de propriedade do Exército.

Segundo o presidente, a expectativa é que as provas do ano que vem já sejam realizadas na cidade.

O contrato da Prefeitura de São Paulo para o GP de Interlagos, porém, vai até 2020. Tanto o prefeito Bruno Covas quanto o governador João Doria já haviam anunciado a intenção de renová-lo. A reportagem procurou a prefeitura e aguarda um posicionamento sobre essa questão.

"A direção da F-1 resolveu, após a eleição do ano passado, tendo em vista quem foi eleito na região que interessava para eles, resolveram manter a possibilidade de termos a F-1 no Brasil. São Paulo, como havia participação pública, uma dívida enorme, tornou-se inviável a permanência da F-1 lá. Vieram para o Rio de Janeiro. O autódromo será construído em seis, sete meses após o início das obras. De modo que, por ocasião da F-1 do ano que vem, ela será no RJ", afirmou ele.

O edital da PPP para a construção do autódromo, contudo, permanece sob análise do Tribunal de Contas do Município, sem previsão para a liberação da disputa. O certame já foi adiado duas vezes em razão de pendências apontadas pela corte.

Alguns vereadores planejam criar outro empecilho para o projeto. A Câmara Municipal já aprovou em primeira votação da criação da APA (Área de Preservação Ambiental) da Floresta do Camboatá na área prevista para instalação do autódromo.

O projeto foi aprovado por 30 a 0 no primeiro turno. Uma audiência pública sobre o tema será realizada nesta quarta, exigência para o reconhecimento da APA pelo Sistema Nacional de Unidade de Conservação.

"Importante os cariocas perceberem que não é meia dúzia de árvores que a prefeitura quer cortar para fazer o autódromo. Eles querem destruir uma floresta em pleno processo de regeneração que precisa ser preservada", disse o vereador Renato Cinco (PSOL), autor da proposta.

Bolsonaro minimizou a intenção dos vereadores. "Se o Exército não estivesse naquela área, com toda certeza ela já estaria invadida e com toda certeza depredada. O Exército preservou a região e, por ocasião desse projeto, a região será preservada", disse ele.

Corrida Fenae do Pessoal da Caixa acontece dia 19 de maio

Corrida Fenae do Pessoal da Caixa acontece dia 19 de maio

A competição possui duas modalidades: caminhada e corrida. Este ano também terá a corrida inclusiva para cadeirantes

Está chegando o grande dia da Corrida Fenae do Pessoal da Caixa. O evento está marcado para o dia 19 de maio, com largada às 7h da Apcef/PI, na Avenida Presidente Kennedy. A corrida, que chega a sua 11ª edição, é uma realização da Apcef/PI em parceria com as Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae).

A competição possui duas modalidades: caminhada (3 km) e corrida (7 km). Este ano, o evento traz uma novidade, a corrida inclusiva para cadeirantes, com percurso de 3km.

Glória Araújo, presidente da Apcef/PI, enfatiza que a Corrida Fenae do Pessoal da Caixa é uma forma de incentivar a prática de atividade física, promovendo saúde e bem-estar, tanto para os funcionários da Caixa como para os amantes do esporte. 

“Hoje a corrida faz parte do calendário esportivo de Teresina e promove a prática esportiva, auxiliando na qualidade de vida das pessoas, ajudando a reduzir o peso corporal, melhorando o nível do colesterol e aumentando a capacidade cardiorrespiratória, além de outros benefícios para a saúde”, comenta. 

A Corrida da Caixa iniciou somente para os empregados da instituição, mas hoje abrange a sociedade como um todo, ou seja, tanto os funcionários como a população em geral, inclusive grupos de corrida e quem gosta de praticar esporte. Além disso, também é voltada para quem pratica caminhada.

A expectativa é de que mil pessoas participem do evento este ano, atingindo a mesma quantidade de inscritos do ano passado. Contudo, é bom lembrar que o número de participantes é cada vez maior; por isso, é preciso se antecipar e não deixar para a última hora, pois as inscrições podem acabar.

A nova categoria, chamada ‘Superação’, voltada para cadeirantes e pessoas com deficiência, é uma proposta do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) e que foi abraçada pela organização do evento. “Ofereceremos toda estrutura de segurança, com agentes da Strans para controlar o trânsito com ajuda de batedores, polícia e ambulância, tanto no Clube como ao longo do percurso. Durante todo o percurso, temos pontos de água e, no final, faremos a distribuição de água e frutas para os corredores, além de sorteio de brindes enquanto fazemos a apuração dos vencedores”, acrescenta a presidente da Apcef/PI.

Convidado 

A Caixa costuma trazer algum convidado para prestigiar e apadrinhar a Corrida Fenae do Pessoal da Caixa. Este ano, o grande convidado será o teresinense Cláudio Roberto Sousa, que possui o projeto “Cidadão olímpico, correndo na frente” e atende crianças e adolescente da periferia de Teresina.

O piauiense é um dos maiores corredores da história do atletismo brasileiro, já foi medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Sidney 2000 no Revezamento 4x100m; medalha de prata no Campeonato Mundial de Atletismo em Paris 2003, no Revezamento 4x100m; medalha de ouro nos Jogos Panamericanos de Santo Domingo na República Dominicana 2003, também no Revezamento 4x100m, entre outras conquistas.

Inscrições podem ser feitas online

As inscrições para participar da Corrida Fenae do Pessoal da Caixa podem ser feitas também pelo site, através do endereço eletrônico http://www.apcefpi.org.br, ou presencial, tanto na Sede Social da Apcef/PI, que fica localizada na Avenida Presidente Kennedy, número 1951, como na Sede Administrativa da Apcef/PI, que fica na Rua Barroso, 632/N Praça do Liceu – Centro/N.

Para confirmar a participação, é necessário preencher a ficha de inscrição e fazer o pagamento da taxa de R$ 85. Para maiores de 60 anos, será cobrada apenas metade da taxa. Quem se inscrever na categoria ‘Superação’ está isento do pagamento.

Os corredores inscritos serão agraciados com medalhas no final do percurso. Além disso, também será entregue uma premiação em dinheiro para os primeiros vencedores das categorias Caixa e Geral. A premiação ocorre após apuração dos resultados através do sistema com chip.

Os Kits serão distribuídos para os corredores no dia 18 de maio, no Clube da Apcef, a partir das 14h. No grande dia da corrida, além da competição ainda ocorrerá aula de dança, alongamento, aferição de pressão e glicemia, bem como sorteios para os competidores.


08 de maio de 2019

Vasco anuncia acerto com o técnico Vanderlei Luxemburgo

Vasco anuncia acerto com o técnico Vanderlei Luxemburgo

O Vasco anunciou, na manhã desta quarta-feira (8), a contratação de Vanderlei Luxemburgo.

O experiente treinador, que completará 67 anos na sexta (10), chega para substituir Alberto Valentim, demitido após a derrota da equipe na final do Campeonato Carioca.

Antes mesmo da divulgação feita pelo clube, o técnico se comunicou, por meio das redes sociais, com seus novos torcedores. "Quero dar um alô para a torcida do Vasco", escreveu o ex-jogador, que construiu carreira como atleta no arquirrival Flamengo e foi também comandante rubro-negro.

De acordo com a diretoria cruz-maltina, ainda não há uma definição sobre a data de apresentação do profissional. A expectativa é que ele assine um compromisso com duração até dezembro e comece a trabalhar na próxima semana.

Luxemburgo não atua como treinador desde outubro de 2017, quando foi demitido do Sport. Desde então, vinha fazendo comentários na internet e lutando contra o rótulo de "ultrapassado".

Foi justamente ver o carioca como "cascudo" que levou os dirigentes do Vasco a fazer a aposta. Os comandantes anteriores da equipe foram os jovens Zé Ricardo, hoje com 48 anos, e Alberto Valentim, 44.

A diretoria chegou a sondar, sem sucesso, outros nomes, como Jorge Jesus, Dorival Júnior e Diego Aguirre. No fim, o presidente Alexandre Campello acabou chegando a um acordo com Vanderlei Luxemburgo.

Coutinho sai de fracasso do Barcelona com futuro incerto

Coutinho sai de fracasso do Barcelona com futuro incerto

Com a inesperada eliminação na semifinal da Liga dos Campeões, a possibilidade de uma reviravolta na situação do meia é improvável.

A goleada por 4 a 0 do Liverpool diante do Barcelona passou a impressão nesta terça-feira (7) de fim da linha para Philippe Coutinho no clube catalão. O brasileiro sofreu duras críticas por parte da torcida e mídia durante toda a temporada e foi apontado como um dos principais responsáveis pelo fiasco na Inglaterra. Com a inesperada eliminação na semifinal da Liga dos Campeões, a possibilidade de uma reviravolta na situação do meia é improvável.

Como titular no estádio Anfield Road, Coutinho teve atuação apagada, sendo destaque negativo por um gol perdido no primeiro tempo e em razão de falhas em ações de cobertura defensiva. O brasileiro foi substituído aos 15 minutos do segundo tempo pelo português Nelson Semedo. Na ocasião, o Barça já perdia o jogo por 3 a 0. No fim, com o placar agregado de 4 a 3, os espanhóis se despediram do torneio.

"Ele voltou a ser irrelevante no ataque, e apresentou problemas para organizar o time defensivamente. Vendo a energia do Liverpool em Anfield custa acreditar que um dia o brasileiro foi chave no time de Klopp", criticou o jornal catalão Mundo Deportivo após a partida.

"É como se não fosse um jogo importante para ele. Não deu o apoio necessário ao ataque e ainda lhe faltou força. Foi um perigo para o próprio time na defesa. O primeiro a ser substituído. Essa partida pode o marcar de forma definitiva", apontou o Sport, outro veículo esportivo de grande influência em Barcelona.

A análise da mídia catalã ainda pode ser considerada amena perto da realizada pela imprensa de Madri, costumeiramente mais crítica ao Barcelona. Por lá, Coutinho foi apontado como o principal culpado do vexame

"O brasileiro assinou sua sentença de morte no Barcelona. Foi um reflexo da impotência e indolência do time em Anfield", relatou o jornal AS.

Assim, em meio a pesadas críticas, Coutinho não consegue contornar o problema de relacionamento com a torcida do Barcelona. Recentemente o brasileiro já foi vaiado no Camp Nou tendo respondido com os dedos nos ouvidos para mostrar que estava surdo ao comemorar um gol. Neste cenário, Messi teve de intervir e pedir para que o público parasse de vaiá-lo.

Virada do Liverpool entra para a lista de maiores da Champions

Virada do Liverpool entra para a lista de maiores da Champions

Após perder o jogo de ida na Catalunha por 3 a 0, os ingleses venceram por 4 a 0 nesta terça-feira (7) e garantiram uma vaga na decisão do torneio.

 A classificação histórica do Liverpool (ING) sobre o Barcelona (ESP) na semifinal da Champions League entrou para a seleta lista das maiores viradas da competição europeia.

Após perder o jogo de ida na Catalunha por 3 a 0, os ingleses venceram por 4 a 0 nesta terça-feira (7) e garantiram uma vaga na decisão do torneio.

Algumas das maiores viradas da Champions envolvem justamente o Barcelona. Porém, a maior delas, ao contrário do que ocorreu em Anfield nesta terça, foi a favor dos catalães.

Quatro gols de diferença Nas quartas de final da edição 2016/2017, o clube espanhol perdeu a partida de ida para o Paris Saint-Germain (PSG) por 4 a 0, na capital francesa. Na volta, no Camp Nou, goleou o PSG por 6 a 1 e foi à semifinal.

Foi a primeira e única vez que um time conseguiu reverter uma vantagem de quatro gols construída no confronto de ida.

Três gols de diferença Além do feito do Liverpool na atual edição do torneio, somente em outras duas oportunidades a equipe que saiu atrás com um déficit de três gols conseguiu a virada. 

Na temporada passada (2017/2018), o Barça venceu a Roma (ITA) por 4 a 1 em casa no primeiro jogo da fase de quartas de final. Na volta, sofreu revés por 3 a 0 dos italianos e caiu fora da competição.

De Rossi e Alessandro Florenzi, da Roma, comemoram vitória sobre o Barcelona na Champions Alessandro Bianchi -11.abr.18/Reuters De Rossi e Alessandro Florenzi, da Roma, comemoram vitória sobre o Barcelona na Champions       Em 2003/2004, assim como o time catalão, o Milan (ITA) superou o Deportivo La Coruña (ESP) por 4 a 1 no San Siro, em Milão, também válido pelas quartas de final. No duelo de volta, na Espanha, o La Coruña reverteu a série com um triunfo por 4 a 0 e se classificou.

Kaká, do Milan, lamenta lance perdido na derrota por 4 a 0 para o La Coruña, em 2004 Miguel Riopa - 23.nov.10/AFP Kaká, do Milan, lamenta lance perdido na derrota por 4 a 0 para o La Coruña, em 2004       Dois gols de diferença Em toda a história da Champions, vantagens de dois gols de diferença no mata-mata só puderam ser revertidas em dez ocasiões, nove delas por equipes que fizeram o segundo jogo em casa. O que torna o feito do Manchester United na atual edição algo impressionante.

Pelas oitavas de final, depois de perder a partida de ida para o PSG, na Inglaterra, por 2 a 0, os ingleses foram a Paris e venceram pelo placar de 3 a 1, classificando-se para a fase seguinte.

Confira outras vantagens de dois gols revertidas na história da Champions:

1999/2000 - Quartas de final

Chelsea 3 x 1 Barcelona

Barcelona 5 x 1 Chelsea

2003/2004 - Quartas de final

Real Madrid 4 x 2 Monaco

Monaco 3 x 1 Real Madrid

2011/2012 - Oitavas de final

Napoli 3 x 1 Chelsea

Chelsea 4 x 1 Napoli

2012/2013 - Oitavas de final

Milan 2 x 0 Barcelona

Barcelona 4 x 0 Milan

2013/2014 - Oitavas de final

Olympiacos 2 x 0 Manchester United

Manchester United 3 x 0 Olympiacos

2013/2014 - Quartas de final

Paris Saint-Germain 3 x 1 Chelsea

Chelsea 2 x 0 Paris Saint-Germain

2014/2015 - Quartas de final

Porto 3 x 1 Bayern de Munique

Bayern de Munique 6 x 1 Porto

2015/2016 - Quartas de final

Wolfsburg 2 x 0 Real Madrid

Real Madrid 3 x 0 Wolfsburg

2018/2019 - Oitavas de final

Atlético de Madrid 2 x 0 Juventus

Juventus 3 x 0 Atlético de Madrid

07 de maio de 2019

Altos vira a chave, volta a pensar no ABC e técnico prioriza descanso

Altos vira a chave, volta a pensar no ABC e técnico prioriza descanso

O Jacaré venceu o primeiro jogo por 1 a 0 e tem a vantagem de jogar por um empate.

A equipe do Altos não teve muito tempo para comemorar a dura vitória em cima do Maranhão no último domingo (5), em São Luís, pela estreia na Série D do Brasileiro. O time enfrenta o ABC-RN nesta quarta-feira (8), às 19, no estádio Frasqueirão, em Natal. O Jacaré venceu o primeiro jogo por 1 a 0 e tem a vantagem de jogar por um empate.

“Eu estava fazendo de tudo para não pensar nessa partida antes da hora. Sabemos que não será somente um jogo difícil, mas sim uma decisão. Vencemos o primeiro jogo, mas nada está definido após esse 2ª tempo de mais 90 minutos e nesses dias a única coisa que podemos buscar e assim eu e minha comissão estamos fazendo é descansar esses atletas”, disse o treinador Estevam Soares.

A fala do técnico é por conta da logística do time nos últimos dias. Para enfrentar o Maranhão o time enfrentou 11 horas de ônibus. Para chegar até Natal, mas uma viagem longa e desgastante com conexão no Rio de Janeiro, pausa de sete horas no aeroporto. A delegação saiu de São Luís às 13h40 da tarde e chegou às 1h15min da madrugada.

“Temos feito viagens horrorosas e conseguir manter o bom condicionamento físico e bom nível dos atletas se torna o maior desafio. Lá em Natal vamos para uma batalha e todos eles sabem disso. Vamos fazer apenas um treino na terça à tarde no CT do América e depois somente descanso”, acrescentou Estevam.

O Altos venceu o primeiro jogo contra o ABC-RN e precisa pelo menos empatar o segundo confronto para poder se classificar para fase de grupos da Copa do Nordeste 2020. No domingo (12), o time entra em campo pela Série D quando recebe o Atlético Cearense, às 15h30min, no Felipão, em Altos.


Tiradentes encerra treinos visando jogo decisivo contra o Ceará

Tiradentes encerra treinos visando jogo decisivo contra o Ceará

Vencer ou vencer. Esse é o espírito do time do Tiradentes para a última rodada da fase de grupos do Campeonato Brasileiro Série A2.

O time vem de um empate por 1 a 1 diante o lanterna da competição, o Oratório (AP) e agora precisa vencer o líder Ceará para garantir classificação. O jogo será na amanhã (8), às 17h, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

“Agora é decisão. Tudo ou nada. Sabemos que somente a vitória interessa e vamos em busca disso, somos sabedores da qualidade que temos e não existe motivo para baixar a cabeça ou vão acreditar nessa classificação”, declarou Toinho.

Para a partida o técnico Toinho não deve fazer grandes alterações em relação ao time que ficou no empate diante o time do Amapá. O trabalho dos últimos dias foi mais voltado para as finalizações, maior erro da equipe nos últimos jogos.

“Infelizmente pecamos na finalização e desperdiçamos muitas oportunidades no último jogo. Creio que é algo que não pode acontecer agora, pois marcar gols é fundamental para que a gente consiga vencer e se classificar de forma direta”, frisou a lateral-esquerda Thais.

O Tiradentes tem em quatro jogos; duas vitorias e dois empates, total de oito pontos na tabela. O Ceará em quatro jogos, venceu três e empatou somente um. As atletas do Tiradentes sabem que além de um confronto decisivo será um jogo definido no detalhe. “É minimizar os erros e por na cabeça que é nossa ultima chance”, disse Júlia Beatriz.

O jogo entre Ceará x Tiradentes acontece amanhã (8), ás 17h, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. O jogo é valido pela 5ª rodada do Brasileiro Feminino Série A2.


Vasco dissolve departamento de futebol e expõe crise no clube

Vasco dissolve departamento de futebol e expõe crise no clube

Cadeira é o que não falta atualmente no departamento de futebol do Vasco.

Com a demissão de Alexandre Faria do cargo de diretor-executivo de futebol no último domingo (5), somente duas das principais pastas do setor estão ocupadas.

Presidente do clube, Alexandre Campello acumula a vice-presidência de futebol desde o ano passado. Paulo César Gusmão é o coordenador técnico e, juntamente com o mandatário, foi escolhido como a "bola da vez" pela torcida que protestou em São Januário nesta segunda (6).

Anteriormente, os protestantes tiveram seus desejos "atendidos" quando pediram as saídas do técnico Alberto Valentim e de Alexandre Faria.

No caso de PC Gusmão, pesa a seu favor o forte laço de amizade que possui com Campello, algo que ajudou, inclusive, em sua contratação em 2018, mesmo sob reprovação de alguns dos aliados do mandatário.


Clube ainda procura técnico e diretor-executivo

Após encontrar dificuldades com os primeiros nomes que foram levantados, como Jorge Jesus, Dorival Júnior, Diego Aguirre e Dunga, o Vasco adota a cautela na escolha de seu novo treinador. A diretoria tem ciência de que o tiro precisa ser certeiro em função da situação delicada em que a equipe já se encontra no Campeonato Brasileiro e a popularidade dos nomes especulados têm influenciado nas diretrizes dos dirigentes. Vanderlei Luxemburgo, por exemplo, possui forte lobby, mas esbarra em certa rejeição.

Enquanto isso, o técnico Marcos Valadares, do sub-20, segue comandando o time de maneira interina, algo que pode se arrastar até a parada para a Copa América, que se dará após a rodada do dia 13 de maio.

No caso da direção executiva, os nomes de Antônio Lopes e Ricardo Rocha ganham força nos corredores de São Januário. Rodrigo Caetano, hoje no Internacional, é tido como um "sonho", já que o dirigente se encontra estabilizado no clube gaúcho e com um salário muito acima do que o Vasco pagava para Alexandre Faria.

Lopes, no entanto, garante ainda não ter sido contatado pela diretoria cruzmaltina.

"Por enquanto ninguém me procurou. Só fiquei sabendo pelas especulações na imprensa", declarou ao UOL Esporte o profissional, que como treinador foi campeão da Libertadores com o Vasco em 1998.

Palmeiras prioriza Brasileiro e deixa obsessão por Libertadores de lado

Palmeiras prioriza Brasileiro e deixa obsessão por Libertadores de lado

Embora tenha chance de ficar na primeira colocação geral da competição sul-americana, alguns dos melhores atletas serão poupados do jogo desta quarta (8) contra o San Lorenzo.

Pelo menos por enquanto, o Palmeiras deixou um pouco de lado a obsessão pela Libertadores. Foi o que mostrou o planejamento feito por Luiz Felipe Scolari para o uso de seu elenco nos próximos dias. 

Já classificado para o mata-mata, mas ainda sem saber em qual posição, o clube alviverde decidiu escalar força máxima na próxima rodada do Brasileirão, no jogo que vale a liderança, contra o Atlético-MG, no domingo (12). O treinador não revelou quem serão os poupados, mas adiantou que Deyverson provavelmente não atuará.

O atacante participou das três rodadas e dará lugar a Borja ou a Arthur Cabral contra os argentinos. Felipão ainda trocará pelo menos mais dois atletas. O número ainda pode aumentar caso um dos zagueiros ganhe descanso. Ele optou por fixar duas duplas de zaga, como já foi em 2018.

"Vamos ver para quarta-feira, também já posso adiantar que vou mudar de dois a três jogadores, porque já estamos classificados", disse Felipão. "Vamos jogar só pelo primeiro lugar do grupo, e tenho que pensar na sequência do Brasileiro".

No ano passado, o  clube alviverde colocou força máxima nas partidas da Libertadores e conseguiu ser primeiro colocado na classificação geral, mesmo no chamado grupo da morte. O feito dá a vantagem de decidir os jogos em casa. Não impediu, no entanto, a eliminação diante do Boca Juniors na semifinal.


Melhor campanha e "gordura no brasileiro"

Com sete pontos em três jogos, o Palmeiras é o único time que disputa a Libertadores que está entre os seis melhores do Brasileirão. Nas outras duas rodadas após o Atlético-MG, inclusive, os adversários são desta zona: o Santos, o 4º colocado, e o Botafogo, 6º.

A ideia de Felipão é manter a vantagem também no campeonato nacional, para que o time tenha condições de brigar pelo título. É importante a "gordura" na tabela para que a situação no Brasileiro seja a melhor possível quando o mata-mata sul-americano começar a ser disputado.

River aposta em tecnologia para alcançar acesso no Brasileirão

River aposta em tecnologia para alcançar acesso no Brasileirão

Com a chegada do fisiologista Vinícius Vilella, o departamento médico do Galo ganhou o reforço da tecnologia

O River busca alcançar o sonhado acesso de divisão no Campeonato Brasileiro em 2019 e, para isso, aposta também na ciência e na tecnologia como trunfos na luta pelo seu objetivo na temporada. 

Com a chegada do fisiologista Vinícius Vilella, o departamento médico do Galo ganhou o reforço de aparelhos que, unidos com o conhecimento dos profissionais da área, ajudam os atletas na hora de desenvolverem o seu melhor em campo. 

"O trabalho do fisiologista se baseia em duas vertentes, que é a prevenção de lesões e a otimização de performances. Basicamente, o profissional cria um elo entre a preparação física e o departamento médico. Com isso, a gente busca com que ele tenha um desempenho físico dentro de um padrão baseado em literatura científica e evitando que ele chegue a se lesionar", conta Vinícius Villela.

Antes de cada atividade física, os jogadores do River são submetidos ao exame de termografia, que aponta possíveis áreas de cansaço muscular nos atletas. Já durante as atividades, o desgaste dos jogadores é medido através de aparelhos de GPS. 

"A utilização do GPS é de extrema necessidade para medirmos volume e intensidade de trabalho. Assim sabemos quanto o atleta correu, número de sprints, acelerações, desacelerações, a velocidade atingida... enfim, dados que, a partir disso, nos mostra se ele está dentro ou fora de um padrão. Já a termografia é relacionada ao dano muscular. Ela nos aponta, através de uma câmera com sensor de infravermelho, áreas do músculo que foram desgastadas e, com isso, a gente mensura os cuidados necessários", relata Villela. 

Vinícius Vilella é graduado em Educação Física na Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, e possui especialização em Medicina do Esporte na Estácio, além do curso de preparação física da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Antes de chegar ao River, trabalhou na Tombense, Boa Esporte, Vila Nova e Volta Redonda. 

06 de maio de 2019

Pato vai ao CT do São Paulo para tratar lesão, mas é dúvida para jogo

Pato vai ao CT do São Paulo para tratar lesão, mas é dúvida para jogo

Apesar de ser folga para a maior parte do elenco do São Paulo, o jogador esteve no CT da Barra Funda para fazer o tratamento fisioterápico.

Alexandre Pato não teve descanso nesta segunda-feira (6). Apesar de ser folga para a maior parte do elenco do São Paulo, o jogador esteve no CT da Barra Funda para fazer o tratamento fisioterápico. O atacante foi diagnosticado na noite deste domingo (5) com uma pequena lesão na região cervical, causada por uma forte entrada recebida durante o empate por 1 a 1 entre o clube tricolor e o Flamengo.

O jogador, que passou a usar colar cervical, ainda é dúvida para a próxima partida do São Paulo, domingo, contra o Fortaleza. Segundo apurou a reportagem, o atacante está com menos dor, mas deverá continuar com o colar ao menos até terça.

Durante o primeiro tempo do jogo do domingo, Pato sofreu falta do flamenguista Thuler. O são-paulino ainda tentou seguir no campo, mas não conseguiu e precisou ser substituído. No lance, ele foi dominar uma bola de costas para a marcação, mas acabou atropelado e caiu colocando as mãos na parte de trás da cabeça.

Cuca já tem um desfalque no ataque. No dia 18 de abril, Pablo foi submetido ao processo cirúrgico para retirada de um cisto artrossinovial na região lombar da coluna. A previsão é de que ele seja liberado para treinar apenas no próximo mês.

O São Paulo se reapresenta nesta terça, no CT da Barra Funda. A equipe do Morumbi soma sete pontos na tabela de classificação e ocupa a terceira colocação. O Atlético-MG é o líder, com nove, seguido pelo Palmeiras, também com sete.

Casillas deixa hospital e diz não saber sobre o futuro de sua carreira

Casillas deixa hospital e diz não saber sobre o futuro de sua carreira

Acompanhado da mulher Sara Carbonero e visivelmente emocionado, ele agradeceu aos médicos, disse estar feliz pelo apoio recebido nos últimos dias

O goleiro espanhol Iker Casillas recebeu alta e deixou nesta segunda-feira (6) o hospital CUF, na cidade portuguesa do Porto, dizendo que não sabe como será o seu futuro no futebol. Ele sofreu um infarto na última quarta-feira.

Acompanhado da mulher Sara Carbonero e visivelmente emocionado, ele agradeceu aos médicos, disse estar feliz pelo apoio recebido nos últimos dias e admitiu a incerteza sobre a continuidade de sua carreira.

"Tive um acontecimento que pode acontecer a qualquer um e tocou a mim. É difícil falar, mas tenho que estar agradecido a todos os que se preocuparam e me fizeram eu me sentir incrível. O importante é sair com um sorriso, eu me emociono com todos os que vieram aqui. Obrigado ao doutor Nelson e a todos os que agiram rápido para atenuar o efeito do infarto, pelas mil mostras de carinho nas redes sociais", afirmou.

"Estou muito melhor, tenho de me recuperar em semanas ou meses. Dá na mesma, o importante é estar aqui. Pude viver. Muito obrigado a todos e ao meu clube pelo gesto no estádio, no sábado, e a quem enviou mensagens e não pude responder. Não sei o que será o futuro, mas o mais importante é estar aqui e poder falar tranquilamente", concluiu o arqueiro.

Casillas, que completará 38 anos neste mês, começou a se sentir mal durante um treino do Porto na manhã da última quarta-feira e foi levado para o hospital, onde ficou constatado que ele sofrera um infarto.

Agora, o goleiro, que marcou época no Real Madrid dará continuidade à recuperação em casa. Ele não voltará a atuar mais na temporada e, segundo o jornal espanhol Marca, pessoas próximas dizem que o mais provável é que o goleiro antecipe a aposentadoria, apesar de recentemente ter renovado com o Porto. Porém, do ponto de vista médico, ainda não há nenhuma recomendação oficial em relação à continuidade de sua carreira.

Athletico recusa oferta de R$ 76 mi do Atlético de Madri por Renan Lodi

Athletico recusa oferta de R$ 76 mi do Atlético de Madri por Renan Lodi

ma consulta inicial de 15 milhões de euros (R$ 64 milhões) também havia sido negada em conversas que se desenrolam desde o último mês e ainda prosseguem.

O Athletico-PR faz jogo duro e recusou oferta de 18 milhões de euros (R$ 76 milhões) do Atlético de Madrid para a contratação de um de seus principais nomes, o lateral esquerdo Renan Lodi. Essa foi a segunda proposta encaminhada pelos espanhóis para o time da Arena da Baixada. Uma consulta inicial de 15 milhões de euros (R$ 64 milhões) também havia sido negada em conversas que se desenrolam desde o último mês e ainda prosseguem.

O time comandado por Tiago Nunes bate o pé e sinaliza com o valor de 20 milhões de euros (R$ 85 milhões) para discutir qualquer acordo.

Entre outros fatores, pesa a favor da postura firme do Athletico a valorização de Lodi, que entrou de vez no radar da seleção brasileira, o assédio cada vez maior do mercado, além de não possuir também a totalidade de seus direitos econômicos. Eles são divididos com o parceiro do clube, Trieste, tradicional formador local.

Pessoas ligadas ao jogador de 21 anos confirmaram ao UOL Esporte a expectativa por uma nova investida do Atlético de Madri que se aproxime mais das pretensões dos paranaenses.

Conforme revelado anteriormente pela reportagem, os 'colchoneros' estiveram recentemente no Brasil conferindo o desempenho de Renan Lodi 'in loco'. Eles enfrentam a concorrência de Real Madrid, Juventus, Shakhtar Donestk e Lille, que também realizaram contato ao longo dos últimos meses.

A permanência da revelação no CT do Caju com a abertura da janela de transferências europeia, em junho, é considerada praticamente impossível. Existe o interesse da sua parte em uma negociação também.

Em caso de acerto com o Atlético de Madri, o camisa 12 chegaria para preencher as lacunas na esquerda que se desenham no elenco do técnico Diego Simeone com a saída do francês Lucas Hernández para o Bayern de Munique e a renovação ainda arrastada do brasileiro Filipe Luís.

Priorizando a Copa Libertadores neste momento, o Athletico deixou o lateral no banco no empate por 1 a 1 com a Chapecoense, fora de casa, no último domingo (5). Ele deve voltar aos titulares contra o Boca Juniors, na próxima quinta (9).

Com contrato renovado até 2022, Lodi carrega multa rescisória de 40 milhões de euros (R$ 171 milhões) para o exterior.

Guardiola elege Liverpool e Barça os melhores times que encarou

Guardiola elege Liverpool e Barça os melhores times que encarou

O técnico do Manchester City, Pep Guardiola, elegeu o Liverpool da atual temporada e o Barcelona com o trio ofensivo Neymar, Suárez e Messi como os dois melhores times que enfrentou em sua carreira como técnico.

Nesta segunda-feira (6), o City entra em campo contra o Leicester, a partir das 16h (de Brasília), precisando da vitória para manter a liderança do Campeonato Inglês na penúltima rodada. A disputa cabeça a cabeça, com os dois times superando os 90 pontos, faz Guardiola exaltar o Liverpool.

"Você dá crédito pelos títulos e pelo quão grande é o nosso rival. Na minha carreira como treinador, joguei contra times incríveis. Há dois que foram 'uau'. Um é o Barcelona de Luis Enrique, com Neymar, Messi e Suárez na frente. O outro é esse Liverpool. Eu acho que eles são os dois melhores que eu enfrentei. É por isso que estar lá, com o título ao nosso alcance, lutando contra eles até o final, é tão impressionante", disse.

A referência ao time do Barcelona da temporada 2014/2015 é relativa ao confronto semifinal da Liga dos Campeões, quando o Guardiola dirigia o Bayern de Munique. O time alemão foi derrotado por 3 a 0 no Camp Nou e não conseguiu reverter a desvantagem em casa, quando venceu por 3 a 2. O Barça foi campeão na sequência, derrotando a Juventus na decisão.

Nesta temporada, Guardiola depende apenas dos resultados de seu time para levar a melhor sobre o Liverpool. Se vencer o Leicester nesta segunda e o Brighton no próximo domingo (12), o clube será campeão com 98 pontos. Em caso de tropeço em um de seus jogos, o rival fica com a taça caso vença o Wolverhampton na última rodada.

"É a liga mais difícil que já joguei como treinador, pela qualidade dos rivais, sem dúvida. É por isso que estar lá (na disputa) é incrível. Mas é claro que apenas um receberá o prêmio e o outro ficará em casa triste ", disse Guardiola.

Por que dupla de reforços ainda não estreou pelo Corinthians?

Por que dupla de reforços ainda não estreou pelo Corinthians?

Dos 12 reforços contratados pelo Corinthians para esta temporada, dois ainda nem entraram em campo: Bruno Méndez e Régis

A dupla treina com o elenco e é relacionada com frequência para os jogos, mas não passa do banco de reservas por diferentes motivos. Um foi "vítima" de problemas físicos de companheiros; outro está fora dos planos neste primeiro semestre.

O caso de Régis é curioso. Ele chegou ao Corinthians por pedido de Fábio Carille, e o técnico alega que só não o usou ainda porque foi obrigado a fazer substituições que não planejava em alguns jogos. "Eu inscrevi o Régis [no Paulistão], sim, porque acredito no potencial dele, e era uma fase decisiva do Paulistão", disse Carille recentemente. O técnico incluiu o meia na lista corintiana a partir das quartas de final do Estadual, mas não o utilizou.

"Tínhamos programado de colocar ele [Régis] em campo, mas em um jogo o Henrique sentiu, em outro foi o Júnior Urso, depois Fagner? Não temos como programar", defende-se Carille, provavelmente referindo-se às finais do Paulista contra São Paulo e ao duelo com a Chapecoense pela Copa do Brasil, nos quais os três citados foram substituídos.

A situação de Bruno Méndez é diferente. O zagueiro deve disputar o Mundial sub-20 ou a Copa América neste meio de ano, de modo que desfalcará o Corinthians por estar em uma ou outra competição. Capitão da equipe sub-20 do Uruguai, ele tem vaga praticamente garantida no torneio da categoria, mas tem chances de ser alçado à seleção principal.

"O Bruno tem muito potencial, mas vamos ficar um bom tempo sem ele, que deve ser convocado para a seleção uruguaia, para o Mundial sub-20. Vai para a preparação e para o torneio, e acho que viaja daqui a alguns dias. Por isso estou usando outros jogadores, porque sei que vou perdê-lo por muito tempo", explicou Fábio Carille recentemente.

Além de Carille argumentar que "não existe prazo para colocar jogador em campo", a demora para a estreia da dupla se dá também por questões burocráticas. Méndez e Régis nem poderiam atuar em parte dos jogos recentes, por não estarem inscritos nas competições. O zagueiro esteve no banco de reservas nas três primeiras rodadas do Brasileirão, tendo companhia do meia em duas.

De virada, Altos vence MAC no Estádio Castelão em São Luís

De virada, Altos vence MAC no Estádio Castelão em São Luís

O próximo jogo será no domingo (12), às 15h30, no Estádio Felipão, em Altos. O time encara o Atlético Cearense (CE). O jogo é valido pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro Série D.

A equipe do Altos venceu o MAC de virada na noite de ontem (5), no Estádio Castelão, em São Luís. O time venceu com gols de Manoel e Marcinho, o gol do time maranhense foi marcado por Marciano. Com o resultado, o Altos soma os primeiros três pontos e também termina líder da chave, já que o Atlético Cearense venceu, mas foi por apenas 1 a 0 o Central de Caruaru. 

O primeiro tempo foi complicado para o time piauiense. Mesmo com um homem a menos desde os 16 minutos do primeiro tempo, o Jacaré não conseguia se impor no jogo e abusou dos erros de passe, dando oportunidade de contra-ataque para o MAC. E foi em uma delas que o Mac abriu o placar, aos 29 minutos, em contra-ataque letal, Marciano acerta chute cruzado sem chances de defesa para Douglas. 

No segundo tempo, o técnico Estevam Soares muda o time e coloca Radsley e Marcinho em campo para saída de Humberto e Klenisson. O Altos consegue se organizar melhor e o time chega mais vezes à frente. Quem empata é Manoel, aos 26, jogada de Marcinho, ele acerta o chute de primeira. O atacante também participou do gol da virada, aos 38 minutos da segunda etapa, Manoel vai até a linha de funda, toca para Edvan, o lateral cruza na área e Marcinho completa de cabeça. 

Com o resultado, o MAC seguia tentando sempre apostando nas falhas do Altos. O time ainda teve boa chance com Marciano arriscando de longe. Mas, na reta final da partida, o destaque foi o goleiro Douglas Lima, que fez duas boas defesas. 

O próximo jogo será no domingo (12), às 15h30, no Estádio Felipão, em Altos. O time encara o Atlético Cearense (CE). O jogo é valido pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro Série D.

Em estreia, River vence Bragantino-PA no Albertão

Em estreia, River vence Bragantino-PA no Albertão

O time de Marcinho Guerreiro veio com muitas mudanças em relação à equipe campeã piauiense há algumas semanas

A equipe do River fez o dever de casa e estreou pelo Campeonato Brasileiro Série D vencendo o Bragantino (PA) por 1 a 0, com gol de Otacílio. Com o resultado, o time comandado por Marcinho Guerreiro soma seus primeiros três pontos. O time agora se prepara para enfrentar o Floresta, do Ceará, no próximo domingo (12), no estádio Castelão, em Fortaleza.

O time de Marcinho Guerreiro veio com muitas mudanças em relação à equipe campeã piauiense há algumas semanas. Entre as novidades está a formação ofensiva com Otacílio e Kanu entre os titulares na frente. Ainda na primeira etapa, o River marcou com o estreante Otacílio, aos 26 minutos, escanteio batido por Bismarck, o Camisa 9 completou debaixo da segunda trave. Minutos depois, Otacílio teve nova chance em jogada criada por Biro Biro, mas a bola parou na trave.

O Bragantino, do Pará, teve excelente chance ao final do primeiro tempo, mas o goleiro Mondragon operou um verdadeiro milagre e o River terminou o primeiro tempo com vitória parcial por 1 a 0. Esse foi o único gol da partida. O placar apertado deu a vitória à equipe do Galo.

O River volta a campo no próximo domingo (12) quando encara o Floresta, do Ceará, fora de casa, no estádio Castelão, em Fortaleza. O jogo é valido pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro Série D. Além do Bragantino (PA), Floresta (CE) e Santa Cruz (RN) serão os adversários na competição nacional.

04 de maio de 2019

CBF divulga datas e horários de jogos das oitavas da Copa do Brasil 2019

CBF divulga datas e horários de jogos das oitavas da Copa do Brasil 2019

Apesar das definições, seis partidas ainda não têm estádios definidos. Entre elas, Flamengo x Corinthians e os dois duelos entre São Paulo e Bahia.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta sexta-feira (3) as datas e os horários das 16 partidas das oitavas de final da Copa do Brasil de 2019. As partidas começam a ser realizadas em 15 de maio e se encerram no dia 6 de junho. Apesar das definições, seis partidas ainda não têm estádios definidos. Entre elas, Flamengo x Corinthians e os dois duelos entre São Paulo e Bahia.

As partidas do Grêmio também ainda não têm palcos definidos. O time inclusive ainda não conhece seu próximo adversário, que sai do duelo entre Vila Nova e Juventude. Os dois times se enfrentam em Goiânia na próxima terça-feira (7), após empate por 0 a 0 em Caxias do Sul.

Nas oitavas de final, estão não somente os times que entraram na disputa da Copa Libertadores da América (Athletico, Atlético-MG, Cruzeiro, Palmeiras, Flamengo, Internacional, Grêmio e São Paulo), como também o campeão da Série B do Campeonato Brasileiro (Fortaleza), o campeão da Copa do Nordeste (Sampaio Corrêa) e o campeão da Copa Verde (Paysandu), além dos cinco classificados das primeiras fases (Bahia, Corinthians, Fluminense, Santos e Juventude ou Vila Nova).

Conforme anunciado, o VAR será utilizado na Copa do Brasil 2019 justamente a partir das oitavas. Os oito times que avançarem às quartas de final conhecerão seus rivais em novo sorteio, sem definição prévia de potes; a partir daí, os cruzamentos serão direcionados até as finais.

Confira datas e horários dos jogos:

15/5, 21h30: Corinthians x Flamengo (Itaquerão)

4/6, 21h30: Flamengo x Corinthians (A definir)

15/5, 21h30: Fluminense x Cruzeiro (Maracanã)

5/6, 19h15: Cruzeiro x Fluminense (A definir)

15/5, 19h15: Atlético-MG x Santos (Independência)

6/6, 20h: Santos x Atlético-MG (Vila Belmiro)

22/5, 19h15: Sampaio Corrêa x Palmeiras (Castelão-MA)

30/5, 20h: Palmeiras x Sampaio Corrêa (Allianz Parque)

22/5, 21h30: São Paulo x Bahia (A definir)

29/5, 21h30: Bahia x São Paulo (A definir)

23/5, 20h: Internacional x Paysandu (Beira-Rio)

29/5, 19h15: Paysandu x Internacional (Mangueirão)

16/5, 21h30: Juventude/Vila Nova x Grêmio (A definir)

4/6, 191h5: Grêmio x Juventude/Vila Nova (A definir)

16/5, 19h15: Fortaleza x Athletico (Castelão-CE)

5/6, 19h15: Athletico x Fortaleza (Arena da Baixada)

Presidente do Barça sonha com Messi jogando até os 45 anos

Presidente do Barça sonha com Messi jogando até os 45 anos

Sem ter ideia de quantos anos mais o craque pode atuar, ele disse que gostaria de vê-lo no clube o máximo de tempo possível.

Imagine Lionel Messi jogando até os 45 anos? Pois o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, brincou sobre a possibilidade em uma entrevista publicada pelo jornal "The Guardian". Sem ter ideia de quantos anos mais o craque pode atuar, ele disse que gostaria de vê-lo no clube o máximo de tempo possível

"Ele pode até jogar até os 45 anos, quem sabe? Sabemos que ele vai jogar três, quatro, cinco anos a mais, não sabemos quantos - quantos ele quiser", disse Bartomeu, que já considerou a possibilidade de oferecer um contrato vitalício ao jogador que atualmente tem 31 anos.

Bartomeu, porém, sabe que ter Messi atuando pelo Barcelona por mais 14 anos é apenas um sonho. Por isso, como tem repetido em diversas entrevistas, tem pensado em contratações que possam ser a base de um novo time sem o argentino. Mas, enquanto isso, ele quer que os jovens aproveitem a presença de Messi.

"Estamos nos preparando: jogadores como (Ousmane) Dembélé, (Clément) Lenglet, Arthur estão lá para construir um time para quando Messi parar de jogar, mas eu ainda vejo isso muito longe. Eu não acho que esse dia esteja próximo. E dizemos aos jogadores que jogam e treinam com ele: 'Aproveite ao máximo cada minuto'", disse.

Messi mais uma vez brilhou durante a semana ao marcar dois gols na vitória do Barcelona por 3 a 0 sobre o Liverpool, na Liga dos Campeões. Os dois times voltam a se enfrentar na terça-feira, no Anfield Road.

Neymar marca, sofre pênalti, mas PSG só empata após erro de Cavani

Neymar marca, sofre pênalti, mas PSG só empata após erro de Cavani

O uruguaio Cavani teve a chance da virada nos acréscimos, depois de um pênalti marcado com auxílio do VAR, mas desperdiçou a cobrança.

O Paris Saint-Germain parece cada vez mais em ritmo de férias após o título antecipado do Campeonato Francês. Na manhã deste sábado (4), o time da capital francesa empatou por 1 a 1 contra o Nice, no Parque dos Príncipes, e chegou ao terceiro jogo consecutivo sem vitória. O camaronês Ganago e Neymar anotaram os gols do confronto, válido pela 35ª rodada da competição. O jogo foi marcado por um pênalti desperdiçado de Cavani nos acréscimos e um susto de Neymar após entrada dura do brasileiro Dante.

Sem Mbappé, que cumpre o segundo dos três jogos de suspensão pela expulsão contra o Rennes, mas com a volta de Cavani entre os titulares, a equipe comandada pelo alemão Thomas Tuchel teve que correr atrás do placar após ser vazada logo no início do segundo tempo. Neymar, titular pelo terceiro jogo consecutivo desde que retornou de lesão, impediu o tropeço ao marcar de pênalti. O uruguaio Cavani teve a chance da virada nos acréscimos, depois de um pênalti marcado com auxílio do VAR, mas desperdiçou a cobrança.

O resultado mantém a sequência de pouco brilho do PSG na reta final da temporada. Antes do tropeço deste sábado, o time parisiense perdeu para o Montpellier e foi derrotado na final da Copa da França.

Com o ponto somado no empate, o Paris Saint-Germain chega a 85 na competição. O Nice, com 52, é sétimo colocado e viu as chances de alcançar vaga para alguma competição europeia na próxima temporada ficarem ainda mais remotas.

O PSG volta a campo no próximo sábado (11), fora de casa, diante do Angers. No mesmo dia, o Nice recebe o Nantes pela 26ª rodada do Francês.

Bahia recebe Avaí e quer manter 100% em casa

Bahia recebe Avaí e quer manter 100% em casa

Jogando em casa, o time tricolor conquistou uma vitória convincente sobre o Corinthians, atual campeão paulista.

Bahia e Avaí se enfrentam neste domingo (5), às 19h, em Salvador, olhando extremos opostos da tabela. Enquanto o visitante tenta evitar o ingresso no Z-4 do Campeonato Brasileiro, o mandante que se manter perto dos líderes. Jogando em casa, o time tricolor conquistou uma vitória convincente sobre o Corinthians, atual campeão paulista. Mais do que isso, marcou três gols num dos mais sólidos sistemas defensivos do Brasil.

Por outro lado, acabou sendo derrotado pelo Botafogo, na segunda rodada, mesmo após começar bem a partida e abrir o marcador. Para se reabilitar do revés no Rio, a equipe conta com a força de sua torcida na Arena Fonte Nova. "A derrota não pode mexer com a confiança do torcedor. Eles são fundamentais. Foi somente a segunda partida, se conseguirmos manter uma força grande em nossos domínios, será muito importante para a sequência do campeonato", avaliou o zagueiro Ernando.

O pouco tempo de preparação também atrapalha o planejamento do técnico Roger Machado. "Não tenho treinado há um mês. Foram só três treinos. É muita correção audiovisual. O Ideal seria repetir os comportamentos que queremos no jogo, mas não tem o que fazer", afirma.

A falta de tempo para treinar também afeta o Avaí, que nesta sexta realizou apenas treinos regenerativos com os atletas que foram titulares contra o Grêmio e trabalhos técnicos com os demais.

O técnico Geninho não tem problemas no elenco e deve repetir a mesma escalação da última rodada, embora tenha manifestado insatisfação com a dupla de volantes Pedro Castro, que é titular, e André Moritz, que substituiu Matheus Barbosa, por não terem atendido uma orientação dele sobre quem deveria cobrar faltas no final da partida.

"O Pedro treina muito mais, e o Moritz quase não treina. A primeira tudo bem, de longe e para a perna esquerda. A segunda não e cabia cruzamento. O Pedro disse que pediu, mas o Moritz se antecipou. Não foi uma atitude de equipe. E o Pedro tem que se impor, avisar que foi uma ordem", cobrou o treinador.

03 de maio de 2019

Altos vence ABC, de Natal, e ganha vantagem para jogo de volta

Altos vence ABC, de Natal, e ganha vantagem para jogo de volta

Com gol de Caique aos 27 minutos do primeiro tempo, o time piauiense teve uma partida difícil no Lindolfo Monteiro.

Foi no sufoco, mas o Altos venceu o ABC, de Natal , na noite de ontem (2), no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. O gol do Altos foi marcado por Caique. O jogo de volta acontece na próxima quarta-feira (8), no estádio Frasqueirão, em Natal.

Jogando em casa, o Altos começou impondo o ritmo de jogo, mas demorou para finalizar. Aos 14 minutos, Edvan bate falta perigosa. O ABC responde com Maicon, aos 22 minutos, chute da entrada da pequena área, bola sobe demais.

Aos 24, o Altos perde o lateral esquerdo Wesley, com dor no tornozelo. Thiaguinho entra no lugar. O Jacaré chega novamente em jogada com Reinaldo Alagoano, Ancelmo e Manoel. Reinaldo finaliza, mas goleiro defende. O gol sai aos 27 minutos, Caique aproveita escanteio de Edvan e empurra de cabeça.


Time comemorou o único gol da partida no primeiro tempo. Foto: Jailson Soares/ODIA

Início de segundo tempo e o ABC acelera o ritmo. E quem salva o Altos é o zagueiro Caique, cortando dois ataques perigosos. Aos oito, o ABC marca, mas o arbitro dá posição irregular. Com 17 minutos, o ABC tem melhor chance do jogo. Pênalti de Douglas lima, em Mossoró. O camisa nove do time de Natal vai para bola e bate para fora.

Depois disso, o adversário cresce em campo e assiste outras vezes, mas o Altos conta com defesa sólida e está em uma noite de sorte. Fim de jogo 1 a 0 para o Altos. O time piauiense leva uma pequena vantagem para o jogo de volta que acontece no dia 8 de maio, no estádio Frasqueirao, em Natal.

River faz últimos ajustes visando estreia na Série D do Brasileiro

River faz últimos ajustes visando estreia na Série D do Brasileiro

Próximo da estreia, o River treinou no palco da partida, o estádio Albertão.

A equipe do River estreia no Campeonato Brasileiro Série D neste domingo (5) quando recebe o Bragantino, do Pará. A partida acontece, às 16h, no estádio Albertão, em Teresina. Será a estreia de Marcinho Guerreiro no comando do Galo. No grupo, o time piauiense vai enfrentar o Floresta (CE) e o Santa Cruz (RN).

Próximo da estreia, o River treinou no palco da partida, o estádio Albertão. “Temos que treinar no local do jogo, mas a maioria dos jogadores já conhece o piso, poucos não. E até mesmo para a gente trabalhar algumas situações na parte defensiva, de gramado e fazer nosso apronto aqui e buscar essa vitória na estreia”, disse Marcinho.

Além das mudanças na comissão técnica, o River também apostou em contratações visando a Série D do Brasileiro e o tão almejado acesso até a Série C. Ao total, foram sete novos nomes. Entre os jogadores o momento é de ansiedade para voltar a estar em campo.

“A ansiedade existe e essa é uma das melhores coisas do futebol, aquela expectativa boa e saber como a equipe vai se portar depois desses dias todos que passaram após o titulo Estadual. Agora é Brasileiro, outra competição, totalmente diferente. Tem aquela ansiedade que atrapalha, mas espero que nossa ansiedade nos ajude para começar com o pé direito, pois isso é importante”, disse o zagueiro Maceió.

Sobre a provável escalação o técnico Riverino faz mistério. O treinador tem a missão de escolher um substituto para o atacante Eduardo, que agora está no Treze (PB) e nomes como Cris Maranhese, Kanu, Rhuann e Otacílio brigam pela vaga.

O jogo entre Bragantino, do Pará e River acontece no domingo (5), às 16h, no estádio Albertão, em Teresina. O jogo é valido pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro Série D.

Sem reconhecimento, fundo do Qatar pode deixar PSG, diz jornal

Sem reconhecimento, fundo do Qatar pode deixar PSG, diz jornal

Entre a cúpula do QSI, irritaria as críticas oriundas de clubes rivais do PSG, embora o time veja o Campeonato Francês mais valorizado justamente diante dos investimentos.

A falta de grandes resultados do Paris Saint-Germain no futebol europeu pode provocar uma diminuição nos investimentos oriundos do Qatar. De acordo com o jornal Le Parisien, o Qatar Sports Investments (QSI), fundo de investimentos ao qual o clube pertence desde 2011, admite inclusive abandonar a equipe.

A situação é resultado das eliminações na Liga dos Campeões da Europa. Desde a participação na Liga Europa na temporada 2011/2012, o clube disputou sete edições seguidas da Champions League. Em nenhuma delas, porém, chegou nem mesmo às semifinais: foram quatro eliminações nas quartas de final (2013, 2014, 2015 e 2016) e três nas oitavas (2017, 2018 e 2019).

Mas não é só. "O entusiasmo deu lugar a algum ceticismo em Doha. Mais do que os fracassos recorrentes na Liga dos Campeões, é o ambiente midiático-financeiro que provoca dúvidas. Tanto é assim que um desligamento a médio prazo, ou uma diminuição significativa no financiamento do clube, não são mais possibilidades excluídas", publicou o jornal nesta quinta-feira (2).

"Os qataris são particularmente sensíveis às críticas que enfrentam na França, que veem como injustas. Graças a eles, a marca PSG se tornou uma das mais poderosas do mundo, e astros globais como David Beckham, Zlatan Ibrahimovic e Neymar marcaram presença nos gramados da Ligue 1. Eles acreditam que o reconhecimento é raro. Por outro lado, depois de cada derrota, fluxos de insultos mancham a imagem do clube e, por consequência, a do emirado", acrescenta.

Entre a cúpula do QSI, irritaria as críticas oriundas de clubes rivais do PSG, embora o time veja o Campeonato Francês mais valorizado justamente diante dos investimentos. Além disso, pesaria também os elevados valores pagos pela equipe em impostos no país -segundo o jornal, o PSG pagou mais de 1 bilhão de euros (R$ 4,43 bilhões em valores atuais) em taxas sobre salários desde 2011.

Diante deste cenário, ainda segundo o jornal, o grupo do Qatar vê com bons olhos a possibilidade de, mais adiante, concentrar seus investimentos em outros mercados. "As negociações estão em andamento com a Roma, e o QSI segue de perto os clubes da segunda divisão inglesa", diz a publicação.

02 de maio de 2019

Ricciardo revê problemas antigos mesmo após trocar de equipe na F-1

Ricciardo revê problemas antigos mesmo após trocar de equipe na F-1

A temporada de 2018 de Daniel Ricciardo foi muitas vezes associada à palavra azar.

Afinal, o australiano teve oito abandonos em 21 provas, a maioria por quebras. No entanto, mesmo tendo abandonado duas das quatro primeiras etapas do ano passado, Ricciardo tinha 37 pontos e até já tinha até uma vitória. Depois de trocar a Red Bull para a Renault, contudo, ele só viu a bandeirada uma vez e tem apenas seis pontos.

É fato que Ricciardo não esperava ter os mesmos resultados da época da Red Bull já neste ano, mas também é verdade que parte da razão para ele ter deixado a ex-equipe era a desconfiança do que aconteceria com o time após a troca do motor Renault para o Honda. E o temor de que a Red Bull perderia terreno não se concretizou: a Honda evoluiu muito ano passado, quando equipava apenas a Toro Rosso, e a Red Bull tem hoje mais pontos do que tinha depois de quatro provas disputadas em 2018 (64 contra 55). Mesmo com o substituto de Ricciardo, Pierre Gasly, não rendendo o esperado.

Ao mesmo tempo, a Renault não evoluiu o tanto que prometeu a Ricciardo. Na verdade, o time tem sofrido com a falta de confiabilidade do motor -o mesmo que deixou o australiano na mão tantas vezes ano passado. Nesta temporada, o time tem apenas 12 pontos, enquanto após quatro etapas no ano passado, os franceses tinham somado 35.

Além dos problemas da Renault, o próprio Ricciardo reconhece que não está rendendo o tanto quanto deveria. Isso porque ele "não tinha noção de quão bons eram os freios da Red Bull" e tem sentido falta do próprio equilíbrio do carro, que geralmente é o que tem a melhor aerodinâmica do grid. Esses dois fatores permitiam que ele entrasse com mais velocidade nas curvas. Mas, tendo de fazer mais correções com o carro mais instável da Renault, isso está custando tempo de volta para o australiano.

"Claro que parte dessa falta de resultados tem a ver comigo tendo que aprender a melhor maneira de pilotar o carro, talvez tentando me livrar dos velhos hábitos. Mas também tem a ver com o acerto do carro e com o fato que eu estou tentando descobrir o que funciona melhor para eu ganhar confiança neste carro."

Para piorar, Ricciardo já vai para o GP da Espanha, dia 12 de maio, sabendo que vai largar três posições atrás do que conseguir na classificação. Isso por conta de uma punição por ter tido uma batida bizarra no último final de semana, no GP do Azerbaijão. Na 31ª volta, o australiano tentou ultrapassar Daniil Kvyat, na luta pela décima posição, mas julgou mal a manobra e acabou escapando na frente do russo, que conseguiu evitá-lo. Tentando voltar logo para a pista, Ricciardo deu ré sem ver que Kvyat estava logo atrás, e os dois abandonaram. "Meu cérebro parou por alguns segundos", disse o australiano, que assinou um contrato para as temporadas 2019 e 2020 com a Renault.

Oitavas de final da Copa do Brasil terão Flamengo x Corinthians

Oitavas de final da Copa do Brasil terão Flamengo x Corinthians

As equipes reeditarão o duelo que fizeram na semifinal do ano passado. Na ocasião, a equipe alvinegra avançou, vencendo por 2 a 1 em Itaquera após empate sem gols no Maracanã.

Sorteio realizado na tarde desta quinta-feira (2), no Rio de Janeiro, definiu os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil. Um dos embates reunirá os times com as maiores torcidas do país, Corinthians e Flamengo.

As equipes reeditarão o duelo que fizeram na semifinal do ano passado. Na ocasião, a equipe alvinegra avançou, vencendo por 2 a 1 em Itaquera após empate sem gols no Maracanã.

Já o Cruzeiro, atual campeão, medirá forças com o Fluminense. O Internacional vai encarar o Paysandu. O Grêmio enfrentará o vencedor do duelo entre Vila Nova e Juventude, ainda não concluído.

O Palmeiras brigará com o Sampaio Corrêa (MA) por uma vaga nas quartas de final. O São Paulo terá pela frente o Bahia, enquanto o Santos vai ter uma disputa alvinegra com o Atlético-MG.

Athletico-PR x Fortaleza completa a lista dos confrontos, que terão início no dia 15 deste mês. Não há definição do caminho de cada equipe até a taça, já que novo sorteio será realizado após as oitavas.

Confira os confrontos das oitavas de final (equipes à direita fazem a segunda partida em casa):

Internacional x Paysandu

Corinthians x Flamengo

Atlético-MG x Santos

Vila Nova ou Juventude x Grêmio

Sampaio Corrêa x Palmeiras 

Fortaleza x Athletico-PR

Fluminense x Cruzeiro

São Paulo x Bahia

'Jon Jones me decepciona como pessoa', diz Marreta sobre casos de doping

'Jon Jones me decepciona como pessoa', diz Marreta sobre casos de doping

Ele admite admiração pelo norte-americano dentro do octógono, mas não fora.

Thiago Marreta se prepara para tentar tirar o cinturão dos meio-pesados de Jon Jones no UFC 239, em 6 de julho. Atualmente, ele estuda os movimentos para tentar superar um dos campeões mais dominantes da história. Ele admite admiração pelo norte-americano dentro do octógono, mas não fora.

"A gente espera que o cara seja o mais leal possível, que seja justo. O esporte é isso. Essas atitudes de doping enfraquecem com certeza um lutador. Sempre fui admirador do estilo dele de lutar, não como pessoa. Como pessoa, ele me decepciona um pouco", disse ao UOL Esporte.

Marreta se refere aos diversos casos de doping envolvendo Jon Jones. O último caso aconteceu após a vitória sobre Daniel Cormier, em julho de 2017. Na ocasião, Jones falhou no teste antidoping e o resultado da luta se transformou em "No Contest" (sem resultado).

Apesar dos problemas com doping, Jon Jones é considerado um dos maiores lutadores que já passaram pelo UFC. Ciente disso, Marreta diz ter como objetivo surpreender o norte-americano no combate em Las Vegas, nos Estados Unidos.

"Ele é um lutador muito talentoso, muito inteligente. Mas vou chegar lá dentro, fazer o meu melhor e trazer essa vitória. Ele nunca enfrentou um lutador como eu. Lá na hora, com certeza vou surpreendê-lo e trazer a vitória", prosseguiu.

Na visão do brasileiro, a chance é na luta em pé, uma das especialidades de Marreta. "Apesar de ele ser muito bom em pé, eu confio plenamente no meu jogo, no peso das minhas mãos, no meu chute. Quando eu encostar nele, ele não vai querer mais ficar em pé comigo", completou.

O combate entre Jon Jones e Thiago Marreta será o principal do UFC 239. O evento em Las Vegas ainda contará com a disputa de cinturão dos galos feminino entre Amanda Nunes e Holly Holm.

Figo elogia Vinicius Jr. e diz que jovem foi

Figo elogia Vinicius Jr. e diz que jovem foi "onda de ar fresco" no Real

O português Figo está no Rio de Janeiro para um evento promocional da Liga dos Campeões.

Com a autoridade de quem brilhou com a camisa do Real Madrid, o ex-craque português Luis Figo demonstrou muita confiança em Vinicius Jr., jovem brasileiro que despontou em sua primeira temporada pelo clube merengue.

Mesmo que o jovem tenha tido sua trajetória interrompida por uma lesão nos ligamentos do tornozelo, o português vê no ex-jogador do Flamengo a grande novidade da equipe espanhola no ano.

"Ele teve uma temporada fantástica, ajudou no momento difícil do Real Madrid. Ele foi uma onda de ar fresco. Sem dúvidas que pode chegar onde ele quiser, mas é uma questão de evolução. A partir daí, tem de ter sorte para que o clube o ajude. Ele fez um ano muito bom", disse o ex-jogador.

Sobre os recentes atos de indisciplina de Neymar, Figo não colocou lenha na fogueira e disse que consegue compreender a agressão do atacante a um torcedor, embora não tenha aprovado o gesto.

"Trata-se de um dos melhores de todos os tempos, tem qualidade impressionante, mas teve lesões nos últimos anos. É demasiada a responsabilidade que um país inteiro coloca. Sobre o soco, é uma situação que não deve existir, mas entendo", disse.

Eleito como o melhor do mundo em 2001, Figo vê o brasileiro como candidato ao troféu, mas ressaltou que a conquista depende do trabalho coletivo: "Na minha opinião pessoal, Neymar é dos melhores que existe hoje em dia e pode ganhar qualquer título individual".

O português está no Rio de Janeiro para um evento promocional da Liga dos Campeões. Nesta quarta (1º), acompanhou ao lado de centenas de fãs a partida entre Barcelona e Liverpool em um evento no Morro da Urca, no Rio de Janeiro.

Luan não mostra evolução e segue 'em dívida' após chance como titular

Luan não mostra evolução e segue 'em dívida' após chance como titular

O jogo diante do Avaí, em Santa Catarina, marcou o retorno de Luan ao pontapé inicial de uma partida do Grêmio.

Reintegrado depois de período com treinos físicos, o camisa 7 ocupou a vaga de Jean Pyerre e ficou em campo até os 20 minutos da etapa final. A evolução esperada pela comissão técnica não apareceu e, nas palavras de Renato Gaúcho, ainda é preciso que o meia-atacante trabalhe mais fisicamente.

Avaí e Grêmio empataram em 1 a 1. O gol gremista foi marcado por Rômulo, mas Michel fez contra na reta final da partida no estádio da Ressacada.

Luan foi o segundo jogador do Grêmio que mais errou passes na partida, segundo o Footstats, site especializado em estatísticas. O desempenho dele, é verdade, foi afetado pela falta de entrosamento do time escalado. Tardelli, Vizeu, Montoya e o camisa 7 atuaram pouquíssimo tempo juntos na temporada.

Apesar da ressalva, a avaliação interna é que o meia-atacante ficou devendo.

O Grêmio esperava outro tipo de atuação daquele que foi intocável no time titular durante as últimas temporada -em virtude da boa visão de jogo e da presença na área adversária para concluir ou dar assistências decisivas.

"O Luan está voltando. Melhorou bem na parte física, mas precisa melhorar mais. Vou soltando ele? As oportunidades estão aparecendo. Para ele e vários. Todo mundo tem que mostrar", disse Renato Gaúcho.

Luan ficou fora do time titular depois da derrota para o Universidad Católica, no Chile, pela Libertadores. Voltou no Gre-Nal da final do Campeonato Gaúcho, entrando no segundo tempo, e passou a receber mais minutos desde então. O período longe da equipe foi justificado pela busca de maior explosão e resistência no camisa 7.

O Grêmio volta a campo neste domingo (5), em Porto Alegre, contra o Fluminense. A escalação deve ter mudanças em relação ao duelo diante do Avaí. A presença de Luan desde o início é incerta.

Sem dinheiro, Museu Pelé pode ser administrado pelo Santos

Sem dinheiro, Museu Pelé pode ser administrado pelo Santos

Atualmente, o equipamento é administrado pela Prefeitura de Santos, mas enfrenta dificuldades financeiras e até mesmo estruturais.

O Santos Futebol Clube voltou a carga para assumir o museu que leva o nome de Pelé, localizado no centro histórico da cidade do litoral sul de São Paulo (a 85 km da capital).

Atualmente, o equipamento é administrado pela Prefeitura de Santos, mas enfrenta dificuldades financeiras e até mesmo estruturais.

"O clube formalizou neste mês uma proposta de parceria para administrar o Museu. Na semana passada, também recebemos um grupo de São Paulo, que trabalhou com a Pinacoteca do Estado, e está interessado. A proposta [do Santos] está com o executivo, agora", disse à Folha de S.Paulo o secretário de turismo da cidade, Odair Gonzalez.

O Museu viu naufragar a última tentativa de parceria, em junho de 2017, com a empresa argentina Museos Desportivos, reconhecida por trabalhos na área de museologia em clubes como Boca Juniors, River Plate, Benfica (POR) e Juventus (ITA).

O projeto dos argentinos era de uma renovação total na exposição do Museu para aumentar o público, ainda inferior ao de equipamentos da cidade como o aquário, orquidário Municipal, Museu do Café e já contava com uma equipe com arquitetos, historiadores e cenógrafos.

Procurada pela reportagem, a empresa não quis falar sobre o assunto, enquanto a Prefeitura explicou que poderia ter novidades até o fim de março, mas, depois, também não optou por não se posicionar.

O interesse do clube em gerir o local não é novo. No fim de janeiro, o presidente José Carlos Peres admitiu publicamente conversas com o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB). Por meio de sua assessoria, o dirigente disse que não é de costume do Santos falar durante as negociações, mas que existem conversas e uma possibilidade de acerto entre as partes.

O projeto santista é para "desintoxicar a Vila Belmiro", ou seja, remanejar quase 100 funcionários que trabalham nas dependências do estádio - nas áreas de marketing, suprimento, patrimônio, financeiro e TI - para espaços não utilizados no Museu. O clube conta com mais de 160 pessoas somente no setor administrativo.

O equipamento passa por dificuldades. Inaugurado dias após a estreia da seleção na Copa, em 15 de junho de 2014, o local fecha no vermelho desde a sua fundação. O déficit mensal é de aproximadamente de R$ 70 mil e já ocasionou um histórico de problemas de contas atrasadas, como o pagamento à concessionária de energia elétrica.

O principal temor do Santos, no entanto, é com relação a situação estrutural do casarão tombado de 4.134 m², que apresenta uma série de problemas e pode acarretar em gastos altos. O clube também passa por  dificuldades financeiras tendo, inclusive, atrasado o pagamento dos salários a funcionários e jogadores.

Em março, o museu ficou fechado pelo descolamento de reboco em paredes, uma delas abrindo um buraco próximo a uma janela, e devido à queda de parte do teto onde ficam expostas as peças. A prefeitura chegou a suspender as visitas por quatro dias por medida preventiva.

Além disso, apresenta em sua fachada problemas de infiltrações e alagamentos em decorrência de chuvas.

Na próxima semana, a prefeitura informou que devem ser iniciadas as obras de reparo, como a troca de uma grande calha e, posteriormente, da vedação da cobertura de vidro do museu, que liga dois blocos do prédio. A obra custará pouco mais de R$ 80 mil e poderá demorar até seis meses para ficar pronta.

"O município certamente tem total interesse no repasse do equipamento, em eliminar custos. É visível o estado e as condições em que se encontram o museu. A parceria seria importante", explicou o vereador Antonio Carlos Banha Joaquim (PMDB), responsável pelo pedido de apuração pelo Ministério Público das verbas públicas utilizadas na construção e manutenção do Museu Pelé.

Para ser construído, o museu recebeu aproximadamente R$ 50 milhões de verba dos governos federal, estadual e municipal em conjunto com alguns patrocinadores angariados pela Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) Ama Brasil, primeira gestora do equipamento.

Em 2015, mesmo em meio a uma grave crise financeira, o Santos chegou a estampar o nome do museu no espaço mais nobre de sua camisa, dando a entender que a parceria estava alinhada.

"Existiram muitas dificuldades. Não é algo fácil de acertar, há muitos detalhes, leis municipais, estaduais, a questão do acervo e financeiramente não é um grande negócio. Dá para fazer, claro, mas são diversos aspectos que precisam ser superados", disse Modesto Roma Júnior, presidente do clube entre 2015 e 2017.

Na ocasião, a Prefeitura assegurou que a exposição não teve repasse de valores e que não representava qualquer tipo de acordo entre as partes.

A assessoria de Pelé disse que a gestão e a responsabilidade sobre o acervo pertencem a prefeitura e que não há posição sobre o assunto. 

São Paulo derrota o Goiás e assume a ponta do Brasileiro

São Paulo derrota o Goiás e assume a ponta do Brasileiro

Das equipes que fizeram duas partidas, São Paulo e Atlético-MG são as únicas com 100% de aproveitamento.

Com a estreia de mais um garoto formado nas categorias de base como titular, o São Paulo derrotou o Goiás nesta quarta-feira (1º), por 2 a 1, no estádio Serra Dourada, e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. Os gols foram anotados pela dupla de atacantes, Alexandre Pato e Toró, este último formado em Cotia. O Goiás descontou com o uruguaio Leandro Barcia.

Das equipes que fizeram duas partidas, São Paulo e Atlético-MG são as únicas com 100% de aproveitamento. Com seis pontos, são-paulinos e atleticanos dividem a liderança. No desempate por saldo de gols, o clube paulista está em vantagem (3 a 2). Os dois times podem ser alcançados nesta quinta-feira (2) pelo Santos, que recebe o Fluminense na Vila Belmiro, e o Bahia, que vai jogar contra o Botafogo, no Rio de Janeiro.

O técnico Cuca resolveu alterar a escalação da equipe em relação ao time que começou a partida contra os botafoguenses e venceu, por 2 a 0, na abertura da competição, no último sábado (27), no estádio do Morumbi.

A modificação foi a entrada do atacante Toró, 19, no lugar do meia Igor Gomes, 20. Quase emprestado para a Chapecoense antes de iniciar o Brasileiro, o jogador aproveitou a oportunidade e anotou seu primeiro gol como profissional.

O jovem se entendeu bem com Alexandre Pato, que abrira o placar. Foi o primeiro gol do camisa 7 em seu retorno ao São Paulo, em sua segunda partida. No fim do primeiro tempo, o Goiás descontou, em tento só validado após consulta do árbitro ao VAR (árbitro de vídeo).

GOIÁS:

Tadeu; Kevin (Daniel Guedes), David Duarte, Yago e Jefferson (Marcelo Hermes); Geovane, Léo Sena e Giovanni Augusto (Júnior Brandão); Michael, Kayke e Leandro Barcia. T.: Claudinei Oliveira

SÃO PAULO:

Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda (Anderson Martins), Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Antony; Alexandre Pato (Hernanes), Toró (Brenner) e Everton. T.: Cuca