Profissionais de saúde recebem apoio emocional para lidar com pandemia

São esses profissionais os primeiros a se doarem para conter o avanço do Covid-19, que já infectou mais de 1,6 milhões de pessoas no mundo

11/04/2020 08:21h - Atualizado em 11/04/2020 13:12h

Compartilhar no

O termo "linha de frente", agora, aparece com muita frequência quando se quer fazer referência aos profissionais da saúde que atuam em hospitais e comunidades para o enfrentamento a pandemia do novo coronavírus. Subtraído de conceitos de guerra, a expressão faz referência ao local onde os generais mandavam os seus melhores guerreiros em um conflito. Por isso, estar na "linha de frente", significa permanecer no primeiro pelotão a encarar uma batalha que, agora, ganha um inimigo comum: o novo coronavírus. São os médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, técnicos e demais profissionais da saúde, os primeiros a se doarem para conter o avanço da pandemia que já infectou mais de 1,6 milhão de pessoas no mundo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), por conta do cenário preocupante, constituiu um guia para orientar cuidados a saúde mental de diversos grupos, incluindo profissionais de saúde. Para esses trabalhadores, o estresse e a pressão de lidar com o dia-a-dia da rotina da busca por salvar vidas, acrescido do risco de adoecer, provocam severos problemas de saúde mental, podendo gerar graves problemas como ansiedade e depressão. Para lidar com este nível de pressão, muitas atitudes surgem dentro e fora dos centros de saúde no intuito de dar mais conforto emocional e ânimo aos que enfrentam o preocupante cenário em todo o mundo. Nesta reportagem, o Dia mostra iniciativas no Piauí que tem chegado aos profissionais de saúde no intuito contribuir para a saúde mental e, assim melhoria das suas condições de trabalho. Como canta Gal Costa, na canção "Cuidando de Longe", para muita gente chegou a hora de mostrar ser possível "amar do seu canto".

(Foto: Folhapress)


Leia também:


Psicólogos criam rede de apoio para atendimento online e gratuito 



Hospital abre canal para que público envie cartas para equipe de saúde

Numa folha A4, um desenho infantil mostra um sol brilhante, um céu cheio de nuvens, a estrutura de um hospital e dois profissionais de saúde a postos à espera de atender a população. Na parte superior do desenho cheio de cores, o título: Vamos Salvar Vidas. O item faz parte de uma das muitas mensagens que começam a chegar ao Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, Norte do Estado, através de uma campanha que estimula a população a enviar mensagens de carinho e encorajamento aos profissionais que mantém a unidade de saúde em pleno funcionamento. Em tempos de pandemia, o afeto também tem efeitos curativos.

"Lidamos diretamente com a vida e a morte, processos de perda e luto. Com o coronavírus além dessas preocupações somou-se o medo de contaminação, de levar o vírus para casa e contaminar os seus, a ansiedade do imprevisível do que possa acontecer. Começamos a fazer no hospital ações de escuta, acolhimento, relaxamento com os profissionais em horário de trabalho, mas sentimos a necessidade de mais, de trazer o incentivo da população para os trabalhadores", explica Julianna Sampaio de 

Araújo, psicóloga e coordenadora do setor de psicologia do HEDA. As mensagens arrecadadas servirão para montar murais pelo hospital, próximo aos pontos eletrônico e lugares de facial acesso e visualização. Julianna lembra que algumas mensagens recebidas são endereçadas e, assim, entregues diretamente para os profissionais. "O intuito é homenagear não só os profissionais de saúde, mas também dos setores de base do hospital. Todos que estão juntos para fazer o hospital funcionar da melhor forma possível nesse período. Então os homenageados são desde médicos a porteiros e maqueiros", diz.

Julianna lembra que a psicologia inserida nos serviços de saúde tem como um de seus objetivos ser instrumento para a humanização das relações de cuidado em saúde. "Estamos todos sensibilizados vivendo uma série de negações, perdas, lutos. É por isso que manifestações de carinho virtuais como essas da nossa campanha são importantes. Os emails e desenhos recebidos tem o poder de mobilizar e afetar, emocionar, dar ânimo e força para encarar as adversidades", finaliza. 

Envie sua mensagem

As mensagens de carinho e incentivo podem ser enviadas para o email [email protected]. Todas as mensagens serão expostas para os profissionais possam ter momentos de reconhecimento e afeto durante as rotinas de plantão.

Compartilhar no
Por: Glenda Uchôa - Jornal O Dia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas