Fatores psicológicos influenciam na prova do Enem

Faltam apenas 10 dias para quem vai fazer o Enem.

16/10/2013 09:12h - Atualizado em 16/10/2013 13:54h

Compartilhar no

Faltando exatamente 10 dias para o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a ansiedade e o nervosismo começam a tomar conta dos candidatos. Não é para menos. Serão dois dias de provas, 180 questões para resolver e ainda uma prova de redação. Na corrida por uma vaga nas universidades, o fator psicológico deve ser um bom aliado.

O estudante Marinho Neto fará o Enem pela segunda vez. Nesse ano, ele tenta uma vaga para o curso de Medicina, após ser aprovado no curso de enfermagem no ano passado. “Ano passado estava muito nervoso. Cheguei para fazer a prova em cima da hora. Isso me prejudicou bastante. Esse ano, acredito que estou mais preparado, mais tranquilo”, comentou, acrescentando que para garantir maior preparação para as provas, optou por fazer cursos extras de matemática e redação.

O nervosismo do candidato tem razão de ser. São mais de 7 milhões de pessoas tentando uma vaga nas universidades. A nota no Enem é o critério de aprovação na maioria das universidades do país, inclusive na Universidade Federal do Piauí e Universidade Estadual do Piauí. Soma-se a isso, o estresse com a proximidade do Exame, o cansaço dos estudos, a cobrança, seja de familiares e amigos ou até mesmo a cobrança pessoal, a ansiedade e ainda a insegurança de dominar o conteúdo das provas.

Foto: Jailson Soares


Psicóloga escolar, Ana Cristina

A psicóloga escolar Ana Cristina Lohmann explicou ao O Dia que vários fatores serão preponderantes para os candidatos obterem êxito no Enem. “Uma boa preparação psicológica é tão importante quanto os conhecimentos teóricos. Muitos candidatos acabam não se saindo bem nas provas por não estarem bem preparados psicologicamente”, esclarece, lembrando que o Enem, além de medir conhecimentos teóricos, é também uma prova de resistência. “O candidato precisa estar bem preparado até para não perder tempo na hora da prova por causa do nervosismo”, orienta.

Nessa reta final, é importante também o candidato se “imaginar fazendo a prova”. “Ele se colocar nessa situação, o deixará mais tranquilo na hora da prova também”, pontua Lohmann, acrescentando que é necessário também uma boa alimentação e que o candidato durma bem nos dias que antecedem a prova. “Não adianta querer correr atrás do tempo perdido. Nessa fase que antecede as provas, é importante fazer revisões e ter confiança no que aprendeu durante os estudos”, salienta.

O apoio da família e se envolver em outras atividades prazerosas também é fundamental. “O candidato deve procurar uma válvula de escape, ir ao shopping, praticar atividade física, assistir um filme. Fazer algumas atividades que minimizem o estresse e a ansiedade de véspera”, ressalta, lembrando que é importante que os candidatos tenham em mente que a preparação prévia, desde a 8ª série, é fundamental para um bom desempenho durante o Enem. 

As provas do Enem acontecem nos dias 26 e 27 deste mês. O cartão de informação deve ser entregue pelos Correios até sexta-feira, contendo o local da prova e horário. As informações estarão disponíveis para consulta online em endereço eletrônico do exame, por meio de senha individual (a mesma da inscrição no Enem, realizada pela internet). Mais de sete milhões de pessoas se inscreveram para o Exame. 

Compartilhar no
Por: Mayara Martins

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas