• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Pesquisa DATA AZ: Wellington Dias lidera intenções de voto em Parnaíba

Apesar da vantagem de W.Dias, em sondagem espontânea há cerca de 85% de indecisos.

21/08/2018 07:12h

Instituto Data AZ realizou pesquisas em  várias cidades do Piauí, de modo pontual, para indicar a tendência do eleitorado. A primeira dessas sondagens, em Parnaíba, indica que se a eleição fosse hoje o governador Wellington Dias (PT), candidato à reeleição, teria 39,40% dos votos, em pesquisa estimulada. Na espontânea, ele manteria a liderança, mas com um percentual bem mais modesto das intenções de voto: 12%

O segundo colocado em Parnaíba é o deputado estadual Dr. Pessoa, do Podemos, com 11,40%, a uma boa distância do tucano Luciano Nunes, terceiro colocado, que tem 4,20% na sondagem estimulada – praticamente o mesmo percentual de Elmano Ferrer, com 4%. Valter Alencar, do PSC, aparece em quinto, com 1,8%. Os demais candidatos não chegaram a um ponto percentual.

Brancos, nulos e eleitores indecisos somam na sondagem estimulada quase o mesmo percentual das intenções de votos dadas ao governador: 39%.

Se o percentual de indecisos na pesquisa estimulada é elevado, ela mais que dobra na sondagem espontânea, onde a soma de indecisos, nulos e brancos atingem a surpreendente marca de 85 pontos percentuais.

Na sondagem espontânea, a vantagem de Wellington Dias sobre seus adversários é, individualmente, mais de 12 vezes maior. Ele tem 12% das intenções de voto, enquanto os demais não chegam a um ponto percentual. Pessoa aparece com 0,80%, Luciano Nunes tem 0,40%, mesmo percentual de Elmano e do ex-governador Zé Filho, que embora seja candidato a deputado estadual pelo PSDB foi citado na pesquisa.

Apesar da indecisão como uma regra, o cenário eleitoral é favorável ao governador. Numa simulação de segundo turno, Wellington Dias vence Dr. Pessoa (43,20% a 22,20%) e Luciano Nunes (47,60% a 14,60%).

Caso o segundo turno se desse entre Dr. Pessoa e Luciano Nunes, o candidato do Solidariedade venceria com 32,40% dos votos contra 13% do tucano, com uma surpreendente quantidade de não votos: nulos, brancos e eleitores indecisos, neste hipotético segundo turno, somariam 54,60%.

Wellington Dias segue como o mais rejeitado

Embora seja o mais rejeitado entre os candidatos a governador, Wellington Dias não precisa ter razões para se preocupar com esse problema: somente 11% dos entrevistados dizem não votar no petista de jeito nenhum.

A rejeição do governador, no entanto, é pelo menos oito vezes maior que dos adversários: Um percentual de 1,6% dizem não votar de jeito nenhum em Dr. Pessoa, enquanto 1,40% rejeita Elmano Férrer e 1,2% Luciano Nunes.

Os demais candidatos não somam mais que um ponto percentual de rejeição, praticamente os mesmo percentuais de intenção de voto em sondagem estimulada.

No quesito rejeição, a regra é a de não rejeitar a maioria dos candidatos: 81% não rejeitam os postulantes.

Confira a matéria completa na edição desta terça-feira do Jornal O Dia.

Fonte: Jornal O Dia

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas