Produção de petróleo dos EUA deve compensar cortes da Opep

Para Sachin, os cortes ficam aquém das “medidas sistêmicas que poderiam levar a um equilíbrio no longo prazo”.

02/06/2017 09:41h

Compartilhar no

A alta da produção de petróleo dos Estados Unidos deve compensar o efeito dos cortes promovidos pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), afirmou Igor Sechin, executivo-chefe da Rosneft, a estatal de petróleo da Rússia. 

Discursando em um fórum econômico nesta sexta-feira, Sechin afirmou que a eficiência crescente dos produtores norte-americanos do xisto deve fazer a produção naquele país adicionar ao mercado mundial até 1,5 milhão de barris por dia em 2018. 

Na semana passada, o cartel e outros dez países liderados pela Rússia concordaram em estender por mais nove meses, até o final de março do ano que vem, o corte de 1,8 milhão de barris por dia. O movimento é uma estratégia para conter a queda dos preços da commodity. 

Para Sachin, os cortes ficam aquém das “medidas sistêmicas que poderiam levar a um equilíbrio no longo prazo”. 

Compartilhar no
Fonte: Isto É Dinheiro

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas