• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Carreira & Negocios

Oportunidade de emprego exige preparação do candidato

Preparação técnica e formação são itens para disputar novo emprego, diz especialista.

06/01/2020 08:59h - Atualizado em 06/01/2020 11:07h

Começar o ano empregado ou ocupando um novo posto de trabalho é o sonho de milhares de trabalhadores e trabalhadoras no País. Os que têm emprego, muitos deles desejam mudar de função, correr atrás de outras experiências de vida e desafios. Mas, para isso, especialista em consultoria empresarial orienta que, com esse boom da tecnologia que tem revolucionado o mercado de trabalho, exige das pessoas preparação técnica para disputar essas melhores oportunidades de emprego disponíveis nesse mercado

Sobre como se preparar para as melhores oportunidades de emprego neste ano que está iniciando, Tânia Soares, que é consultora empresarial, coaching e analista de mercado há 12 anos, deixa claro que no cenário atual em que vive o mercado de trabalho no Brasil, com esse boom de tecnologia o qual vem revolucionando os demais segmentos de atuação profissional,requer das pessoas que buscam um novo emprego mais preparação técnica, formação e atualização com essas novas habilidades e tendências. 

 Tânia Soares é consultora empresarial, coaching e analista de mercado há 12 anos. (Foto: Elias Fontenele/O Dia)

"As pessoas têm que estar totalmente atualizadas sobre essas novas habilidades e novas competências, adquirir sempre o conhecimento de forma contínua porque isso é necessário. Como também ficar atento a questão da inteligência emocional, de como se relacionar com as outras pessoas dentro do ambiente do trabalho", orienta Tânia Soares, acrescentando que essa relação dentro do ambiente do trabalho é hoje uma das habilidades que mais chama a atenção de quem faz consultoria empresarial na área de recursos humanos para escolha de pessoal. 

Ainda sobre a inteligência emocional, a consultora empresarial e coach cita que de 20 a 25 pessoas, segundo pesquisa, tem uma com tendência a depressão e esse tipo de patologia detectado dentro das empresas tem contribuído para um baixo rendimento.

 "A depressão é uma realidade, pois quando vamos para dentro das empresas percebemos que as pessoas deixaram de produzir devido a essas patologias, como excesso de estresse, depressão e síndrome do pânico, por exemplo. São doenças patológicas relacionadas ao desenvolvimento da inteligência emocional, que está muito ligada como a pessoa se relaciona com as outras pessoas que trabalham conjugadas com ela", afirma. 

No tocante as principais tendências do mercado de trabalho para o setor de recursos humanos para seleção de candidatos, Tania Soares aponta alguns requisitos essenciais e importantíssimo observados na hora de buscar um profissional com o perfil adequado à atividade para qual a empresa precisa contratar. O alinhamento com a empresa, cultura, missão e valores são alguns dos itens observados. 

"Costumamos a dizer que, quando fazemos um processo seletivo bem alinhado diminui muito a rotatividade e se tem um índice maior de acerto. Pois, quanto mais você conhece a cultura da empresa e desenha o perfil do colaborador, mais é assertiva o seu processo seletivo", completou. 

Ainda de acordo com a especialista, fora esses itens observados na escolha do colaborador, tem a questão das habilidades e competências ligadas ao setor e atividade que esse profissional vai desenvolver. Como também, é interessante realizar uma entrevista para saber do candidato sobre seus sonhos, objetivos e desejos para saber se a empresa proporciona essas conquistas mediante o tempo de trabalho que ele está dentro, a fim de que esse colaborador se sinta engajado e pertencente a empresa.

Por: Luiz Carlos de Oliveira

Deixe seu comentário