Febraban adia mudança sobre boleto vencido de menos de R$ 800

Boletos com valor entre R$ 400 e R$ 799 poderão ser pagos em bancos diferentes do emissor após o vencimento a partir do dia 25 de agosto.

08/06/2018 15:05h - Atualizado em 08/06/2018 15:16h

Compartilhar no

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) adiou em três meses a data a partir da qual os boletos de menor valor poderão ser pagos em qualquer banco após seu vencimento.

A mudança faz parte da implantação de uma nova plataforma para liquidação de pagamentos desenvolvida pela federação. 

Boletos com valor entre R$ 400 e R$ 799 poderão ser pagos em bancos diferentes do emissor após o vencimento a partir do dia 25 de agosto.

O prazo original era 26 de maio.

Segundo a Febraban, a alteração foi feita para melhor processar o grande volume de pagamentos que transita na rede bancária.

A partir de 13 de outubro, os boletos de valor acima ou igual a R$ 100,00 deverão estar registrados no novo sistema. Até 27 de outubro, o registro será requerido também para os boletos abaixo desse valor.

A implantação será concluída em 10 de novembro, com a inclusão dos boletos de cartão de crédito e de doações. Assim, os boletos de todos os valores estarão no novo sistema.

"A mudança nos prazos foi necessária dado o volume elevado de boletos compensados no Brasil anualmente, que soma cerca de 4 bilhões", disse em nota Walter de Faria, diretor-adjunto de operações da Febraban. 

De acordo com o executivo, a ampliação do prazo dará maior tranquilidade para o sistema ajustar-se aos novos valores à medida que forem incorporados, reduzindo os riscos de interrupção durante o processo. 

Boletos de valor acima de R$ 800 já estão na nova plataforma.

Com o objetivo de reduzir fraudes, o novo sistema também irá eliminar a possibilidade de emissão de boletos sem registro (agora, eles passarão a conter sempre dados do destinatário do pagamento).

Compartilhar no
Fonte: Folhapress

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas