• show Legião Urbana
  • casa gourmet 2018
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Energia no Piauí é mais cara que a média nacional e que a média do Nordeste

Enquanto os piauienses pagam 0,624 reais por quilowatt-hora, a média no país é de 0,543 R$/kWh, e na região, de 0,536 R$/kWh.

03/12/2018 11:02h - Atualizado em 03/12/2018 20:09h

O ranking das tarifas de energia elétrica cobradas pelas distribuidoras, divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), mostra que a Companhia Energética do Piauí (Cepisa), da concessionária Equatorial Energia, possui uma tarifa de 0,624 reais por quilowatt-hora.

Com o reajuste de 12,64% no valor da energia no Piauí, aprovado pela Aneel há uma semana, a Cepisa passa a ter a 8ª tarifa mais cara do país - numa relação de 100 distribuidoras.

Os piauienses pagam pela energia um valor acima da média nacional, que é de 0,543 R$/kWh, e também acima da média do Nordeste, que é de 0,536 R$/kWh.

Os índices divulgados pela Aneel não contemplam tributos e outros elementos que fazem parte da conta de luz, tais como ICMS, PIS/Pasep e Cofins, taxa de iluminação pública e o adicional de bandeira tarifária. Ou seja, os valores reais pagos pelos consumidores são ainda maiores do que os que constam no ranking da Aneel. 

Clique aqui para ver o ranking completo. 

Antes do reajuste autorizado pela Aneel, o valor cobrado pela energia no Piauí estava na 44ª posição do ranking, entre 97 distribuidoras. O que mostra que o aumento de 12,64% fez com que a Cepisa desse um salto no ranking.

Algumas das tarifas, como no Piauí, aplicam-se a todo um estado. Outras valem apenas para uma cidade ou, ainda, para um grupo de municípios. 

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário






Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado