• show Legião Urbana
  • casa gourmet 2018
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Empresa de aluguel a partir da internet, capta R$ 250 milhões de investidores

A companhia, no mercado paulistano desde 2015, vem ganhando espaço ao agilizar o fechamento de contratos de aluguel por viabilizar negócios sem a necessidade de fiador.

01/12/2018 15:41h

A startup QuintoAndar conseguiu R$ 250 milhões em investimento para levar seu serviço de aluguel a partir da internet para mais cidades e fechar parcerias com imobiliárias tradicionais. A maior parte dos recursos vieram do fundo americano General Atlantic, que já investiu em empresas como Uber e Airbnb, nos Estados Unidos, e Gympass, no Brasil.

A companhia, no mercado paulistano desde 2015, vem ganhando espaço ao agilizar o fechamento de contratos de aluguel por viabilizar negócios sem a necessidade de fiador. Em vez de exigir garantias, a própria empresa assume ao locatário o pagamento do aluguel e a cobrança caso haja inadimplência. Para isso, faz análise de crédito de quem busca imóvel por seu site.

Em troca, fica com o primeiro mês de aluguel quando o negócio é fechado, mais um percentual de 5,5% a 8% de cada pagamento mensal. Gabriel Braga, um dos fundadores do QuintoAndar, diz acreditar que o modelo de aluguel com menos burocracia proposto pela empresa é adequado ao comportamento de novas gerações, mais preocupadas com o uso de ativos (carros, casas, principalmente) do que com sua posse.

Foto: Reprodução

Por isso, se tornou mais comum pessoas estarem dispostas a mudar várias vezes ao longo da vida, em vez de guardar dinheiro para ter a casa própria. Porém a lentidão no processo tradicional dificultava o processo.

Depois de criar um mercado para aluguel fora das imobiliárias tradicionais, a startup agora busca parcerias com essas empresas para trazer mais clientes para seu serviço. Braga explica que a ideia é ter alguns parceiros relevantes em cada cidade onde o QuintoAndar funciona para que apoiem no cadastro de imóveis. A ideia é ajudar quem precisa de um contato pessoal para usar o serviço, explica.

Além de São Paulo, a startup também funciona no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Goiânia. O plano agora é chegar em Porto Alegre e Curitiba. Segundo Braga, o QuintoAndar cresceu 300% neste ano. Ele não informa números exatos sobre a operação.

A startup conta com 600 funcionários. Ela recebe o investimento em período em que as apostas em startups brasileiras vem se tornando mais robustas. Neste semestre, companhias como Nubank, iFood e Loggi anunciaram aportes superiores a R$ 100 milhões.

Braga afirma isso ser possível, mesmo em momento de economia fraca, pelo fato de as startups brasileiras estarem resolvendo problemas relevantes do mercado. "Para boas empresas, não falta dinheiro e o mercado está ficando cada vez mais globalizado", diz.

Outros investidores do QuintoAndar, que também colocaram mais dinheiro na companhia, são o argentino Kaszek Ventures e os americanos Ruane, Cunniff & Goldfarb, Qualcomm Ventures e QED.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário






Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado