Cobre opera em alta, diante de problemas em importante mina da Indonésia

. O dólar mais fraco ante algumas moedas e problemas na produção de uma importante mina indonésia contribuem para o movimento.

22/06/2017 09:28h

Compartilhar no

O cobre opera com ganhos nesta quinta-feira, embora perto da estabilidade em Nova York. O dólar mais fraco ante algumas moedas e problemas na produção de uma importante mina indonésia contribuem para o movimento.

Às 8h12 (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,74%, a US$ 5.767 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). O cobre para entrega em julho, por sua vez, avançava 0,15%, a US$ 2,6060 a libra-peso, na Comex, às 8h22.

Influi no mercado uma greve na mina Grasberg, na Indonésia, a segunda maior do mundo na produção de cobre. Além disso, o dólar mais fraco deixa o metal mais barato para detentores de outras moedas, o que ajuda a aumentar o apetite dos investidores.

Diretor de estratégia de commodities do ING Bank, Hamza Khan afirma que, mesmo com a greve na mina Grasberg, ainda haveria cobre sendo enviado dali e o mercado continua a estar bem suprido, o que reduz preocupações com eventuais problemas na oferta.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o alumínio subia 0,64%, a US$ 1.878 a tonelada, o chumbo avançava 1,21%, a US$ 2.207 a tonelada, o zinco ganhava 2,12%, a US$ 2.699 a tonelada, o níquel tinha alta de 0,06%, a US$ 8.975 a tonelada, e o estanho ganhava 0,38%, a US$ 19.585 a tonelada. 

Compartilhar no
Fonte: Isto É

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas