• Novo app Jornal O Dia
  • ITNET
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Jair divulga vídeo de deputado youtuber sobre Previdência

O deputado federal Vinicius Poit, 33, desponta como um dos maiores defensores da reforma da Previdência nas redes sociais.

08/03/2019 10:08h - Atualizado em 08/03/2019 10:48h

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) divulgou nesta sexta-feira (8) em sua conta oficial no Twitter um vídeo do deputado federal Vinicius Poit (Novo-SP) sobre a reforma da Previdência. 

"Em esclarecedores 4 minutos: possivelmente os 5 maiores equívocos contados sobre a Previdência.", escreveu o presidente ao publicar o vídeo do parlamentar.

O deputado federal Vinicius Poit, 33, desponta como um dos maiores defensores da reforma da Previdência nas redes sociais.

Desde o envio da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) à Câmara, o congressista de primeiro mandato vem martelando o assunto diariamente em todos os seus canais digitais, sem economizar nos termos "a mamata vai acabar", "corte na carne" e "fim de privilégios".

Desidratar a reforma

O presidente afirmou durante transmissão ao vivo no Facebook, nesta quinta-feira (7), que a reforma da Previdência vai combater privilégios e desigualdades.

"O parlamentar vai se aposentar com o teto do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social], em torno de R$ 5.000", disse. "Os militares também estarão sujeitos às novas regras, respeitando suas especificidades."

Bolsonaro afirmou ainda que a reforma é necessária para garantir o desenvolvimento do Brasil. "Não é porque eu quero, nós precisamos fazer uma reforma da Previdência", disse o presidente.

Hoje, o parlamentar que concluir 35 anos de mandato garante uma aposentadoria pelo valor integral do salário, equivalente aos atuais R$ 33.763. Com quatro anos, aquele que se aposentam pelo PSSC (Plano de Seguridade Social dos Congressistas) terá garantida a aposentadoria de R$ 3.858,62, tomando como base o salário atual. O valor sobe para R$ 7.717,26 após dois mandatos completados.

Mais cedo nesta quinta, Bolsonaro escreveu no Twitter posts em defesa da proposta da reforma da Previdência, encaminhada pelo seu governo dia 20 de fevereiro.

"Os avanços que o Brasil precisa dependem da aprovação da Nova Previdência. É a partir dela que o país terá condições de estabilizar as contas, potencializar investimentos, viabilizar uma rígida reforma tributária e enxugar ainda mais a máquina pública, reduzindo nossas estatais", escreveu.

Na série de três postagens, Bolsonaro escreveu ainda que foi pensando nessas mudanças que a equipe econômica elaborou a proposta de reforma, que, afirma, combate privilégios. No texto, ele afirma ainda que a reforma incluirá militares.

Depois, Bolsonaro acrescentou o pronunciamento oficial. O vídeo havia sido publicado inicialmente no dia em que a proposta do governo foi entregue ao Congresso.

Fonte: Folhapress

Deixe seu comentário