Vale a pena estudar para concursos temporários?

Quem já passou em concursos temporários garante que a experiência é sempre positiva e enriquecedora

15/08/2011 09:35h

Compartilhar no

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou edital para realização de Processo Seletivo Simplificado. Estão sendo ofertadas 4.250 vagas para a função de Agente de Pesquisas e Mapeamento em todo o país, com contratação temporária de pessoal para a realização de pesquisas econômicas e sociodemográficas. A pergunta de muitos concurseiros nesse momento é: vale a estudar para concursos temporários?

A bancária Alane Rodrigues Gomes, de 22 anos, e o atendente comercial dos Correios João Alves de Brito Neto, também de 22 anos, dizem que sim. Ambos foram aprovados no concurso para cargos temporários lançado pelo IBGE em 2010 e se dizem satisfeitos com a experiência.

"Valeu a pena, sim. Eu aprendi muito. Fora que você ganha estímulo para continuar estudando porque vê logo o retorno do esforço do estudo", diz Alane Gomes, que estuda para concursos há apenas dois anos. Outra vantagem de assumir cargos temporários, segundo a bancária, é que "enquanto você não passa em algo melhor, você tem o seu dinheiro, inclusive para investir em estudo para um concurso melhor". Para Alane Gomes, ter passado em um concurso temporário serviu-lhe como estímulo para continuar estudando. "É estimulante porque você vê o retorno do esforço do estudo", justifica.

Os dois também concordam quanto às desvantagens desse tipo de vaga, apontando como a principal dela a possibilidade de acomodação. "Sei de pessoas que já vão para o terceiro emprego temporário", comenta Alane Gomes.

Segundo João Neto, que estuda para concursos desde os 17 anos de idade, se fosse só pela experiência profissional, ter sido aprovado no concurso do IBGE 2010 já teria valido a pena. "Como trabalhamos durante o Censo Populacional de 2010, foi possível adquirir muita bagagem profissional. Não ficamos só atrás de uma mesa digitando", explica.

Bacharel em Direito, João Neto pretende continuar estudando para concursos, mas, agora, buscar os certames com vagas destinadas à sua área de formação. "Apresentei-me aos Correios nessa semana, mas já vou voltar a estudar. É como no caso do concurso temporário: como eu sabia que tinha de buscar outra coisa, não me acomodei", relata. "Também quero um concurso na minha área. Não tenho um cargo específico que seja meu objetivo. Quero algo na minha área (contábeis e administração) e que me dê boa renda e tranqüilidade", acrescenta Alane Gomes.

Concurso do IBGE

Para participar do concurso, o candidato ao cargo de Agente de Pesquisas e Mapeamento deve ter concluído o Ensino Médio. O salário mensal para a função é de R$ 850,00, além de auxílioalimentação e auxílio-transporte, férias e 13º salário. A carga horária é de 40 horas semanais.

O período de inscrições vai de 29 de agosto a 19 de setembro de 2011. Na página eletrônica da empresa Consulplan, responsável pelo certame, é possível realizar a inscrição online ou consultar a lista de Posto de Inscrição
Informatizado nos municípios onde houver vagas.

A data de realização das provas está prevista para o dia 30 de outubro de 2011. Os candidatos terão das 13h às 17h (horário de Brasília) para responderem ao exame. Os locais de prova serão informados de 14 a 28 de outubro de 2011. Já os gabaritos oficiais da prova serão divulgados no site da Consulplan até as 16h do primeiro dia útil após o certame.

Compartilhar no
Fonte: Vanessa Mendonça - Jornal O Dia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário

Tags: concursos,


Notícias Relacionadas