Professor dá dicas para os concurseiros

Outra dica do professor é focar os estudos na legislação que trata sobre o conteúdo

18/04/2011 08:53h

Compartilhar no

O concurso do TJ-MA será organizado pelo Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (IESES), sediado em Santa Catarina e que já organizou concurso anterior do TJ-MA, no ano de 2009. Coordenador de um cursinho preparatório, o professor Francisco Raulino Neto afirma que os candidatos que querem conquistar a aprovação na atual seleção devem buscar o acesso a provas realizadas anteriormente pelos organizadores. "É importante buscar essas provas, para identificar o estilo de perguntas e se preparar de forma mais direcionada para o concurso", afirma Raulino Neto.

Outra dica do professor é focar os estudos na legislação que trata sobre o conteúdo, mas não esquecer de se atualizar sobre a jurisprudência, buscando se manter bem informado sobre as recentes súmulas dos tribunais superiores. "Às vezes uma súmula substitui a outra, o que pode alterar totalmente a resposta para uma questão. Por isso é tão importante saber não só a legislação como também acompanhar todas essas súmulas", diz Francisco Raulino.

A concurseira Renata Passos está se preparando para o concurso do TJ-MA, mas tem encontrado dificuldades com a grande extensão de conteúdo, especialmente porque ela não gosta de estudar só através de código, mas também com a leitura de livros de doutrina que interpretam os artigos. "Como o conteúdo é muito extenso, às vezes além de ler o código, preciso ler um livro de 600 páginas", explica Renata.

O professor Raulino defende que Renata está certa em integrar os livros aos seus estudos, especialmente porque o edital do TJ-MA prevê a realização de uma prova discursiva para os candidatos que forem aprovados na primeira etapa. "Na prova discursiva, a doutrina estudada vai ser a base para muitas respostas, pode apontar caminhos para os candidatos", afirma Raulino. Mas é importante saber organizar esse estudo. "Não adianta o candidato pegar um livro de processo civil e ler do início ao fim, para só então passar para outro conteúdo. Ele precisa buscar uma integração entre os temas, analisando o mesmo assunto a partir das perspectivas do direito civil, processual e constitucional, por exemplo. Integrando os conteúdos ele tem mais chances de lembrar dos assuntos no momento da prova", aconselha Raulino.

Segundo o professor, o momento agora, a pouco mais de um mês antes da prova objetiva, já é de iniciar as revisões dos conteúdos estudados. "O candidato nesse momento deve focar no edital, contemplando os conteúdos mais importantes e misturando essas matérias", afirma.

Concurso TJ-MA

Instituição: Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão (TJ - MA)
• Banca Examinadora: Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (IESES)
• Total de Vagas: 58 vagas imediatas mais cadastro de reserva
• Taxa de Inscrição: de R$ 45,00 a R$ 75,00
• Datas de Inscrição: Inscrições prorrogadas. De 09/03/2011 a 25/04/2011
• Data da Prova: 29/05/2011
• Região: Nordeste

Compartilhar no
Edição: Carlos Rocha
Por: Clarissa Poty - Jornal O DIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário

Tags: TJ-MA,


Notícias Relacionadas