• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Concursos

18 de novembro de 2019

Três prefeituras encerram inscrição de concurso essa semana

Três prefeituras encerram inscrição de concurso essa semana

São ofertadas vagas para todos os níveis de escolaridade e os salários podem chegar a R$ 7.300,00.

As prefeituras de Oeiras, Nazaré do Piauí e Cajueiro da Praia encerram essa semana inscrição para concursos e processo seletivo. São ofertadas vagas para todos os níveis de escolaridade e os salários podem chegar a R$ 7.300,00.

A prefeitura de Oeiras oferece 93 vagas, com salários que varia de R$ 998,00 a R$ 7.000,00. A inscrição encerra nesta TERÇA-FEIRA (19) e deve ser feita no site da Crescer Consultorias, empresa responsável pelo certame. O concurso conta com prova objetiva e prova de título e tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais 24 meses. Na prova objetiva serão cobrados conteúdos de língua portuguesa, matemática, noções de informática, Legislação do SUS, conhecimentos pedagógicos e/ou conhecimentos específicos. A seleção será por meio de prova objetiva, para todos os cargos, agendada para 8 de dezembro de 2019, e por prova de títulos para os cargos de Professor.

Já a Prefeitura de Nazaré do Piauí está com inscrição aberta até o QUARTA-FEIRA (20) para edital que oferece 34 vagas. As oportunidades são para Auxiliar de Serviços Gerais, Agente Comunitário de Saúde, Motorista, Técnico em Enfermagem, Técnico em Saúde Bucal, Orientador Social, Técnico em Vigilância de Saúde, Enfermeiro, Fisioterapeuta NASF, Farmacêutico, Médico, Psicólogo, Nutricionista, Odontólogo, Assistente Social e Educador Físico CRAS. Os salários vão de R$ 998,00 a R$ 2.400,00, mais gratificação, em regimes de trabalho de 20 a 40 horas por semana. A prova objetiva está agendada para 1 de dezembro de 2019.

Processo seletivo

A Prefeitura de Cajueiro da Praia está com inscrições abertas até SEGUNDA-FEIRA (18) para 85 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. As oportunidades são para: operador de máquina pesada, técnico em construção civil ou técnico em edificações, fiscal de obras e posturas municipais, fiscal de tributos, médico, técnico de enfermagem, agente de controle de endemias, fiscal de vigilância sanitária, cirurgião dentista, auxiliar de saúde bucal, técnico em saúde bucal, educador físico, nutricionista, técnico de enfermagem, digitador, motorista categoria B-, motorista categoria AB, motorista categoria D, serviços gerais, auxiliar administrativo, professor da educação infantil e ensino fundamental, professor docência de educação física, auxiliar de turma (sala de aula), assistente social, psicólogo, orientador social, visitador do programa criança feliz, entrevistador do cadastro único e programa bolsa família e agente comunitário de saúde. Os salários variam entre R$ 998,00 a R$ 7.300,00, em jornadas de 20 a 40 horas por semana.

O certame valerá por um (1) ano, a contar da data de publicação da homologação do resultado final, sendo renovável por mais 12 meses, a critério da administração.

14 de novembro de 2019

Após ação do MP, Justiça determina que CMT realize concurso

Após ação do MP, Justiça determina que CMT realize concurso

O Poder Legislativo Municipal tem 90 dias para publicar um edital de concurso público para o provimento dos cargos efetivos.

O juiz da 2ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública de Teresina acatou o pedido feito pelo Ministério Público do Piauí, por meio da 44ª Promotoria de Justiça da capital, e determinou que a Câmara Municipal de Teresina realize concurso público para contratação de servidores efetivos.

De acordo com levantamento feito pelo promotor de Justiça Fernando Santos, a Câmara Municipal de Teresina possui 857 servidores comissionados, o que representa mais de 80% dos cargos do órgão, enquanto o número de servidores efetivos é de 180. Diante disso, a ação tem como objetivo fazer com que a quantidade de cargos comissionados e efetivos seja proporcional na Casa.

Foto: Arquivo O Dia

Segundo a Lei Municipal nº 2.138/92., a administração pública municipal deve assegurar que, pelo menos, 50% do quadro de pessoal seja ocupado por servidores efetivos. O promotor explicou ainda que em 2018, a Câmara Municipal de Teresina tentou regularizar os cargos comissionados, por meio de uma resolução atribuindo funções técnicas ou operacionais para os mesmos, não possuindo caráter de chefia, assessoramento ou direção, como prevê a Constituição Federal de 88.  

Com a decisão, o Poder Legislativo Municipal deve publicar em 90 dias um edital de concurso público para o provimento dos cargos efetivos, com as vagas indicadas na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019. Foi fixada, ainda, multa diária no valor de R$ 5 mil reais a ser paga pela presidência da CMT, em caso de descumprimento da decisão judicial. 

Contraponto

A reportagem do O Dia entrou em contato com o presidente da Câmara de Teresina, Jeová Alencar, mas as ligações não foram atendidas. O O Dia reitera que o espaço continua aberto para quaisquer esclarecimentos sobre o fato.

06 de novembro de 2019

Inscrições para concurso público da Alepi encerram nesta quarta (06)

Inscrições para concurso público da Alepi encerram nesta quarta (06)

O concurso prevê o preenchimento de 41 vagas de nível médio e superior, com salários que variam entre R$ 2.030,14 e R$ 4068,39, respectivamente.

As inscrições para o concurso público da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) encerram nesta quarta-feira (06). O concurso prevê o preenchimento de 41 vagas de nível médio e superior, com salários que variam entre R$ 2.030,14 e R$ 4068,39, respectivamente. Clique aqui para fazer a sua inscrição. O concurso será realizado pela Comissão Permanente de Seleção (Copese) da Universidade Federal do Piauí. 

Inscrições para concurso público da Alepi encerram hoje (06). (Foto: Arquivo O Dia)

Na semana passada, a Associação Nacional da Advocacia Negra (ANAN) entrou com uma representação junto ao Ministério Público do Piauí pedindo a reformulação do edital do concurso, publicado no mês passado. Segundo a entidade, o certame não destina os 20% das vagas para a população negra, conforme prevê a lei federal 12.990/2014. O concurso será realizado pela Comissão Permanente de Seleção (Copese) da Universidade Federal do Piauí. 

Quatro dias antes do lançamento do edital, no dia 20 de setembro, a Coordenadoria Permanente de Seleção (Copese) da Universidade Federal do Piauí (UFPI) havia divulgado mudanças no edital do concurso, após a contestação da União Nacional dos Taquígrafos (Unaqi) e do pedido de impugnação feita pelo público.

A Unaqui questionou a ausência de prova prática para o preenchimento das vagas. Já o publicou pediu a exclusão do tempo de serviço público como prova de título. As contestações foram acatadas e as mudanças foram publicas no edital.

A prova escrita objetiva do concurso está prevista para acontecer no dia 17 de janeiro do próximo ano e o resultado final deve ser divulgado até o dia 17 de março. Os aprovados devem ser empossado até julho de 2020.

04 de novembro de 2019

Entidade contesta edital da Alepi por falta de cotas para negros

Entidade contesta edital da Alepi por falta de cotas para negros

A Associação Nacional da Advocacia Negra informou que vai representar no Ministério Público por revisão no documento. Concurso está com inscrições abertas.

A Associação Nacional da Advocacia Negra (ANAN) entrará com uma representação junto ao Ministério Público do Piauí pedindo a reformulação do edital do concurso da Assembleia Legislativa (Alepi), publicado no mês passado. O certame é para preenchimento de 41 postos de trabalho no funcionalismo público, mas segundo a entidade, não destina os 20% das vagas para a população negra, conforme prevê a lei federal 12.990/2014. O concurso será realizado pela Comissão Permanente de Seleção (Copese) da Universidade Federal do Piauí. Confira o edital aqui.



Leia também: UFPI divulga alterações no edital do concurso da Alepi 


A informação foi repassada pela representante da ANAM no Piauí, a advogada Carmem Lúcia. De acordo com ela, destinar 20% das vagas para a população negra é mais do que uma garantia constitucional: é também garantir a igualdade racial. 

“Existe uma disparidade muito grande. Apenas 27% da população negra consegue adentrar no serviço público e essa ação afirmativa de cotas é reparação histórica por todas as atrocidades cometidas contra os negros na história do Brasiil, por toda a invisibilidade e a falta de políticas públicas que deixem a população negra em situação de igualdade”, afirma Carmem Lúcia.


Concurso é para preenchimento de 41 vagas para nível médio e superior - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Para a advogada, a lei federal de cotas sozinha não garante a inclusão da população negra no mercado de trabalho: é preciso uma normativa tanto a nível estadual quanto municipal que também faça essa reserva de vagas. Carmem Lúcia cita como exemplo o que se observa nos Estados da Bahia, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Piauí, que possuem atos normativos prevendo 30% das vagas para a população negra em concursos públicos. Segundo ela, o Piauí “está na contramão e inerte nessa situação”.

A Associação Nacional da Advocacia Negra no momento está articulando a ação que irá mover com a OAB-PI e a demais órgão competentes. O concurso da Alepi cujo edital está sendo contestado pela entidade encerra suas inscrições na próxima quarta-feira (06) e a prova será realizada em 12 de janeiro de 2020. Foram abertas vagas para as áreas do Direito, Contabilidade, Tecnologia da Informação, Comunicação Social, Biblioteconomia, Taquigrafia, Informática, Cerimonial Público, Radiodifusão e Área Administrativa.

As remunerações iniciais são de R$ 4,068,39 para cargos de nível superior e de R$ 2.310 para os cargos de nível médio.

25 de outubro de 2019

Semec lança edital de concurso com 140 vagas para professor

Semec lança edital de concurso com 140 vagas para professor

Concurso será destinado ao preenchimento de vagas de professor do ensino fundamental com salários de até R$ 3,7 mil.

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) lançou nesta quinta-feira (24) o edital de concurso público para preenchimento de 140 vagas para o cargo de professor do ensino fundamental, com salários de até R$ 3.782,29. Ao todo, serão 30 vagas para o cargo de professor de 1º Ciclo (1º ao 5º ano) e 110 vagas para o cargo de professor de 2º Ciclo (6º ao 9º ano).


Leia também:

As inscrições para o certame vão de 1º a 30 de novembro de 2019. O concurso público será constituído de prova escrita objetiva, a ser realizada no dia 15 de dezembro de 2019, e prova didática, cuja data será definida em edital de convocação. Todas as etapas serão realizadas, exclusivamente, em Teresina. O resultado final será divulgado até 28 de janeiro de 2020.

Aprovados irão atuar no ensino fundamental. (Foto: Arquivo O Dia)

Para os cargos de professor de 1º ciclo, os candidatos deverão ter diploma em licenciatura plena em pedagogia ou normal superior cursado em instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, ou ainda licenciatura plena em qualquer área e curso de nível médio na modalidade normal (antigo pedagógico).

Já para professor de 2º ciclo, os candidatos devem possuir graduação nos seguintes cursos: licenciatura em letras com habilitação em português; licenciatura em matemática; licenciatura em artes em quaisquer das linguagens ou em educação artística; licenciatura em ciências naturais e/ou ciências biológicas e/ou física e/ou química ou licenciatura em ciências com habilitação em biologia, física ou química; licenciatura em teologia ou em ciências da religião; licenciatura em história e licenciatura em geografia.

A carga horária é de 20h a 40h semanais, a depender do cargo. Além disso, será reservado 5% do total de vagas oferecidas por cargo a pessoas com deficiências.

Os aprovados no concurso irão atuar nas unidades de ensino da Rede Pública Municipal de Ensino de Teresina, compondo o A Secretaria Municipal de Educação (Semec) lançou nesta quinta-feira (24) edital de concurso público para preenchimento de 140 vagas para o cargo de professor do ensino básico e fundamental, com salários de até R$ 3.782,29. Ao todo, serão 30 vagas para o cargo de professor de 1º Ciclo (1º ao 5º ano) e 110 vagas para o cargo de professor de 2º Ciclo (6º ao 9º ano).

As inscrições para o certame vão de 1º a 30 de novembro de 2019. O concurso público será constituído de prova escrita objetiva, a ser realizada no dia 15 de dezembro de 2019,  e prova didática, cuja data será definida em edital de convocação. Todas as etapas serão realizadas, exclusivamente, em Teresina. O resultado final será divulgado até 28 de janeiro de 2020.

Para os cargos de professor de 1º ciclo, os candidatos deverão ter diploma em licenciatura plena em pedagogia ou normal superior cursado em instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, ou ainda licenciatura plena em qualquer área e curso de nível médio na modalidade normal (antigo Pedagógico).

Já para professor de 2º ciclo, os candidatos devem possuir graduação nos seguintes cursos: licenciatura em letras com habilitação em português; licenciatura em matemática; licenciatura em artes em quaisquer das linguagens ou em educação artística; licenciatura em ciências naturais e/ou ciências biológicas e/ou física e/ou química ou licenciatura em ciências com habilitação em biologia, física ou química; licenciatura em teologia ou em ciências da religião; licenciatura em história e licenciatura em geografia.

A carga horária é de 20h a 40h semanais, a depender do cargo. Além disso, será reservado 5% do total de vagas oferecidas por cargo a pessoas com deficiências

Os aprovados no concurso irão atuar nas unidades de ensino da Rede Pública Municipal de Ensino de Teresina, compondo o quadro permanente da Secretaria Municipal de Educação. A execução do edital é de competência do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe) da Universidade Estadual do Piauí (Uespi). da Secretaria Municipal de Educação. A execução do edital é de competência do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe) da Universidade Estadual do Piauí (Uespi).

22 de outubro de 2019

21 de outubro de 2019

15 de outubro de 2019

PI: Prefeituras abrem concurso para preenchimento de 125 vagas

PI: Prefeituras abrem concurso para preenchimento de 125 vagas

Em Oeiras e Milton Brandão, as vagas são ofertadas para diversos cargos, incluindo médicos, psicólogos, assistentes sociais, professores, motoristas e digitadores.

As prefeituras de Oeiras e Milton Brandão, ambos municípios do Piauí, lançaram edital de concurso público para preenchimento de 125 vagas ofertadas para diversos cargos. Os salários vão de R$ 998,00 a R$ 7.000,00 em Oeiras e R$ 998,00 a R$ 6.300,00 em Milton Brandão. A instituição Crescer Consultorias (crescerconcursos.com.br) ficará responsável pela realização dos dois certames.

Clique aqui para acessar o edital de Oeiras. 

Clique aqui para acessar o edital de Milton Brandão. 

As 32 vagas ofertadas pelo município de Milton Brandão tem como objetivo preencher os cargos de fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, médico PSF, dentista PSF, técnico de saúde bucal, enfermeiro, técnico de enfermagem, agente comunitário de saúde, agente de endemias, digitador, motorista , assistente social e orientador social.

Prefeituras abrem concurso para preenchimento de 125 vagas. (Foto: Reprodução)

Já as 93 vagas ofertadas pelo município de Oeiras visam o preenchimento dos cargos de assistente social, psicólogo, educador físico, agente municipal de saúde/ combate às endemias, motorista categoria “D”, técnico em enfermagem, técnico em laboratório, médico psiquiatra, médico especialista em saúde mental.

Além destas vagas, o certame de Oeiras também selecionará candidatos para os cargos de técnico em saúde bucal, cirurgião-dentista para atendimento de pessoas portadoras de necessidades especiais, agente comunitário de saúde, agente municipal de trânsito, auditor fiscal de tributos municipais, fiscal de meio ambiente e professor de diversas áreas.

As taxas de inscrição variam entre R$ 60 para nível fundamental, R$ 80 para nível médio e R$ 100 para nível superior. Em Oeiras, as inscrições acontecem de 14 de outubro a 19 de novembro. As provas serão realizadas no dia 08 de dezembro.

No concurso de Milton Brandão, o período de inscrição vai de 11 de outubro de 2019 a 11 de novembro de 2019. A prova objetiva está prevista para o dia 1º de dezembro de 2019.

09 de outubro de 2019

Concurso: Rede Ebserh vai publicar editais novembro

Concurso: Rede Ebserh vai publicar editais novembro

Vunesp fará seleção para HC-UFU e IBFC organizará certame para 40 unidades da rede

Os editais para o concurso nacional da Rede Ebserh – que prevê vagas para 40 unidades distribuídas nas cinco regiões do país – e para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) deverão ser publicados no dia 4 de novembro. A informação foi dada pelo diretor de gestão de pessoas da estatal, Rodrigo Barbosa, nesta terça-feira, 8. Barbosa destacou ainda que a aplicação das provas se dará em datas diferentes. “A prova do concurso nacional será em 2 de fevereiro (de 2020) e a prova exclusiva para o hospital de Uberlândia será no dia 9 de fevereiro”, relatou o diretor.

Os dois certames preveem mais de 2 mil vagas e os candidatos passarão por duas etapas: prova objetiva e análise de títulos e de experiência profissional. Segundo Barbosa, a prova do concurso nacional deverá ser realizada no dia 2 de fevereiro e a prova para o HC-UFU tem previsão para o dia 9 do mesmo mês. O diretor também salientou que a publicação dos candidatos aprovados também já tem previsão. “A homologação deve se dar em abril, no caso do nacional, e em maio, no caso do hospital de Uberlândia”, destacou.

As bancas organizadoras já foram definidas. O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) organizará o concurso nacional, cujo projeto básico prevê 1.363 vagas em 40 unidades em todo o país, incluindo hospitais, complexos hospitalares e a sede da Ebserh. São 448 vagas para médicos de 69 especialidades, 800 vagas para profissionais da área assistencial e 115 administrativos. Com a publicação do edital, esses números poderão variar em 25% para mais ou para menos.

Para a primeira seleção para o HC-UFU, foi escolhida a Fundação Vunesp, cujo projeto básico conta com 887 vagas, sendo 173 para médicos de 71 especialidades, 614 para a área assistencial e 100 administrativos. Também nesse caso, os números podem variar em 25% para acréscimos ou supressões.

“Com esses concursos, damos seguimento a uma política de recomposição de nossa força de trabalho, visando atender às necessidades de produção atual de nossos hospitais. Este passo é fundamental para elevarmos a qualidade dos serviços prestados", finalizou Barbosa.

Sobre a Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede de Hospitais Universitários Federais atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

25 de setembro de 2019

IBGE lança edital com 2.658 vagas de níveis médio e superior para 2020

IBGE lança edital com 2.658 vagas de níveis médio e superior para 2020

As pessoas com deficiência (PcD) terão direito ao mínimo de 5% das vagas e as pessoas pretas ou pardas (PPP), a 20%.

Ao contrário do que foi informado antes, as 1.343 vagas para Coordenador Censitário Subárea (CCS) exigem nível superior, em qualquer área. Será publicada uma retificação ao edital, com essa correção. As 1.315 vagas para Agente Censitário Operacional (ACO) são de nível médio. Há vagas em municípios de todos os estados. 

As inscrições estarão abertas de 25 de setembro a 15 de outubro de 2019 e serão feitas pela internet, clicando AQUI . As provas estão previstas para 8 de dezembro e serão realizadas em 1.031 municípios.

As remunerações mensais previstas são de R$ 3.100,00 para Coordenador Censitário Subárea (CCS) e de R$ 1.700,00 para Agente Censitário Operacional (ACO). Ambas as funções exigem nível médio completo. Além disso, os candidatos a Coordenador Censitário Subárea (CCS) devem ter Carteira Nacional de Habilitação definitiva ou provisória, dentro do prazo de validade, no mínimo para a categoria B.

Outros requisitos a serem atendidos, assim como a documentação necessária para a contratação dos aprovados, estão estabelecidos no edital , que deve ser lido atentamente pelos candidatos.

De acordo com a legislação em vigor e as normas do edital, as pessoas com deficiência (PcD) terão direito ao mínimo de 5% das vagas e as pessoas pretas ou pardas (PPP), a 20%.

As 1.343 vagas para Coordenador Censitário Subárea (CCS) estão distribuídas por todos os estados, em diversos municípios. Já as 1.315 vagas para Agente Censitário Operacional (ACO) estão distribuídas entre as 27 capitais. O anexo 1 do edital  traz a distribuição detalhada dessas vagas.

A jornada de trabalho de ambas as funções será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Os contratados terão direito aos auxílios Alimentação, Transporte e Pré-escolar, além de férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação que regulamenta este tipo de contratação.

O período máximo da contratação é de 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado de acordo com a Lei nº 8.745/93. Os contratos terão vigência de 30 (trinta) dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

Outros requisitos a serem atendidos pelos candidatos são: 

a) ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, nesse caso, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses; b) estar em dia com as obrigações eleitorais; 

c) estar em pleno gozo de seus direitos políticos; 

d) estar em dia com as obrigações militares, em caso de candidato brasileiro do sexo masculino; 

e) ter idade mínima de dezoito anos completos, na data de contratação; 

f) não ser servidor da Administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, bem como empregado ou servidor de suas subsidiárias e controladas, ainda que aposentado; 

g) não ter sido contratado pelo IBGE nos últimos 24 (vinte e quatro) meses para serviço temporário; 

h) possuir aptidão física e mental para o exercício das suas atribuições; 

i) não ser sócio-gerente ou administrador de sociedades privadas. Os requisitos detalhados e a documentação necessária estão estabelecidos no edital.

O cronograma completo do processo seletivo está no edital e deve ser lido atentamente pelos candidatos. As principais etapas estão resumidas na tabela a seguir:

Para ambas as funções, as provas terão 60 questões objetivas, divididas em dois módulos, de conhecimentos básicos e específicos. O módulo básico tem três disciplinas: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Quantitativo e Ética no Serviço Público. Já o módulo de Conhecimentos Específicos tem a disciplina de Noções de Administração e Situações Gerenciais, para a função CCS, e as disciplinas de Noções de Informática e Noções de Administração para a função ACO, como mostra a tabela a seguir.

24 de setembro de 2019

Inscrições para concurso público da Alepi iniciam hoje (24)

Inscrições para concurso público da Alepi iniciam hoje (24)

O concurso prevê o preenchimento de 41 vagas de nível médio e superior, com salários que variam entre R$ 2.030,14 e R$ 4068,39.

Iniciam nesta terça-feira (24) as inscrições para o concurso público da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). O concurso prevê o preenchimento de 41 vagas de nível médio e superior, com salários que variam entre R$ 2.030,14 e R$ 4068,39, respectivamente. Clique aqui para fazer a sua inscrição.

Inscrições para concurso público da Alepi iniciam hoje (24). (Foto: Arquivo O Dia)

Na última sexta-feira (20), a Coordenadoria Permanente de Seleção (Copese) da Universidade Federal do Piauí (UFPI) divulgou mudanças no edital do concurso, após a contestação da União Nacional dos Taquígrafos (Unaqi) e do pedido de impugnação feita pelo público.

A Unaqui questionou a ausência de prova prática para o preenchimento das vagas. Já o publicou pediu a exclusão do tempo de serviço público como prova de título. As contestações foram acatadas e as mudanças foram publicas no edital.

A prova escrita objetiva do concurso está prevista para acontecer no dia 17 de janeiro do próximo ano e o resultado final deve ser divulgado até o dia 17 de março. Os aprovados devem ser empossado até julho de 2020. Confira aqui o edital. 

22 de setembro de 2019

UFPI divulga alterações no edital do concurso da Alepi

UFPI divulga alterações no edital do concurso da Alepi

Mudanças já foram publicadas no site da banca organizadora. Alterações foram feitas após contestação da Unaqi e pedido de impugnação.

A Copese (Coordenadoria Permanente de Seleção) publicou alterações no edital do concurso da Assembléia Legislativa do Piauí  (Alepi). 

As mudanças se deram após contestação da União Nacional dos Taquígrafos (Unaqi) e pedido de impugnação feita pelo público. O edital prevê o preenchimento de 41 vagas para cargos efetivos na Alepi. Confira as alterações feitas no edital clicando AQUI .

No anúncio de retificação, três pontos importantes foram alterados no edital, sendo um deles a inclusão de itens na seção que diz respeito a prova prática para o cargo de assessor técnico legislativo na área de taquigrafia.

A Unaqui questionou a ausência de prova prática para o preenchimento das vagas. E a mudança foi adicionada ao edital.  A impugnação de origem do público dizia respeito a inclusão do tempo de serviço público como prova de título. A Procuradoria da Assembleia foi consultada e acatou a contestação. 

“Assim a comissão se debruçou novamente e estudou as mudanças pertinentes que foram concluídas e a Copese já fez a divulgação”, explicou Edmar  Rodrigues, da Escola do Legislativo e membro da comissão organizadora.  As mudanças no edital já foram divulgadas pela UFPI.

20 de setembro de 2019

IFPI abre 3.990 vagas para alunos em cursos técnicos

IFPI abre 3.990 vagas para alunos em cursos técnicos

O Instituto Federal do Piauí (IFPI) divulgou nesta sexta-feira, 20, o edital do Exame Classificatório 2020-1.

Na nova edição, o teste, que seleciona alunos para cursos técnicos, conta com a oferta de 3.990 vagas distribuídas pelos municípios de Angical, Campo Maior, Cocal, Corrente, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Pedro II, Picos, Piripiri, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Teresina, Uruçuí e Valença.

Os cursos técnicos do IFPI são gratuitos e ofertados em três formas: integrada ao ensino médio, para quem já concluiu ou está concluindo o ensino fundamental em 2019; concomitante, para quem vai cursar, em 2020, o ensino médio em outra instituição; e subsequente, para quem tiver concluído o ensino médio até a data da matrícula.

As opções de cursos com vagas abertas incluem áreas como Análises Clínicas, Segurança do Trabalho, Alimentos, Administração, Agropecuária, Contabilidade, Desenvolvimento de Sistemas, Edificações, Eletrotécnica, Guia de Turismo, Informática, Meio Ambiente, Vestuário, entre outras. No Campus Teresina Central, são três novos cursos: Agrimensura, Agroindústria e Meio Ambiente.

Os interessados podem ser inscrever exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico https://selecao.ifpi.edu.br , de 27 de setembro a 28 de outubro (horário local). O pagamento da taxa de inscrição, no valor de 30 reais, pode ser feito até o dia 29 de outubro, apenas nas agências, caixas eletrônicos e correspondentes bancários do Banco do Brasil.

Nome social

O IFPI oferece a possibilidade dos candidatos transexuais, travestis e transgêneros pedirem o uso de nome social. Para fazer a solicitação, é necessário preencher o requerimento específico, disponível no Anexo III do edital, e dirigir-se, nos dias 20 e 23 de setembro, ao Campus ao qual pretende concorrer levando os seguintes documentos: carteira de identificação de nome social, cópias de RG e CPF do candidato, e, caso seja menor de idade, autorização expressa e cópias de RG e CPF dos pais ou responsáveis legais.

Isenção da taxa de inscrição

Os candidatos oriundos da rede pública podem solicitar isenção da taxa de inscrição no período de 20 a 23 de setembro. Para isso o candidato deve preencher o requerimento no endereço https://selecao.ifpi.edu.br , anexando a documentação necessária e selecionando o Campus ao qual pretende concorrer. As solicitações passarão por análise e o resultado será divulgado no dia 26 de setembro.

A aprovação no processo de isenção não corresponde à inscrição no Exame Classificatório. Os candidatos que tiverem sua solicitação deferida deverão realizar a inscrição do tipo ISENTO para o Campus e curso que desejam concorrer.

Prova

As provas do Exame Classificatório serão aplicadas no domingo, 24 de novembro, das 8h às 12h, horário local. Os centros de aplicação poderão ser consultados a partir do dia 18 de novembro. A prova contará com 60 questões, sendo 30 de Língua Portuguesa e 30 de Matemática. O resultado final será divulgado no dia 20 de dezembro.