• TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Força-tarefa da Operação Lava Jato ganha Prêmio Innovare

Procuradores concorreram na categoria 'Ministério Público' com novas técnicas de investigação; Instituto Innovare premia práticas que dão mais eficiência à Justiça.

06/12/2016 11:17h

A força-tarefa formada por procuradores da Operação Lava Jato, no Paraná, ganhou o Prêmio Innovare na categoria Ministério Público na edição deste ano. A premiação reconhece práticas eficientes que contribuem para a solução de problemas da Justiça no país.

Na categoria Ministério Público, se inscreveram 52 práticas em todo o país. A força-tarefa da Lava Jato chegou à final apontando novas técnicas de investigação, como análise informatizada de grande volume dados, uso da colaboração premiada, cooperação internacional.

Os integrantes da força-tarefa também destacaram o trabalho conjunto com diversos outros órgãos, como a Polícia Federal, Receita, Tribunal de Contas, Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Controladoria Geral da União (CGU) e Advocacia Geral da União (AGU).


Foto:José Cruz/ Agência Brasil

Innovare
Neste ano, o prêmio recebeu 482 práticas de todos os estados do país em seis categorias: Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia e Justiça e Cidadania. Nesta última puderam concorrer iniciativas de toda a sociedade, por parte de empresas, ONGs, associações, igrejas e profissionais de diversas categorias.

Todas as práticas foram visitadas por consultores do Instituto Innovare. Aquelas realizadas na categoria Justiça e Cidadania receberam pesquisadores do Instituto Datafolha. A escolha dos vencedores coube a especialistas do meio jurídico e acadêmico que compõem uma comissão julgadora. Para a final, foram selecionadas 12 práticas em favor da eficiência da Justiça.

Criado em 2004, o Prêmio Innovare é uma realização do Instituto Innovare, da Secretaria Nacional de Cidadania e Justiça do Ministério da Justiça, da Associação de Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), com o apoio do Grupo Globo.

Fonte: G1

Deixe seu comentário