• credshop
  • TV O Dia - fullbanner
  • ExpoTeresina
  • drogarias globo
  • Unifsa
  • Sinhá
  • HOFV
  • rr mi
  • onix
  • predial
  • Itacor 310518
  • Marcas Inesquecíveis 2018 26/03

Notícias Art/Gente

22 de junho de 2018

17 de junho de 2018

Músico piauiense participa de votação para abrir show da OneRepublic

Evento acontece em julho. Para votar, basta seguir instruções contidas na arte inserida no texto da matéria.

O músico e compositor piauiense Valter Allen, 21 anos, está participando de uma votação em que será escolhido o artista que abrirá um show da banda norte-americana OneRepublic.

O show acontece em julho, nos Estados Unidos, e para votar em Valter Allen basta acessar este link e seguir as instruções abaixo.

Valter Allen mudou-se para os Estados Unidos aos 15 anos, quando começou a estudar música. Mas seu interesse pela arte começou anos antes, no início da adolescência, quando ainda vivia em Teresina.

"Eu trabalho muito pra ter uma chance na música, e me dedico todo dia [...] Comecei com 11 anos, tocando guitarra, vendo meu tio tocar piano, e minha mãe sempre me pedindo pra tocar. Então, começou daí, de algo bem simples, que se tornou mais do que uma paixão, se tornou um modo de vida", afirma Valter Allen.

A banda OneRepublic surgiu na cidade de  Colorado Springs, em 2002. Desde então, o grupo de pop rock e rock alternativo lançou vários sucessos mundialmente famosos, como Apologize, Start Again, Secrets, dentre muitos outros.

Com o clipe da canção Counting Stars, a banda OneRepublic tornou-se a primeira banda a conseguir 1 bilhão de visualizações no YouTube.

15 de junho de 2018

Naldo Benny é condenado a quatro meses de prisão por agredir Moranguinho

Para a Justiça, o cantor cometeu crime de lesão corporal e ameaça.

O cantor Ronaldo Jorge da Silva, mais conhecido como Naldo Benny, 39, foi condenado a quatro meses de prisão por ter agredido e ameaçado a mulher, Ellen Pereira Cardoso, a Mulher Moranguinho, em dezembro de 2017.
Procurada, a assessoria do cantor não havia se manifestado até a publicado deste texto.
A juíza Ana Paula Melduque Migueis Laviola de Freitas, do 3º Juizado de Violência Doméstica de Jacarepaguá, no Rio, entendeu que o relato de Moranguinho estava "de acordo com a prova pericial e de acordo com a confissão do réu [Naldo Benny] que se mostrou arrependido".
Para a magistrada, Benny cometeu crime de lesão corporal e ameaça. "Destaca-se que restou também comprovada a existência e autoria do crime de ameaça, pois o réu, em desígnio específico, ameaçou a ofendida de morte que provocou profundo temor na ofendida", diz a decisão, julgada em 30 de maio deste ano.


Naldo Benny (Foto: Globo/Mauricio Fidalgo)

​Naldo Benny, não terá que cumprir a pena, pois foi condenado com direito a sursis -suspensão condicional da pena por dois anos. Esse benefício é concedido pelo juiz a pessoas condenadas a menos de dois anos de detenção e que não sejam reincidentes, de acordo com incisos do artigo 77 do Código Penal.
Com isso, o cantor deve comparecer mensalmente em juízo para informar e justificar suas atividades; não deixar o Rio de Janeiro por mais de 30 dias sem prévia autorização, além de "participar em grupo reflexivo para homens, nas situações de violência doméstica e familiar contra a mulher a ser fiscalizado pelo juízo da execução da pena". Em caso de descumprimento, Benny será obrigado a cumprir a pena.
Na noite desta quinta (14), Naldo Benny fez um show com Pablo Jorge, seu filho de 21 anos. Eles cantaram juntos faixas novas e antigas de Naldo.

14 de junho de 2018

Sem cachê, Gilberto Gil cancela show que abriria Casa do Brasil em Moscou

Montada perto da praça Vermelha, no coração de Moscou, a Casa do Brasil receberia uma série de shows de artistas brasileiros nas próximas semanas.

A novidade veio dar à praia. Ou melhor, às margens do rio Moscou. Não será desta vez que torcedores da Copa do Mundo verão Gilberto Gil  cantar bem pertinho do Kremlin. 


O cantor Gilberto Gil faria show na Rússia em espaço destinado à cultura brasileira (Foto: Divulgação)


O show do artista, que inauguraria a Casa do Brasil, um espaço reservado à cultura brasileira na capital russa, foi cancelado por atrasos nas transferências de verbas de produção e do cachê dos artistas, além da desistência de um importante patrocinador.

Organizadores de uma das apresentações em Moscou afirmam que a Riotur, agência pública de fomento ao turismo no Rio, desistiu de última hora da parceria com o projeto e que a burocracia do sistema bancário russo impediram outras remessas de dinheiro de chegar a tempo de pagar as contas do festival. 

Já na capital russa com sua banda, Gil deve ao menos ver os jogos do Brasil em Rostov e São Petersburgo antes de iniciar uma turnê pela Europa. Montada perto da praça Vermelha, no coração de Moscou, a Casa do Brasil receberia uma série de shows de artistas brasileiros nas próximas semanas, em paralelo às partidas da Copa do Mundo na Rússia. 

O show de Gil estava marcado para coincidir com a estreia do torneio nesta quinta (14), quando a seleção russa enfrenta a da Arábia Saudita no estádio Lujniki, mas foi adiado para o dia seguinte e então cancelado horas mais tarde.

Outras apresentações já anunciadas para o espaço, entre elas de artistas como Liniker, Hermeto Pascoal e Mart'nália, deverão acontecer na capital russa ainda, mas serão adiadas, de acordo com produtores da Casa do Brasil. 

Já está confirmada, no entanto, a apresentação do rapper Emicida, que deve subir ao palco em Moscou neste domingo, coincidindo com a estreia do Brasil na Copa russa.

13 de junho de 2018

Advogados de Anitta conseguem suspensão de bloqueio de R$ 2,8 milhões

Decisão judicial é parte de um processo movido pela ex-empresária da cantora, Kamilla Fialho

O desembargador Adolpho Andrade Mello, da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, suspendeu liminarmente (decisão provisória), nesta terça-feira (12), a decisão que determinava o bloqueio de R$ 2,8 milhões de Anitta como parte do processo movido por sua ex-empresária Kamilla Fialho. O pedido havia sido feito pelos advogados da cantora em mandado de segurança.
Resultado de imagem para anitta
O bloqueio havia sido determinado pela magistrada Flávia de Almeida Viveiros de Castro, da 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no dia 4 de junho. A quantia corresponde à diferença da multa contratual cobrada pela empresária da K2L e o que Anitta alega ser seu crédito. 

A suspensão da penhora, porém, terá de ser confirmada pela Câmara no julgamento do mérito do recurso. De acordo com o desembargador relator, numa primeira análise, a decisão de primeira instância teria ocorrido antes do julgamento de um dos dois incidentes de suspeição em que a defesa da cantora questiona a parcialidade da juíza da Flávia de Almeida Viveiros de Castro. O primeiro deles foi rejeitado pela 9ª Câmara Cível no dia 22 de maio. O segundo está em fase de instrução processual.

Caso se confirme o bloqueio, a quantia ficará em uma conta judicial até que sejam julgados os processos envolvendo as duas partes, que brigam na Justiça desde 2014. Fialho acusa Anita de não pagar a multa pelo rompimento de contrato e a cantora acusa a ex-empresária de desviar R$ 2,48 milhões, fato que ainda não foi comprovado.

Em julho de 2015, Anitta já tinha feito um depósito judicial de R$ 3 milhões, mas um segundo depósito deveria ter sido feito pela correção do valor, mas a cantora não o fez.

A defesa de Anitta chegou a mover uma ação de suspeição contra a juíza por não concordar com a decisão, mas os desembargadores responsáveis por julgar a ação entenderam que os atos julgados por Castro são válidos.

Anitta rompeu com a empresária em 2014 para assumir o comando de sua carreira. Na época, ela afirmou que adquiriu o conhecimento para gerenciar a carreira e sentiu a necessidade de trabalhar sozinha por não encontrar alguém em quem pudesse confiar de "olhos fechados". 

Segundo o advogado de Fialho, o valor da causa pode passar de R$ 30 milhões, incluindo a indenização e o ressarcimento pelos ganhos cessantes.

Thaynara OG credita sucesso a sua identidade regional

Ela foi do Snapchat para Facebook, Twitter, Instagram e Youtube - esse último com canal lançado no mês passado.

Foram seis meses até que Thaynara OG decidisse abrir sua conta do Snapchat para os não amigos. A partir daí não demorou muito para a maranhense de São Luís ser reconhecida nos corredores do cursinho que fazia para concorrer a uma disputada vaga na Defensoria Pública. "Batia aquela vergonha", recorda dois anos depois. 
De lá pra cá, Thay só se espalhou. Foi do Snapchat para Facebook, Twitter, Instagram e Youtube -esse último com canal lançado no mês passado. Agora ela prepara um novo programa: "Um reality", afirma escondendo os detalhes. O canal, porém, disse que deve se chamar "Chef ao Pé do Ouvido" e começará a ser gravado em julho. 

Com seu sotaque e bordões típicos, a jovem de 26 anos -que tem carinha de 15, como ela mesma diz- credita o sucesso a sua identidade regional e, mesmo com agendas e viagens constantes garante: Nem pensa em deixar São Luís. "Mudar me deixaria murchinha, triste e afetaria diretamente o meu trabalho", afirma. 
"Hoje as pessoas que estão estourando no Nordeste permanecem em sua cidade porque o que faz você ser diferente, autêntico, é sua identidade regional. É o lugar de onde veio, o sotaque que carrega, as expressões que usa, a sua rotina naquele lugar. A partir do momento que você se muda perde um pouco disso."
Thaynara dá vários exemplos para comprovar sua teoria: Carlinhos Maia, John Drops, Lucas Albert, Ney Lima. "Claro que aqui [São Paulo] tudo acontece, mas a gente tem que dar um jeito de adaptar. O que chama a atenção das pessoas é o conteúdo criado lá", conclui. 
O principal bordão usado por Thay em seus inúmeros posts é justamente uma palavra típica maranhense. Kiu entrou inclusive no nome do programa que ela já tem no canal da GNT no YouTube, Minha Vida é Kiu. "Uma espécie de vaia que eu usava com minhas irmãs e minhas primas", explica ela. 
Nesta quarta (13) ela participa também do programa Saia Justa, também na GNT, que acontecerá ao vivo do Rio de Janeiro. Thaynara se dizia ansiosa um dia antes em visita a São Paulo. 
Após dois anos de redes sociais, programas de TV e campanhas publicitárias, a jovem de São Luís afirma que se descobriu e que a carreira de direito, que seguia antes da fama, está no passado –apesar de ainda pagar a anuidade da OAB. "O que gosto de fazer é isso, essa parte da comunicação, de criar, ter ideias."
E ela garante ser responsável pelas ideias que leva às redes sociais. "É tudo imediato, espontâneo. O YouTube 'sim' precisa de uma dedicação maior, tenho ajuda de uma equipe, mas as Stories têm essa pegada de dia a dia, você pega o que acontece e deixa mais engraçado. Seguidores também dão muito gancho."
Apenas no Instagram, a agora youtuber acumula mais de 2,7 milhões de seguidores, sendo a maior parte mulheres, com idades entre 18 e 24. No YouTube, que é a última plataforma em que entrou, são mais de 420 mil subscritos. 
Além do novo programa, Thaynara também prepara a segunda edição do São João da Thay, que neste ano acontece em 28 de junho. O evento, que deve reunir entre Alcione, Preta Gil, Pabllo Vittar, entre muitos outros, vai arrecadar verba para ampliar as salas de aula da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de São Luís. 
"Minha ideia é, não só ajudar uma instituição maranhense, mas também enaltecer a cultura do meu estado. Muita gente não conhece nosso São João, que tem bumba meu boi, cacuriá, tambor de criou, nem os Lençóis Maranhenses, é uma oportunidade. Quero continuar fazendo o evento todo ano." 

Internado, Arlindo Cruz ganha beijo da mulher no Dia dos Namorados

Nos comentários, os fãs gostaram de ver novamente o sambista e deixaram claro que estão na torcida pela recuperação dele.

Internado desde março de 2017 após sofrer um AVC hemorrágico, o cantor Arlindo Cruz recebeu o carinho da mulher, Bárbara, em uma foto compartilhada em seu Instagram na terça-feira (12), Dia dos Namorados. "Eternos namorados", diz a legenda da imagem.
Arlindo Cruz recebendo beijo da mulher, Babi Cruz (Foto: Reprodução/Instagram)
Nos comentários, os fãs gostaram de ver novamente o sambista e deixaram claro que estão na torcida pela recuperação dele. "Deus salve o amor", falou um. "A melhor foto de Dia dos Namorados que eu vi hoje", enalteceu outra. "Volte logo para nos alegrar", pediu mais uma.
Agora, a família de Arlindo se prepara para receber o músico em casa. Em conversa por telefone com o UOL, Arlindinho Cruz, filho do sambista, contou mais detalhes sobre a liberação médica.
"Temos uma reunião com os médicos a cada 15 dias. Hoje minha mãe foi sozinha e me ligou chorando. Fiquei preocupado, aí veio a boa notícia. Ela me contou que ele vai voltar para casa", disse Arlindinho na tarde de terça. Ele afirmou que está esperançoso que o pai vá ver pelo menos a final da Copa do Mundo em casa. "Até o final do mês ele tá em casa".
Arlindo sofreu um AVC em março do ano passado e está internado desde então. Um ano e três meses depois, os médicos deram a boa notícia que o cantor deve ser liberado nas próximas semanas. A família agora se prepara para adaptar a casa para receber o músico, que está lúcido, mas ainda inspira cuidados e precisa recuperar a fala.

09 de junho de 2018

Primeira 'Bond girl' dos filmes '007', Eunice Gayson morre aos 90 anos

A informação foi divulgada na conta oficial da franquia no Twitter, em nota assinada pelos produtores Michael G. Wilson and Barbara Broccoli.

A atriz Eunice Gayson, que representou a primeira "Bond girl" da franquia "007", em "007 Contra o Satânico Dr. No", morreu nesta sexta (8) aos 90 anos.


Eunice Gayson interpretou Sylvia Trench, no primeiro filme do agente '007' (Foto: Reprodução/Twitter/James Bond)


A informação foi divulgada na conta oficial da franquia no Twitter, em nota assinada pelos produtores Michael G. Wilson and Barbara Broccoli - eles não informaram a causa da morte da atriz.

"Estamos mito triste de saber que Eunice Gayson, nossa primeira 'Bond girl', que interpretou Sylvia Trench em '007 Contra o Satânico Dr. No.' e 'Moscou Contra 007', morreu. Nossos sentimentos à família", escreveram os dois.

"Dr. No." foi a estreia no cinema da saga de filmes inspirados nos livros de Ian Fleming. Ela está na cena em que surge uma das frases mais famosas de James Bond.

Os dois estão em um cassino, quando ela sugere que o agente secreto aumente sua aposta. Ele responde: "Admiro sua coragem, senhorita..."

"Trench, Sylvia Trench. Admiro sua sorte, senhor...", ela responde, abrindo a deixa.

"Bond. James Bond."

Eunice Gayson e Sean Connery em '007 Contra o Satânico Dr. No', de 1962 (Foto: Divulgação)

Gayson contou, em uma entrevista de 2012 à BBC, que foi difícil filmar a cena, porque Sean Connery se enrolava com o diálogo.

"Ele tinha que dizer 'Bond, James Bond', mas saía com misturas como 'Sean Bond', 'James Connery'", contou ela.

Gayson nasceu em 1928 em Surrey, no interior da Inglaterra. Depois dos filmes de James Bond, ela chegou a aturar em séries de TV como "The Saint". Antes da série, ela tinha atuado em "A Vingança de Frankestein".

'Quero reinventar esses nossos ícones', diz Gaby Amarantos

Recentemente, a cantora foi criticada por questionar a postura de Silvio Santos como apresentador.

Fazer um clipe com uma mensagem direta, bem humorada e colorida. Essa foi a intenção de Gaby Amarantos, 39, ao lançar "Sou Mais Eu", seu novo hit, na última semana. Mas, para ela, o mote político-social é o que move sua carreira. 


A cantora Gaby Amarantos (Foto: Divulgação)


Recentemente, a cantora foi criticada por questionar a postura de Silvio Santos como apresentador. "Sério que vcs acham Silvio Santos ídolo? O cara fez a gente crescer vendo-o ridicularizar negros/mulheres/gays/plus e ganhar mídia com isso. Cês tão mal de ícone viu, ñ dá mais pra normalizar isso!" (sic), escreveu ela em seu Twitter. 

O comentário veio poucos dias após o lançamento do novo trabalho, em que Gaby faz uma ode à diversidade brasileira. Com elenco negro e indígena, a estética do clipe foi pensada em conjunto com o diretor, Marcelo Sebá e o figurinista Dudu Bertolini, que deram o tom "Afropop tropical" para o discurso descomplicado de amor próprio e feminismo.

"Eu queria falar disso de uma forma leve, que pudesse chegar cada vez mais nas pessoas da periferia, nas mulheres que podem estar sofrendo com baixa auto-estima, assédio, que são ribeirinhas, moram no interior do Pará, no Nordeste, na caatinga."

Participam do clipe a vencedora do BBB18, Gleici Damasceno, e Jonathan Azevedo, o Sabiá da novela "A Força do Querer". O convite para o ator surgiu quando Gaby viu uma entrevista em que ele contava um de seus sonhos: ser galã de novela. Ele divide o papel de galã com Nabila, um modelo imigrante de Guiné-Bissau. 

As referências, como o "ônibus da farofa", são reais e remontam a infância da cantora. "Era um piquenique organizado por um senhor chamado Nativo, filho de uma mãe de santo. Chegando lá, tinha um monte de mãe de santo com turbante colorido, junto com as gays, com os índios, tudo na periferia do Pará."

No final, Gaby aparece vestida como uma Carmen Miranda paraense. "Quero reinventar esses nossos ícones, tanto da música quanto da vida. Quero usar a minha música para trazer poder e representatividade para a população brasileira."

"Sou Mais Eu", diz ela, foi só o estopim do que está por vir. A intenção é lançar um álbum novo no próximo semestre, com o selo Gaby de diversidade. As turnês, por hora, ainda não estão no planejamento.

04 de junho de 2018

Cantor César Menotti se retrata após dizer que samba 'é coisa de bandido'

Em vídeo, ele disse que muitas pessoas o compreenderam mal por terem visto a declaração fora de contexto.

César Menotti, 36, se desculpou em suas redes sociais por uma declaração que fez no Altas Horas de sexta (2) e gerou revolta na internet. Ele falava sobre um show que fez com o irmão, Fabiano, em uma penitenciária, quando disse em tom de brincadeira que samba era 'coisa de bandido'.


O cantor César Menotti (Foto: Reprodução / Rede Globo)


"Sempre existem os agitadores que pedem que cante música que sabem que você não canta e insistentemente um agitador gritava: 'Canta um samba, canta um samba!' Eu falei 'desculpa, é que realmente a gente não sabe cantar nenhum samba' e o Fabiano, em uma grande gafe, comentou: 'E tem mais, samba é música de bandido'", narrou César. 

A declaração viralizou na rede e gerou protestos. A deputada Leci Brandão publicou um vídeo em seu Facebook criticando a declaração do cantor. "Samba não é música de bandido não. Bandido para mim é quem compra a mídia para a gente ter que ouvir um monte de música que não leva o país a ter nenhuma reflexão, nenhuma consciência", disse ela. 

"Bandidagem é quem consegue fazer com que a cultura seja direcionada para quem tem poder", completou Brandão.

Neste domingo (3), o cantor publicou um vídeo em seu Instagram se desculpando pela colocação, dizendo que muitas pessoas o compreenderam mal por terem visto a declaração fora de contexto. "O texto sem contexto vira pretexto", escreveu ele na legenda.

"Ontem contei um causo no programa e muitas pessoas por terem visto apenas um trecho, acabaram se ofendendo. Para quem se ofendeu, peço humildemente perdão mas não era essa minha intenção. (...) Uma piada não representa minha opinião sobre o samba, essa música que eu admiro e respeito profundamente", disse ele. 

03 de junho de 2018

"Não gostava de ser magra", diz Mayra Dias, Miss Brasil deste ano

A nova miss, que levanta a bandeira do empoderamento feminino, já teve suas contas nas redes sociais invadidas por um hacker.

Eleita a Miss Brasil de 2018, a jornalista Mayra Dias, de 26 anos, experimentou não só o doce sabor da vitória nos últimos dias desde sua coroação. Após ganhar o título máximo do concurso no país, no sábado (26), a representante do Amazonas viu aflorar o preconceito contra a região Norte do país e perdeu todas as fotos de suas redes sociais após a invasão de um hacker.


Mayra Dias, miss Brasil 2018 (Foto: Divulgação)


Em entrevista ao UOL, Mayra contou como ficou chateada por uma ofensa que recebeu no Twitter. "Ele [o internauta] disse algo assim, que a Miss Brasil tinha sido eleita no Estado onde tinham mais pessoas feias. Para mim, foi lamentável ainda existirem pessoas que pensam desta forma. Nosso Brasil tem uma diversidade muito grande e todos lugares têm as suas belezas. É triste, mas procuro não ligar para isso."

A nova miss, que levanta a bandeira do empoderamento feminino, ainda se viu alvo da invasão de um hacker a suas contas pessoais nas redes sociais. Seu Instagram e Facebook tiveram as senhas alteradas e ela perdeu todas as fotos - que mostravam, por exemplo, bastidores do concurso e as vitórias em cada uma das etapas.

"Ele invadiu na terça-feira (29) e fiquei bem triste... Tinha toda minha trajetória. Eram muitas fotos! Eu sempre procurei postar bastante, até porque as redes são uma forma de me aproximar dos nossos fãs. Eu poderia mostrar minha rotina [após a vitória no concurso], mas não pude porque tive minhas contas hackeadas", lamenta ela.

Com a ajuda de um amigo, Mayra recuperou suas contas e já começou a reabastecê-las. "São os prós e contras mesmo... O importante é que agora está tudo sob controle", avalia. Ela disse que ainda pretende registrar um boletim de ocorrência e, quem sabe, descobrir o criminoso.

"Quero saber quem é, até porque ele tentou entrar em contas de outras misses", diz.

"Não gostava de ser magra"

Natural de Nova Olinda do Norte, Mayra Dias se mudou ainda pequena com os pais e os três irmãos para Itaquatiara, no Amazonas. Filha de professora e vereador já aposentados, ela foi atrás de seus sonhos e se mudou para Manaus com o objetivo de fazer faculdade de jornalismo.

Ela terminou o curso e se especializou em assessoria de imprensa na pós-graduação, além do curo de rádio e TV que também concluiu. Foi ainda durante os estudos que surgiu a primeira oportunidade de disputar um concurso regional de miss.

"Um amigo fez a minha inscrição porque ele achava que eu tinha potencial. Eu, particularmente, não gostava muito pelos apelidos que eu já tinha recebido... Eu não gostava de ser magra. Apelidavam-me de vários nomes, como Olivia Palito. Mas hoje eu vejo que precisava desse corpo para participar dos concursos e aprendi a gostar desse mundo. Não ligo mais para críticas. Se for construtiva, absorvo o que é bom", garante ela, eu tem 1,75 de altura e 56 quilos.

Mayra não tem problema em dizer que passou por intervenções estéticas. Ela colocou 290 ml de silicone nos seios e fez rinoplastia. "Eu não fiz [as mudanças estéticas] pelo concurso. Eu fiz por mim e pela minha autoestima. Não sou contra cirurgias estéticas e o que fiz foi sem exagero".

Ela é a segunda amazonense a representar o Brasil no Miss Universo, quebrando um jejum de mais de 60 anos - a última vez foi quando Terezinha Morango ostentou o título, em 1957. Para ela, a vitória é uma superação pessoal. A miss lembra que já havia perdido o concurso regional em duas edições anteriores e explica: "Essa era minha última oportunidade, porque tenho 26 anos [o limite para participar do concurso]. Foi com certeza uma volta por cima e tenho um orgulho enorme".

02 de junho de 2018

Chamada de chata, Cleo Pires diz que fica triste com ofensas de mulheres

"É MACHISMO eu não poder expor meus seios da forma que eu quero em uma plataforma digital", escreveu.

Cleo Pires usou seu Instagram na tarde deste sábado (2) para um desabafo. A atriz e cantora viu um post de uma pessoa no Twitter comentando em tom de deboche uma frase dela sobre seus seios. "Alguém desliga a Cleo que já tá chata", escreveu a mulher, marcando o perfil oficial da artista e comentando a decisão de Cleo de exibir seus seios.

"Fico triste quando mulheres me ofendem só por eu ser uma também mulher lutando da minha forma pra me libertar de opressões culturais que viraram normas sociais e me impedem de viver pequenas liberdades proporcionadas a todos que não tenham nascido mulher. Me dói real", desabafou Cleo, que seguiu com um discurso de sororidade.

"Na minha cabeça era para estarmos juntas apoiando umas às outras independente da escolha de cada uma. Porque não podemos escolher formas diferentes de nos definir além do que foi imposto pela sociedade? Uma mulher de verdade é recatada ou não, é mãe ou não, é sofisticada ou não, é culta ou não."

Na semana passada, Cleo Pires publicou um vídeo em suas redes sociais em que exibia seu seios, e justificou: "É MACHISMO eu não poder expor meus seios da forma que eu quero em uma plataforma digital e ela apagar minha foto por isso, enquanto um homem pode posar sem camisa e ser tratado normalmente."

A atriz e cantora também já havia usado uma blusa que deixava os peitos de fora no Carnaval deste ano.


"Não sei como fiz para ficar casado tanto tempo", diz Thiago Lacerda

O ator de 40 anos falou sobre o casamento dele com a atriz Vanessa Lóes, de 46. Eles estão juntos há 17 anos.

Thiago Lacerda e mais cinco atores de "Orgulho e paixão, novela em que ele interpreta o engenheiro Darcy, são a capa da revista Canal Extra deste domingo, que traz o Especial Dia dos Namorados. Juntos, eles posaram para um ensaio falando sobre a química entre eles e o sucesso da novela. No meio do bate-papo, o ator de 40 anos falou sobre o casamento dele com a atriz Vanessa Lóes, de 46. Juntos há 17 anos, eles são pai de Gael, de 10 , Cora, de 8, e Pilar, de 4. 

Questionado sobre a receita para um casamento longo, ele é direto ao afirmar que “não faz ideia de como fez para ficar casado por tanto tempo”. "Só sei que perseverar é importante. É simples jogar a toalha, principalmente hoje em dia, quando não tem mais o rigor das tradições. No nosso caso, é um leão por dia. A gente tenta muito, faz questão de se perceber, para a relação se transformar a partir das dificuldades. Desistir é trivial demais", confessa ele, enquanto tomava chimarrão.

Com a proximidade do Dia dos Namorados, ele fala que é resistente a datas oficiais. "Acho muito chato. Prefiro fazer o Dia dos Namorados amanhã, por exemplo. Simbolicamente, a gente até faz algo. Mas o bom é surpreender — argumenta ele, par romântico de Nathalia Dill (Elisabeta) na trama das 18h".

Amigos de longa data e os únicos comprometidos do sexteto, Thiago e Nathalia repetem a parceria iniciada em “Alto astral” (2014). O ator, citado como referência para os demais, destaca que “a energia que move o mundo é feminina”, e conta que “a tal química” de um par romântico é construída com a convivência. Tanta sintonia fez #Darlisa ser o campeão em menções no Twitter, entre os personagens de “Orgulho e paixão”, com mais de 72 mil citações.

"Nathalia é uma parceira agradabilíssima, Maurício (Destri, o Camilo na trama) foi meu filho em “Cordel encantado”(2011)... Eu procuro sempre estar próximo da galera. A convivência imprime quando vai ao ar. Quando você tem entrega e intimidade, surge a torcida do público", contextualiza o ator, que acrescenta: — O que a gente faz é tentar traduzir romance para o audiovisual. Não existe essa obra sem as relações.

27 de maio de 2018

Veterana em concursos, nova Miss Brasil quer falar da Amazônia para o mundo

A última vez em que uma representante do Amazonas venceu a disputa foi em 1957, com Terezinha Morango, que foi vice-miss Universo daquele ano.

A vitória da amazonense Mayra Dias, 26, no Miss Brasil Be Emotion 2018 quebrou um jejum de 61 anos de seu Estado no concurso. 


Mayra Dias, Miss Brasil 2018, e Monalisa Alcântara, Miss Brasil 2017 (Foto: Divulgação)


"Me sinto muito feliz e orgulhosa. Pra mim, quebrar esse jejum é muito gratificante", disse a bela em conversa exclusiva com a Folha de S.Paulo após a final, realizada na noite deste sábado (26), no Rio de Janeiro.

A última vez em que uma representante do Amazonas venceu a disputa foi em 1957, com Terezinha Morango, que foi vice-miss Universo daquele ano - assim como Nathália Guimarães, em 2007. 

"Acho que meu diferencial foi o carisma. Eu estava ali fazendo o que eu mais gosto, que é desfilar e ser miss, que é representar a mulher brasileira. Me preparei durante anos e participei pela terceira vez [do Miss Amazonas]. Foquei nos meus estudos e na minha preparação psicológica e física para que tudo desse certo na noite de hoje", diz sobre a conquista.

Entre outros temas, como o empoderamento feminino -fortemente incentivado pela atual gestão do concurso-, Mayra quer durante seu reinado levantar a bandeira da preservação da floresta Amazônica. 

"Além de ser porta-voz de todas as mulheres e poder incentivá-las a não desistir de seus objetivos, quero muito falar da questão da preservação da floresta Amazônica para o mundo para, assim, garantir o futuro das próximas gerações", destaca.

Mayra desbancou outras 26 candidatas ao título nacional, que garante uma vaga à disputa da coroa de Miss Universo, hoje pertencente à sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters. A brasileira entra agora no rol das pouco mais de 20 candidatas confirmadas até o momento para a etapa internacional, ainda sem data e local anunciados. 

"Até agora, só consegui ver a Miss Venezuela, mas vou me preparar bastante para trazer essa coroa para o nosso país. Estou muito confiante", afirma.

VETERANA

Engana-se quem pensa que a morena simplesmente entrou na passarela e arrebatou os votos da banca de jurados do espetáculo. Natural do município de Itacoatiara, na região metropolitana de Manaus, a miss é veterana e passou por concursos no Brasil e no Exterior.

"Iniciei na versão universo, onde também queria encerrar minha carreira. E agora estarei indo para o Miss Universo! Vou me preparar para trazer essa coroa para o nosso país", comentou a miss sobre sua experiência nos certames.

Por aqui, Mayra já havia tentado ser Miss Amazonas Universo em 2011 e 2012 -título que conquistou esse ano- e representou seu Estado no Miss Mundo Brasil 2015, alcançando o Top 20. Em 2016, ela ficou em terceiro lugar no Reina Hispanoamericana, tradicional concurso latino, realizado na Bolívia.

FINAL

O Miss Brasil deste ano definitivamente surpreendeu. Além da vitória da amazonense Mayra Dias, 26, outros pontos chamaram atenção na noite da final. 

A ausência de potências estaduais do concurso no grupo de finalistas, formado por misses do norte e nordeste do país, além de Santa Catarina, foi um dos pontos altos. Figurinhas costumeiras, como as representantes do Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, ficaram de fora. 

A feliz e acertada aposta em escalar Maria Eugênia Suconic, a Mareu, como apresentadora ao lado do ator Cássio Reis, somou-se à notável melhora da produção do evento em relação aos anos anteriores. 

A escolha do Riocentro como local de realização trouxe ainda um palco espaçoso e plateia lotada, em grande parte por consultores da Polishop, o que também favoreceu o espetáculo. Hoje concurso é de responsabilidade da Band e da própria Polishop, que atribuiu a nomeação de Miss Brasil Be Emotion ao certame, em referência à linha de cosméticos da marca. 

Transmissão pela internet e atrações

A edição 2018 do Miss Brasil foi transmitida ao vivo pela Band e também pela internet, no portal da emissora e no canal do YouTube do Miss Brasil BeEmotion. Os shows para os principais desfiles ficaram por conta de Fernanda Abreu e do Dream Team do Passinho.

Além do direto de representar o país no Miss Universo, a vencedora ganhou uma coroa, uma joia e um cruzeiro. Após o anúncio, Amaury Jr. entrevistou a vencedora e os convidados, em um programa ao vivo feito durante o evento. 

A coroa de prata com brilhantes e esmeraldas foi idealizada pela designer de joias Gabriela Tannus.

Classificação do Miss Brasil 2018:

TOP 3

1º- Amazonas, Mayra Dias, 26 anos, jornalista.

2º- Bahia, Maria Isabel Santos, 19 anos, modelo.

3º- Ceará, Teresa Santos, 19 anos, modelo e estudante de Direito.

TOP 5

Santa Catarina, Débora Silva, 23 anos, modelo e designer de moda.

Alagoas, Isabella Burgui, 24 anos, modelo e empresária.

TOP 10

Piauí, Naiely Lima, 18 anos, modelo

Pernambuco, Eslovênia Marques, 21 anos, estudante de física.

Rio Grande do Norte, Monique Sandrelly Rêgo, 24 anos, modelo.

São Paulo, Paula Palhares, 18 anos, modelo e designer de Moda.Goiás, Giovanna Veríssimo, 23 anos, modelo e estudante de Direito.

TOP 15

Rio Grande do Sul, Leonora Weimer, 24 anos, administradora e modelo.

Paraíba, Ana Carla Medeiros, 21 anos, modelo, YouTuber e DJ.

Minas Gerais, Elís Miele, 19 anos, modelo, empresária e estudante de Pedagogia.

Distrito Federal, Bia Rodrigues, 21 anos, modelo e estudante de Medicina Veterinária.

Espírito Santo, Sabrina Stock, 20 anos, modelo e estudante de Engenharia Civil.

19 de maio de 2018

Pai de Meghan Markle assiste ao casamento real pela TV

Ele, que se recupera de uma cirurgia no coração na Califórnia, Estados Unidos, definiu o casório como 'emocionante e alegre'.

Pai de Meghan Markle, Thomas Markle não pôde assistir ao casamento da filha com o príncipe Harry, mas nem por isso deixou de ver a cerimônia que aconteceu neste sábado (19) em Windsor, na Inglaterra.
Ele, que se recupera de uma cirurgia no coração na Califórnia, Estados Unidos, definiu o casório como 'emocionante e alegre' em entrevista ao site TMZ, especializado em celebridades.

'Minha criança está linda e parece estar muito feliz', disse ele. 'Eu gostaria de ter estado lá e desejo a eles todo meu amor e felicidade', expressou Thomas.
Nesta semana, Meghan confirmou que seu pai não iria comparecer ao casamento pois precisou se submeter a uma cirurgia cardíaca. Em nota, a duquesa disse que ele precisa cuidar da própria saúde.
Ausência polêmica
Meghan Markle viu sua família se envolver em uma polêmica ao longo da semana que antecedeu seu casamento.
Aos 73 anos, o pai da duquesa teria recebido autorização dos médicos para viajar, mas decidiu cancelar sua participação na cerimônia. Posteriormente, Meghan afirmou que ele não poderia viajar a Inglaterra por conta da cirurgia.
Ao TMZ, Thomas afirmou que Meghan garantiu não ter ficado brava por ele ter contratado um paparazzo para forjar fotos dele como se estivesse se preparando para o casamento da filha. Seu objetivo era, com as imagens, melhorar sua imagem na imprensa mundial.

18 de maio de 2018

Selena Gomez anuncia ação beneficente envolvendo seriado '13 Reasons Why'

Doações serão feitas às organizações The Trevor Project, que trabalha na prevenção de suicídio entre jovens LGBT, e Crisis Text Line, um serviço de mensagens de texto que oferece apoio psicológico para pessoas em crise.

Selena Gomez, produtora executiva do seriado americano "13 Reasons Why", anunciou uma grande ação beneficente envolvendo o sucesso da Netflix. A cantora afirmou que parte do lucro das vendas da trilha sonora da segunda temporada da série será revertida a instituições de caridade.

Em seu Twitter, Selena contou que as doações serão feitas às organizações The Trevor Project, que trabalha na prevenção de suicídio entre jovens LGBT, e Crisis Text Line, um serviço de mensagens de texto que oferece apoio psicológico para pessoas em crise.

A primeira temporada de "13 Reasons Why" retratou o suicídio da adolescente Hannah (Katherine Langford), que passou por situações de bullying e rejeição no ambiente escolar. A segunda temporada estreia nesta sexta-feira (18) e a trilha sonora conta com canções do One Republic e Khalid, além de uma faixa exclusiva lançada por Selena.

Segunda temporada

Após uma primeira temporada de bastante repercussão, por causa do debate sobre suicídio adolescente, a série da Netflix "13 Reasons Why" volta à plataforma sob demanda nesta sexta (18) abordando outros temas delicados.

No enredo principal, a colegial Hannah (Katherine Langford) se mata após ser vítima de bullying e rejeição na escola (e por fim um estupro). Antes de morrer, grava uma série de fitas cassetes narrando sua história e nomeando aqueles que considera responsáveis por sua morte.

Nesta segunda temporada, é a vez de os acusados por Hannah contarem seus lados da história, por meio de flashbacks e novas evidências que começam a pipocar pelo colégio. Enquanto isso, a instituição tenta se defender de um processo movido pelos pais da garota morta.

13 de maio de 2018

Dia das Mães: famosas contam como a maternidade mudou suas vidas

Glamour perguntou para algumas celebridades o que mudou na vida delas com a chegada dos filhos. Olha só as respostas!

Só quem é mãe sabe como a vida muda depois da maternidade! As noites em claro dos primeiros meses, as descobertas, a responsabilidade de cuidar e formar alguém, as novas prioridades e todo amor do mundo aparecem com uma mistura de sensações. Para celebrar o Dia das Mães, perguntamos para algumas celebs o que mudou na vida delas com a chegada dos filhos. Olha só as respostas!

Monica Benini (Mãe de Otto, de 7 meses)

Monica Benini e Junior (Foto: Reprodução)

"A maternidade trouxe uma nova versão de mim, em todos os aspectos. Me fez transcender e repensar toda a minha vida, em todos os aspectos. Me fez elencar as prioridades, colocar cada coisa na sua prateleira de importância, sabe? Todo aquele ritual de preparar o ninho pra receber meu filho aconteceu também internamente. E quando ele finalmente veio ao mundo, descobri em mim uma força visceral que eu sequer imaginava que existisse. Me descobri guerreira, leoa. A empatia com as pessoas que me cercam, com minha própria mãe e com as mães que cruzam meu caminho também multiplicou, porque a maternidade escancara nossas forças, mas também nossas fraquezas. E ao me entender como um exemplo pro meu filho, despertou em mim uma vontade de me tornar a cada dia, um ser humano melhor. Sou mãe a 7 meses e já não consigo imaginar minha vida longe desse menino luz."

Laura Fernandez (Mãe de Sol, de 2 anos)

Laura Fernandez (Foto: Reprodução)

"As pessoas costumam falar que sua vida muda depois que você vira mãe, realmente muda, mas começa uma outra muito melhor, tão boa que eu particularmente não consigo lembrar da minha vida antes da Sol. Ela me trouxe e me dá todos os dias muita luz e garra. Sou grata por ela ter me dado uma chance de ter uma outra vida, e que vida."

Juliana Alves (Mãe de Yolanda, 7 meses)

Juliana Alves (Foto: Reprodução)

"Me tornei uma pessoa muito mais organizada e muito mais feliz. Todos os dias acordo com o sorriso da minha filha e faço questão de fazer o máximo de coisas possíveis com ela."

Joana Balaguer (Mãe de Martin, 3 anos, e Gaia, 3 meses)

Joana Balaguer  (Foto: Reprodução)

"Minha vida mudou completamente depois da maternidade. Antes era tudo eu. Agora, é tudo eles. Sou uma pessoa muito programada e depois que tive filhos isso ficou bem mais difícil porque cada dia é uma novidade."

Giovanna Ewbank (Mãe de Titi, 4 anos)

Giovanna Ewbank e Títi (Foto: Reprodução)

"Desde que minha filha chegou em minha vida, a minha referência de orgulho passou a ser ela. Quando eu vejo aquela criança cheia de amor no coração, eu sinto orgulho dela, de mim e do Bruno pela família linda que construímos."

Christine Fernandes (Mãe de Pedro, de 14 anos)

Christine Fernandes (Foto: Reprodução)

"A gente deixa de ser “pessoa física e vira jurídica” emocionalmente. Antes era só você, agora somos dois. Deixamos de ser indivíduo e somos grupo. A simbiose começa na gestação, o mesmo sangue corre nas veias, isso é muito simbólico e ao mesmo tempo transformador. Ao se ter um filho sua visão de mundo muda radicalmente. Sua postura e suas prioridades. Me sinto mais generosa comigo e com os outros. Me atenho ao que realmente importa e se nunca posso ter a certeza absoluta que sou uma boa mãe, continuo tentando. Infinitamente, com afinco e muito amor. E tem outra coisa, eu me identifiquei mais com meus pais. Minha relação com eles sofreu um upgrade e me tornei uma filha melhor."

Bianca Rinaldi (Mãe de Sofia e Beatriz, 8 anos)

Bianca Rinaldi e as filhas (Foto: Reprodução)

"A vida depois da maternidade é como água transformada em vinho. Eu me sinto mais madura, mais em paz e as prioridades são outras. Acredito que seja o ápice do altruísmo, pois abdicamos de muita coisa em prol dos nossos pequenos. Desde que minhas filhas nasceram, senti o peso nos ombros sobre a responsabilidade que eu tinha. Estamos falando da criação de um outro ser humano. No meu caso, que são gêmeas, tem ainda a questão da individualidade de cada uma e como eu posso ajudá-las nesse processo. É um mundaréu de informações todos os dias e que temos que administrar, sem deixar de lado nós mesmas, também. A maternidade abriu os meus horizontes sobre a vida, sobre amor e sobre conhecimento. Aprendo todos os dias, ensino todos os dias. Ao mesmo tempo que é um sentimento lindo, dá um frio na barriga."

11 de maio de 2018

Padre Fábio de Melo pede perdão por vídeo polêmico sobre macumba

"Com todo o respeito a quem faz a macumba: pode fazer e pode deixar na porta da minha casa que, se estiver fresco, a gente come", disse nas imagens.

O padre Fábio de Melo usou as redes sociais, nesta quinta-feira, para pedir desculpas após a viralização de um vídeo em que ele aparece dando declarações consideradas desrespeitosas para as religiões de matriz africana. Nas imagens, gravadas durante uma missa, o padre diz: "Com todo o respeito a quem faz a macumba: pode fazer e pode deixar na porta da minha casa que, se estiver fresco, a gente come". Muitas pessoas criticaram o vídeo, considerado um exemplo de intolerância religiosa.

"Sempre manifestei publicamente o meu respeito a todas as religiões. O candomblé fez parte da minha origem. Nunca quis ofender ou desmerecer quem quer que seja. Apenas expressei, durante uma celebração cristã, convicções cristãs. Peço perdão aos que se sentiram ofendidos", escreveu no Twitter o padre Fábio.

No vídeo, ele diz ainda que se as pessoas acreditam que uma "galinha preta na porta de casa, com um litro de cachaça e uma farofa de banana têm o poder de trazer destruição", elas não conhecem o "poder de Cristo ressuscitado". As imagens tiveram mais de 2,7 milhões de visualizações e milhares de comentários criticando a fala do padre.


Foto: Reprodução

O babalaô Ivanir dos Santos, representante de movimentos contra a intolerância religiosa, notificou extrajudicialmente o padre Fábio de Melo para que ele retire do ar o vídeo, conforme revelou a coluna da Marina, do GLOBO. Pelo Twitter, Fábio disse também que entrou em contato com Ivanir e que tolerância religiosa "não significa abrir mão do que cremos":

"Já fiz um contato com o babalorixá Ivanir dos Santos. Ele foi extremamente gentil comigo. Nosso desejo é esclarecer que tolerância religiosa não significa abrir mão do que cremos ou não cremos, mas conviver harmoniosamente, colaborando na construção de um mundo melhor."

Veja a íntegra da postagem:

"Sempre manifestei publicamente o meu respeito a todas as religiões. O candomblé fez parte da minha origem. Nunca quis ofender ou desmerecer quem quer que seja. Apenas expressei, durante uma celebração cristã, convicções cristãs. Peço perdão aos que se sentiram ofendidos.

Eu não sou proprietário da verdade. Eu estou em busca dela. Quero o esclarecimento espiritual que me coloque ao lado de todos. Diferentes e iguais a mim. Somos irmãos e não me sinto melhor que ninguém. Se fui infeliz na forma como expressei o meu não crer, perdoem-me.

Já fiz um contato com o babalorixá Ivanir dos Santos. Ele foi extremamente gentil comigo. Nosso desejo é esclarecer que tolerância religiosa não significa abrir mão do que cremos ou não cremos, mas conviver harmoniosamente, colaborando na construção de um mundo melhor.

O mundo já está dividido demais para que criemos outras divisões a partir de nós."





Enquete

Depois de perder por 3 a 0 para a Croácia, a Argentina é a última colocada do grupo D. Qual você acha que é o mais provável futuro dos 'hermanos' na Copa da Rússia?

ver resultado