• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Secretário anuncia obras para inclusão de portadores de deficiência

Secretário anuncia obras para inclusão de portadores de deficiência

11/06/2019 13:15h

 

O secretário estadual de Inclusão da Pessoa Portadora de Deficiência, Mauro Eduardo, anunciou hoje (11) durante uma sessão solene realizada na Assembleia Legislativa em homenagem ao transcurso do Dia Estadual da Pessoa com Deficiência proposta pelo deputado Franzé Silva (PT)  que estão em fase de conclusão as obras do Centro de Reabilitação de São João do Piauí e do Centro de Atenção Especializada de Parnaíba, com investimentos de R$ 8 milhões através de emendas da deputada Rejane Dias. Ele disse também que está sendo reformado o Centro de Atendimento Ana Cordeiro, em Teresina e deverá ser inaugurado em agosto próximo um centro de atendimento para deficientes visuais.

“Já realizamos através da secretaria e do Centro Especializado de Inclusão dos Deficientes mais de um milhão de atendimentos em 90 municípios e até o final do ano estaremos em todas as cidades do Estado. Temos a nossa sede própria cedida pelo deputado Franzé Silva quando era secretário de Administração. Gosto de repetir uma frase do governador Wellington Dias ao analisar a política estadual para o setor: se olharmos para trás muito já fizemos, mas se olharmos para a frente falta fazer muito mais”, disse o secretário.

O representante da OAB, Joaquim Santana Neto, disse que a comissão que ele representa foi criada em 2007 quando não existia a Ceid e nem a secretaria, mas já naquela época foram realizadas diversas parcerias que resultaram na resolução de diversos problemas. “Foi feito muito, mas falta muita coisa. Estamos sempre trabalhando pela inserção no mercado de trabalho e temos mostrado a carência da acessibilidade”, disse. Neste ponto, o deputado Franzé Silva informou que a Assembleia vai realizar concurso com o edital prevendo vagas para os portadores de deficiência.

A presidente do Conede, Helena Lima convidou a todos para a caminhada da acessibilidade que será realizada no próxio sábado, às 15 horas, saindo da Ponte Estaiada e para a sessão solene da Câmara Municipal de Teresina, nesta quinta, às 8 horas. “Precisamos mostrar que a nossa causa é cada vez mais bela e mais forte. Temos deficiência, mas elas serão resolvidas através da luta da sociedade civil”, assegurou.

A promotora do Ministério Público Estadual Marlúcia Evaristo Almeida afirmou que em dez anos na defesa dos deficientes já ofereceu dezenas de denúncias de descumprimento das leis que concedem direitos a essas pessoas e vai continuar fazendo a sua parte, mas esperando também que o Judiciário e o Executivo dêem respostas mais rápidas às demandas. Ela disse que há pessoas esperando há mais de um ano por uma cadeira de rodas. E processos que tramitam lentamente na Justiça.

“Eu garanto que as denúncias eu faço, como a de dois autistas que foram contidos à força nas escolas em que deveriam estudar. Não há professores capacitados para a educação inclusiva. Temos muitas leis e pouco cumprimento, mas antes era pior, pois não existia sequer um local onde as pessoas pudessem obter informações sobre seus direitos, não existiam banheiros adaptados, rampas e transporte sequer ineficiente. O Ministério Público só trabalha porque existem leis”, finalizou.

 


Durvalino Leal - Edição: Katya D'Angelles 


Fonte: Alepi Fonte: Alepi

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas