Robert Rios critica propaganda oficial do Governo

Robert Rios critica propaganda oficial do Governo

03/07/2017 14:15h

Compartilhar no

 

O deputado Robert Rios Magalhães (PDT) usou dos dois minutos para os pequenos avisos, nesta manhã de segunda-feira, dia 03, no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi), para falar sobre uma matéria que ele leu no site GP1, onde chamou sua atenção, o título da matéria, onde dizia que a secretária de Educação do Estado do Piauí, Rejane Dias, ‘dava  ordens de serviços para a construção do CEIR de Parnaíba’.
“Eu estranhei porque como é que a secretária de Educação dá ordem de serviços para a construção do CEIR se tem esfera própria. Ela não é prefeita de Parnaíba, não é governadora do Estado. Aí, eu esperei o desmentido, porque essa propaganda, mesmo que não seja verdadeira, ela tem um caráter eleitoreiro e é perigosa”, disse Robert Rios.
O parlamentar disse também que pode ser que a Justiça Eleitoral e o Ministério Público Eleitoral não goste desse tipo de propaganda e reforçou que a secretária de Educação não pode dar ordem de serviço, para construção de CEIR, mesmo que a emenda seja dela, como deputada federal. Lindalva Miranda     

O deputado Robert Rios Magalhães (PDT) usou dos dois minutos para os pequenos avisos, nesta manhã de segunda-feira, dia 3, no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (Alepi), para falar sobre uma matéria que ele leu no site GP1, onde chamou sua atenção, o título da matéria, onde dizia que a secretária de Educação do Estado do Piauí, Rejane Dias, ‘dava  ordens de serviços para a construção do CEIR de Parnaíba’.

 

“Eu estranhei porque como é que a secretária de Educação dá ordem de serviços para a construção do CEIR se tem esfera própria. Ela não é prefeita de Parnaíba, não é governadora do Estado. Aí, eu esperei o desmentido, porque essa propaganda, mesmo que não seja verdadeira, ela tem um caráter eleitoreiro e é perigosa”, disse Robert Rios.

 

 

 

O parlamentar disse também que pode ser que a Justiça Eleitoral e o Ministério Público Eleitoral não goste desse tipo de propaganda e reforçou que a secretária de Educação não pode dar ordem de serviço, para construção de CEIR, mesmo que a emenda seja dela, como deputada federal.

 

 

 

 

 

 

 





Lindalva Miranda - Edição: Katya D'Angelles 


Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas