• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Limma diz que o Luz para Todos está parado no interior

Limma diz que o Luz para Todos está parado no interior

02/07/2019 15:15h

O deputado Francisco Limma (PT), líder do Governo, apresentou um pedido de informações à Cepisa Equatorial sobre o Programa Luz para Todos que estaria paralisado em vários municípios, apesar das redes de distribuição de energia estarem prontas há vários meses. “Estive em São João do Arraial, minha cidade natal, e vi uma comunidade onde moram 40 famílias. A rede de energia está pronta há quase um ano e a Cepisa não faz as ligações. As pessoas esperam há anos pela energia e a Cepisa não liga, não sei se por problema técnico ou por outra razão”, afirmou.

 

Ele também pediu informações sobre o corte de energia nos finais de semana e véspera de feriados, quando existe uma lei estadual proibindo essas medidas. Ele disse que não defende quem não paga as suas contas, mas entende que as pessoas não podem ficar sem energia e defende que ocorra uma negociação para que as dívidas sejam sanadas.


Limma, em parceria com o deputado Henrique Pires (MDB) também apresentou um requerimento convidando a diretoria da Águas de Teresina para que apresente aos deputados o balanço dos dois anos de privatização da empresa, que vai completar dois anos no próximo dia 7. “Queremos saber das dificuldades e dos projetos que a Águas de Teresina tem para a comunidade de Teresina”, apresentou.


Limma também fez uma defesa da saúde pública oferecida pelo governo estadual e lamentou o fato da oposição criticar a inauguração de uma ala na Maternidade Dona Evangelina Rosa . Ele disse que é estranho ver um parlamentar reclamar da reforma e acha uma incoerência fazer oposição sem usar o bom senso. Segundo disse, todos os 35 hospitais do Estado estão funcionando, sendo que em alguns existem mais dificuldades e em outros o tratamento é satisfatório.


“Estive em Piripiri na noite de segunda-feira passada e vi que o hospital funciona bem. No setor de ortopedia tinha seis pacientes cirurgiados, todos bem atendidos. Criticar só por criticar deve ser por miopia política ou por miopia de gestão. Tem que contestar, mas sem rancor pois do contrário parece pirraça. O governador Wellington Dias vem fazendo uma mudança e descentralização da saúde, mas isso é devagar, pois não se pode fechar um hospital para fazer reforma. Tem que ser por etapa”, frisou.

 

Durvalino Leal - Edição: Caio Bruno 


Fonte: Alepi Fonte: Alepi

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas