Legislativo concede cidadania piauiense ao juiz carioca Luiz de Moura

Legislativo concede cidadania piauiense ao juiz carioca Luiz de Moura

30/04/2019 13:15h

Compartilhar no

 

Natural do Rio de Janeiro, o juiz Luis de Moura Correia foi agraciado na sessão especial desta terça-feira(30) com o titulo de cidadão piauiense, numa proposição do deputado Zé Santana(MDB).
Bastante concorrida que chegou a lotar o plenário, a sessão foi presidida pelo deputado Themístocles Filho(MDB), que chamou para compor a mesa o presidente do Tribunal de Justiça, Sebastião Ribeiro Martins; o comandante da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho; o juiz Tiago Brandão, presidente da Associação dos Magistrados do Brasil; o TC Costa Lima, corregedor da PM; o vereador Joaquim do Arroz, representando a Câmara Municipal; o vereador e secretário município, Venâncio Cardoso, representando o prefeito Firmino Filho, além de representantes dos Ministério Públicos estadual e federal, dentre outros.
O deputado Zé Santana foi o primeiro a saudar o homenageado, em nome do Poder Legislativo, alegando que, com a homenagem ao juiz  Luiz de Moura, “a Assembleia piauiense está homenageando a todos que fazem o poder judiciário”.
Segundo o deputado, o juiz é “um exemplo de ética, honra e de cidadania nas suas decisões como magistrado e tem um longo tempo de serviços prestados à sociedade piauiense desdew quando começou a trabahar em Caracol e 1996.
A atuação do juiz Luis de Moura, segundo ainda Zé Santana, tem repercussão internacional, destacando sua atuação no Prêmio Inovare, um programa que define crimes cibernéticos.
Já o homenageado começou lembrando a amizade antiga com o presidente Themítocles Filho, desde os tempos em que estudava direito na Universidade Federal do Piauí.
Classificou o deputado Zé Santana como um político diferenciado, ao conduzir o mandato voltado para as causas sociais.
O juiz disse se orgulhar de ter ajudado a instalar um dos maiores programas anti-drogas do país, juntamente com os deputados Zé Santana(MDB), Flora Isabel(PT), Franzé(PT) e Henrique Pires, dentre outros.
Repórter: Edmundo Moreira

Natural do Rio de Janeiro, o juiz Luiz de Moura Correia foi agraciado na sessão especial desta terça-feira(30) com o título de cidadão piauiense, numa proposição do deputado Zé Santana (MDB). Bastante concorrida, a sessão foi presidida pelo deputado Themístocles Filho (MDB), que chamou para compor a mesa o presidente do Tribunal de Justiça, Sebastião Ribeiro Martins; o comandante da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho; o juiz Tiago Brandão, presidente da Associação dos Magistrados do Brasil; o tenenete-coronel Costa Lima, corregedor da PM-PI; o vereador Joaquim do Arroz, representando a Câmara Municipal; o vereador e secretário do município, Venâncio Cardoso, representando o prefeito Firmino Filho, além de representantes dos Ministério Públicos estadual e federal.

O deputado Zé Santana foi o primeiro a saudar o homenageado, em nome do Poder Legislativo, ressaltando que, com a homenagem ao juiz  Luiz de Moura, “a Assembleia Legislativa piauiense homenageia a todos que fazem o poder Judiciário”. Segundo o deputado, o juiz é “um exemplo de ética, honra e de cidadania nas suas decisões como magistrado e tem um longo tempo de serviços prestados à sociedade piauiense desdew quando começou a trabalhar em Caracol e 1996.

A atuação do juiz Luiz de Moura, segundo ainda Zé Santana, tem repercussão internacional, destacando sua atuação no Prêmio Inovare, um programa que define crimes cibernéticos. Já o homenageado começou lembrando a amizade antiga com o presidente Themítocles Filho, desde os tempos em que estudava direito na Universidade Federal do Piauí. Classificou o deputado Zé Santana como um político diferenciado, ao conduzir o mandato voltado para as causas sociais. O juiz disse se orgulhar de ter ajudado a instalar um dos maiores programas anti-drogas do país, juntamente com os deputados Zé Santana (MDB), Flora Izabel (PT), Franzé Silva (PT) e Henrique Pires (MDB).


Edmundo Moreira - Edição: Katya D'Angelles


Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas