Julio Arcoverde fala sobre retorno ao parlamento estadual

Julio Arcoverde fala sobre retorno ao parlamento estadual

20/05/2019 14:15h

Compartilhar no

De volta a Assembleia Legislativa do Estado do Piauí, nesta manhã de segunda-feira (20), o deputado Júlio Arcoverde (Progressistas), falou sobre sua experiência à frente da Secretaria Municipal  de Esportes e Lazer (Semel) e agradeceu a receptividade que teve dos funcionários e colegas da Casa.

Ele agradeceu ao prefeito Firmino Filho, pela experiência na pasta da Semel, dos projetos ali encaminhados e pela oportunidade de conhecer como  funciona a máquina administrativa da Prefeitura de Teresina e a administração municipal.

“Foi um engrandecimento em minha carreira, o de ter um contato com essa gestão vitoriosa da Prefeitura de Teresina, com esses técnicos conceituados e conviver com o prefeito Firmino Filho que é um grande administrador”, concluiu.   

O presidente da Casa, Themístocles Filho (MDB), solicitou ao deputado Júlio Arcoverde que encaminhe à Presidência da Alepi, um documento informando da sua volta ao Poder Legislativo.

Visita - O deputado Francisco Limma (PT) usou o tempo de dois minutos, para comunicar que esteve em visita às obras de construção da nova maternidade, juntamente com vários outros parlamentares. O deputado enfatizou que as obras estão em ritmo acelerado e que segundo os engenheiros da construtora, o cronograma, para entrega da obra, no final do próximo ano será cumprido. 

Segundo ele, o volume de recursos da obra é em torno de 84 milhões, onde mis de 50 milhões já estão em conta e já em condições de viabilizações da obra.

Francisco Limma também comunicou que esteve, na sexta-feira Passada, no município de Pedro II, onde acompanhou várias lideranças, principalmente da área rural e, participou do Encontro Estadual de Sementes do Semiárido, organizado pelas entidades que compõem o Fórum Piauiense de Convivência com o Semiárido. “Lá, tive a oportunidade de apresentar o projeto de lei que tramita nesta Casa e que cuida da política de  incentivo aos bancos comunitários de sementes e mudas tradicionais do Piauí”, relatou.

Solução - O deputado João Mádison (MDB) parabenizou o deputado Júlio Arcoverde por seu retorno à Alepi e pediu ao Governo do Estado, para que busque uma solução para a amiga Belê Medeiros, para que ela possa ser efetivada. O parlamentar também falou sobre a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e comentou que pelo fato de o deputado Júlio ter voltado à Casa, como membro titular, que o deputado Wilson Brandão (Progressistas) solicite sua renúncia da presidência da CCJ.

“Que amanhã, depois da reunião da Comissão de Constituição e Justiça, que seria ainda comandada pelo deputado Henrique Pires (MDB), que vem fazendo um trabalho brilhante, que a gente possa, na Presidência da Casa, eleger o novo presidente da CCJ. Nós queremos que haja a continuidade de deputado do Progressistas na presidência e nesse caso, nós iríamos homologar o nome do deputado Júlio Arcoverde”, finalizou

Educação - O deputado B.Sá (Progressistas) também deu boas vindas ao deputado Júlio Arcoverde e informou sobre a educação do município de Oeiras, que segundo ele, tem se destacado nacionalmente, com resultados bastante positivos. O parlamentar disse ainda que o deputado Fernando Gabeira, âncora de um programa da Globo News, está naquele município, para ver in-loco, como se faz a educação  naquele local e que ele está muito feliz por isso.

Indignação - A ação de cinco policiais militares na abordagem ao neto da senhora Edite Maria da Silva, mãe do prefeito de Neném de Edite, no município de Jaicós, causou a indignação do deputado Georgiano Neto (PSD). O parlamentar falou  durante o tempo de dois minutos sobre o ocorrido, que causou a morte da senhora Edite Maria, pelo fato de os policiais terem sido truculentos com o neto da senhora, que correu para a casa da avó, por volta das 23h30 horas da madrugada de quinta-para sexta-feira, passada, e a senhora passou mal e veio a óbito, por volta das 2h da madrugada, depois de um infarto fulminante.

“Não estamos dizendo que o falecimento de dona Edite foi ocasionado por parte desta operação da polícia, mas essa maneira despreparada e truculenta nos preocupa. Gostaríamos de pedira Polícia Militar que tome as providências, o mais rápido possível, e que sejam medidas enérgicas e a altura desta triste fatalidade, que aconteceu no município de Jaicós”, lamentou.

 

Lindalva Miranda - Edição: Caio Bruno 



Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas