Henrique Pires quer DER fiscalizando soltura de animais nas rodovias

Henrique Pires quer DER fiscalizando soltura de animais nas rodovias

03/04/2019 08:15h

Compartilhar no

 

Henrique Pires quer DER fiscalizando soltura de animais nas rodovias
O deputado Henrique Pires (MDB) foi à tribuna na manhã desta terça-feira (2) para defender a retirada dos animais nas rodovias estaduais do Piauí. A Polícia Rodoviária Federal aumentou a fiscalização nas estradas devido ao grande número de acidentes que vem ocorrendo por conta da presença dos animais.
Dados da PRF mostram que entre 2017 e 2018 houve um aumento de 200% no número de animais apreendidos nas rodovias e somente nos três primeiros meses deste ano já foram registradas cinco mortes envolvendo acidentes com animais. Em 2019 a PRF já recolheu 197 animais, mas em muitos casos o dono do animal apreendido volta a soltar o animal nas estradas.
Segundo o deputado os criadores agem com irresponsabilidade ao soltar os animais na estrada e disse que irá apresentar um requerimento na Assembleia Legislativa para solicitar ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí) para que haja mais rigor na fiscalização e a retirada de jumentos, cavalos, bois no leito das rodovias. 
Municípios castigados por alagamentos devem se inscrever para receber alimentos
O deputado também informou que esteve ontem (1) nas cidades de Parnaíba e Luís Correia, onde foi acompanhado pelo vereador Zé Maria para verificar in loco a situação das duas cidades e das famílias prejudicadas pelo alagamento causado pelas fortes chuvas que caem na região do litoral piauiense.
Segundo o parlamentar a boa notícia é que serão encaminhadas 10 toneladas de alimentos para os desabrigados de Parnaíba e destacou a importância dos municípios se inscreverem nos programas assistenciais de aquisição de alimentos junto a Defesa Civil.
Defesa do consumidor -  Outro assunto levado á tribuna pelo deputado foi a questão da qualidade no atendimento dos bancos públicos aos seus clientes. “Estou falando aqui como cidadão, como consumidor que sou, vou ficar nestes dois bancos porque não conheço os outros bancos, os bancos privados, não tenho contas neles, mas as reclamações são recorrentes iguais”, afirmou o deputado.
Segundo o parlamente é inadmissível que um banco público tenha R$ 2,7 bilhões de lucro e preste um serviço tão ruim à população. Entre outros problemas citados pelo deputado estão a falta de Segurança, a falta de envelopes, a falta de energia e deixe os correntistas no escuro e a falta de cédulas nas máquinas.
Pires lembrou que é presidente da Comissão de Defesa do Direito do Consumidor e do Meio Ambiente e vai atuar com os deputados membros da comissão para que haja uma melhora no serviço prestado ao consumidor piauiense.
Deputado condena ação de Guedes contra o João Henrique e o Sistema S
O movimento que pretende a destituição do ex-ministro e emedebista João Henrique Sousa da presidência nacional do Sebrae foi tema de discurso do deputado estadual Henrique Pires (MDB) na manhã desta terça-feira (2) na Assembleia Legislativa. “É um dos quadros mais experientes que o MDB nacional tem e do Piauí também, que é o ex-ministro João Henrique, que está sendo destituído e eu sinceramente não entendo qual é a visão de setores do Sistema S que mudam de comando apenas para fazer uma destituição. Ele foi eleito ano passado com 14 votos contra um e agora é destituído com onze votos porque fizeram mudança”, defendeu Henrique Pires.
A mudança segundo ele ocorreu porque o ministro da Economia, Paulo Guedes, insiste em perseguir o Sistema S. O deputado alertou que o ministro deve ter cuidado porque muitos que se acharam poderosos em Brasília foram esvaziados.
“Cuidado que quando a gulodice é grande ela engole o homem”, alertou o deputado, lembrando que pela primeira vez na história um homem do Piauí e do Nordeste é eleito presidente nacional do Sebrae. “Junta-se o preconceito, com a vontade do ministro de perseguir o Sistema S”, afirmou o parlamentar. 

 

 

O deputado Henrique Pires (MDB) foi à tribuna na manhã de ontem, terça-feira (2) para defender a retirada dos animais nas rodovias estaduais do Piauí. A Polícia Rodoviária Federal aumentou a fiscalização nas estradas devido ao grande número de acidentes que vem ocorrendo por conta da presença dos animais.
Dados da PRF mostram que entre 2017 e 2018 houve um aumento de 200% no número de animais apreendidos nas rodovias e somente nos três primeiros meses deste ano já foram registradas cinco mortes envolvendo acidentes com animais. Em 2019 a PRF já recolheu 197 animais, mas em muitos casos o dono do animal apreendido volta a soltar o animal nas estradas.Segundo o deputado os criadores agem com irresponsabilidade ao soltar os animais na estrada e disse que irá apresentar um requerimento na Assembleia Legislativa para solicitar ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí) para que haja mais rigor na fiscalização e a retirada de jumentos, cavalos, bois no leito das rodovias. 

Municípios castigados por alagamentos devem se inscrever para receber alimentos

O deputado também informou que segunda-feira (1) nas cidades de Parnaíba e Luís Correia, onde foi acompanhado pelo vereador Zé Maria para verificar in loco a situação das duas cidades e das famílias prejudicadas pelo alagamento causado pelas fortes chuvas que caem na região do litoral piauiense.
Segundo o parlamentar a boa notícia é que serão encaminhadas 10 toneladas de alimentos para os desabrigados de Parnaíba e destacou a importância dos municípios se inscreverem nos programas assistenciais de aquisição de alimentos junto a Defesa Civil.

Defesa do consumidor -  Outro assunto levado á tribuna pelo deputado foi a questão da qualidade no atendimento dos bancos públicos aos seus clientes. “Estou falando aqui como cidadão, como consumidor que sou, vou ficar nestes dois bancos porque não conheço os outros bancos, os bancos privados, não tenho contas neles, mas as reclamações são recorrentes iguais”, afirmou o deputado.Segundo o parlamente é inadmissível que um banco público tenha R$ 2,7 bilhões de lucro e preste um serviço tão ruim à população.
Entre outros problemas citados pelo deputado estão a falta de Segurança, a falta de envelopes, a falta de energia e deixe os correntistas no escuro e a falta de cédulas nas máquinas.Pires lembrou que é presidente da Comissão de Defesa do Direito do Consumidor e do Meio Ambiente e vai atuar com os deputados membros da comissão para que haja uma melhora no serviço prestado ao consumidor piauiense.


Deputado condena ação de Guedes contra o João Henrique e o Sistema S

O movimento que pretende a destituição do ex-ministro e emedebista João Henrique Sousa da presidência nacional do Sebrae foi tema de discurso do deputado estadual Henrique Pires (MDB) na manhã desta terça-feira (2) na Assembleia Legislativa. “É um dos quadros mais experientes que o MDB nacional tem e do Piauí também, que é o ex-ministro João Henrique, que está sendo destituído e eu sinceramente não entendo qual é a visão de setores do Sistema S que mudam de comando apenas para fazer uma destituição. Ele foi eleito ano passado com 14 votos contra um e agora é destituído com onze votos porque fizeram mudança”, defendeu Henrique Pires.
A mudança segundo ele ocorreu porque o ministro da Economia, Paulo Guedes, insiste em perseguir o Sistema S. O deputado alertou que o ministro deve ter cuidado porque muitos que se acharam poderosos em Brasília foram esvaziados.“Cuidado que quando a gulodice é grande ela engole o homem”, alertou o deputado, lembrando que pela primeira vez na história um homem do Piauí e do Nordeste é eleito presidente nacional do Sebrae. “Junta-se o preconceito, com a vontade do ministro de perseguir o Sistema S”, afirmou o parlamentar. 

Ascom Parlamentar - Edição: Caio Bruno 

 


Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas