Franzé pede investigação sobre grupo de extermínio

Franzé pede investigação sobre grupo de extermínio

21/03/2019 14:15h

Compartilhar no


O deputado Franzé Silva (PT) apresentou requerimento a ser encaminhado ao Ministério Público Estadual solicitando apuração da possível existência de um grupo de extermínio em Piripiri, conforme denunciado pela imprensa. Ele pediu que seja criada uma força tarefa para investigar o caso, pois somente no ano passado teriam sido registrados vinte homicídios até hoje não esclarecidos.


Para ele, o Piauí já viveu a nódoa do crime organizado, que felizmente foi exterminado, e essa informação da existência de grupo de extermínio merece ser investigada. “Tivemos aqui o coronel Correia Lima, que foi preso, além de outras pessoas. Agora não podemos repetir isso”, afirmou.


O deputado Coronel Carlos Augusto (PR) disse que ouviu atentamente a fala do seu colega Franzé Silva, mas afirmou que este ano ocorreu em Piripiri apenas um homicídio de um homem conhecido como Nilton e que já foi preso várias vezes devido a porte ilegal de armas e roubo de animais.


“O Piauí lida com a violência do próprio Estado e com aquelas vindas de outros estados. E em respeito às polícias militar e civil quero dizer que não existe grupo de extermínio no Piauí, mas o caminho certo é pedir que tudo seja apurado para que não restem dúvidas", disse.


Franzé Silva também apresentou requerimentos pedindo calçamento em Sebastião Barros, a roçagem e a operação tapa buracos na PI 383 e a construção de uma unidade de saúde na localidade Santa Rita, em Monsenhor Gil.


Durvalino Leal - Edição: Caio Bruno 


Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas