Francisco Limma participou das solenidades pelo 1º de maio em municípios

Francisco Limma participou das solenidades pelo 1º de maio em municípios

02/05/2019 13:15h - Atualizado em 02/05/2019 18:56h

Compartilhar no

 

A vasta programação alusiva ao Dia do Trabalhador neste dia primeiro de maio, em vários unicípios do estado do Piauí e também em todo o Brasil foi ressaltada na fala do deputado Francisco Limma (PT) durante o tempo de dois minutos, nesta quinta-feira, dia 02.
“Ontem, eu estive em quatro municípios piauiense, inicialmente no Morro do Chapéu, onde apresentei algumas questões relacionadas a Reforma da Previdência, onde tinha uma quantidade considerada de trabalhadores rurais, organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais”, ressaltou Francisco Limma.
Outros municípios visitados pelo deputado foram: Esperantina, onde ele participou, além das atividades relativas ao primeiro de maio, também da posse da nova diretoria do sindicato de trabalhadores rurais; em Batalha, co a presença de cerca de três mil pessoas, onde o tema foi o da Reforma da Previdência.
O deputado Carlos Augusto (PR) reforçou a fala do deputado Gustavo Neiva (PSB) em relação a ação de criminosos, no município de Capo Maior.  “A Polícia Militar é cobrada e responsabilizada, diretamente, principalmente quando acontecem estouros a bancos”.
Ele lembrou que os bancos são empresas privadas e que lucram bilhões por ano, e que a Assembleia Legislativa do Estado do Piauí (ALepi), inclusive, já aprovou u projeto de lei da deputado Flora Izabel (PT), em relação a segurança dos próprios bancos, co equipamentos de segurança. E ressaltou que a Polícia Militar é responsável pela segurança pública de modo geral.
“No Piauí não existe estouro de bancos, em que não venhamos a prender os bandidos. Infelizmente o maior trabalho que podemos fazer é o de prevenção. Mas o trabalho de prevenção dos bancos, tem que ser dos bancos”, enfatizou o parlamentar.
“Nós policiais militares temos que agir mesmo é depois, porque temos só as nossas vidas e muitas vezes, eles vêm melhor armados do que a polícia, infelizmente”, comentou o deputado, acrescentando que o helicóptero da Polícia Militar do Piauí encontra-se e Fortaleza, para revisão, e que já existe projeto de lei na Casa, para conseguir recursos, para aparelhar melhor as polícias do Piauí. Lindalva Miranda 

A vasta programação alusiva ao Dia do Trabalhador no 1º de maio, em vários municípios do Piauí e no Brasil foi registrada pelo deputado Francisco Limma (PT) durante o tempo de dois minutos na sessão desta quinta-feira (2).

“Ontem, eu estive em quatro municípios piauiense, inicialmente no Morro do Chapéu, onde apresentei algumas questões relacionadas a Reforma da Previdência, onde tinha uma quantidade considerada de trabalhadores rurais, organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais”, citou Francisco Limma.

O deputado também foi a Esperantina, onde ele participou de atividades relativas ao 1º de maio e também da posse da nova diretoria do Sindicato de Trabalhadores Rurais. Em Batalha, com a presença de cerca de 3 mil pessoas, o denate foi sobre a Reforma da Previdência.


O deputado Carlos Augusto (PR) reforçou a fala do deputado Gustavo Neiva (PSB) em relação a ação de criminosos no município de Capo Maior.  “A Polícia Militar é cobrada e responsabilizada, diretamente, principalmente quando acontecem estouros a bancos”.

Carlos Augusto lembrou que os bancos são empresas privadas e lucram bilhões por ano, e que a Assembleia Legislativa do Piauí (ALepi), inclusive, já aprovou projeto de lei da deputado Flora Izabel (PT), em relação a segurança dos próprios bancos, com a instalação de equipamentos de segurança. O deputado ressaltou que a Polícia Militar é responsável pela segurança pública de modo geral.

“No Piauí não existe estouro de bancos, em que não se consegue prender os bandidos. Infelizmente o maior trabalho que podemos fazer é o de prevenção. Mas o trabalho de prevenção dos bancos, tem que ser dos bancos”, enfatizou. “Nós policiais militares temos que agir mesmo é depois, porque temos só as nossas vidas e muitas vezes, eles vêm melhor armados do que a polícia, infelizmente”, comentou.

 

O deputado acrescentou que o helicóptero da Polícia Militar do Piauí foi deslocado para Fortaleza, para revisão, e que já existe projeto de lei na Casa, para conseguir recursos para aparelhar melhor as polícias do Piauí.

Lindalva Miranda Edição: Katya D'Angelles 


Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas