Deputados reclamam a regularização da entrega de medicamentos excepcionais

Deputados reclamam a regularização da entrega de medicamentos excepcionais

30/04/2019 13:15h

Compartilhar no

 

Os deputados Gustavo Neiva (PSB), líder da Oposição, e Evaldo Gomes (Solidariedade) pediram hoje (30), no espaço destinado aos pequenos avisos, ao secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, que regularize o atendimento aos pacientes na farmácia de distribuição de medicamentos excepcionais do Estado.
Gustavo Neiva disse que mais de 200 mil pessoas estão sendo prejudicadas com a falta de insulina e de outros medicamentos na farmácia do Estado. Ele afirmou que, enquanto o Governo trata da distribuição de cargos aos seus aliados, muitas pessoas estão sofrendo porque não recebem os medicamentos necessários à melhoria de sua condição de saúde.
O líder oposicionista cobrou uma posição do Ministério Público Estadual no sentido de exigir do Governo a regularização no fornecimento dos remédios e assinalou que, além dos diabéticos, os portadores de doenças renais, também, sofrem com o problema. Gustavo Neiva afirmou que o Governo deve priorizar a saúde, educação e a segurança, frisando que na madrugada de hoje bandidos assaltaram agências bancárias em Campo Maior.
Por sua vez, o deputado Evaldo Gomes disse que a falta de medicamentos é um caso sério e pediu que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), “abra diálogo com o secretário Florentino Neto para que esta questão seja resolvida”.
Por J. Barros
 

Os deputados Gustavo Neiva (PSB), líder da Oposição, e Evaldo Gomes (Solidariedade) pediram hoje (30), nos pequenos avisos, ao secretário de Estado de Saúde, Florentino Neto, que regularize o atendimento aos pacientes na farmácia de distribuição de medicamentos excepcionais do Estado, como os portadores de diabetes.

Gustavo Neiva disse que mais de 200 mil pessoas estão sendo prejudicadas com a falta de insulina e de outros medicamentos na farmácia do Estado. Ele afirmou que, enquanto o Governo trata da distribuição de cargos aos seus aliados, muitas pessoas estão sofrendo porque não recebem os medicamentos necessários à melhoria de sua condição de saúde.

O líder oposicionista cobrou uma posição do Ministério Público Estadual no sentido de exigir do Governo a regularização no fornecimento dos remédios e assinalou que, além dos diabéticos, os portadores de doenças renais, também, sofrem com o problema. Gustavo Neiva afirmou que o Governo deve priorizar a saúde, educação e a segurança, frisando que na madrugada de hoje bandidos assaltaram agências bancárias em Campo Maior.

O deputado Evaldo Gomes disse que a falta de medicamentos é um caso sério e pediu que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), “abra diálogo com o secretário Florentino Neto para que esta questão seja resolvida”.

J. Barros - Edição: Katya D'Angelles


Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas