• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Deputado reclama da incoerência do governador sobre a Previdência

Deputado reclama da incoerência do governador sobre a Previdência

13/06/2019 14:15h

 

O deputado Gustavo Neiva (PSB) cobrou do governador Wellington Dias
coerência sobre a reforma da previdência, pois ele é contra quando
está aqui e a favor quando vai a Brasília. Ele citou o senador Ciro
Nogueira como um crítico também desse mesmo comportamento por parte de
parlamentares. Para Gustavo Neiva, o próprio PT tem dois
comportamentos a respeito do assunto, pois o presidente, Assis
Carvalho, declarou-se contra a reforma.
Gustavo Neiva falou também sobre problemas na área da educação,
citando documento da Associação dos Docentes, que denuncia a
existência de 384 disciplinas sem professores, apesar de ter havido um
acordo com o governador. Ele apontou também irregularidades no ensino
básico, onde falta reajuste salarial, transporte escolar e merenda, o
que fez com que muitos colégios não iniciassem o ano letivo. Já os
municípios, cumprem o que determina a lei – concluiu o deputado.
Repórter: Raimundo Cazé.

O deputado Gustavo Neiva (PSB) cobrou coerência do governador Wellington Dias sobre a reforma da Previdência, pois ele é contra quandoestá aqui e a favor quando vai a Brasília. Ele citou o senador CiroNogueira como um crítico também desse mesmo comportamento por parte deparlamentares. Para Gustavo Neiva, o próprio PT tem doiscomportamentos a respeito do assunto, pois o presidente, AssisCarvalho, declarou-se contra a reforma.

Gustavo Neiva falou também sobre problemas na área da educação,citando documento da Associação dos Docentes, que denuncia aexistência de 384 disciplinas sem professores, apesar de ter havido umacordo com o governador. Ele apontou também irregularidades no ensinobásico, onde falta reajuste salarial, transporte escolar e merenda, oque fez com que muitos colégios não iniciassem o ano letivo. Já osmunicípios, cumprem o que determina a lei – concluiu o deputado.

Raimundo Cazé - Edição: Caio Bruno 


Fonte: Alepi Fonte: Alepi

Deixe seu comentário