• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia

Deputado elogia desempenho de colégio militar no ENEM

Deputado elogia desempenho de colégio militar no ENEM

19/06/2019 14:15h

O desempenho do Colégio Militar na avaliação do ENEM deste ano, dentro das escolas públicas do Piauí, foi o tema do início da fala do deputado Coronel Carlos Augusto (PR). Segundo ele, o estado obteve a terceira melhor avaliação e esse é um resultado do compromisso de professores daquele colégio, da Secretaria Estadual de Educação e, sobretudo, dos encaminhamentos feitos pela direção de Oficiais e Praças da Polícia Militar do Piauí.

Outro ponto da fala do parlamentar foi a reprovação do decreto do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre a posse de arma para a população.

“Se combate o crime é com políticas públicas que previnam a criminalidade, é com educação de tempo integral e não cortando verbas para a educação. E ontem foi reprovado por 49 votos contra 27 votos, no Senado Federal e acredito que a Câmara vai por esse mesmo caminho”, disse o deputado Carlos Augusto.

O deputado disse ainda que a população brasileira já se posicionou contra ao porte e a posse de armas e que sua posição não é ideológica e sim de alguém que tema  convicção de que para combater o crime, primeiro tem que a convicção de que desarmar os bandidos e não, armar o cidadão de bem.

“Nós temos é que fazer encaminhamentos que compete ao poder público, para cumprir o que está na Constituição. A segurança pública é dever do Estado”, finalizou.

O deputado Henrique Pires (MDB) comungou da fala do deputado Carlos Augusto, em relação ao porte e ou posse de armas e ressaltou que se junta ao parlamentar, na derrubada do projeto que quer armar a população.

Henrique Pires deu um voto de louvor para o senador Marcelo Castro, que votou contra o armamento da população, no Senado. “Essa questão de armar a população só leva a mais violência. Tenho certeza que na Câmara, pode juntar a bancada ruralista, do PSL e o que for, de bancada, que a Câmara manterá a derrubada dessa proposição, que só leva à mais violência”, disse.

De acordo com o parlamentar, tanto o senado quanto a câmara irão derrubar também o veto que o presidente Bolsonaro impôs sobre as bagagens grátis, de 23 quilos. De acordo com o deputado Henrique Pires, já existe um movimento forte no Senado e na Câmara.

“Além de sancionar cem por cento de empresas aéreas, tinha que ter uma reserva de mercado, para as empresas brasileiras  ou de capital majoritariamente, brasileiro, abriu cem por cento e ainda vetou a primeira bagagem grátis, de 23 quilos. Tenho certeza de que o veto será derrubado na Câmara”, concluiu.  

Lindalva Miranda - Edição: Caio Bruno 


Fonte: Alepi Fonte: Alepi

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas