Colegiado de presidentes discutirá incorporação do Banco do Nordeste

Colegiado de presidentes discutirá incorporação do Banco do Nordeste

10/04/2019 14:15h

Compartilhar no

 

Colegiado de presidentes discutirá no Senado incorporação do Banco do Nordeste ao BNDES
Os presidentes das assembleias legislativas dos nove estados do Nordeste terão uma reunião com o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, na próxima terça-feira, dia 16, às 15 horas, para discutir a retirada do processo de incorporação do Banco do Nordeste (BNB) ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES). O assunto ainda não chegou ao Congresso Nacional, mas vem sendo discutido nos ministérios da área econômica.
Em pauta também estará o pedido de retirada da extinção da aposentadoria dos trabalhadores rurais da reforma da previdência, que está em tramitação na Câmara dos Deputados, e cuja admissibilidade já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça daquela Casa.
“Se acabarem a previdência rural o Piauí perderá 30% de todas as suas receitas. Isso não pode ser aprovado sob pena de termos a nossa economia reduzida a níveis muito prejudiciais”, disse o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB).
O presidente afirmou que a reunião foi marcada a pedido do colegiado e presidentes dos legislativos do Nordeste, mas as bancadas dos estados da região Norte – que estão sob ameaça de verem incorporado o Banco da Amazônia ao BNDES – também devem se incorporar a essa luta. 
Durvalino Leal - Edição: Katya D'Angelles 

 

Os presidentes das assembleias legislativas dos nove estados do Nordeste terão uma reunião com o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, na próxima terça-feira, dia 16, às 15 horas, para discutir a retirada do processo de incorporação do Banco do Nordeste (BNB) ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES).
O assunto ainda não chegou ao Congresso Nacional, mas vem sendo discutido nos ministérios da área econômica.Em pauta também estará o pedido de retirada da extinção da aposentadoria dos trabalhadores rurais da reforma da previdência, que está em tramitação na Câmara dos Deputados, e cuja admissibilidade já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça daquela Casa.
“Se acabarem a previdência rural o Piauí perderá 30% de todas as suas receitas. Isso não pode ser aprovado sob pena de termos a nossa economia reduzida a níveis muito prejudiciais”, disse o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB).
O presidente afirmou que a reunião foi marcada a pedido do colegiado e presidentes dos legislativos do Nordeste, mas as bancadas dos estados da região Norte – que estão sob ameaça de verem incorporado o Banco da Amazônia ao BNDES – também devem se incorporar a essa luta. 

Durvalino Leal - Edição: Katya D'Angelles 

 


Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas