• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

CCJ aprova título de cidadania para Presidente do Congresso Nacional e outros

CCJ aprova título de cidadania para Presidente do Congresso Nacional e outros

04/06/2019 12:15h

 

CCJ aprova título de cidadania para Presidente do Congresso Nacional e outros
Sob a presidência do deputado Júlio Arcoverde (Progressistas), a Comissão e Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Estado se reuniu na manhã de hoje, 04, e aprovou uma série de matéria. Entre elas, o título de cidadania ao Presidente do Senado e do Congresso Nacional, Davi Samuel Alcolumbre Tobelem.
Autor do Projeto de Decreto Legislativo, o deputado Henrique Pires (MDB) agradeceu a todos os colegas deputados que votaram a favor da matéria e destacou a atuação de Alcolumbre. “Já temos visto em suas ações que o Presidente do Senado tem abraçado o Piauí e ajudado o nosso Estado”, disse Henrique Pires. A matéria foi relatada pelo deputado Gessivaldo Isaías (PRB) com parecer lido pelo deputado João Madson (MDB).
Também foi aprovado na CCJ o Título de Cidadania ao Padre Roberto Agostini. O autor da matéria, deputado Francisco Limma (PT) destacou o importante trabalhado do religioso enquanto esteve a frente da Paróquia São João Evangelista, no bairro Parque Piauí, em Teresina. “O padre Roberto Agostini está completando 50 anos de sacerdócio e será homenageado na Paróquia do Parque Piauí na próxima semana. Ele realizou um importante trabalho com jovens na nossa capital”, destacou Limma.
De autoria da deputada Teresa Britto (PV), foram aprovados na Comissão dois projetos. O primeiro que dispõe sobre o direito ao parto humanizado nos hospitais públicos conveniados ao Estado e o segundo, que institui a semana Estadual de combate a Mortalidade materna.
Da deputada Flora Izabel (PT) também foram aprovados dois Projetos. O primeiro, que reconhece a utilidade pública da Associação Beneficente Otília Batista, em Teresina; e o segundo que autoriza o Governo do Estado a criar áreas especiais de interesse turístico com incentivo do Estado.
O Projeto de Lei de autoria do presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (MDB) que reconhece a utilidade pública do Conselho Estadual de Detetives Profissionais do Estado do Piauí também foi aprovado, com parecer favorável do deputado Henrique Pires.
Participaram da reunião os deputados Júlio Arcoverde, João Madson, Henrique Pires, Teresa Britto, Francisco Limma e Cícero Magalhães (PT).

 

Sob a presidência do deputado Júlio Arcoverde (Progressistas), a Comissão e Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Estado se reuniu na manhã de hoje, 04, e aprovou uma série de matéria. Entre elas, o título de cidadania ao Presidente do Senado e do Congresso Nacional, Davi Samuel Alcolumbre Tobelem.Autor do Projeto de Decreto Legislativo, o deputado Henrique Pires (MDB) agradeceu a todos os colegas deputados que votaram a favor da matéria e destacou a atuação de Alcolumbre.


“Já temos visto em suas ações que o Presidente do Senado tem abraçado o Piauí e ajudado o nosso Estado”, disse Henrique Pires. A matéria foi relatada pelo deputado Gessivaldo Isaías (PRB) com parecer lido pelo deputado João Madson (MDB).Também foi aprovado na CCJ o Título de Cidadania ao Padre Roberto Agostini. O autor da matéria, deputado Francisco Limma (PT) destacou o importante trabalhado do religioso enquanto esteve a frente da Paróquia São João Evangelista, no bairro Parque Piauí, em Teresina. 
“O padre Roberto Agostini está completando 50 anos de sacerdócio e será homenageado na Paróquia do Parque Piauí na próxima semana. Ele realizou um importante trabalho com jovens na nossa capital”, destacou Limma.

 

De autoria da deputada Teresa Britto (PV), foram aprovados na Comissão dois projetos. O primeiro que dispõe sobre o direito ao parto humanizado nos hospitais públicos conveniados ao Estado e o segundo, que institui a semana Estadual de combate a Mortalidade materna.Da deputada Flora Izabel (PT) também foram aprovados dois Projetos. O primeiro, que reconhece a utilidade pública da Associação Beneficente Otília Batista, em Teresina; e o segundo que autoriza o Governo do Estado a criar áreas especiais de interesse turístico com incentivo do Estado.O Projeto de Lei de autoria do presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (MDB) que reconhece a utilidade pública do Conselho Estadual de Detetives Profissionais do Estado do Piauí também foi aprovado, com parecer favorável do deputado Henrique Pires.Participaram da reunião os deputados Júlio Arcoverde, João Madson, Henrique Pires, Teresa Britto, Francisco Limma e Cícero Magalhães (PT).

 

Laryssa Saldanha - Edição: Katya D'Angelles

 


Fonte: Alepi Fonte: Alepi

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas