Autorizados R$ 190 milhões para recuperação da BR-135

Autorizados R$ 190 milhões para recuperação da BR-135

03/07/2017 14:15h

Compartilhar no

O vice-presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Nunes (PSDB), e os deputados estaduais Fernando Monteiro (PRTB) e Gustavo Neiva (PSB), acompanharam a audiência desta quinta-feira (29), do governador Wellington Dias com o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, em Brasília, da qual também participaram representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). No encontro, ficou assegurada a liberação de R$ 190 milhões para obras na BR-135 e ainda foi tratada a delegação para o Estado do Piauí da BR-407, no trecho entre Pimenteiras e São Miguel do Tapuio.

A audiência “histórica”, segundo Wellington Dias, reuniu também integrantes da bancada federal do Piauí. “Foi acertado aqui o compromisso da liberação de recursos para 190 km da BR-135 já em obras e, é claro, a partir daí um compromisso de prosseguir. Do outro lado, também a inclusão dessa obra em um convênio, aproveitando contrato já existente de R$ 40 milhões, porque também o DNIT acatou uma proposta da DNIT local e da Polícia Rodoviária Federal, de tratar como prioridade os pontos críticos, ali onde acontecem os acidentes, onde o acostamento já foi embora onde já começa a chegar na própria BR e também trabalhar essa parte da sinalização”, adiantou o governador.

Presentes, deputados estaduais e federais, senadores e prefeitos da região cortada pela rodovia BR-135. Também foi discutido, durante a audiência, a delegação para o Estado do Piauí, da rodovia BR-407, do trecho Pimenteiras São Miguel do Tapuio.


Além dos representantes da Assembleia Legislativa, também participaram da reunião, a senadora Regina Sousa (PT), deputado Assis Carvalho (PT), Marcelo Castro (PMDB), Silas Freire(PR), Paes Landim (PTB) e o presidente da APPM, Gil Carlos Modesto, que é prefeito de São João do Piauí.

Texto: Paulo Pincel
Foto: Assessoria parlamentar
Edição: Katya D'Angelles


Fonte: Alepi
Compartilhar no
Fonte: Alepi

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas