• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
Picos

Prefeitura implanta “motolância” no Serviço de Atendimento Móvel

Prefeitura de Picos implanta “motolância” no Serviço de Atendimento Móvel

24/06/2016 09:21h

Com o intuito de melhorar o atendimento já prestado com excelência pelo Samu, a Prefeitura de Picos, através da Secretaria Municipal da Saúde implantou nessa quarta – feira, 22/06, uma nova modalidade de atendimento de urgência e emergência no Serviço de Atendimento Móvel, a motolância é uma motocicleta equipada com desfilibrador, equipamentos de traumatologia e remédios utilizados em primeiros socorros. A motocicleta é uma saída para o trânsito de Picos, chegando mais rápido aos locais mais difíceis para que o atendimento médico seja realizado.

Um serviço que, na avaliação da coordenadora do SAMU, Rosa Dantas, é imprescindível em locais onde a ambulância tem maior dificuldade de acesso. Segundo a enfermeira. a motolância é pilotada por profissionais capacitados em urgência e emergência, com habilidade em primeiros socorros. O objetivo é possibilitar maior agilidade e rapidez, garantindo melhor atenção ao paciente que esteja necessitando do apoio e dos serviços do SAMU.

Curso de condução técnica de motolâncias

Curso de condução técnica de motolâncias

“Seis socorristas do SAMJU participaram do curso de condução técnica de motolâncias, através do SEST SENAT, esses profissionais estão capacitados para  conduzir a motocicleta que integra a nova frota do Samu. A qualificação é obrigatória para condutores de veículos de emergência e caracteriza uma das exigências do Ministério da Saúde”, disse.

02

O profissional de enfermagem carrega na motolância os equipamentos e materiais necessários para o atendimento inicial, como oxigênio, suporte para manutenção das vias áreas, material de imobilização e medicamentos de emergência. Segundo o secretário municipal de saúde, José Venâncio – Dudé, o tempo médio ganho com o atendimento feito pela motocicleta pode ser de três a cinco minutos.

“Esse tempo garante que um cidadão em situação de paradas cardiovasculares, acidentes de trânsito ou vítimas de trauma sejam socorridos a tempo, estabilizando a vítima até a chegada da ambulância”, relatou.

13509825_1081065961987904_1805207876_o

Fonte: Ascom

Deixe seu comentário

Tags: picos, movel,