• Patrimônio 30/04
  • banner marcas
  • Marcas Inesquecíveis 2018 26/03

Notícias Picos

14 de maio de 2018

Mutuários recebem visitas domiciliares e ofícios de liberação de hipotecas

Mutuários de Picos recebem visitas domiciliares e ofícios de liberação de hipotecas

Equipes técnicas da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi), de Teresina e do escritório regional da empresa em Picos, continuam realizando atendimento especial para os mutuários do município, que residem nos conjuntos habitacionais São João (Iapep), Petrônio Portela, Aerolância, Pedrinhas e Waldemar de Moura Santos (Pantanal). Diversos mutuários já foram atendidos durante esta segunda ação itinerante do Programa Minha Casa Legal na cidade em 2018 para orientar e ajudar os picoenses que moram nos imóveis, construídos pela Companhia de Habitação do Piauí (Cohab) e do Instituto de Assistência e Previdência do Estado do Piauí (Iapep).

O atendimento especial seguirá até as 17h, desta sexta (11), no Escritório Regional da Emgerpi em Picos, situada no Conjunto Petrônio Portela, bairro Ribeirinha. Visitas domiciliares estão sendo feitas durante a ação itinerante do Programa Minha Casa Legal, que a Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) está realizando, nos dias 10 e 11 de maio, no município de Picos. Aqueles mutuários que estão aptos para receber os ofícios de liberação de hipotecas dos seus imóveis estão recebendo a visita da equipe de serviço social da Diretoria de Processos Imobiliários (DPI), que é coordenada pela assistente social, Josenice Pires.

O objetivo das visitas domiciliares é repassar aos mutuários da extinta Companhia de Habitação do Piauí (Cohab) e do Instituto de Assistência e Previdência do Estado do Piauí (Iapep), às informações preliminares de como eles devem proceder para adquirir os ofícios, que são os documentos que possibilitam que o mutuário adquira a escritura definitiva da sua unidade habitacional.

Muitos 20 mutuários de Picos receberam ofícios de liberação de hipotecas. Entre eles, o senhor Antônio Alves Filho, que comprou seu imóvel recentemente. “Comprei minha casa agora no conjunto Pedrinhas, mas como ela já era quitada achei melhor vir regularizá-la para poder receber este documento. Estou muito feliz de ter recebido o meu ofício de hipoteca antes do prazo que a Emgerpi me deu no último atendimento. Estou satisfeito com  atendimento deste programa”, disse o professor.

“Há seis anos que quitei minha dívida e agora um conjunto foi regularizado, mas estava faltando documento para poder fazer o inventário, pois esta casa que mora era de uma pessoa que já faleceu, mas estou com a declaração púbica que os filhos do antigo morador me passou. Estou aqui porque quero agora registrar meu nome no documento da casa”, falou o vendedor, José Francisco da Silva, que mora no conjunto Waldemar de Moura Santos há 17 anos.

Para a mutuária, Augusta Maria de Sousa, de 76 anos, poder receber a liberação de hipoteca da casa foi muito bom. "Há mais de 25 anos moro no conjunto Pantanal e a gente precisa provar que é dona da casa”, falou a aposentada.

A gerente do Escritório Regional da Emgerpi de Picos, Irene Ferreira, explica que o atendimento para todos esses mutuários continuarão sendo feitos no escritório regional, inclusive para aqueles mutuários que moram em imóveis construídos pelo Programa de Financiamento da Construção, Aquisição ou Melhoria de Habitação de Interesse Social (Ficam).

27 de abril de 2018

Agentes de Picos e Oeiras participam de curso de armamento e tiro

Agentes de Picos e Oeiras participam de curso de armamento e tiro

Agentes penitenciários que trabalham nas unidades de Picos e Oeiras participam de curso básico de armamento e tiro nos dias 26, 27 e 28 de abril. A capacitação de horas-aula é pré-requisito para a aquisição das 500 pistolas que estão sendo concedidas aos agentes pela Secretaria de Justiça. 

Desde o final do ano passado, os cursos já contemplaram cerca de 300 agentes penitenciários das unidade de Teresina, Parnaíba, Esperantina e São Raimundo Nonato. Ministradas por profissionais habilitados, registrados por instituições credenciadas, as capacitações contam com instrutores da polícias Civil e Militar e agentes penitenciários especializados na área. 

Instrutor da Acadepen do Piauí e professor convidado a ministrar treinamentos em outros estados, o agente penitenciário Delfran Rodrigues faz a capacitação dos profissionais que passam por etapas de avaliação para portar o armamento. “O curso habilita o agente a portar arma de fogo. Primeiro o agente passa por um exame psicotécnico e depois o curso técnico de tiro, que avalia se ele tem capacidade ou não de usar a arma de fogo que está sendo adquirida pela Secretaria de Justiça”, assegurou. 

Na primeira etapa de cursos realizados em unidades do norte do Estado, foram investidos cerca de R$ 85 mil. Na segunda etapa, além do curso previsto para Picos, duas capacitações ainda deverão ser feitas este ano nos municípios de Bom Jesus e Floriano. 

“Contamos também com recursos do Estado para logística e deslocamento e já estamos com R$ 100 mil oriundos do Funpen para concluirmos o trabalho em todo o interior do Piauí, onde houver penitenciárias e estandes de tiro reconhecidas pelo setor competente no município”, explicou o diretor da Academia Penitenciária do Piauí (Acadepen).

28 de março de 2018

Governador entrega regularização fundiária e inaugura Espaço da Cidadania

Governador entrega regularização fundiária e inaugura novo Espaço da Cidadania de Picos

O governador Wellington Dias e o diretor-presidente da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi), Ricardo Pontes, entregaram, nessa terça-feira (27), na cidade de Picos, a regularização fundiária do Conjunto Habitacional Waldemar de Moura Santos (Pantanal), que tem 293 imóveis, cujas áreas foram averbadas pela Emgerpi, por meio do Programa Minha Casa Legal.

O programa, criado em 2015 pelo governo estadual, tem como objetivo fazer a regularização fundiária urbana e financeira dos conjuntos habitacionais edificados pela extinta Cohab-PI, do Instituto de Assistência e Previdência do Estado do Piauí (Iapep) e do Banco do Estado do Piauí (BEP).

Para Wellington Dias, é uma satisfação participar da entrega dos títulos. "Nós estamos trabalhando para regularizar terras urbanas e rurais do Estado. Há cerca de 15 dias atrás, nós entregamos títulos de propriedades para oito mil e duzentas famílias. Nós já regularizamos 2 milhões e 400 mil hectares só na área na área rural, além de diversas propriedades na área urbana. Então, essas pessoas que adquiriram a casa ainda no tempo da Cohab, algumas estavam com dificuldades de quitação, nós fizemos o programa dando desconto que chegou até a 90% para que pudessem regularizar a situação das propriedades. Aqui, hoje, são 105 pessoas recebendo um documento do Governo do Estado e poderão agora ir ao cartório ter a regularização total do imóvel em seu nome. Eu fico muito feliz e comemoro aqui com todos hoje", disse o governador.

Mais de 70 ofícios de liberação de hipotecas foram entregues para os mutuários do conjunto Waldemar de Moura Santos (Pantanal). Após o registro e averbação da área do conjunto, todos os mutuários que já quitaram os imóveis ou que já receberam os ofícios de hipotecas, poderão solicitar no Cartório do 2º Ofício de Registro de Imóveis de Picos, as escrituras das unidades habitacionais.

O presidente da Empresa de Gestão e Recursos do Estado do Piauí, Ricardo Pontes, falou sobre a entrega dos títulos. "Hoje, com muita alegria, estamos fazendo a regularização do conjunto Valdemar Santos, aqui em Picos. São 293 propriedades e famílias que estão sendo beneficiadas agora com essa regularização que é importantíssima para essas pessoas. Esse conjunto foi inaugurado em 1980 e só o Estado está conseguindo fazer essa regularização, garantindo a segurança jurídica a essas pessoas que podem, a partir de agora, dizer que a casa realmente é sua", destacou o gestor.

Maria Teodora Conceição recebeu o título de regularização fundiária das mãos do governador Wellington Dias e ressaltou sua felicidade. "Minha felicidade hoje não se mede, foram muitos anos esperando essa regularização. Agora, com esse papel, vou ter a segurança de que agora a casa é minha, que poderia deixar meu patrimônio também para meus filhos e netos", explica a moradora.

Espaço da Cidadania de Picos

O Espaço da Cidadania de Picos, que reúne postos de atendimento de vários órgãos, como Secretaria da Segurança, Junta Comercial, Sine, Detran, Movera, Coren e tem uma área reservada para Eletrobras e Agespisa, passa a funcionar, a partir dessa terça-feira (27), no Picos Plaza Shopping.

O governador falou sobre a inauguração do espaço. "É uma satisfação muito grande poder voltar a Picos e a gente poder inaugurar esse espaço onde as pessoas podem agilizar diversos serviços, com maior conforto podendo, aqui, juntar o útil ao agradável, resolvendo suas pendências e também poder passear pelo shopping com a família", disse Wellington Dias.

O secretário de Estado da Administração, Franzé Silva, falou da importância da instalação do espaço no shopping Picos Plaza. "Estamos buscando parcerias com setor privado para a instalação desses espaços e hoje é o que estamos entregando aqui em Picos, no shopping Picos Plaza. Esse tipo de parceria que já usamos em Teresina reduz custos e produz eficiência. A instalação do Espaço da Cidadania aqui no shopping tem por objetivo trazer conforto, bom atendimento e segurança para a população de Picos e para toda a microrregião", disse o gestor.

Acompanharam o governador na inauguração do espaço, a vice-governadora Margarete Coelho; o secretário de Governo, Merlong Solano; o secretário da Administração, Franzé Silva; o presidente da Empresa de Gestão e Recursos do Piauí, Ricardo Pontes; deputado estadual Severo Eulálio; o vice-reitor da Uespi, Evandro Sousa, e o coordenador de Urgência e Emergência da Sesapi, Telmo Mesquita.

24 de janeiro de 2018

Confira a programação do Carnaval de Picos 2018

Confira a programação do Carnaval de Picos 2018

Em entrevista coletiva à imprensa, na tarde desta segunda-feira (22), a Prefeitura de Picos, através da Secretaria de Cultura, divulgou a programação oficial do Carnaval 2018. O anúncio foi pela secretária de Cultura, Marília Bezerra, na Sala de Reuniões do Palácio Rodrigues.

O anúncio oficial da programação contou com a presença de secretários da administração municipal, vereadores e a imprensa picoense.

Assim como no ano passado, o carnaval 2018 será realizado na Avenida Beira Rio, que irá receber uma grande estrutura com barracas, som, iluminação e palco para os foliões se divertirem durante as noites de festas.

Com o tema “Amor e Alegria no corredor da folia”, o carnaval picoense irá iniciar no sábado, dia 10 de fevereiro, com a realização do tradicional Corso e segue com as três noites de festas na Beira Rio.

A secretária Marília Bezerra informou que os recursos do carnaval são oriundos de emendas dos deputados estaduais Severo Eulálio (PMDB) e Georgiano Neto (PSD) e de patrocinadores da iniciativa privada. “São pessoas que acreditam, sabem a importância do carnaval para a nossa cidade e entendem as dificuldades que estamos passando”, destacou.

O presidente da Câmara Municipal de Picos, Hugo Victor, que representou o prefeito Padre Walmir no lançamento do Carnaval 2018, afirmou que apesar de todas as dificuldades a administração municipal se empenhou para realizar a festa de momo na cidade. “A gente está aqui para falar, que com responsabilidade e respeito à população, iremos fazer uma festa de carnaval e esperamos todos na avenida para que a gente possa brincar os quatro dias com muita alegria”, disse.

10 de janeiro de 2018

Órgãos estudam instalação de centro de pesquisa em Picos

Representantes da Fapepi e Sedet estiveram reunidos com o presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes

O diretor-presidente da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi), Ricardo Pontes, recebeu a visita do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi), Francisco Guedes, e de representes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet), na manhã desta terça-feira (9). O objetivo do encontro foi pedir ajuda da Emgerpi para regularizar um contrato de sessão do Centro de Tecnologia Apícola do Piauí (Centapi), cuja cessão deverá ser repassada para a Sedet.

Ao final da reunião, Pontes afirmou que dará todo o suporte necessário para a Sedet e Fapepi, no que se refere a regularizar o contrato de sessão solicitado. Francisco Guedes falou que o objetivo da Fapepi, ao apoiar a instalação desse novo centro de pesquisa, é colocar para funcionar um equipamento público, que é o Centro Tecnológico de Apicultura de Picos, que será instalo em um prédio belíssimo com salas de aula, laboratórios, salas de incubação. "Esse trabalho será fundamental para alavancar as cadeias de produtivas da cidade de Picos”, reiterou.

“Estamos hoje pedindo apoio do presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes, que, juntamente com a equipe da Sedet, nos ajudará a criar um contrato de gestão com uma OS da Tecnologia da Informação e comunicação daquela setorial, tudo isso para que possamos dar apoio às cadeiras produtivas da região, especialmente nos setores de apicultura, cajucultura  e energias renováveis”, acrescentou Guedes.

O presidente da Fapepi destacou, ainda, que, através desta ação, o governo estará evitando que os produtores dessas regiões deixem de fazer análises de materiais fora do Estado do Piauí. "Uma vez criado esse contrato de gestão, a Fapepi pretende lançar três editais voltados pesquisadores ligados as cadeias produtivas: apicultura, cajucultura e energias renováveis. Para isso, também faremos pesquisas juntos aos empresários da região sobre quais as demandas que eles precisam em relação a profissionais da pesquisa”, pontou.

O superintendente de Ciência e Tecnologia da Sedet, Thiago Carvalho, também falou sobre as boas perspectivas para o trabalho entre os três órgãos. “A nossa visita, hoje, na Emgerpi, teve como finalidade pedir ajuda para regularizar um contrato de sessão do Centapi, cuja sessão deverá ser repassada para a Sedet. Queremos cancelar o contrato, que está vigente com a federação apícola, e fazer outro com a Sedet”, disse. Ele explica que o prédio onde funcionará o novo centro tecnológico terá função importante. “A Sedet quer criar um pólo de tecnologia na cidade de Picos e, com isso, aliar empresas para dar apoio à produção de mel”, disse o superintendente que, na ocasião, representou o secretário da Sedet, José Icemar Lavôr Néri (Nerinho).

29 de dezembro de 2017

14 de setembro de 2017

Empreendedores de Picos têm acesso a microcrédito

A meta é ampliar a operação para atender 20 municípios da macrorregião do município

Instalada há uma semana no Espaço da Cidadania em Picos, a Movera - empresa que atua no mercado de micro finanças que faz parte do conglomerado do Banco do Brasil - já liberou créditos para 100 empreendedores, entre os quais, feirantes e cabeleireiros. O crédito gira em torno de R$ 600 a R$ 5.000 para que os interessados ampliem os negócios conforme a necessidade do investimento, verificada antes pelos agentes da Movera. A meta é ampliar a operação para atender 20 municípios da macrorregião de Picos.

Para ajudar os pequenos empreendedores piauienses a driblar a crise pela qual passa o país, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração e Previdência (Seadprev), firmou parceria com o Banco do Brasil e a empresa Movera, em 2016. O serviço começou a funcionar no Espaço da Cidadania de Teresina, sendo expandido para cinco municípios próximos: Altos, José de Freitas, Demerval Lobão, União e Campo Maior.

Segundo o superintendente comercial da Movera, Gilson Belém, até agora foram beneficiados mais de cinco mil empreendedores, principalmente açougueiros e vendedores ambulantes.

"O empreendedor ou futuro empreendedor busca informações no Espaço da Cidadania e depois o processo é todo feito na casa dele. O agente faz a entrevista com o cliente, identifica a real necessidade de crédito que precisa, formaliza a parceria por meio de assinatura do empreendedor e já fica estabelecido o valor do pagamento das prestações do crédito concedido pela Movera", explica Gilson Belém, ao acrescentar que o carnê com boletos é enviado para a residência dos clientes que escolhem o local de pagamento, como casas lotéricas, por exemplo.

Já para sacar o dinheiro disponibilizado pela Movera, o empreendedor recebe um SMS pelo celular e, em seguida, se encaminha ao terminal do Banco do Brasil para realizar a transação financeira.

"Todas as pessoas que recorrerem a esse tipo de empréstimo vão receber o assessoramento necessário para que o pequeno negócio prospere”, destacou o secretário Franzé Silva, entusiasta e um dos idealizadores da parceria com a Movera. Segundo ele, a operação de microcrédito, considerado importante instrumento de inclusão financeira pelo Banco Central (BC), continuará sendo ampliada no Piauí.

Movera

A Movera é uma empresa inovadora na oferta de Microcrédito Produtivo Orientado. O objetivo é ouvir o desejo do cliente, entender o negócio, seu potencial de crescimento, oferecer o microcrédito e a orientação financeira. É destinado a empreendedores informais, microempreendedores individuais e pequenas empresas. Açougueiros, salões de beleza, costureiras, borracheiros, padarias, ambulantes e sacoleiras são algumas das atividades que podem ser beneficiadas com a Movera.

A empresa pode ser usada também por servidores públicos estaduais que estão querendo virar empreendedores ou quem já está na atividade há mais de seis meses. Com o Microcrédito Produtivo Orientado, os beneficiários podem comprar mercadorias ou matérias-primas, investir em equipamentos ou fazer melhorias nas instalações.

29 de agosto de 2017

Picos ganhará unidade do Tribunal de Contas do Estado

Picos ganhará unidade do Tribunal de Contas do Estado

Com o objetivo de ter uma fiscalização mais efetiva em todo o estado, o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) irá descentralizar suas atividades através da instalação de três regionais no estado.

De acordo com o conselheiro-substituto, Delano Câmara, as unidades regionais serão instaladas em Parnaíba, Picos e Bom Jesus.

 “O Tribunal de Contas quer ficar mais próximo da sociedade e da gestão e com isso possibilitar a verificação em tempo real dos fatos acontecidos. Quando acontece uma falha qualquer, ou quando a sociedade denunciar, o tribunal chegará de forma mais presente e mais ativa”, disse Delano.

Na manhã da última sexta-feira, 25, o TCE realizou o I Treinamento do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) em Picos. Na ocasião o conselheiro afirmou que iria verificar um local para a instalação da regional no município, que atenderá a toda a macrorregião.

“Em Picos a ideia é locar ou ter um comodato de um prédio e nós termos aqui um ponto de fiscalização mais pronto e mais imediato dos fatos ocorridos nos municípios da região. As atividades em Parnaíba deverão ser iniciadas em outubro, aqui a instalação deverá ser realizada no começo do ano que vem”, afirmou o conselheiro.

Servidores do Tribunal de Contas que são de Picos ou que queiram vir a cidade serão transferidos para a futura regional. O mesmo acontecerá nas outras regionais, uma vez que a ideia do TCE é que o servidor more na cidade dando efetividade maior a ação de fiscalização.

01 de agosto de 2017

Trump obrigou filho a omitir motivo de reunião com advogada, diz jornal

Encontro com Natalia Veselnitskaia, em junho de 2016, foi revelado em 7 de julho pelo "The New York Times". O jornal disse que a reunião ocorreu para discutir informações sobre Hillary Clinton, rival de Trump na eleição.

O presidente dos EUA, Donald Trump, foi o responsável direto pela primeira estratégia de defesa de seu filho mais velho, Donald Jr., para explicar o encontro com uma advogada russa, diz o jornal "The Washington Post".

Donald Trump continua tendo que explicar graves denúncias contra ele e pessoas próximas (Foto: Divulgação)

O encontro com Natalia Veselnitskaia, em junho de 2016, foi revelado em 7 de julho pelo "The New York Times". O jornal disse que a reunião ocorreu para discutir informações sobre Hillary Clinton, rival de Trump na eleição.

Diante da informação, os assessores de Trump, que voltava da cúpula do G20, queriam que fosse distribuída uma nota com os detalhes verdadeiros do encontro, mas, afirma o "WP", o presidente mudou a estratégia.

Membros do governo disseram à publicação que o líder pessoalmente passou o comunicado em que o filho admite o encontro, mas com a versão de que era para discutir sobre a adoção de crianças russas por americanos.

O programa foi suspenso em 2014, logo após as sanções dos EUA a empresas de aliados de Vladimir Putin devido ao conflito na Ucrânia. Veselnitskaia era defensora do veto e cliente de alguns dos empresários afetados.

A nota foi desmentida pela imprensa nos dias seguintes, levando Donald Jr. a revelar detalhes do encontro e admitir que teria procurado a advogada para obter informações que colocassem Hillary em descrédito.

O novo caso aumenta a suspeita de que Trump age por conta própria para tentar impedir as investigações sobre o suposto conluio entre sua equipe eleitoral e integrantes do governo do presidente Vladimir Putin.

O movimento preocupa os assessores, que temem prejuízos à defesa do republicano e afirmam que ele se expõe de forma desnecessária. O principal medo é que ele fique marcado por tentar evitar a revelação da verdade.

Trump é questionado por tomar medidas que podem ter prejudicado a investigação. Dentre elas, demitir James Comey, então chefe do FBI, a quem teria pedido para interromper a investigação de um de seus aliados.

Ele também tem criticado o secretário de Justiça, Jeff Sessions, por ter deixado a investigação sobre a interferência russa após ser revelado que o ex-senador teria se reunido com o embaixador russo nos EUA, Serguei Kislyak.

24 de julho de 2017

Governo investe em melhorias estruturais no Hospital de Picos

Governo investe em melhorias estruturais no Hospital de Picos

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, e o presidente da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), Pablo Santos, visitaram, nessa quinta-feira (20), o Hospital Regional Justino Luz, em Picos. Na oportunidade, os gestores vistoriaram as obras no hospital, além de debateram sobre o período de cogestão entre a Secretaria da Saúde e a Fepiserh.

O Justino Luz é um dos seis primeiros hospitais que foram transferidos para a Fepiserh e passa por um período de cogestão pelos próximos 60 dias. “Estamos aqui para discutir essa gestão compartilhada, discutindo os problemas para encontrarmos soluções, conjugando esforços de forma a criar condições em que a fundação possa assumir, de forma direta, a gestão dessas unidades hospitalares”, afirmou Florentino Neto.

Com essa transferência, o Hospital Regional Justino Luz deve se consolidar como referência na assistência naquela região. “A Fundação irá desburocratizar e dar mais celeridade aos processos dos Hospitais de todo o Piauí. Nosso primeiro compromisso com Picos é colocar a UTI e o Centro de Parto Normal para funcionarem até o fim do ano”, comentou Pablo Santos. 

Os gestores iniciaram a elaboração de um cronograma de atividades e planejamento para uma série de melhorias, dentre elas, a conclusão de obras, como o Centro de Parto Normal, a Unidade de Terapia Intensiva(UTI) e a reestruturação na área da urgência e emergência. Também estão em processo de aquisição os equipamentos para a estruturação das UTIs adultas e neonatal e ainda de cuidados intermediários. “O hospital terá uma melhoria significativa ainda para esse segundo semestre de 2017”, garante o secretário.

Com o pleno funcionamento dessas unidades, a descentralização nos serviços de saúde ganha mais um importante reforço no estado. “Uma das minhas metas de gestão é concretizar o processo de descentralização da Saúde no Piauí. Estamos realizando obras significativas que melhorarão a estrutura do Justino Luz e também, a médio prazo, tomar as providências com maior celeridade possível, para que possamos iniciar a construção do novo Hospital Regional de Picos”, disse Florentino.

Segundo o secretário, o novo Hospital de Picos está em fase licitatória. “Temos uma conjunção de esforços para que possamos dar todos os direcionamentos, o mais rápido possível , para que as obras de já comecem agora no segundo semestre”, disse Neto.




Enquete

Como você avalia a lista de convocados para a seleção brasileira?

ver resultado