Pedro II

Lei do Silêncio foi tema de reunião realizada pela Secretaria de Meio Ambiente

A finalidade desse encontro foi propiciar um diálogo entre todos os participantes e os representantes da Polícia Militar, Secretaria de Meio Ambiente, entre outras autoridades.

28/11/2017 10:02h - Atualizado em 28/11/2017 10:25h

Compartilhar no

A Prefeitura de Pedro II por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, realizou na noite desta segunda-feira (27-11), uma reunião com a presença dos proprietários de carro de som, paredões e donos de bares, de acordo com a organização, noventa por cento dos convidados estiveram presentes, mostrando, no entanto, interesse na causa e vontade de colaborar com a sociedade e município no que se refere à Lei do Silêncio.

A finalidade desse encontro foi propiciar um diálogo entre todos os participantes e os representantes da Polícia Militar, Secretaria de Meio Ambiente, entre outras autoridades do município, na oportunidade, as pessoas que trabalham nesse ramo de som automotivo e de bares, puderam tirar todas as dúvidas e de lá saíram esclarecidas sobre todas as infrações que os mesmos devem evitar, ou seja, sobre o que pode e o que não pode.

O capitão da Polícia Militar em Pedro II, David Marion, participou da reunião e determinou que todos os proprietários de carro de som passem a obedecer à lei e que esta reunião teve como principal objetivo a conscientização. “O objetivo dessa reunião foi à conscientização das pessoas que trabalham com paredões em carros de som e em bares, para que os mesmos evitem os excessos, principalmente nos próximos dias, que é a festa da nossa padroeira, Nossa Senhora da Conceição, que é um evento religioso, diferente de um carnaval, por exemplo, então, de 28 de novembro a 08 de dezembro, temos um evento religioso, onde a população tem que está voltada para a igreja e que não tenha essa parte religiosa, atrapalhada por estes paredões de som. Oriento que todos possam utilizar o seu som de uma forma que não incomode a sociedade, obedecendo à lei, tendo certeza que se contrariar a essa nossa orientação o mesmo receberá sanções administrativas como multa, por exemplo, e em caso de uma reincidência, o seu veículo será levado para Delegacia de Polícia para que o mesmo esteja respondendo pelo crime de perturbação de sossego”, frisa Deivid.

O secretário de Meio Ambiente, João Batista Martins Júnior, frisou que a reunião buscou alternativas para que nenhum pai de família que trabalha com carro de som em Pedro II, seja prejudicado. “Aqui tivemos a presença dos proprietários de carros de som, como também dos donos de bares, onde eles acompanharam atentamente a nossa fala, como também a fala do Capitão Deivid Marion, que orienta que todos utilizem o seu sistema de som dentro da lei, com prudência, com educação, o nosso propósito é ajudar a todos e contamos com a colaboração dos mesmos. Queremos atender também o anseio da população que cobra da gente que a Lei do Silêncio seja aplicada, o nosso intuito é oferecer tranquilidade para as pessoas que estão nas repartições públicas, nos comércios, em suas casas e em demais instituições, reforçar que a administração municipal está colaborando com a atuação da polícia e disponibilizando os agentes da STRANS e da GCM para contribuir nessa ação, reforçar que torcemos para que todos possam seguir as orientações e que permaneçam trabalhando e ganhando honestamente o seu dinheiro, não queremos prejudicar a nenhum pai de família que trabalha nesse ramo”, disse Júnior.

Durante a reunião ficou determinado que a partir de agora nenhum proprietário de som automotivo, poderá infringir a lei, caso contrário, a lei será aplicada.







Compartilhar no
Por: Eudes Martins

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas