• Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia
Parnaíba

Arbitra de futebol é agredida com socos durante partida de futsal na UFDPar

Deu dois violentos socos na arbitra que cai no chão

04/06/2019 01:53h - Atualizado em 13/09/2019 01:16h

A árbitra de futebol, Eliete Fontenele, foi agredida na noite desta segunda-feira (03) com socos no rosto enquanto apitava uma partida de futsal na quadra da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar). De acordo com informações, tudo ocorria tranquilamente em uma partida de futsal entre os times dos cursos de Engenharia de Pesca e Ciências Contábeis, quando começou uma confusão seguida de pancadaria entre os jogadores dos dois times.

A briga teria sido iniciada por dois alunos de Engenharia de Pesca, quando o universitário por nome Rodrigo Quixaba, Teresinense estudante de Engenharia de Pesca que estava vestindo a camisa 14 do time de Pesca, a princípio tentou acalmar os colegas, e quando tudo parecia já está resolvido, Quixaba volta e parte para cima da arbitra  Eliete questionando os cartões que ela deu aos jogadores de seu time,  ele também um cartão vermelho. Após receber um cartão vermelho Quixaba dá dois violentos socos no rosto da arbitra que cai no chão desnorteada e amparada por outros jogadores.

Em um vídeo que circula nas redes sociais é possível ser o aluno desferindo vários socos contra a mulher que cai no chão da quadra. Ela teve ferimentos na boca. Outros alunos que estavam na quadra assistindo o jogo ficaram perplexos com o acontecido.

Veja o vídeo:


O episódio gerou revolta e comoção nas redes sociais do litoral. A jovem Eliete já labuta há bastante tempo no esporte parnaibano e durante o dia trabalha vendendo salada de fruta nos mercados de Parnaíba.


O agressor foi encontrado pela polícia e levado a delegacia para prestar esclarecimentos. Eliete também foi a delegacia registar o boletim de ocorrência.

Tentamos contato com  Rodrigo Quixaba para ouvir sua versão, mais não conseguimos, porém o espaço foi deixado aberto para que o acusado possa usar a fim de contar sua versão sobre o fato.

A direção do campus publicou uma nota de repúdio.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO DELTA DO PARNAÍBA

CAMPUS MINISTRO REIS VELLOSO

NOTA DE REPÚDIO

A Direção do Campus Ministro Reis Velloso vem, por meio desta nota, tornar público o REPUDIO de toda e qualquer ameaça ou agressão ocorrida nas dependências do Campus.

Recentemente tivemos dois episódios lamentáveis, um de agressão durante atividades esportivas concordadas aos alunos e um outro episódio de ameaça à família de um professor do campus. Em ambos os casos serão aplicadas as normas regimentais assim como o Campus contribuirá com os órgãos de segurança e os procedimentos legais adotados em cada caso. Os processos de sindicância oficiais serão iniciados imediatamente para que sejam tomadas as providências legais. Será nomeada uma comissão para apuração administrativa, cooperando com os demais órgãos, também acionados, para elucidação do caso, seguindo os ritos da lei e os regramentos institucionais.

Sobre o ocorrido durante um evento esportivo entre estudantes nesta segunda-feira, esta Direção vem a público informar que, a partir de então, estão proibidas todas as atividades na quadra esportiva do Campus até a apuração do referido caso.

Desta forma, a Direção reitera seu compromisso com a integridade e o respeito entre os agentes da comunidade acadêmica e comunidade externa, norteando-se sempre pelos aspectos normativos desta Instituição de Ensino Superior, ao tempo que se solidariza com as vítimas e enseja o movimento contra todo tipo de violência. Manteremos a comunidade informada dos desdobramentos legais, dando toda transparência a investigação para os dois casos citados.

Fonte: Redes Socias
Edição: Calixto Dias
Por: Calixto Dias

Deixe seu comentário