Oeiras

Oeiras sedia encontro de gestores de Saúde do Vale do Canindé

Oeiras sedia encontro de gestores de Saúde do Vale do Canindé

22/06/2017 10:29h - Atualizado em 22/06/2017 10:45h

Compartilhar no

Oeiras sediou na manhã desta quarta-feira, 22, a 53ª reunião ordinária da Comissão Intergestores Regional (CIR). O encontro, realizado no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), reuniu secretários municipais de Saúde de todo o Território Vale do Canindé.

Na pauta, a avaliação externa do 3º ciclo do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB). Segundo a Lúcia de Fátima, uma das supervisoras de coleta de informações, o programa tem como objetivo incentivar os gestores e as equipes a melhorar a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos cidadãos do território. Para isso, propõe um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde.

A avaliação será realizada a partir do dia 18 de agosto, com a participação de todas as equipes de saúde da Atenção Básica (Saúde da Família e Parametrizada), incluindo as equipes de Saúde Bucal, Núcleos de Apoio à Saúde da Família e Centros de Especialidades Odontológicas que se encontrem em conformidade com a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB).

“Estamos confiantes em relação ao processo de avaliação das equipes. Durante todo esse tempo, nós nos organizamos e entendemos melhor como acontece esse processo de supervisão e avaliação externa e trabalhamos com foco direcionado: melhorando a estrutura e os serviços das unidades básicas de saúde, também a parte de equipamentos, para que possamos atender melhor os usuários”, pondera Auridene Freitas, coordenadora da CIR secretária municipal de Saúde.

No Piauí a coleta de informações será realizada pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Em seguida, as informações serão encaminhadas para o Ministério da Saúde com fins de avaliação e certificação. “Implantamos novos dispositivos, programas novos que vêm somar e, principalmente, estamos trabalhando de forma alinhada, com todas as equipes em ações voltadas para o Plano Municipal de Saúde”, acrescenta a secretária municipal.

Fluxo no Hospital Regional

Os gestores municipais de saúde que integram o Território de Desenvolvimento o Vale do Canindé também debateram sobre o fluxo de atendimento na Rede Hospitalar no Hospital Regional Deolindo Couto. A discussão foi mediada pelo diretor HRDC, Alípio Sady, que elencou os serviços ofertados e propôs as melhores estratégias para que haja um alinhamento entre os municípios e o hospital regional.

Segundo o gestor, a principal via de contato dos municípios com os serviços prestados pelo Estado é a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde são realizadas as avaliações para que saber se há necessidade de internação ou remoção para Teresina. “Em alguns casos sugerimos que, se possível, os pacientes encaminhados a Oeiras devam chegar com o encaminhamento do médico do PSF de cada município para facilitar o atendimento e por conseguinte ser encaminhado a especialidade medica necessária”, pontua o diretor.

O diretor Alipio Sady informou ainda que devido à alta demanda em algumas especialidades clínicas, estes serviços encontram-se indisponíveis aos municípios até serem concluídos.

Compartilhar no
Fonte: Ascom

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas