• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Oeiras

Oeiras apresenta resultados do Programa de Combate ao Tabagismo

Oeiras apresenta resultados do Programa de Combate ao Tabagismo e entrega certificados a ex-fumantes

20/06/2019 16:18h - Atualizado em 20/06/2019 16:20h

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), realizou na manhã desta quarta-feira, 19, mais uma ação do Programa de Combate ao Tabagismo, em Oeiras. A atividade ocorreu no Mercado Municipal Dona Lili e contou com a participação de servidores da Semusa, agentes comunitários de saúde das zonas urbana e rural, profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e da população em geral.

Auridene Freitas, secretária municipal de Saúde, comenta que o Programa Nacional de Controle do Tabagismo foi implantado no município de Oeiras em maio de 2017, e, atualmente, é desenvolvido em seis equipes da Estratégia Saúde da Família. Agora, a proposta da Semusa é expandir o programa para todas as equipes de saúde do município.

“Em 2018, iniciamos com os grupos de adesão, onde os agentes de saúde detectam as pessoas fumantes da sua área de atuação. Elas são direcionadas para a Unidade Básica de Saúde e, lá, esses grupos são formados, com acompanhamento de psicólogos e de todos os profissionais que compõem a equipe. Este programa já se expandiu para seis equipes de saúde da família. A proposta é que ele possa estar se estendendo para as demais localidades”, pontua a secretária.

Implantado há dois anos, o Programa de Combate ao Tabagismo contabiliza bons resultados em Oeiras. “Temos um impacto muito positivo, uma média de mais de 40 pessoas, que já pararam de fumar no nosso município. O simples ato de fumar acarreta uma série de doenças que podem ser evitadas com esse processo de orientação. Quando a pessoa para de fumar envolve todos os familiares do domicílio. Temos depoimentos do resgate na qualidade de vida das pessoas que realmente pararam de fumar”, afirma Auridene Freitas.

“Vamos estender o programa para os profissionais da Administração Municipal como um todo, envolvendo todas as pastas que fazem parte da Prefeitura, através do programa Saúde do Trabalhador. Estamos casando as duas propostas. A ideia é que possamos trabalhar a nossa estrutura, os nossos profissionais, para que, a partir daí, a gente possa ser multiplicador dentro desse processo de convencimento de toda a sociedade. Com tudo isso, eliminar cada vez mais o fumante e reduzindo vários tipos de problemas e doenças futuras, que podem estar sendo evitadas, através da prevenção do tabagismo”, acrescenta.

Na ocasião, foi feita a entrega de certificado a uma parte dos ex-fumantes que participaram do Programa de Combate ao Tabagismo, da Semusa. “O objetivo do programa é reduzir a prevalência de fumantes e a consequente morbimortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco, seguindo um modelo lógico utilizando ações educativas, de comunicação e de atenção à saúde”, explica o psicólogo Jorge Fernando, coordenador do programa.

Após a exposição dos resultados do programa e entrega de certificados, a Semusa disponibilizou testes de glicemias e aferição de pressão arterial aos participantes da atividade no Mercado, e realizou a avaliação de fumantes, que manifestaram o desejo de parar de fumar. A partir das avaliações feitas, serão formados novos grupo para ingresso no programa e tratamento.

Combate ao Tabagismo faz parte da rotina do município

O tabagismo é, hoje, a principal causa de mortes evitáveis no país. A dependência à nicotina é fator causal de aproximadamente 50 doenças, como vários tipos de câncer e doenças do aparelho respiratório e cardiovasculares, uma vez que o fumante se expõe a aproximadamente 4.720 substâncias, muitas delas tóxicas, contidas no cigarro. Além de prejudicar também a saúde daqueles que inalam involuntariamente a fumaça do cigarro, os chamados fumantes passivos.

“O tema tabagismo foi inserido na rotina de trabalho das equipes de Atenção Básica do município. Foram desenvolvidas ações de educação em saúde em diversos momentos, dentre entre eles, nos grupos já existentes nas unidades como: Hiperdia, Gestantes, Idosos, entre outros. Também foi trabalhado a prevenção em datas mobilizadoras como: 29 de Agosto - Dia Nacional de Combate ao Fumo, Outubro Rosa, Novembro Azul, Dezembro Vermelho. Após o tema tabagismo ser bem trabalhado com a população, iniciou-se a segunda fase do programa, na qual é ofertado o tratamento para quem deseja parar de fumar”, amplia o coordenador.

Ao ingressar no programa, o fumante passa por uma avaliação clínica inicial, onde o profissional de saúde realiza o diagnóstico do tabagismo a partir da história tabagística do paciente, do seu o grau de dependência, do estágio motivacional para parar de fumar, da presença de comorbidades e a da indicação de apoio medicamentoso. Na metodologia da Abordagem Intensiva é realizado um teste mais detalhado para avaliação do grau de dependência à nicotina.

O paciente é, então, encaminhado para 4 sessões iniciais de grupo de fumantes, semanais, com 1 hora a 1 hora e 30 minutos de duração; seguidas de 2 sessões quinzenais de manutenção, realizadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. Na continuidade é agendada uma reunião mensal de prevenção da recaída até completar um ano. Em casos de dependência severa, para a Abordagem e Tratamento Intensivo do Tabagismo, o apoio medicamentoso utilizado é a Terapia de Reposição de Nicotina – TRN.


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas