• the shopping
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner
Itainópolis

Padre José Fazzani visita Paróquia Sagrado Coração de Jesus

Sacerdote italiano assistiu Itainopólis quando ainda o município era área pastoral

27/01/2018 00:11h - Atualizado em 27/01/2018 00:30h

A Paróquia Sagrado Coração de Jesus recebeu na tarde de hoje (26) a visita de José Fazzani, padre que esteve à frente da comunidade católica itainopolense entre os anos de 1999 e 2000. Pe. José veio a Itainópolis hoje acompanhado do bispo de Picos, D. Plinio José, e de outros dois sacerdotes italianos.

Depois de ser recebido pela comunidade do Riachão, à tarde, Pe. Frazzani foi acolhido também na igreja matriz da referida paróquia, onde era aguardado por crianças da catequese, Grupo de Jovens, Apostolado da Oração e ex-seminaristas. Na ocasião, recebeu um presente dos paroquianos e contemplou a igreja e o Salão Paroquial, cujas sucessivas reformas deixaram os prédios diferentes de como eram em seu tempo de vigário em Itainopólis.

Da igreja matriz, a comitiva seguiu para Vera Mendes, cidade na qual o bispo e os padres celebraram uma missa. Antes, porém, Zé Frazzani posou para fotos com vários dos que ali estavam presentes. Depois visitou Dona Neném, a senhora que há muitos anos é guardadora das chaves da igreja.

Pe. José veio para o Brasil em 1991 e logo foi designado pároco de Pio IX pelo então bispo diocesano D. Augusto Alves da Rocha. Naquela cidade, Frazzani permaneceu cerca de dois anos e meio. Sua maior dificuldade ali foi com o idioma português, sendo o padre estrangeiro recém-chegado neste país.

Mas foi Picos a cidade na qual o religioso passou a maior parte do tempo enquanto esteve no Brasil. Lá, ele ficou dez anos como reitor do Seminário Menor São José, por onde passaram, inclusive, quatro itainopolenses aspirantes ao sacerdócio. Foi também nesse período que ele dava assistência aos católicos de Itainopólis, já que em 1999 Pe. Flávio Santiago deixava a Área Pastoral dessa cidade para assumir a reitoria do Seminário Maior de Teresina.

Depois desse período, o ex-reitor do Seminário Menor de Picos permaneceu na diocese como ajudante na Paróquia São Francisco de Assis, no bairro Junco, na mesma cidade.

Passados quatorze anos e meio de estada no Brasil, contribuindo com os trabalhos da diocese picoense, o Reverendo italiano cumpriu sua missão neste país e retornou à sua terra natal, vindo passear aqui novamente em duas ocasiões: há sete anos e agora, em 2018. Vindo desta vez acompanhado de outros três religiosos.

Perguntado sobre o que mais lhe marcou no Brasil naquela época, Frazzani respondeu: “É um povo cheio de entusiasmo, que eu levei comigo para a Itália como um povo que sabe verdadeiramente experimentar a alegria de ficar juntos, de lutar... De sofrer, mas também de fazer festa.”

Fonte: Anderson Monteiro e Pe. José Frazzani
Edição: Anderson Monteiro
Por: Anderson Monteiro

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas





Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado