Gilbués

BR-135 tem 810 quilômetros contínuos sem posto da Polícia Rodoviária Federal

PI

16/04/2013 16:40h

Compartilhar no

BR-135 tem 810 quilômetros, entre Floriano e Barreiras, sem nenhum posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal

A nobre e árdua missão da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é fiscalizar diariamente mais de 61 mil quilômetros de rodovias e estradas federais, zelando pela vida daqueles que utilizam a malha viária federal para exercer o direito constitucional da livre locomoção.

Suas atribuições são definidas, principalmente, pelo Código de Trânsito Brasileiro (Polícia de Trânsito) e pelo Decreto 1.655/95 (combate ao crime), tendo como base da atuação o trânsito, onde tudo começa. Ao longo dessa gigantesca malha federal, a PRF fiscaliza o cumprimento do CTB, previne e reprime os abusos, como excesso de velocidade e embriaguez ao volante, e presta atendimento às vítimas de acidentes.

Posto da PRF (Policia Rodoviária Federal) em Floriano, na BR-230 (Transamazônica), saída para a cidade de Oeiras (PI)

Mas a Polícia Rodoviária Federal também colabora com a segurança pública, prevenindo e reprimindo o tráfico de armas e de drogas, assalto a ônibus e roubo de cargas, furto e roubo de veículos, tráfico de seres humanos, exploração sexual de menores, trabalho escravo, contrabando, descaminho e pirataria, além de crimes conta o meio ambiente.

Infelizmente, a Polícia Rodoviária Federal está fechando alguns postos existentes nas rodovias federais em todo o território nacional. O efetivo insuficiente (fato público e notório) e um tal de "plano estratégico de modernização operacional da PRF" seriam as razões para as mudanças.

Talvez por isso, a BR-135 permaneça sem fiscalização alguma, de Floriano (PI) até Barreiras (BA), num percurso de 810 quilômetros. Os efeitos dessa total falta de diligência se refletem no aumento do número de acidentes com vítimas fatais e na prática de diversos atos ilícitos.

O último acidente grave na BR-135 ocorreu na madrugada do último domingo (14), quando seis jovens perderam a vida

O último acidente grave na rodovia BR-135 ocorreu na madrugada do último domingo (14/04), entre as cidades de Gilbués e São Gonçalo do Gurgueia, no sul do Piauí, que matou 06 (seis) jovens da mesma família. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, que deve ter demorado mais de 6 horas para percorrer os 525 km entre Floriano e o local da tragédia, a colisão ocorreu às 5h e envolveu uma carreta e uma picape Hillux, interditando a rodovia por mais de cinco horas.

OITO MORTES EM MENOS DE UMA SEMANA - Realmente, está muito perigoso trafegar por esse trecho. Somente nas proximidades da cidade de Gilbués foram registradas 08 mortes em uma semana, vitimas de acidentes no transito. Já passou da hora das autoridades piauienses tomarem as providências que vem sendo cobradas pela população da região. Corrente - e/ou Bom Jesus - merece(m) contar com um posto de fiscalização da Policia Rodoviária Federal.

Compartilhar no
Fonte: José Bonifácio GP1
Edição: Henrique Guerra
Por: Henrique Guerra

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário

Tags:


Notícias Relacionadas