• assinatura jornal

Notícias Dom Expedito Lopes

10 de março de 2015

30 de julho de 2014

Família de Dom Expedito Lopes procura crianças que fugiram de casa

Família de Dom Expedito Lopes procura crianças que fugiram de casa

Uma familia de Dom Expedito Lopes está procurando três crianças que fugiram de casa nesta terça-feira (29). Os nomes dos três menores são: Layla, Mateus e Rafael.

Crianças desaparecidas

Crianças desaparecidas

A Polícia Civil de Picos informou que as crianças foram vistos pela última vez no bairro Altamira.

Os Garotos fugiram sem dinheiro e sem nenhum documento de identificação. Quem souber de alguma informação das crianças entrar em contato pelos seguintes contatos: (89) 8816-9239 (Adelina Silva) ou (89) 8813-0140 (Conselho Tutelar).

Criança desaparecida

Criança desaparecida

22 de julho de 2014

05 de fevereiro de 2014

TCE reprova contas de duas prefeituras do Piauí

Contas de Canto do Buriti e Dom Expedito Lopes foram reprovadas

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí julgou um recurso de reconsideração das contas da gestão de 2010 da Prefeitura Municipal da cidade de Dom Expedito Lopes, no sudeste piauiense, a 288 quilômetros da capital Teresina. 

A decisão unânime concordou com a manifestação do Ministério Público de negar o recurso apresentado pelo responsabilizado. 

âVistos, relatados e discutidos os presentes autos, decidiu o Plenário, unânime, em concordância com a manifestação do Ministério Público de Contas (peça nº 6), pelo conhecimento do Recurso de Reconsideração, para, no mérito, negar-lhe provimento, mantendo o julgamento de irregularidade das Contas da Prefeitura Municipal de Dom Expedito Lopes, referente o exercício de 2010â, publicou o Tribunal no seu Diário Oficial de ontem (05).

A decisão manteve multa conforme estabelecida no processo de reprovação das contas. 


TRE mantem desaprovadas contas de ex-candidato em Canto do Buriti

O candidato derrotado nas eleições de 2012 no município de Canto do Buriti (sul do Estado), João Bosco Carvalho de Oliveira (PMDB) teve as contas desaprovadas pela Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI).

A decisão da 36ª Zona Eleitoral foi mantida pelo pleno que considerou irregular a prestação de contas do ex-candidato. Os problemas identificados seriam referentes a dados junto ao tribunal.

A defesa foi feita pelo advogado Daniel Oliveira e o juiz federal Hélio Camelo foi o relator do processo.