• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia
Cristalândia

População protesta contra falta de água e Agespisa promete resolver

Populares fecharam a BR 135 por quase 6 horas na manhã desta terça

10/09/2013 13:14h - Atualizado em 10/09/2013 13:59h

A população do município de Cristalândia (900 km de Teresina) parou a BR 135 em protesto que acontece desde entre as 7hs e 13hs desta terça-feira (10). As informações repassadas são de que nenhum veículo conseguiu passar no trecho em frente à entrada da cidade enquanto os manifestantes realizavam o ato.

Eles se posicionaram na estrada segurando cartazes e fazendo barreiras com pneus, pedras e galhos de árvore impedindo a passagem de veículos no local. O motivo do manifesto é a reivindicação contra as péssimas condições de abastecimento de água no município.

Prefeitura diz que busca solução

O prefeito de Cristalândia Neemias Lemos afirmou estar buscando soluções para o problema em viagens para Teresina e Brasília. O gestor citou que existe o projeto para construção de uma barragem no município, mas falta apoio dos governantes.

Acordo será feito com Agespisa

Após quase 6 horas de protesto, a Agespisa resolveu se pronunciar através do chefe da regional da empresa no município de Bom Jesus (600km de Teresina). Ele afirmou aos manifestantes que a empresa irá  de ligar os poços artesianos já prontos, com vazão de água considerável, à rede de abastecimento de água do município.

A proposta da regional é de que as ligações sejam concluídas em 30 dias, mas a população cobra ação imediata.  “Em 30 dias já teremos as chuvas. Precisamos de uma solução imediata, e a empresa tem plenas condições de realizar a obra, pois os poços estão prontos. Não vamos aceitar esta proposta de 30 dias”, declarou Noelton Alves Lisboa, presidente da Câmara de Vereadores de Cristalândia e um dos líderes da manifestação.

Uma reunião ficou marcada para esta quarta (11). Os manifestantes afirmaram que só liberaram a BR por conta do compromisso da regional da Agespisa, eles destacam que se a proposta não satisfizer as reivindicações, voltarão a fechar a BR.


Fonte: Com informações do Portal Corrente
Edição: Geysa Silva

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas