• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Castelo do Piauí

Vereadores de oposição repudiam declaração infundada do prefeito

A bancada oposicionista concedeu entrevista na Rádio Castelo FM 103,5 nesta terça-feira (11) durante o programa Castelo Notícia, apresentado por R. Bezerra e Erasmo Souza

11/02/2020 14:20h - Atualizado em 11/02/2020 14:30h

Os vereadores da bancada oposicionista na Câmara Municipal de Castelo do Piauí, Adalberto Neirane (PSDB), Raimundinho Mineiro (PSB), Milton Maia (PSD) e Dr. Nilson Feitosa (PSD) repudiaram a declaração do prefeito Magno Soares (PT) de que o sinistro ocorrido na madrugada da última quinta-feira (06) em sua residência no Bairro COHAB teria motivação política. Por volta de 03:00 da madrugada pelo menos dois homens renderam a filha dele, uma criança de apenas 04 anos de idade, e sua mulher, a primeira-dama de Castelo Maria do Socorro Soares, 38 anos. 

O petista afirmou "não ter dúvidas do cunho eleitoral na ação dos criminosos". A bancada oposicionista  concedeu entrevista na Rádio Castelo FM 103,5 nesta terça-feira (11) no programa Castelo Notícia (apresentado por R. Bezerra e Erasmo Souza) e fez duras críticas ao comportamento do prefeito diante da situação, classificada por eles como "absurdo". "Recebemos essa afirmação do gestor com muita preocupação. Soube que ele já tentou "costurar" as ilações, mas pegou muito mal. Nós enquanto oposição procuramos a delegacia de polícia e Ministério Público, pois queremos que o caso se esclareça o mais breve possível", disse o vereador Neirane.

O vereador do PSB Raimundinho Mineiro disse em sua fala que o prefeito usou a ocasião do crime como ativo político; "No calor da emoção é até compreensível, porém, no decorrer dos dias os questionamentos vão aparecendo e estranhei depois de tudo isso não haver resposta à sociedade de nenhuma linha de investigação. E na ocasião o prefeito se aproveitou do momento para usar a sensibilidade do eleitor castelense e tentar criar um comoção popular. Isso é absurdo".

Dr. Nilson Feitosa lamentou o ocorrido, assim como as ilações proferidas a imprensa; "a princípio a atitude foi me solidarizar com o prefeito e sua família. Lamentamos muito que ele tenha, no calor da emoção, decidido fazer acusações, e por isso aguardávamos até hoje um pedido de desculpas". Milton Maia seguiu a mesma linha de pensamento, e salientou que a oposição do município é composta por pessoas honestas e trabalhadoras; "toda a sociedade Castelense conhece o grupo político que hoje faz a oposição. Dr. Zé Maia, Wilmar Cardoso, Osmano Moura, Neirane, Raimundinho Mineiro, JR, Dr. Nilson, Lalá Cardoso... o povo conhece a integridade dessas pessoas, e isso não pode acontecer".

Edição: Jailson Lima

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas