Castelo do Piauí

Câmara novamente autoriza prefeito a fazer empréstimo

De acordo com a base oposicionista esses pedidos de empréstimo são verdadeiros atestados de incompetência administrativa.

27/08/2019 21:10h - Atualizado em 27/08/2019 21:27h

Compartilhar no

A Câmara de Vereadores de Castelo do Piauí aprovou novamente a realização de um empréstimo a ser feito pelo prefeito Magno Soares  (PT) na ordem de R$ 2 milhões, desta vez, junto ao Banco do Brasil. O montante deve ser destinado à compra de móveis e equipamentos para uso da Secretaria Municipal de Educação, assim como também promover melhorias na área da saúde pública da cidade. Nesta rodada 06 dos 11 presentes aprovaram o novo pedido de financiamento. Os vereadores já aprovaram nessa legislatura a contratação de outro empréstimo, só que na Caixa Econômica Federal no valor de R$ 4,6 milhões. 

Novamente não foi claramente especificado quais serão as formas de pagamento, muito menos a taxa de juros e os impactos que podem causar nas contas do município. Os vereadores Vildemar Soares (PT), Josimar Bezerra (PRB), Anisio Pato (PSDB), Rossi Melo (PR), Marcelo Mineiro (PP) e Tomaz Almeida (PT) votaram à favor do projeto. Enquanto os oposicionistas Adalberto Neirane (PSDB), Milton Maia (PSD), Raimundinho Mineiro (PSB) e Dr. Nilson Feitosa (PSD) foram contrários. 

De acordo com a base oposicionista esses pedidos de empréstimo são verdadeiros atestados de incompetência administrativa. Visto que o atual prefeito recebeu a gestão sem nenhum débito e ainda com um valor acima de R$ 3 milhões de reais em caixa, como comprovado no documento abaixo assinado pelo próprio prefeito e alguns membros da sua equipe de transição.

Compartilhar no
Edição: Jailson Lima

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário