• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia
Campo Maior

Município move ação para Equatorial restabelecer energia de TVs

Mesmo efetuando esse valor, a Equatorial se negou a restabelecer o fornecimento da energia do setor de transmissão de TVs

23/03/2020 08:52h - Atualizado em 23/03/2020 08:56h

A Prefeitura de Campo Maior, através da Assessoria Jurídica, entrou com um Mandado de Segurança contra a Equatorial pedindo o imediato restabelecimento do fornecimento de energia ao setor de transmissão de TVs do município, conhecido como ‘Casa das Torres’.  A solicitação feita está baseada no principio do direito da informação.Segundo o advogado Hartônio Bandeira, responsável pela ação, o prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, efetivou o pagamento de R$ 240 mil referente a um parcelamento de faturas passadas da Prefeitura de Campo Maior, deixadas por gestores anteriores.

Mesmo efetuando esse valor, a Equatorial se negou a restabelecer o fornecimento da energia do setor de transmissão de TVs, exigindo o pagamento de outras faturas no valor de R$ 670 mil. “O município de Campo Maior já está fazendo o sacrifício de efetuar o pagamento de faturas renegociadas, através de parcelamento, utilizando para isso o já sacrificado FPM. O prefeito Ribinha tem se esforçado para chegar a um acordo com a empresa e, só essa semana, já esteve por duas vezes renegociando uma dívida pretérita”, ressalta o advogado.

Por causa de dívidas passadas, deixadas por gestores anteriores, a Prefeitura de Campo Maior deve mais de R$ 19 milhões de faturas de energia. Esse montante foi contabilizado em relatório enviado pela Equatorial ao SAAE, (Serviço Autônomo de Água de Esgoto).


Deixe seu comentário