Campo Maior

250 alunos são prejudicados por Auto-Escolas de Campo Maior e Altos

Alunos de Campo Maior, Cabeceiras, Cocal de Telha, Pedro II, Castelo do Piauí, Sigefredo Pacheco, Nossa Senhora de Nazaré e outras cidades, voltaram para casa sem realizarem o exame.

09/09/2013 12:16h - Atualizado em 09/09/2013 14:08h

Compartilhar no

Muita confusão e tumulto na manhã desta segunda-feira (09), em frente ao Ginásio Poliesportivo de Campo Maior. O motivo, é que mais de 250 alunos de auto-escolas de Campo Maior e Altos foram prejudicados no exame final da baliza.

O teste prático que foi marcado para as 07h30min desta manhã de segunda-feira, foi marcado por manifestação de mais de 250 alunos de várias cidades do território dos carnaubais. O problema, é que foram encaminhados apenas 60 carros para realização da baliza, onde havia mais 250 alunos para fazerem o exame final, e apenas 100 exames foram liberados pelas autos-escolas sendo 40 de motocicletas e 60 de carros.

Os examinadores chegaram mais de 1 hora de atraso. Mais de 100 alunos tiveram o processo vencido hoje, esses ficaram sem saber se terão que fazer todo processo novamente, ou se serão beneficiados por conta do desrespeito que as auto-escolas tiveram com eles.  

Os alunos que moram em outras cidades reclamam ainda das despesas altíssimas que os mesmo fizeram para se deslocar até Campo Maior. “Moro em Cocal de Telha, acordei cedo, às 5 horas da manhã para não chegar atrasado, e quem se atrasaram foram os instrutores que chegaram 1 hora depois do horário marcado. Tive uma despesa de 2 mil (dois mil reais) para tirar minha habilitação, e agora não sei nem o dia que vou tela em mãos” disse Lailton. Foto abaixo!  

Os alunos reclamam ainda de falha no Sistema do DETRAN. Os exames seriam aplicados pelas Auto-Escolas Santo Antonio, 1ª Via Sthatus de Campo Maior, e Lourdes de Altos. Alunos de Campo Maior, Cabeiceiras, Cocal de Telha, Pedro II, Castelo do Piauí, Sigefredo Pacheco, Nossa Senhora de Nazaré e outras cidades, voltaram para casa sem realizarem o exame.


Compartilhar no
Por: Diego Nascimento

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas