• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Notícias Buriti dos Lopes

05 de fevereiro de 2014

09 de janeiro de 2014

Liberada a Rádio Comunitária de Buriti dos Lopes

Publicado no Diário Oficial da União no último dia 07 liberando o funcionamento da rádio comunitária

Foi publicada hoje (07) no Diário Oficial da União, o Ato da Anatel para o uso de radiofrequência, o que significa que a rádio está liberada para o funcionamento.

Deputado Assis Carvalho

A Associação de Radiodifusão Comunitária Buriti FM, de Buriti dos Lopes, norte do Piauí, recebeu autorização para funcionar. Foi publicada hoje (07), no Diário Oficial da União, o Ato da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para o uso de RF (Rádio Frequência), o que significa que a rádio está liberada para o funcionamento.

âO município ganha um importante canal local para se expressar e, dessa forma, avançamos na luta pela democratização da comunicaçãoâ, disse o deputado federal Assis Carvalho (PT/PI), um dos fundadores do movimento de rádios do Piauí. No Congresso, o parlamentar tem lutado para ampliar o acesso das comunidades à outorga de meios de comunicação. No último ano, foram aprovadas rádios comunitárias para Massapê, Pio IX, Passagem Franca, Piripiri, Caracol, Buriti dos Lopes, Porto, José de Freitas, Nazaré e Bela Vista do Piauí.

Para funcionar, a emissora de Buriti dos Lopes recebeu a autorização do Ministério das Comunicações e da presidenta Dilma, no início de 2013. Depois, a documentação foi encaminhada ao Congresso Nacional, responsável pela aprovação do Decreto Legislativo, última etapa para finalizar o processo de outorga que permite à Associação executar os serviços de radiodifusão comunitária.

Além do fato

Com a autorização para o funcionamento da primeira rádio legalizada do município de Buriti dos Lopes, as famosas ârádios piratasâ que estão em funcionamento na cidade devem sair do ar, uma vez que a fiscalização da Anatel deverá ocorrer com frequência na região.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Dep. Assis Carvalho

Liberada a Rádio Comunitária de Buriti dos Lopes

Publicado no Diário Oficial da União no último dia 07 liberando o funcionamento da rádio comunitária

Foi publicada hoje (07) no Diário Oficial da União, o Ato da Anatel para o uso de radiofrequência, o que significa que a rádio está liberada para o funcionamento.

Deputado Assis Carvalho

A Associação de Radiodifusão Comunitária Buriti FM, de Buriti dos Lopes, norte do Piauí, recebeu autorização para funcionar. Foi publicada hoje (07), no Diário Oficial da União, o Ato da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para o uso de RF (Rádio Frequência), o que significa que a rádio está liberada para o funcionamento.

âO município ganha um importante canal local para se expressar e, dessa forma, avançamos na luta pela democratização da comunicaçãoâ, disse o deputado federal Assis Carvalho (PT/PI), um dos fundadores do movimento de rádios do Piauí. No Congresso, o parlamentar tem lutado para ampliar o acesso das comunidades à outorga de meios de comunicação. No último ano, foram aprovadas rádios comunitárias para Massapê, Pio IX, Passagem Franca, Piripiri, Caracol, Buriti dos Lopes, Porto, José de Freitas, Nazaré e Bela Vista do Piauí.

Para funcionar, a emissora de Buriti dos Lopes recebeu a autorização do Ministério das Comunicações e da presidenta Dilma, no início de 2013. Depois, a documentação foi encaminhada ao Congresso Nacional, responsável pela aprovação do Decreto Legislativo, última etapa para finalizar o processo de outorga que permite à Associação executar os serviços de radiodifusão comunitária.

Além do fato

Com a autorização para o funcionamento da primeira rádio legalizada do município de Buriti dos Lopes, as famosas ârádios piratasâ que estão em funcionamento na cidade devem sair do ar, uma vez que a fiscalização da Anatel deverá ocorrer com frequência na região.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Dep. Assis Carvalho

18 de dezembro de 2013

Buriti dos Lopes: Um cemitério de elefantes brancos

Obras inacabadas que consomem milhões

     Buriti dos Lopes é bastante conhecida como a cidade do bordado ou a capital do arroz, além destas, uma outra denominação que lhe cairia muito bem seria âa cidade dos elefantes brancosâ, essa expressão é nacionalmente utilizada para nomear obras públicas que foram abandonas, esquecidas e as grandes somas empregadas quase sempre são perdidas, as muitas obras inacabadas em nosso município chama a atenção e nos revela um problema que ano após ano vem se renovando e se transformando numa tradição local.

  O problema que ora abordamos não é novo, é algo recorrente que teve início por volta de meados dos anos 80 quando os primeiros âelefantesâ começaram a habitar nossa terra, de lá pra cá eles se reproduziram e pelos menos nove jazem em solo buritiense. Esta triste realidade nos incomoda profundamente, as obras que deveriam estar nos beneficiando não passam de vergonhosas mostras de mau uso dos recursos coletivos, é dinheiro público indo diretamente para o ralo.

  O mais agravante disso tudo é perceber a passividade generalizada da nossa sociedade, o povo e as autoridades parecem não querer enxergar um problema tão próximo de todos, a justiça teima em não ser justa quando fecha os olhos para tão grave situação, o Ministério Público deveria intervir incisivamente para assim evitar que novos âelefantinhosâ venham a nascer em Buriti dos Lopes.

 

Filed Under: GeralManchete

Buriti dos Lopes: Um cemitério de elefantes brancos

Obras inacabadas que consomem milhões

     Buriti dos Lopes é bastante conhecida como a cidade do bordado ou a capital do arroz, além destas, uma outra denominação que lhe cairia muito bem seria âa cidade dos elefantes brancosâ, essa expressão é nacionalmente utilizada para nomear obras públicas que foram abandonas, esquecidas e as grandes somas empregadas quase sempre são perdidas, as muitas obras inacabadas em nosso município chama a atenção e nos revela um problema que ano após ano vem se renovando e se transformando numa tradição local.

  O problema que ora abordamos não é novo, é algo recorrente que teve início por volta de meados dos anos 80 quando os primeiros âelefantesâ começaram a habitar nossa terra, de lá pra cá eles se reproduziram e pelos menos nove jazem em solo buritiense. Esta triste realidade nos incomoda profundamente, as obras que deveriam estar nos beneficiando não passam de vergonhosas mostras de mau uso dos recursos coletivos, é dinheiro público indo diretamente para o ralo.

  O mais agravante disso tudo é perceber a passividade generalizada da nossa sociedade, o povo e as autoridades parecem não querer enxergar um problema tão próximo de todos, a justiça teima em não ser justa quando fecha os olhos para tão grave situação, o Ministério Público deveria intervir incisivamente para assim evitar que novos âelefantinhosâ venham a nascer em Buriti dos Lopes.

 

Filed Under: GeralManchete

19 de novembro de 2013

30 de outubro de 2013

10 de outubro de 2013

08 de outubro de 2013

29 de setembro de 2013